QUAL O FENÔNEMO QUE AMANHECEU NO CÉU GOSTOSENSE? O CONTADOR EXPLICA

O Halo solar é um imenso círculo de cores, semelhante ao arco-íris, que se forma ao redor do Sol em virtude da decomposição da luz ao passar por partículas de gelo na atmosfera.

POR MARIANE MENDES

halo solar em gostoso 02
Fenômeno no céu gostosense chamou atenção dos moradores nesta terça-feira (31).

O céu gostosense amanheceu nesta terça-feira (31) com um fenômeno atípico ao redor do sol, várias imagens e vídeos começaram a ser veiculados pelas redes sociais registrando o curioso circulo. O Contador explica pra você do que se trata.

Halo Solar é um fenômeno óptico caracterizado pelo surgimento de um círculo ao redor do sol. Ocorre na troposfera, a cerca de 17 quilômetros de altitude, quando a luz do sol é refletida e refratada por cristais de gelo presentes na atmosfera terrestre, causando assim a dispersão da luz. O formato circular está ligado à estrutura hexagonal desses cristais.

O fenômeno da refração consiste na mudança de direção e velocidade da luz ao passar de um meio para o outro. Os cristais de gelo presentes na atmosfera funcionam como pequenos prismas que decompõem a luz branca do sol nas cores primárias, formando assim o halo solar de forma semelhante ao que ocorre com o arco-íris.

Assim como acontece no sol, ao redor da lua também pode surgir o halo. A formação de um halo lunar ocorre da mesma forma que o solar, porém, a visualização das cores escuras é mais difícil, sendo possível observar melhor apenas as cores mais claras.

REFERÊNCIA CONSULTADA:

TEIXEIRA, Mariane Mendes. “Halo Solar”; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/halo-solar.htm. Acesso em 31 de dezembro de 2019.

APÓS CONFUSÃO, SÃO PAULO PERDE MANDO DE CAMPO E TEM ATLETA EXCLUÍDO DO MUNICIPAL 2019

Partida realizada no último sábado (21) teve confusão após a categoria juvenil que impediu início da partida titular, súmula não foi divulgada.

POR AILTON RODRIGUES

Final Municipal (63)
Taças do Municipal 2018.

O Campeonato Municipal 2019 está com contornos decisivos e neste último final de semana começaram as definições das últimas vagas para as quartas de final. Durante o sábado (21) tivemos o grupo A onde São Paulo x Santos se enfrentaram na Baixinha dos Franças, enquanto no domingo (22) o São Caetano recebeu o Grêmio no Antônio Conselheiro.

O detalhe do final de semana foi o jogo entre São Paulo e Santos que teve uma confusão que iniciou após o final da categoria juvenil e impediu o início da categoria titular. Segundo relatos, o atleta Francimário do São Paulo não aceitou a expulsão aplicada e quis tirar satisfação com o árbitro da partida o que causou todo o embróglio.

A Comissão da competição divulgou uma nota para os presidentes dos clubes após se encontrarem nesta última terça-feira (24) e as definições foram as seguintes:

  • Francimário foi expulso da competição, ou seja, ele não poderá mais atuar nesta edição do Municipal.
  • A partida juvenil permanece com o placar ao qual foi terminada. 0 a 0.
  • Sobre a categoria titular, o São Paulo perde o mando de campo e a partida entre São Paulo e Santos fica remanejada para o dia 12 de janeiro no Estádio Teixeirão.
  • As partidas dos dias 29 e 30 de dezembro, além dos jogos que seriam realizados nos dias 04 e 05 de janeiro também foram remanejados para os finais de semana a partir de 11 de janeiro.

NO DOMINGO… TEVE JOGO!

O confronto do último domingo (22) foi entre São Caetano e Grêmio, onde no juvenil o placar foi de 1 a 0 para o Grêmio, enquanto no titular o placar ficou no 1 a 1.

Com isso, pela categoria juvenil São Paulo e Grêmio já se garantiram nas quartas de final, enquanto o Santos aguarda o desenrolar dos outros dois grupos para ver se arranca uma das vagas dos terceiros melhores colocados.

Pelo titular, apenas o São Caetano cravou sua vaga para as quartas, o Grêmio torce para que Santos e São Paulo empatem por 0 a 0 ou 1 a 1. Qualquer outro resultado coloca o Grêmio em 3º lugar e aí pode fazer com que o time dependa da definição dos outros grupos para ser um dos melhores terceiros colocados.

Nós continuamos de olho. Até qualquer hora!

ANÁLISE: AUTO DO MENINO DEUS CONTINUA CATIVANTE, MAS TEM PROBLEMAS QUE FOGEM AO SEU CONTROLE

Espetáculo teve grandes melhorias em relação a edição 2018, mas a falta de iluminação e recursos foram o calcanhar de Aquiles em 2019.

POR AILTON RODRIGUES
FOTOS ARICLENES SILVA

AUTO 2019 - 02
Elenco renovado do Auto foi um destaque.

O Auto do Menino Deus encenado no último sábado (21) foi o grande encerramento das atividades do Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC) em 2019, e ,de fato, dá para confirmar que foi um sucesso absurdo.

A grande qualidade do evento foi agregar mais atores sociais no cortejo, que contou com um percurso que saiu do Espaço Tear e culminou na Praia da Xepa. Além do Pastoril e Boi de Reis, desta vez houve o acréscimo de um coral de crianças do Morro dos Martins e um grupo de capoeira do distrito do Reduto. Elementos importantes que abrilhantaram ainda mais o espetáculo e emocionaram as centenas de pessoas que acompanharam.

AUTO 2019 - 04
Coral do Morro dos Martins foi emocionante.

Aliás, este ano mais pessoas acompanharam. Apesar que a impressão que tive ao conversar com alguns deles é que não estavam sabendo anteriormente do que se tratava e foram cativados a seguir. Houve apenas dois pontos negativos, o primeiro deles é a iluminação pública que em alguns trechos se mostrou fraca e dificultava a visão dos espectadores, o segundo foi o encerramento do espetáculo que além de rápido se mostrou muito aberto, não dava o desfecho necessário a dimensão do que havia sido o cortejo.

Outro destaque ruim foi o trânsito que atrapalhou muito. O município sofre com essa mazela de não ter um controle, presenciamos até motociclistas andando sobre as calçadas na busca de fugir dos carros. Simplesmente lamentável.

AUTO 2019 - 07
Grupo de Capoeira foi um show a parte.

Conversei com membros do CDHEC e eles disseram que a falta de recursos neste ano quase impossibilitou a realização do Auto. Todavia eles reconhecem que o final tem de ser melhorado e que para isso ter dinheiro é extremamente necessário.

AUTO 2019 - 03
Cor e dança fizeram parte do espetáculo.

Porém, não vamos negar o brilho do show. Impressionante ver como o CDHEC ainda tem este poder de mobilização e com potencial de ser um diferencial no cardápio que o município oferece aos seus turistas. Não só isso, a renovação acontece sistematicamente, só nessa edição apenas um veterano continuou em um papel principal que foi Fernando Miranda na brilhante atuação como Seu Gostoso.

Só podemos agradecer pela cultura continuar viva! Vida longa ao CDHEC!

3 EM CADA 10 GOSTOSENSES TÊM ALGUM TIPO DE DEFICIÊNCIA, MAS ONDE ESTÃO ESTAS PESSOAS?

POR THIAGO QUEIROZ

timthumb

Olá amigos e amigas de São Miguel do Gostoso, tudo bem com vocês? É um prazer imenso está falando com vocês através do O Contador de Causos. Sou Pesquisador em Inclusão e Direitos de Pessoas com Deficiência, Graduado em Direito e estou concluindo minha Especialização MBA em Gestão Pública. Hoje eu venho trazer a vocês uma informação muito importante, acho até que irão se impressionar com os dados, e, antemão afirmo, são verdadeiros.

Vocês sabem quantas pessoas com deficiência têm em seu município? Não! Pois, vou lhe informar agora. Segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, em 2010 a população de São Miguel do Gostoso era de 8.670 habitantes, dessa população, 2,589 pessoas tinham algum tipo de deficiência, sendo um percentual de 29,87% da população. Isso aponta que a cada 10 (dez) pessoas, 3 (três) tem algum tipo de deficiência. Lembrando, esses dados são de 2010.

Vamos fazer uma projeção dos dados de pessoas com deficiência para 2019? Vamos? Então vamos lá! Segundo a estimativa populacional do IBGE para 2019, hoje haveriam em média 10.282 habitantes, e, usando a estimativa percentual de pessoas com deficiência (29,87%), teriam hoje em São Miguel do Gostoso 3.071 pessoas com algum tipo de deficiência.

É provável que agora ao terem conhecimentos desses dados, você se questione aonde estão essas pessoas? Posso afirmar, muitas delas estão em suas casas, superprotegidas por suas famílias, achando que por seu familiar ser uma pessoa com deficiência, ela não pode sair de casa, estudar, trabalhar, casar, viajar e ser feliz. Acha isso um absurdo? Eu também acho, e, é por isso que estou vindo aqui transmitir essa informação.

As pessoas com deficiência têm o direito a viver de forma plena, de serem inseridas na sociedade de forma a permiti-las a interagir em igualdade de oportunidades. Assim, principalmente no que tange a educação, as pessoas com deficiência têm o direito de estarem em sala de aula no ensino regular, e, sendo-lhes proporcionados as condições mínimas para o seu desenvolvimento.

Para as crianças cegas e com baixa visão, é para ser oportunizado o ensino do Sistema Braille e o conhecimento dos leitores de tela em computadores e smartphones; para as crianças surdas, é para proporcionarem o ensino da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS; para as crianças com deficiência física ou mobilidade reduzida, é para proporcionarem a acessibilidade arquitetônica e locais apropriados para o deslocamento; e, para as crianças com deficiência intelectual e autismo, é para ser proporcionado um auxiliar de sala, isso, quando necessário, para trabalhar metodologias que possibilite um aprendizado com maior equidade. Foi citado crianças neste parágrafo, porém, é também para adolescentes, adultos e idosos com deficiência, pois, como emana o Artigo 27 da Lei nº 13.146/2015, lei esta conhecida como a Lei Brasileira de Inclusão, a educação da pessoa com deficiência é durante toda a vida:

Art. 27. A educação constitui direito da pessoa com deficiência, assegurados sistema educacional inclusivo em todos os níveis e aprendizado ao longo de toda a vida, de forma a alcançar o máximo desenvolvimento possível de seus talentos e habilidades físicas, sensoriais, intelectuais e sociais, segundo suas características, interesses e necessidades de aprendizagem.

Quantas pessoas com deficiência em seu município queriam estudar, ter uma vida que lhes proporcionassem ter desafios e ter condições razoáveis para vence-las. Por isso, precisamos lutar para que as pessoas com deficiência possam ter direito ao acesso a educação com qualidade, que o município capacite cada vez mais seus professores sobre a educação inclusiva e que os Órgãos que têm a finalidade de promover as Políticas Públicas, traga a efetividade dos direitos sociais e fundamentais de todo ser humano.

Peço que por fim, não vejam as pessoas com deficiência como sujeitos incapazes, ao contrário, elas são capazes, só precisam de meios acessíveis. E, falando de acessibilidade, nesse momento que escrevo, estou usando uma tecnologia assistiva em meu computador e leitores de tela, pois, sou pessoa com deficiência visual, talvez você não acredite que esse texto foi escrito por uma pessoa com deficiência, mas foi.

Um dia não acreditaram em mim, disseram: Da onde um cego pode estudar? Sabe, esse cego que diziam não poder estudar, hoje está como aluno especial do Mestrado em Educação da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, como dito acima, é Graduado em Direito pela Universidade Potiguar, faz especialização em Gestão Pública pela Faveni, tem mais de 20 artigos científicos publicados, 3 capítulos em livros científicos, dois reconhecimentos nacionais pela luta dos direitos das pessoas com deficiência, tem mais de 15 certificados de cursos profissionalizantes e mais de 80 certificados de eventos de inclusão.

Representou o estado do Rio Grande do Norte em duas Conferências Nacionais, sendo uma dos Direitos das Pessoas com Deficiência e uma da Saúde. Assim, um cego não podia estudar? Bom, cegos podem ver com o coração, surdos podem falar com as mãos, cadeirantes podem andar com as rodas da inclusão, e, os deficientes intelectuais são o sinônimo de verdadeira emoção.

Convido a você a lutar por inclusão, por isso, vamos juntar forças, pois, juntos somos mais fortes! E, somos todos capazes!!!

O CONTADOR VIU: STAR WARS: A ASCENSÃO SKYWALKER … [Sem Spoilers]

Por Iaslan Nascimento

Star Wars: A Ascensão Skywalker é a prova de que usar dois diretores em uma mesma trilogia (ou em uma saga) não funciona!

Muitas coisas podem ser ditas sobre o fim da saga Skywalker e fim da nova trilogia, tais como:  “Foi muito previsível”, ” Faltou alguma coisa”, “Não me surpreendeu”, “Quis agradar a internet”, “Não teve coragem de tomar decisões” entre outras coisas que foram repercutidas na internet e em outros veículos.  A verdade é que a ascensão Skywalker é um filme fraco, com cenas bonitas, para alguns até emocionante, mas, não deixa de ser um filme fraco…

1_RCiZ5ndZfnjIUhNQo812Kw

Os esfeitos são lindos, são. A trilha sonora é maravilhosa, é.  Tem cenas de lutas de sabre bonitas, tem, contudo, entretanto toda via… É só.  Infelizmente só.  Eu acredito que o grande problema desse filme foi a troca de diretores, ideias que JJ  Abrams (Despertar da Força e Ascensão Skywalker) iniciou no primeiro filme e Rian Johnson (Os Últimos Jedi) descartou, e como se fosse um toma lá da cá quando JJ voltou fez questão de ignorar o que foi feito por Jonhson e retomar suas ideias iniciais. Bom isso não deu certo.

mh-abrams-johnson-2-1574353404
JJ Abrams (esq) Rian Jonhson (dir)

Personalidades foram alterar do Despertar da Força para Os Últimos Jedi e novamente alteradas para A Ascensão Skywalker… Isso é claro e perceptível para qualquer um. Coisas faladas, ou atitudes tomadas no filme anterior, foram desfeitas, parecendo até mesmo uma birra.

Muitas coisas poderiam ser exploradas nesse filme, porém foram tomadas as decisões mais rasas, covardes e que não vão gerar burburinho negativo nas redes. O fan service faz com que os personagens principais dessa saga não consigam andar com suas próprias pernas. Assim como todo fã de Star Wars, eu também gostaria de ver personagens clássicos, mas preferia que nessa trilogia nós víssemos, eles apenas como easter eggs, ou com pequenas participações, não sendo usados como moleta para o personagens novos, me parece que eles não confiavam nos novos personagens para levar a história pra frente com seus próprios passos, o que pra mim eles estão completamente errados. A Rey, Kylo Finn todos tem um carisma imenso, são personagens que eu gostei de acompanhar e acredito que eles possuem sim força para carregar essas trilogia nas costas, mas infelizmente a disney não… Optar pela nostalgia nem sempre é bom vide Han solo.

Rise-of-Skywalker-International-Poster

O filme teve cenas legais, é possível ver a identidade do JJ e dá pra sentir como ele pretendia encaminhar e finalizar a saga. Infortunadamente o final dessa saga uma coisa difícil de definir… O Despertar da Força (para mim o melhor) é um filme do JJ, um bom começo que utiliza-se dos personagens antigos para criar a ligação com o novo. Os Últimos Jedi apresenta uma Ruptura com o passado e os personagens clássicos para que enfim os personagens novos tenham seu espaço para brilhar. A Ascensão Skywalker tenta com todas as suas forças ignorar as decisões tomadas no filme anterior e restabelecer uma ligação com o primeiro, que no fim, não funciona, pois os personagens tomaram rumos diferentes do espera inicialmente.

O diretor Rian Jonhson disse em uma entrevista sobre o filme tudo que eu queria dizer:

“Acho que abordar qualquer processo criativo a partir disso (deixar os fãs felizes) seria um erro que provavelmente levaria a um resultado exatamente oposto. Se entro em algo, mesmo em algo que acredito querer, se vejo exatamente o que acho que desejo na tela, é como ‘ok, tudo bem.’ Isso pode me fazer sorrir e me deixar neutro sobre a coisa. E não pensarei mais sobre ela depois. E isso não vai me satisfazer. Quero ficar chocado, surpreso, ser pego com a guarda baixa. Quero que as coisas sejam contextualizadas de outras formas, desejo ser desafiado como um fã quando me acomodo no cinema. É isso o que espero toda vez que vou ao cinema para ter a experiência que tive com O Império Contra-Ataca, algo emocionalmente ressonante, que aparentemente se conecta e faz sentido, realmente entendendo o coração da coisa de uma maneira que eu nunca esperava”, disse o cineasta.

Não gostei do rumo de alguns personagens, o modo que algumas coisas foram feitas nesse longa mostra o choque de ideias dos diretores e como vocês já cansaram de ler… Mas o filme possui muitas cenas lindas e emocionantes para o fã. Acredito que para muitos fãs a saga Skywalker começou no episódio IV e acabou no VI, esses três filmes foram só um anexo. E digo mais uma coisa para vocês, para os mais atentos talvez vocês vejam duas cenas muito similares a Vingadores: Ultimato, parece até um control C e control V, tenho certeza que foi a disney que mandou rsrs.

É isso, eu quero que vocês assistam e tirem suas próprias conclusões. Até a próxima!

O CONTADOR VIU: WATCHMEN (UMA OBRA PRIMA!)

Por Iaslan Nascimento

Quem achou que o ano da HBO ia se resumir apenas a Game of Thrones está muito enganado! Watchmen chegou com os dois pés na porta.

Watchmen série baseada nós quadrinhos com o mesmo nome,  e se passa pós eventos da HQ (e filme do Zack Snyder que por sinal adapta muito bem os quadrinhos , com algumas mudanças, que no fim não atrapalham muito a história. Aconselho antes de  assistir a série ler o quadrinho original , ou pelo menos ver o filme do Snyder).

Sinopse

“2019. Ambientada após os eventos da clássica Graphic Novel de Alan Moore e Dave Gibbons, a série se passa em uma realidade distópica e acompanha Angela Abar (Regina King), uma detetive policial que investiga o assassinato de um colega. Neste universo, os policiais usam máscaras sobre seus rostos para protegerem suas identidades, e precisam descobrir a origem e o objetivo de um grupo supremacista chamado A Sétima Kavalaria, cujos membros usam máscaras semelhantes à do Rorschach.”

Watchmen-regina-king
Poster da série

Bom esse é o meu Review sem spoilers então vou me ater apenas a algumas características do seriado.

Um dos primeiros pontos é a ambientação.  A série consegue situar até mesmo a espectador que não leu os quadrinhos e/ou não viu o filme, esse espectador entretanto terá que ter um pouco mais de paciência com relação as respostas, que são dadas durante o prosseguimento dos episódios. Isso é um ponto bastante positivo para o seriado pois apresenta os fatos passados, e os presentes.  Conseguindo com louvor manter a narrativa em alta.

watchmen-tim-blake-nelson-regina-king
Cena do Primeiro Episódio apresentando os Policias, Looking Glass (Esq) e a Syster Night (dir)

Os episódios que mostram o passado são fantásticos (contando com um episódio em preto e branco que beira a perfeição em todos os aspectos cinematográficos). A série possui uma qualidade incrível, os personagens são bons e carismáticos, os aspectos técnicos são cumpridos com rigor, então para o fã mais fervoroso de cinema pode ficar tranquilo, pois, encontrara uma boa trilha sonora, uma filmografia impecável e uma narrativa envolvente, o que consolida Watchmen como uma das melhores séries produzidas pela HBO.

Damon Lindelof produtor da série aprofunda e atualiza alguns temas polêmicos presentes na HQ e trás discussões atuais e bastante relevantes como por exemplo preconceito e uma nova seita supremacia branca.

Bom não quero dar spoilers. O seriado tem muitas qualidades técnicas, narrativas e com temas bastante atuais. Espero que gostem e se surpreendam ao final de cada episódio.

 

 

GOSTOSENSE VIRALIZA EM VÍDEO COM LATERAL DO SPARTAK MOSCOU

No vídeo, Naftaly brinca com Ayrton Lucas sobre uma possível vinda do atleta para o Flamengo em 2020.

POR AILTON RODRIGUES

Naftaly e Ayrton Lucas_Foto02
Vídeo com o gostosense Naftaly e o lateral Ayrton Lucas viralizou nas redes sociais

Um vídeo onde o gostosense Naftaly Vieira e o lateral esquerdo do Spartak Moscou, Ayrton Lucas, aparecem brincando sobre uma possível transferência do atleta para o Flamengo em 2020 viralizou nas redes sociais.

Dezenas de agências de notícias repercutiram o vídeo que foi destaque também em  muitos comentários nas redes sociais. Nas imagens com duração de apenas seis segundos, Naftaly começa falando: “a gente vai pro Flamengo!”. Ayrton Lucas, por sua vez, responde: “Ano que vem! Ano que vem”.

Veja algumas manchetes que foram publicadas:

Jornal Extra Online:

EM VÍDEO, AYRTON LUCAS, EX-FLUMINENSE CANTA QUE JOGARÁ NO FLAMENGO

App One Football

EX-FLUMINENSE, AYRTON LUCAS, BRINCA COM POSSÍVEL IDA AO FLAMENGO: “ANO QUE VEM”

Lance

EM VÍDEO, EX-LATERAL TRICOLOR FALA EM IR PARA O FLAMENGO

Apesar da fama instantânea, alguns internautas ainda confundiram o atleta gostosense com o atual atacante do Lille (FRA), Luiz Araújo, que é ex-atleta do São Paulo. Ayrton Lucas, por sua vez, teve seu nome repercutido tanto por torcedores do Flamengo como por torcedores do próprio Fluminense, alguns reagiram de forma negativa, outros foram indiferentes.

Ayrton Lucas surgiu no ABC, foi para o Fluminense em 2015, mas só teve oportunidades como titular em 2018 onde fez uma grande temporada e a partir disso foi negociado com o futebol russo.

Veja o vídeo:

SOBRE NAFTALY VIEIRA

Naftaly tem 23 anos, é lateral direito e jogou em clubes pelo estado do Rio Grande do Norte como ABC (2012), Currais Novos (2014) Santa Cruz (2016, 2017) e América-RN (2013, 2015). Além disso, Naftaly enfrentou seu clube do coração, o Flamengo, durante a edição de 2016 da Copa São Paulo de Futebol Júnior quando defendia o Palmeira-RN.

Naquela ocasião o time perdeu por 5 a 1, mas Naftaly foi o responsável pela assistência do único gol potiguar da partida.

Nós continuamos de olho.

AUTO DE NATAL DE GOSTOSO CHEGA A SUA 12ª EDIÇÃO COM PROMESSA DE GRANDE CORTEJO PELAS RUAS DA CIDADE

Evento acontece no próximo dia 21 de dezembro com presença de mais de 50 atores locais.

POR AILTON RODRIGUES

Sagrada Família 2015
Auto de Natal em 2015.

O Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC) mais uma vez será o anfitrião do Auto de Natal de Gostoso que acontecerá no próximo dia 21 pelas ruas da cidade de São Miguel do Gostoso.

Aliás, pelas ruas porque esta 12ª edição do evento acontecerá em forma de cortejo com mais de 50 atores locais envolvendo crianças e membros de variados grupos sociais. Com direção artística de Filippo Rodrigo e Beatriz Barros, o espetáculo terá traços culturais de verdadeiros ícones do folclore gostosense como o Boi de Reis, o Pastoril e a capoeira.

CORTEJO
Cortejo em 2018 foi um sucesso, haverá uma nova edição em 2019.

Desde o ano passado que a ideia do cortejo agradou a direção do evento e proporcionou maior adesão das pessoas que podem seguir a encenação ilustrando os momentos que antecedem o nascimento de Jesus. Com isso, será o evento que encerra o calendário das atrações culturais do CDHEC em 2019.

SOBRE O CDHEC

Capa
Seu Gostoso é uma figura típica da cidade de São Miguel do Gostoso.

O Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania foi criado em 2003, por jornalistas e agentes culturais com a finalidade de promover, proteger e reparar os direitos fundamentais do cidadão. Com a transferência do CDHEC de Natal para São Miguel do Gostoso, foi criado o Espaço Tear oferecendo à comunidade uma série de projetos socioculturais que incluem cursos profissionalizantes, oficinas de dança, teatro e jornalismo, além do Auto de Santiago, Paixão de Cristo e a Mostra de Cinema de Gostoso.

Nós continuamos de olho.

SÃO MIGUEL DO GOSTOSO TEM ATLETA CAMPEÃO DO MATUTÃO

POR ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Orgulho e motivos para comemorar, São Miguel do Gostoso se fez representar na final vitoriosa do Campeonato Super Matutão, realizada no Estádio Arena das Dunas, no domingo dia 08, o atleta da terra, o jovem Matheus Barbosa, fez bonito jogando pelo time campeão de São Gonçalo do Amarante.

Miguel Teixeira e Matheus

O ex-prefeito da cidade, Miguel Teixeira, o grande apoiador do esporte de Gostoso, fez questão de estar presente ao evento e levar sua torcida e seu incentivo ao craque da sua cidade.  Matheus é mais um nome que se destaca no cenário esportivo de São Miguel do Gostoso. “Fiquei feliz em ver nosso atleta mostrando os valores da nossa terra, sempre vi no esporte, um meio de promover o social e levar nossa juventude a ter uma vida saudável.”

Equipe campeâ do Matutão

A campanha do São Gonçalo:

A seleção de São Gonçalo é a campeã da primeira edição do Super Matutão – O Futebol do Interior mais Forte. A equipe da Grande Natal venceu a seleção de São Pedro por 2 a 1, com gols do atacante Kadu, e levou o troféu Everaldo Lopes, em homenagem ao ex-jornalista e escritor, falecido em 2018, e que foi um dos idealizadores do antigo Matutão.

WhatsApp Image 2019-12-09 at 07.41.54

A seleção de São Gonçalo estreou na competição contra Macaíba na primeira fase e avançou após a escalação irregular de um jogador do time adversário. Depois, passou por São José de Mipibu na segunda fase.

Nas quartas de final, eliminou a seleção de Maxaranguape e seguiu para as semifinais contra Goianinha. Em dois jogos equlibrados e resultados iguais, conquistou a vaga à final após sorteio, por ter empatado em todos os critérios técnicos do torneio.

Com o título de campeão, a seleção de São Gonçalo terminou a competição com um campanha equilibrada, com 12 gols marcados e seis sofridos.

ZENAIDE MAIA ATACA PROJETO QUE LIBERA EMPRESAS DA COTA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) lembrou a Semana Internacional da Pessoa com Deficiência nesta quarta-feira (4), em Plenário, e criticou o projeto de lei  (PL-6.159/2019), encaminhada ao Congresso pelo Poder Executivo, que cria alternativas para liberar as empresas da obrigatoriedade de manter uma cota de pessoas com deficiência entre os seus empregados. Zenaide afirmou o projeto dificultará ainda mais a acessibilidade desses deficientes ao mercado de trabalho.

— O projeto de lei diz que flexibiliza, mas na verdade ele acaba [com as cotas], porque as empresas não vão ter obrigação de cumprir aquele número de cotas. São muitas pessoas com deficiência que dependem, que têm seu trabalho, que a gente inclui com dignidade. E eu insisto em dizer: um país onde o Estado, no caso, não inclui as suas pessoas com deficiência, quem é deficiente é o país, é a sociedade, porque a gente sabe que a maioria das barreiras são impostas pela sociedade — disse a senadora.

A senadora também criticou a Medida Provisória (MP 871/2019), que resultou na Lei 13.846, de 2019, para combater as irregularidades em benefícios previdenciários, conhecida como “pente fino”. Para ela, em vez de dificultar o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), o governo deveria simplesmente manter auditorias constantes, para evitar fraudes no sistema.

—  Por que botaram uma MP? Porque eles mudaram as regras de acesso. Não foi porque as pessoas com deficiência deste país, que precisam desse salário mínimo, sejam fraudadores da Previdência. A gente sabe que, em tudo, pode haver alguém que fraude, mas isso não é motivo para dificultar — disse Zenaide.

Fonte: Agência do Senado