GOSTOSENSE FICA ENTRE OS 500 MELHORES FOTÓGRAFOS DO MUNDO

Gostosense Ariclenes Silva (na foto superior do lado esquerdo) concorreu entre mais de 30 mil fotógrafos de todo o mundo e representou o município com foto do distrito do Cruzamento.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

 

Ficar entre os 500 em um concurso mundial com mais de 32 mil inscritos é um feito impressionante né? Pois o gostosense Ariclenes Silva conseguiu essa proeza na quinta edição do HIPA (Prêmio Hamdan Bin Mohammed bin Rashid Al Maktoum Internacional de Fotografia), que é considerado o maior concurso de fotografias do mundo, realizado sob patrocínio de Sua Alteza Sheikh Hamdan Bin Mohammed bin Rashid Al Maktoum, o príncipe herdeiro de Dubai.

A premiação atingiu abrangência global. Prova disso é a participação de 193 países e a inscrição de 32.712 fotógrafos que enviaram mais de 80 mil imagens. Um dado importante da organização: 66% dos fotógrafos participaram pela primeira vez última edição, incluindo nosso “Ari”.

A foto escolhida pelo artista foi da também gostosense Antônia Hortência Alves de 90 anos, da pequena comunidade rural de Cruzamento. D. Antônia como é chamada, representa toda uma geração e um povo que sempre ganhou a vida com muita luta, morando numa casa simples com a família, não abre mão da sua rotina, e de participar do preparo do café da manhã e do almoço. A foto foi tira em 2015, através do projeto Retrato da Comunidade, realizado nas comunidades rurais e assentamentos de São Miguel do Gostoso/RN.

“Eu não esperava nem chegar a final. A foto que escolhi, para mim é uma das melhores que tirei.” – Ariclenes Silva

TRABALHO DE CAMPO

Que São Miguel do Gostoso é conhecido por suas praias e pelos ventos propícios aos esportes como windsurfe e kitesurfe, todo mundo sabe, agora o que muitos não imaginam é que o município é composto por 25 distritos na sua zona rural, que concentram metade da população do município.

Porém, dois rapazes resolveram mostrar toda esta “segunda face” de Gostoso usando um artifício artístico: as imagens. Ariclenes Silva e Fernando Miranda se uniram e montaram uma exposição de fotografias chamada de “Retratos da Comunidade”, com 20 obras representando sete distritos a exposição foi lançada em 24 de abril de 2016 no Centro de Cultura de Gostoso e posteriormente esteve no Ponto de Cultura Espaço TEAR.

OS VENCEDORES DO HIPA 2015-2016

Sheik que dá nome ao prêmio.

O concurso premiou quatro obras de países diferentes, nas quatro categorias disputadas (Hapiness, Pai e Filho, Geral e Natureza). Na categoria ao qual Ari disputou o vencedor foi o chileno Francisco Negroni Rodrigues que mostrou a impressionante erupção de um vulcão. Confira:

Foto vencedora da categoria Geral.

A categoria Pai e Filho foi para o belga Khaled Alsabbah que registrou essa imagem na Faixa de Gaza:

Foto vencedora da categoria Pai e Filho.

Na categoria Hapiness (felicidade, do inglês) o prêmio foi para o espanhol Antônio Aragon Renuncio que fotografou garotos brincando em Togo na África. Ele faturou o prêmio principal de 120 mil dólares.

Foto vencedora da categoria Hapiness.

O americano Steven Winter fotografou essa linda paisagem e levou o prêmio na categoria Natureza:

Foto vencedora da categoria Natureza.

O Contador está orgulhoso pelo fotógrafo gostosense, Ari, e deseja mais sucesso. Até qualquer hora!

RAPIDINHA: LAGARTAS ATACAM CAJUEIROS NO ANTÔNIO CONSELHEIRO

Espécie conhecida como Saia-Justa invadiu o distrito e já anda devorando alguns cajueiros. Biólogo alega infestação por falta de predadores naturais.

POR AILTON RODRIGUES
ANTÔNIO CONSELHEIRO, S.M. DO GOSTOSO/RN

lagarta
Lagartas andam atacando cajueiros no Conselheiro. (Foto: Ailton Rodrigues).

O distrito do Antônio Conselheiro, localizado a aproximadamente 15 quilômetros de Gostoso, está sofrendo uma infestação de lagartas conhecidas como Saia-Justa.

O inseto tem uma peculiaridade de carregar seu futuro casulo como forma de abrigo e proteção, mas a quantidade vista no distrito chega a ser surpreendente. Nas ruas é possível ver cerca de dezenas que são atropeladas por motos e carros, além de ser possível ouvir, principalmente a noite, o barulho delas devorando os cajueiros que são sua comida preferida.

O Contador ouviu o biólogo Natanael Avelino e o questionou sobre o que poderia estar acarretando o alto índice desses insetos e ele nos afirmou que provavelmente seria a falta de predadores naturais como pássaros e morcegos, além disso culminou com o período normal de reprodução delas. Natanael ainda declarou que o período de duração da fase de lagarta chega a dois meses e que elas se transformam em mariposas.

Alguns moradores do Conselheiro estão usando pesticidas para o combate, mas há o alerta que este tipo de neutralizante químico tem que ser autorizado pelo Embrapa.

O Contador segue atento. Até qualquer hora!