PRESSÃO, CRÍTICAS E CHATEAÇÕES: BASTIDORES DA QUEDA DE NIVALDO BATISTA COMO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Exoneração foi divulgada nesta terça-feira (23), mas a permanência do agora ex-secretário já era insustentável a algum tempo.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

39105861_1732376520194903_8778359432955297792_n
Nivaldo Batista não é mais o Secretário de Educação (Foto: Facebook / Página Município de São Miguel do Gostoso).

A exoneração de Nivaldo Batista do cargo de Secretário da Educação foi publicada nesta última terça-feira (23) no Diário Oficial dos Municípios e só reforçou o clima de instabilidade que vive este setor durante os últimos meses em São Miguel do Gostoso.

Desde a divulgação de um relatório do SINTE em abril deste ano, relatando cerca de dez problemas que a educação gostosense estava passando, a situação só ficou mais delicada. A pressão em cima de Nivaldo Batista cresceu e chegou ao ápice após a publicação do resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) que constatou a primeira queda desde que este dado começou a ser medido no município.

Outro fator negativo na gestão de Nivaldo Batista foi o seu temperamento, inúmeros empecilhos causados pelo seu “pavio curto” causavam mal estar até mesmo entre membros da educação.

O Contador de Causos, ao longo desses meses o procurou para dar algumas declarações sobre temas como o relatório do SINTE, a nota do IDEB, a crise do transporte escolar, mas a única resposta fornecida era que as explicações só seriam dadas pessoalmente em seu local de trabalho. Nada de notas, telefonemas ou sequer emails.

Contudo, segundo fontes ligadas a Secretaria de Educação, a queda de Nivaldo já estava decidida antes mesmo do primeiro turno das Eleições. A bancada dos vereadores da situação também já havia pedido isso indiretamente, quando propuseram “soluções imediatas”.

Todavia a substituição dele também deveria ser significativa, afinal quem assumisse o cargo terá que mostrar resultados para abrandar os ânimos e erradicar o calcanhar de Aquiles da gestão.

Alguns convites foram dados a pessoas conhecidas na área como Isabel de Matos, que já havia sido assumido o cargo entre 2014 a 2016; membros do corpo administrativo da Secretaria de Educação também foram convidados, mas nenhum convite foi aceito. Porém, a decisão foi colocar interinamente o atual Secretário de Administração, Hugo Patrício, que agora está nas duas pastas.

O Contador continuará acompanhando esta situação que ainda parece nebulosa na educação gostosense. Até qualquer hora!

Autor: Ricardo André

Professor de Matemática, produtor cultural e tesoureiro do Espaço TEAR (CDHEC)