HISTÓRIA DO MUNDO DOS ANJOS, DE JOSÉ ANTÔNIO FORTEA

cp_Hist-do-mundo-dos-anjos“Aproveitem o tempo que lhes resta de vida sobre a terra. Não importa quanto vivam, pois o último dia, uma hora antes de morrer, toda a vida de vocês lhes parecerá como apenas um dia. Você que lê estas linhas, ainda está no tempo de prova. Eu daria tudo por voltar à fase da prova. Não há preço, por maior que fosse de quanto eu estaria disposto a pagar por poder demonstrar a minha fé em Deus”.

 

O mundo hoje apresenta diversos conceitos envolvendo os seres celestes de formas não cristãs. No meio católico informações sobre esse tema não é nada popular, mas vez por outra, sempre me encontro tentando desmistificar nem que seja um pouquinho dos ‘preconceitos’ de colegas em rodas de conversas, e não é que eu saiba muito, apenas busco informações consistentes para fortalecer minha fé.

Uns três meses atrás uma amiga me falou do livro da História do Mundo dos Anjos, de Padre José Antonio Fortea*, instantaneamente comecei a lê-lo e devo confessar que a ousadia do conteúdo publicado é extremamente instigante, um verdadeiro despertar sobre os mistérios do mundo invisível em apenas 143 páginas. A base bíblica estudada é o Antigo Testamento no livro de Gênesis e Apocalipse no Novo Testamento onde ele certifica que há muito mistério a ser desvendado e para isso o Pe Fortea faz uso da metafísica, expondo os acontecimentos de forma razoável para o preenchimento dos vazios do tema nas Escrituras.

De fato a narrativa-teológica aplicada é um exercício expressado em estética visual, fazendo uso de modos antropomórficos. A história é contada por um Ser Angélico, como se ele escreve-se em um diário suas impressões num tempo onde se contemplava o Tudo (infinito) e sua desconstrução, o Tudo sendo subdividido (se transformando em finito). Assim ele descreve o suposto pensar de Deus para criar a luz, seguido dos seres celestes, das consequências de separar a luz da escuridão, as reações dos seres celestes no que se trata de vontades, sentimentos, do tempo, hierarquias dos anjos até o momento da revelação dos planos de Deus ao criar a humanidade e colocar os anjos à prova e as mudanças para a chegada da nova ordem no céu.

Respondendo perguntas, como: Por que Lúcifer (Diabo) têm tantos nomes? Por que Maria (mãe de Jesus) é a Rainha dos Anjos? Deus criou o inferno? E como o próprio autor diz em seu prólogo, “exponho a história do mundo dos anjos (através do ato literário na obra estética), mas também a ‘falsa história’ de como surgiu essa história”.

Enfim, deixo aqui uma das minhas conclusões sobre tudo que li e tive conhecimento. A diferença entre nós e os anjos caídos (demônios) é que podemos nos arrepender já eles não possuem mais a graça do arrependimento, e assim nunca mais serão reconciliados com Deus. Entendemos desta forma, seu ódio a Deus e às suas criaturas, a tudo o que é santo e puro, a tudo o que é nobre e bom.

Espero que vocês façam boa leitura!!! E tire suas conclusões sobre a inveja dos anjos sobre nós seres humanos, o Contador quer saber sobre suas impressões também. Não deixe de compartilhar conosco.

__________________________________________________________________

*JOSÉ ANTONIO FORTEA  nasceu em Barbasto (Espanha) em 1968, é sacerdote e teólogo especializado em demonologia. Pertence ao presbitério da diocese de Alcalá de Henares (Madrid). Em 1998 defendeu a sua tese de licenciatura, ‘O exorcismo na época atual’, orientada pelo secretário da Comissão para a Doutrina da Fé da Conferência Episcopal Espanhola. Autor do best-seller no Brasil Svumma daemoníca – Tratado de demonologia e manual de exorcistas.