COM DOIS POTIGUARES E O MELHOR DO FESTIVAL DO GRAMADO, CURTAS DA MOSTRA COMPETITIVA PROMETEM EMOCIONAR

A 5ª Mostra de Cinema de Gostoso acontece de 23 a 27 de novembro na cidade de São Miguel do Gostoso e com ela teremos a tradicional votação do júri popular para Melhor Longa, Melhor Curta e Menção Honrosa da Mostra Competitiva.

Os  vencedores serão premiados com o troféu Luis da Câmara Cascudo. Nesta edição concorrem ao prêmio 12 obras, sendo 4 longas e 8 curtas metragens. Para te dar um aperitivo do que vem por aí, nós separamos nesta parte 02 as sinopses, curiosidades e alguns traillers dos filmes de curta-metragem, vejam:

CURTAS METRAGENS

AINDA QUE EU ANDE PELO VALE DA SOMBRA DA MORTE (RN – 2018)

Direção: Hélio Ronyvon / 10 min

ainda-que-eu-ande-pelo-vale-da-sombra-da-morte-dir-helio-600x338
Cartaz do filme “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da  morte”

Sinopse:

Ciana e Zefinha sempre viveram uma para a outra. Sobreviver é um desafio diário e saber perdoar sem lembrar do passado vai ser fundamental para poder seguir em frente.

Curiosidade:

Esse é o primeiro curta-metragem de Helio Ronyvon como diretor em uma obra de ficção.

CATADORA DE GENTE (RS – 2018)

Direção: Mirela Kruel / 18 min

FOTO-Catadora-de-gente-500x260.jpg
Cartaz do filme “Catadora de Gente”

Sinopse:

Catadora de Gente é Maria Tugira Cardoso. Há 30 anos a personagem do filme dedica sua vida a catação de lixo. Com sua fala lúcida a respeito da vida e de suas complexidades, Tugira narra sua história e propõe ao espectador uma reflexão profunda sobre as desigualdades sociais do Brasil.

Festival que participou:

Este ano, o filme foi selecionado para a programação da Mostra Competitiva Brasileira de Curtas-metragens no festival “É Tudo Verdade 2018 -Festival Internacional de Documentários”.

Trailler: 

CODINOME BRENO (RN – 2018)

Direção: Manoel Batista / 19 min

capa.jpg
Foto que retrata a história do filme “Codinome Breno”

O filme  retrata a busca de um filho pelas memórias do pai  – um ex-militante  político na ditadura.

” Ficamos em dúvida sobre a abordagem. E achamos como solução fazer o relato da minha vivência sobre o resgate dessa memória. O filme não é sobre a história do meu pai e, apesar do nome, também não é sobre a história do Breno, codinome do Carlos Alberto Soares de Freitas. Decidimos fazer um filme sobre essa busca pela memória do meu pai, do Breno e de uma época importante para o país”, disse Manoel Batista, filho de Jorge em uma entrevista para o site Saiba Mais.

GUAXÚMA (PE – 2018)

Direção: Nara Normande / 14 min

290359,930,80,0,0,930,560,0,0,0,0.jpg
Cartaz do filme Guaxúma”

Sinopse:

Eu e a Tayra crescemos juntas na praia de Guaxuma. A gente era inseparável. O sopro do mar me traz boas lembranças.

 Festivais  que foi exibido:

Este ano o filme, uma ficção animada em diferentes técnicas de areia, foi selecionado para as competições do Festival de Annecy e Toronto.

Também em 2018, o filme concorreu ao Kikito de Melhor Curta do 46º Festival de Cinema de Gramado.

El Gouna Film Festival, no Egito, na categoria melhor curta-metragem.

O curta já foi exibido também na Cinemateca Capitólio Petrobras.

MESMO COM TANTA AGONIA (SP – 2018)

Direção: Alice Andrade Drummond / 19 min

mesmocomtantaagonia2.jpg
Cartaz do filme “Mesmo com tanta agonia”

Sinopse: 

É aniversário da filha de Maria. No trajeto do trabalho para a festa, ela fica presa no trem, em função de uma pessoa caída acidentalmente sob os trilhos.

Festivais que participou:

51ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

 

NOVA IORQUE (PE – 2018)

Direção: Leo Tabosa / 24 min

01-Foto-Nova-Iorque.jpg
Cartaz do filme “Nova Iorque”

Sinopse:

Hermila e Leandro querem fugir. Hermila e Leandro querem ficar.

Festival que participou:

Selecionado para o 28º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, em Fortaleza, Ceará.

Concorreu ao Kikito de Melhor Curta do 46º Festival de Cinema de Gramado

Curiosidade:

O curta Nova Iorque é primeira obra de ficção do cineasta.

Trailler:

P’S (RN – 2018)

Direção: Lourival Andrade / 13 min

filmeps-640x522.jpg
Cartaz do filme “P’S”

Sinopse:

O curta-metragem é inspirado na peça teatral P’S,  uma adaptação do livro “Eu, Pierre Rivière, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão”, de Michel Foucallt, e que tem como protagonista o ator caicoense Alexandre Muniz.

Festival que participou:

Foi selecionado para o 7º Curta Suzano, São Paulo

 

TEORIA SOBRE UM PLANETA ESTRANHO (MG – 2018)

Direção: Marco Antônio Pereira / 14 min

1_0iA0Y8kkBV7lfyPKscwEvg.jpeg
Cartaz do filme “Teoria sobre um planeta estranho”

Sinopse:

O filme fala sobre o amor, morte e sentido da vida por meio da paixão de um homem por uma mulher.

Festival que participou:

El Gouna Film Festival no Egito, na categoria curta-metragem.

 

FONTES CONSULTADAS:

http://caboreaudiovisual.com.br/ainda-que-eu-ande-pelo-vale-da-sombra-da-morte/

http://www.festivaldegramado.net/competidores/catadora-de-gente-2018-rs/

http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/cabora-lana-a-tra-s-filmes-hoje/426208

http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/catadora-de-gente/

http://www.capitolio.org.br/novidades/1948/curta-na-cinemateca-filmes-de-nara-normande/

https://www.folhape.com.br/diversao/diversao/cinema/2018/08/24/NWS,79027,71,583,DIVERSAO,2330-DOIS-FILMES-PERNAMBUCANOS-ESTAO-DISPUTA-FESTIVAL-GRAMADO.aspx

https://vertentesdocinema.com/2018/08/29/critica-curta-nova-iorque/

https://papocultura.com.br/curta-metragem-ps/

https://filmow.com/mesmo-com-tanta-agonia-t264000/

https://anba.com.br/filmes-brasileiros-sao-selecionados-para-festival-no-egito/

Autor: Andrieli Torres

Estudante de jornalismo