O CONTADOR VIU: LIGA DA JUSTIÇA.

POR IASLAN NASCIMENTO

Olá amigos, LIGA DA JUSTIÇA está entre nós. E hoje vamos falar um pouco desse filme que reuni a equipe de heróis do universo da DC Comics.

 

JSTLG-BPO-Teaser-2_4000x2490

          Permeado por polêmicas que vão desde um histórico manchado pelas críticas (Batman vs Superman e Esquadrão Suicida) até a troca de diretores (saiu o Zack Snayder por motivos pessoais e entrou Joss Weadon conhecido por ter dirigido: Vingadores, Vingadores 2 a era de ultron, Toy Store), Liga da justiça seguia como uma incógnita na cabeça tanto dos fãs de quadrinhos quanto dos críticos de cinema.

            Mas a verdade é que desde o fim de outubro o mundo do cinema respirava a liga, muitos vão “dizer isso não é verdade, estamos respirando é Star Wars” e eu digo também, estou ansioso para ver o universo de Star Wars, mas novembro é o mês da liga, e tanto é que todas as salas da grande Natal e claro de todo o Brasil estavam lotadas, de fãs, cosplayers, “fãs da concorrência”, jovens, adultos, meninos e meninas, sozinhos ou em grandes grupos, estavam todos ali para ver o início da Liga, e o início não nos decepcionou.

           Batman (Ben Affleck), Mulher Maravilha (Gal Gadot), Flash (Erza Miller), Aquaman (Jason Mamoa), Ciborgue (Ray Fisher), está é a equipe da liga formada no filme. Liderada pelo Batman e pela Mulher Maravilha a equipe tem uma motivação praticamente igual para se juntar: Derrotar o vilão em comum. A típica motivação para heróis se juntarem, tanto nos quadrinhos, filmes, séries e afins, e por ser uma adaptação de quadrinhos essa é uma motivação totalmente aceitável.

Justice-League-Banner-Superman

            Quero começar a dissecar esse filme pelos destaques positivos do filme. Entre os personagens os maiores destaques são: A Mulher Maravilha e o Flash. A Mulher Maravilha rouba os holofotes para ela em todas as cenas que ela aparece, ela é dona de tudo. Forte, rápida, destemida, a cara dessa liga. Nunca vi em filmes de heróis uma personagem feminina com tanta força e representatividade.

33630875955_1aa203a360_h

          O outro destaque do filme é o Flash, assim como a Mulher Maravilha, a cena que ele está, ele é o destaque. Cheio de piadas e referências da cultura pop. Uns podem dizer que ele só faz piada, mas no caso do Flash é completamente aceitável pelo simples fato de que essa é a personalidade do Flash, brincalhão, piadista, a final nessa adaptação para cinema eles preferiram adaptar o Barry Allen divertido e cheio de piadas e um pouco menos do Barry Allen cientista forense que vemos na série de TV.

ligaflash

        Os outros que compõe a equipe também tem seus momentos, todos personagens (exceto o Ciborg) estão mais leves e descontraídos o que na minha opinião não atrapalha o filme. Talvez você não goste muito do Batman tentando ser engraçado, mas ele não faz isso sempre então não se preocupe. O Aquaman é meio “vida loca” e as vezes parece que ele não liga muito para nada. O Ciborg é o menos “alegre” da liga, afinal ele passou pelo trauma de ter seu corpo refeito a partir de “peças mecânicas”.

cyborg-justice-league-poster

          Agora que você já tem um resuminho do filme, aconselho você ir ver o filme no cinema, pois agora eu vou “soltar” alguns Spoilers.  Super recomendo o filme, E se você não vai seguir bom filme e depois voltar aqui para continuar lendo essa crítica vlw, até mais!

zona-de-spoilers1

Pra você que ficou vamos seguir com os spoilers agora rsrs

                O Tom do filme está mais para o de Mulher Maravilha, o que é bom, pois é um tom que deu certo. Ainda temos algumas cenas escuras e muitas cenas em câmera lenta afinal não dá pra refazer um filme todo, o filme ainda tem muito a cara do Zack Snyder. As cenas com câmera lenta são uma das poucas coisas que me incomodaram no filme, parece que sempre que o herói vai fazer um movimento bacana ele tem que usar a câmera lenta para você ver como aquele personagem se mexe bem e o quanto aquele movimento é foda, mas quando usado muito esse recurso fica chato.

               A trilha sonora ela tá lá, não tão impactante quanto a de Batman Vs Superman e Mulher Maravilha, mas está lá. Confesso que em alguns momentos do filme, ela passou despercebida, mas ouvindo-a nesse exato momento enquanto escrevo esse texto consigo lembrar exatamente das cenas onde elas apareceram. O tema da Mulher Maravilha sofreu alterações e na minha opinião ficou menos impactante. No filme também temos a trilha sonora clássica do Superman  repaginada e está muito bem-feita.

Trilha sonora da Liga da justiça completa.

             O vilão. Uma coisa eu percebi assistindo esses filmes de heróis, é que está realmente muito difícil fazer bons vilões, mas no caso da liga da justiça isso pode até ser explicado, pelo simples motivo de que nesse filme os diretores/roteiristas tiveram que introduzir e apresentar 3 heróis: Flash, Aquaman e Ciborgue (Cyborg) e isso leva demasiado tempo, tempo esse que falta para desenvolver o vilão a ponto prejudica-lo. Acho que olhando por todos os ângulos do filme, o todo “poderoso” Lobo da estepe não passou de um vilão coadjuvante para juntar a liga para possíveis grandes vilões. E sim fora as várias câmeras lentas do filme, eu também não gostei da forma como o vilão foi ”derrotado”.

             Esse filme é cheio de referências, seja ao próprio universo como Lanterna Verde e o Zeus, sim o deus grego aparecendo em uma batalha, ou do nosso universo como um dos monitores do Flash exibindo Rick and Morty. E como já foi dito o Flash é o cara das referências ele chega a citar o filme o Cemitério Maldito, filme baseado no livro homônimo do Stephen King.

       O Batman. Nesse filme o morcegão mais uma vez foi mostrado de uma forma diferente no filme. Parece que tanto o Batman Vs Superman quanto Liga da justiça fazem o Batman parecer muito frágil ao enfrentar os vilões com poderes sobre humanos, o que pode ser um problema, pois nas grandes lutas já que não pode infringir dano a esses seres ele vai apenas assistir?

Justice_League_-_Batman_character_poster

             E agora vamos falar sobre o Superman (Henry Cavil) todo mundo quer saber dele. E sim amigos o Clark Kent voltou, e a cena que ele volta meu amigo é fantástica, pra falar a verdade o Superman dá mais trabalho pra liga que o próprio vilão do filme, afinal o Superman é invencível a menos que você saiba sua fraqueza ;). O artificio para fazer o Superman voltar ao controle de sua consciência e para de lutar contra os membros da liga me lembrou um pouco a artificio que foi usado em Batman Vs Superman, a Louis Lane e fala com ele e de repente a raiva dele some e foi isso. O Superman na luta final contra o Lobo da estepe mostra o quanto o herói é forte, antes dele chegar os cinco quase não conseguiam derrotar o Lobo e quanto o Clark chega o vilão é “derrotado” em minutos.

justice_league__superman_by_goxiii-dabxjxs

         Cenas pós-créditos. Temos duas. Uma pura brincadeira e outra muito importante para a trama mas não quero me demorar muito por aqui. Tô aqui só pra dizer que podemos ter uma liga de vilões para bater de frente com a liga da justiça e que o exterminador (possível vilão do filme solo do Batman) tá animal.

    Amigos obrigado por acompanhar o texto até aqui. Já assistiu o filme comenta aqui o que você achou. Ainda não assistiu!? Tá esperando o que vai lá conferir esse filmaço. É isso até mais pessoal, vou deixar pra vocês um vídeo dos bastidores do filme, mas cuidado se você não assistiu tem SPOILERS!. Até mais Galera.