O CONTADOR VIU: MERLÍ

POR AILTON RODRIGUES

merli-temporada-3-5
Elenco adolescente de Merlí é talentoso e vai te fazer viajar.

A série catalã escrita por Héctor Lozano e dirigida por Eduard Cortés com três temporadas já disponível na Netflix há algum tempo traz para nós uma mensagem muito positiva: não precisamos ser perfeitos para sermos felizes.

E assim a série também é. Apesar dos longos dilemas individuais dos personagens principais, temos como grande condutor da trama o professor de Filosofia Merlí Bergeron (Francesc Orella) que apesar de aparentar ser um homem sem responsabilidades, ele tem camadas que são descritas para nós ao longo dos episódios.

O mergulho pela Filosofia também é inevitável, onde apesar de se inserir em um contexto escolar a série não é clichê. Cada episódio, por exemplo, tem como título um filósofo ou um período da história da Filosofia e nós acabamos nos vendo como mais um dos alunos da classe. Nos pegando a pensar em como a louca viagem chamada vida pode ser injusta com seus tripulantes, ou como estamos vivendo a existência de forma equivocada, sem pensar por muitas vezes no outro.

merli-temporada-3-4
Professores da Escola Angel Guimera vão se desconstruindo ao longo das temporadas.

Por falar nisso, os temas transversais são diversos: bullying, adoção, maternidade precoce, drogas, desemprego, violência, sexualidade, relações sociais, suicídio, etc. Um cardápio cheio de abordagens e que em algum momento vai te fazer ficar emocionado ou simplesmente vai te fazer ficar mastigando aquelas informações por algum momento, pois deixa claro que a Filosofia não é algo para ficar na antiguidade e sim nos ajuda a entender a postura da sociedade contemporânea.

Todavia, um dos poucos defeitos da obra se resume a não dar todos os desfechos. Alguns personagens simplesmente desaparecem e suas participações na série ficam como superficiais, como uma espécie de remendo no roteiro. Os pontos positivos se sobressaem, o toque de humor nas piadas pontuais e os diálogos ricos são momentos prazerosos.

Para os episódios finais, garanto que você não estará preparado para algumas coisas, mas depois que esse impacto inicial passa, você percebe que era necessário acontecer algo do tipo para que o ciclo escolar acabe e os Peripatéticos (expressão da série) cresçam.

Em resumo: você não vai se arrepender em começar esta série.

Merlí (2017)

  • Temporadas: 3
  • Episódios: 40
  • Disponível: Netflix
  • Tempo: média de 48 minutos por episódio.

Autor: Ailton Rodrigues

Técnico em Informática (IFRN), que adora esportes e jornalismo, estando sempre disponível para bons papos. Coordenador de Comunicação do clube de futebol TEC (Tabua Esporte Clube), membro do Conselho do Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC), comunicador da Mostra de Cinema de Gostoso. Atualmente aluno de Licenciatura em Pedagogia (UFRN).