Arquivo da tag: Educação

#CONTADORCAST 01 – EDUCAÇÃO: PANORAMA


No primeiro episódio do #ContadorCast, o podcast do Contador de Causos, o tema abordado foi o cenário da educação gostosense e uma pincelada na situação atual da greve dos professores do Estado do RN.

EQUIPE CONTADOR

Na Mesa:
Ricardo Andre (@avelrn), Ailton Rodrigues (@ailtonrod95) e Andrieli Torres (@andrielitorres)

Produção:
Rubens dos Anjos (@orubensdosanjos)

Nos encontre também nos links
Instagram; https://instagram.com/contador.causos?igshid=18iq653men8tg
Facebook: https://www.facebook.com/ocontadordecausos/

Entre em contato pelo nosso email: ocontador.causos@gmail.com

MEC CONFIRMA REAJUSTE DO PISO DO MAGISTÉRIO E SINTE DIVULGA NOVA TABELA EM SÃO MIGUEL DO GOSTOSO

Depois da expectativa criada em torno da previsão de aumento do piso nacional do magistério para 2020, e da tentativa da Confederação Nacional do Municípios reduzir a previsão de 12,84% para pouco mais de 3%, o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, deu a palavra final sobre o assunto.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, confirmou hoje (7) o reajuste do piso nacional do magistério para 2020. Anúncio foi feito na rádio da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), órgão vinculado à Agência Brasil.

Índice, é de 12,84%. Valor mínimo da categoria passa de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,15. A jornada é de até 40 horas semanais e todos os docentes e outros profissionais do magistério da educação básica de estados e municípios têm direito. 

Nova Tabela em São Miguel do Gostoso

Em São Miguel do Gostoso como na maioria dos municípios do Rio Grande do Norte, a jornada de trabalho dos professores é de 30 horas, nesse caso o piso passa de R$ 1.918,29 para R$ 2.164,60, retroativo a 1º de janeiro.

Confira abaixo a previsão para nova tabela de vencimentos divulgada pelo SINTE/RN – Núcleo de São Miguel do Gostoso/RN, com o aumento de 12,84%.

Piso 2020

AÇÃO REÚNE DEZENAS DE ALUNOS GOSTOSENSES NO DIA MUNDIAL DA LIMPEZA

Cerca de 100 alunos participaram da ação limpando as praias gostosenses.

POR AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

WCD - cardeiro 01
Professor Aldo Modesto e alunos do projeto Ações Sustentáveis.

O projeto Ações Sustentáveis formado na Escola Municipal Professora Ana Ribeiro Barbosa realizou mais uma ação na manhã deste último sábado (21), desta vez usando como plano de fundo o World Cleanup Day (ou dia mundial da limpeza). A ação ambiental, que é registrada em 157 países, tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre o problema do descarte irregular de resíduos sólidos.

Cerca de 100 alunos da rede pública em conjunto com ONGs e outros órgãos se reuniram na Praia do Cardeiro em São Miguel do Gostoso e iniciaram a partir das sete da manhã um mutirão que se estendeu até a Praia do Tourinhos. Segundo a organização, foram recolhidos mais de 60 quilos de lixo que foram encaminhados para outro parceiro do evento: o Gostoso Recicla que deu um encaminhamento adequado aos resíduos.

WCD - cardeiro 02
Alunos recolheram cerca de 60 quilos de lixo

Segundo o professor e coordenador do projeto Ações Sustentáveis, Aldo Modesto:

“O nosso objetivo é que toda a comunidade participe para tentar mudar a concepção de que, o problema da limpeza pública é apenas responsabilidade da prefeitura. Se eu utilizo o espaço público, eu tenho que cuidar dele e estou cuidando também da natureza”, enfatiza.

WCD - tourinhos
Ação se estendeu a Praia do Tourinhos

O evento teve o apoio da ONG AMJUS, MB Limpeza Urbana, PCCB-UERN, SERVENG Energia, Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso e demais empresas. Os voluntários participantes são além dos alunos, escoteiros, policiais mirins e moradores da região.

Nós continuamos de olho.

PALESTRAS, BLITZ, MINICURSOS: VEJA PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DO MEIO AMBIENTE DO ANA RIBEIRO

Escola realizará 1ª edição do evento de 03 a 10 de junho e conta com boas atrações.

POR AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

WhatsApp Image 2019-05-29 at 09.54.24 (1)

A Escola Municipal Professora Ana Ribeiro Barbosa realizará a 1ª edição da Semana do Meio Ambiente entre os dias 03 a 10 de junho. A divulgação da programação aconteceu nesta quarta-feira (29).

Apesar do foco da programação ser os alunos, o evento será aberto ao público que quiser prestigiar as palestras, oficinas e demais ações pensadas. O evento tem o patrocínio da AMJUS, Serveng e Planeta Gostoso e conta com o apoio da Secretaria de Educação de São Miguel do Gostoso.

Até qualquer hora:

  • Segunda Feira 03/06
    09:00 – 09:30 / Apresentação do Projeto Ações Sustentáveis
    10:00 – 11:30 / Palestra: Projeto Cetáceos da Costa Branca – UERN
    19:30 / Apresentação do Projeto Ações Sustentáveis
    20:00 / Exibição do Filme Wall.E
  • Terça Feira 04/06
    09:30 / Palestra: Energias Renováveis – CPFL /Sala 1
    09:30 / Palestra: Preservar para viver (Vaininha) / Sala 2
    09:30 / Horta Escolar (Profº José Americo – IFRN) / Sala 3
    19:30 / Minicursos com os Professores da Escola Mun. Profª Ana Ribeiro Barbosa.
  • Quarta Feira 05/06
    07:00 – 18:00 / Alunos do projeto Ações Sustentáveis irão representar o projeto no I ENCONTRO LIXO ZERO – Natal/RN
    08:00 – 11:30 / Mutirão de limpeza na escola
    19:30 – 20:30 / Palestra: Preservar para viver (Vaininha).
    20:30 – 21:30 / Ação de arborização na Escola
  • Quinta Feira 06/06
    08:30 – 09:30 / Palestra: Introdução a Coleta Seletiva (Rita Luziet) Ass. Planeta
    Gostoso
    10:00 – 11:30 / Minicursos com os Professores da Escola Mun. Profª Ana Ribeiro
    Barbosa.
    19:30 – 20:30 – Palestra: Introdução a Coleta Seletiva (Rita Luziet) Ass. Planeta
    Gostoso
    20:30 – 21:30 / Palestra: ONG Numar
  • Sexta Feira 07/06
    07:00 – 11:00 / Mutirão de limpeza na praia do Maceió, Xêpa, Cardeiro e Ponta do Santo Cristo.
  • Segunda 10/06
    07:00 – 10:00 / Blitz Ecológica. (Local: Ponto de apoio Centro de Cultura)

WhatsApp Image 2019-05-29 at 09.54.24

O Contador continua de olho. Até qualquer hora!

QUADRINHOS COMO FONTE DE INFORMAÇÃO E INCENTIVO À LEITURA

Por Kibson Rodrigo Santos da Silva
Centro Acadêmico Zila Mamede, Natal/RN

Durante a realização da II Feira de Ciências, Arte e Tecnologia da Escola Estadual Olímpia Teixeira, na qual sou professor de Filosofia, surgiu a possibilidade de associar a disseminação da leitura à literatura de quadrinhos, e mostrar aos alunos a importância dessa fonte de informação na criação do apreço pela leitura.

kibson

O objetivo desse evento é trabalhar de forma prática o que é ensinado na sala de aula, de maneira que haja a promoção do conhecimento através da elaboração dos conteúdos para a feira, sendo ela aberta, principalmente, a comunidade escolar da cidade, como também à toda a comunidade de São Miguel do Gostoso. A importância desse tipo de ação vai desde a possibilidade de fomentar a participatividade dos alunos em sala de aula, à viabilização da autonomia na busca do conhecimento individual, entre outros benefícios.

Nessa perspectiva, escolhi trabalhar com o tema “Filosofia em Quadrinhos”, em que fui responsável por uma sala com diversos elementos voltados à temática. Tendo em vista uma maior imersão nos conteúdos propostos, busquei outras fontes de informação para complementar os materiais abordados, dentre elas a literatura de HQs, em que seu uso pode variar, desde uma leitura despretensiosa (entretenimento), ou até mesmo, ir de encontro a leituras mais críticas, que permeiam até reflexões sobre a vida.

O evento, apesar de também ser voltado à obtenção da nota dos alunos, transcende a necessidade de números avaliativos sobre o conhecimento assimilado e torna-se um momento de aprendizado através de uma didática diferenciada. O incentivo a leitura é essencial para todas as áreas do conhecimento, obviamente, a leitura de quadrinhos não pretende substituir a leitura livros, mas sim, apresentar ao leitor uma dinâmica distinta de leitura e literatura visual, em que eles poderão aprender através da visualização de ações e falas.

Contudo, podemos concluir que o incentivo à leitura as crianças, jovens e adultos é essencial, e que a porta de entrada desse estímulo pode ser através da literatura de quadrinhos. Enfim, acredito que a leitura de quadrinhos possa fazer com que os estudantes desde a pré-escola até o nível superior possam se tornar cidadãos mais críticos e reflexivos na sociedade em que vivemos.

Fonte: https://cazma.blogspot.com/2019/01/quadrinhos-como-fonte-de-informacao-e.html?m=1

DOIS LIVROS PARA LER EM NOVEMBRO

Um dicionário feito por crianças e um dos primeiros relatos sobre o nazismo: indicamos boas leituras para o penúltimo mês do ano.

 (Reprodução/Divulgação)

O horário de verão entrou em vigor. Na prática, o brasileiro vai ter mais tempo de sol durante sua semana: uma ótima desculpa para ler mais.

Separamos, então, duas leituras para você colocar em dia neste mês pós-eleições.

Casa das Estrelas

 (Editora Planeta/Montagem sobre reprodução)

Pra você, o que é o Espaço? Para Alejandro Tobón, de 7 anos, é “Algo grande, onde não incomodam ninguém”. Esse é um entre dezenas de relatos que o escritor colombiano Javier Naranjo coletou ao longo de uma década.

Casa nada mais é do que um dicionário feito exclusivamente com definições cravadas por crianças. Os temas explorados são dos mais diversos: os pequenos escritores definem Deus, o amor, os políticos e até o universo (que Carlos, de 12 anos, definiu como a tal da “Casa das Estrelas”).

Com respostas ora ingenuas, ora tristes, Naranjo apenas nos diz nome e idade dos autores e deixa aos leitores a tentação inevitável de imaginar como é a vida dessas crianças, para que elas tenham chegado à tais conclusões. O que aconteceu com o Andrés, de 6 anos, para definir “medo” como “Quando chega alguém lá em casa e eu me levanto para ver quem é”?  Ou, quem explicou para Ricardo, de 10 anos, que “namorado(a)” é nada mais do que a “categoria mais baixa do casamento”?

O livro ainda é acompanhado pelas ilustrações de Lara Sabatier, uma parisiense especializada em desenhos para o público infantil.

Rápido de ler, e mais divertido do que qualquer outro dicionário que você vai cruzar na sua vida, as 144 páginas são um presente das crianças pros adultos.

Ficha Técnica:
Casa das estrelas – o universo pelo olhar das crianças
Autor: Javier Naranjo
Editora Planeta
R$ 44,90

Os Fornos de Hitler

 (Editora Planeta/Montagem sobre reprodução)

Quando leu esta obra, em 1946, Albert Einstein escreveu à autora Olga Legyel “Você fez um belo serviço ao dar voz a aqueles que hoje estão em silêncio e praticamente esquecidos. Um relato emocionante”.

O livro, lançado agora pela primeira vez no Brasil, é um dos primeiros e mais importantes relatos biográficos de sobreviventes de Auschwitz. Nele a escritora conta como foram os seus dois anos dentro do mais famoso campo de concentração do planeta.

Os Fornos não só é um livro singular, como também ajudou a concretizar outras importantes obras sobre o nazismo. William Styron, autor de A escolha de Sofia, já declarou que usou os textos de Leqyel como base para seu livro mais famoso.

Um texto tão importante quanto incômodo de ler. “Memórias não servem apenas para nos lembrarmos do que aconteceu. Elas guiam nossas ações no futuro” chegou a declarar Leqyel. Uma aula que você não vai esquecer.

Ficha Técnica:

Os fornos de Hitler – a história de uma sobrevivente de Auschwitz
Autora: Olga Lengyel
Editora Planeta
R$ 44,90

ORIGINAL: https://super.abril.com.br/cultura/2-livros-para-ler-em-novembro/

PRESSÃO, CRÍTICAS E CHATEAÇÕES: BASTIDORES DA QUEDA DE NIVALDO BATISTA COMO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Exoneração foi divulgada nesta terça-feira (23), mas a permanência do agora ex-secretário já era insustentável a algum tempo.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

39105861_1732376520194903_8778359432955297792_n
Nivaldo Batista não é mais o Secretário de Educação (Foto: Facebook / Página Município de São Miguel do Gostoso).

A exoneração de Nivaldo Batista do cargo de Secretário da Educação foi publicada nesta última terça-feira (23) no Diário Oficial dos Municípios e só reforçou o clima de instabilidade que vive este setor durante os últimos meses em São Miguel do Gostoso.

Desde a divulgação de um relatório do SINTE em abril deste ano, relatando cerca de dez problemas que a educação gostosense estava passando, a situação só ficou mais delicada. A pressão em cima de Nivaldo Batista cresceu e chegou ao ápice após a publicação do resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) que constatou a primeira queda desde que este dado começou a ser medido no município.

Outro fator negativo na gestão de Nivaldo Batista foi o seu temperamento, inúmeros empecilhos causados pelo seu “pavio curto” causavam mal estar até mesmo entre membros da educação.

O Contador de Causos, ao longo desses meses o procurou para dar algumas declarações sobre temas como o relatório do SINTE, a nota do IDEB, a crise do transporte escolar, mas a única resposta fornecida era que as explicações só seriam dadas pessoalmente em seu local de trabalho. Nada de notas, telefonemas ou sequer emails.

Contudo, segundo fontes ligadas a Secretaria de Educação, a queda de Nivaldo já estava decidida antes mesmo do primeiro turno das Eleições. A bancada dos vereadores da situação também já havia pedido isso indiretamente, quando propuseram “soluções imediatas”.

Todavia a substituição dele também deveria ser significativa, afinal quem assumisse o cargo terá que mostrar resultados para abrandar os ânimos e erradicar o calcanhar de Aquiles da gestão.

Alguns convites foram dados a pessoas conhecidas na área como Isabel de Matos, que já havia sido assumido o cargo entre 2014 a 2016; membros do corpo administrativo da Secretaria de Educação também foram convidados, mas nenhum convite foi aceito. Porém, a decisão foi colocar interinamente o atual Secretário de Administração, Hugo Patrício, que agora está nas duas pastas.

O Contador continuará acompanhando esta situação que ainda parece nebulosa na educação gostosense. Até qualquer hora!

IDEB DE GOSTOSO CAI PELA PRIMEIRA VEZ DESDE QUE ÍNDICE COMEÇOU A SER MEDIDO

IDEB dos municípios divulgado nessa segunda (03) revela primeira queda de desempenho de São Miguel do Gostoso desde que o índice começou a ser medido.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL GOSTOSO/RN

14206491386052

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) divulgou nesta última segunda-feira (03) as notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) referentes ao ano de 2017 e mostrou o que o povo já sentia, a queda da qualidade na educação básica de São Miguel do Gostoso.

Os números são preocupantes, na análise da primeira etapa do ensino fundamental (5º ano), Gostoso amargou sua primeira queda, de 4,8 passou para 4,5, uma queda de 6,25%, mas ainda ficou acima da meta, 4,1. Essa etapa do ensino vinha em ascensão desde 2005 com uma média de 10% de crescimento a cada ano e de repente despencou.

ideb 5 2017

Na etapa final do ensino fundamental (9º ano) o resultado foi ainda pior, passou de 3,5 para 3,1, uma queda de 8,33% e deixou Gostoso fora da meta estabelecida pelo MEC, que era de 3,7. Nessa etapa (que é a passagem para o ensino médio) o município ficou 16% abaixo da meta, uma queda brusca. Para reforçar ainda mais os dados, diminuiu o número de aprovados no IFRN ao longo dos anos.

ideb 9 2017

Os recursos abundantes das eólicas em 2015 e 2016 não refletiram resultados na educação, nem tão pouco o falado “desenvolvimento turístico” de São Miguel do Gostoso gerou reflexos positivos na educação. Tivemos sim, uma ampliação da rede particular em detrimento da rede pública e pioraram os serviços na educação, não é segredo para ninguém que hoje transporte, merenda e material didático são problemas permanentes na educação gostosense.

Esse ano o núcleo local do SINTE/RN apontou diversas irregularidades nos serviços da educação pública, mas de lá para cá, quase nada mudou, os problemas permaneceram os mesmos.

O fim das coordenações de pólo desencadearam a falta de controle de gestão administrativa e pedagógica nas comunidades rurais, logicamente a Secretaria de Educação com sua dificuldade tradicional de transporte não conseguiria ajustar o problema de tantas escolas por controle remoto.

OPINIÃO – TRAGÉDIA ANUNCIADA

transporte-escolar-touros-rn

São Miguel do Gostoso não pode continuar com as tristes notícias que envolveram a educação nos últimos meses. Vivemos tempos de crise onde sabemos que administrar segue sendo o principal caminho onde a velha tônica do educação e saúde devem ser o primordial nunca foi tão verdadeira e necessária.

Faltava merenda, falta transporte, falta acompanhamento pedagógico. O Contador e o SINTE já mostraram uma série de matérias com fundamento em dados e registros que provam isso de trás para frente, mas continuam falando que o problema não existe.

Acima citamos os chamados coordenadores de pólos, eles cuidavam de 3 a 4 escolas dos distritos e eram responsáveis por dar suporte aos projetos dos professores, registrar livros de ponto, marcar reuniões de pais e mestres, receber e encaminhar lista de materiais didáticos para serem comprados pela Secretaria de Educação, resolver pequenas pendências das escolas como falta de gás, promover reuniões dos professores e análise de avaliações, dentre outras coisas… Foram extintos em 2013 por serem julgados como “desnecessários” pelas palavras do Secretário de Educação da época.

Atualmente existe o Diretor de Núcleo de Educação de Campo e seu vice para tomar conta de todas as 14 escolas rurais. Sinceramente, mesmo com os diretores em quatro destas escolas, vocês acham que eles cobrem toda a demanda? Está claro que não. Mas, penso que este não é o único problema, afinal a nota do IDEB também envolve a sede, porém vale a pena refletir.

Esperamos ansiosamente que possamos discorrer no IDEB de 2019 que esses números tristes ficaram para trás, pois o que está em cheque aqui não é a obtenção ou não da meta do IDEB, mas a primeira queda em mais de 10 anos.

Nós continuamos de olho. Até qualquer hora!

IFRN: DIVULGADO EDITAL PARA O EXAME DE SELEÇÃO 2019

Edital traz 3.148 vagas para cursos técnicos integrados

Edital traz 3.148 vagas para cursos técnicos integrados

03/08/2018Prazo de inscrições vai de 10 de agosto a 3 de setembro

A Coordenação de Acesso Discente (Cadis) do IFRN, vinculada à Pró-Reitoria de Ensino (Proen), divulgou, nesta sexta-feira, 03/08, o Edital Proen/IFRN n° 29/2018 de que trata da divulgação do Exame de Seleção 2019. Realizado através de processo seletivo, o Exame dará acesso a 3.148 vagas, distribuídas em 82 cursos técnicos integrados ao ensino médio, nos turnos matutino e vespertino, em 20 Campus espalhados pelo Rio Grande do Norte. Voltado para estudantes que estejam concluindo ou já concluíram o ensino fundamental, 50% das vagas são reservadas a estudantes de escolas públicas por meio do Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania (ProITEC).

No Edital, é ressaltado que as vagas disponíveis para o Campus Cidade Alta se referem à Unidade Rocas, que concentra os cursos técnicos na modalidade Integrada. 

Inscrições e pagamentos

As inscrições para o processo seletivo começam no dia 10 de agosto e vão até o dia 03 de setembro, devendo feitas no Portal do Candidato. Também realizada via Portal, a solicitação de isenção da taxa de inscrição pode ser realizada entre os dias 10 e 20 de agosto, com resultado final previsto para ser divulgado no dia 29. O pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30,00, deve ser efetuado até o dia 04 de setembro. Os alunos participantes do ProITEC, conforme orientações constantes no Edital 29/2018 – Proen/ IFRN, estão isentos dessa taxa.

A divulgação do cartão de inscrição, em que contém data, local e horário de prova, está prevista para o dia 28 de setembro de 2018. Esse documento deve ser apresentado no dia da realização da prova, 14 de outubro de 2018. Os candidatos que quiserem solicitar atendimento diferenciado e nome social têm até o dia 31 de agosto para procurar o campus para o qual se inscreveu no ato da inscrição. O parecer da solicitação será divulgado no dia 14 de setembro, no e-mail do solicitante.  

Prova

Compostas por 40 questões de múltipla escolha (20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática) e uma produção textual escrita, as provas do Exame de Seleção serão aplicadas no dia 14 de outubro de 2018. No dia da prova, os participantes devem comparecer ao local definido portando documento oficial com foto, cartão de inscrição impresso e com uma caneta esferográfica transparente preta. Caso o candidato não possua o documento – por motivos de roubo, furto ou perda –, deverá apresentar, obrigatoriamente, o Boletim de Ocorrência, no qual deverá constar a perda ou o extravio do documento, com prazo de emissão de, no máximo, 30 dias consecutivos.

Resultado

A divulgação do resultado das questões de múltipla escolha ocorrerá em 01 de novembro de 2018. Nesse mesmo dia, será divulgada a lista de candidatos habilitados a terem suas provas discursivas corrigidas. Já a divulgação do resultado preliminar da prova discursiva ocorrerá no dia 12 de novembro de 2018. O resultado final está previsto para ser publicado no dia 04 de dezembro de 2018. Os candidatos aprovados devem realizar as pré-matrículas entre 07 e 09 de janeiro de 2019, no Campus selecionado para ingresso no primeiro semestre letivo de 2019. 

Acesse

Portal do Candidato

Edital nº 29/2018 – Exame de Seleção 2019

Fonte: IFRN

ASSENTAMENTOS SOFREM COM FALTA DE TRANSPORTE ESCOLAR

Assentamentos já sofre com falta de transporte escolar na primeira semana de aula após o recesso.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Pais, alunos e professores denunciaram nessa quinta (12) a falta de transporte escolar no trecho do Assentamento Arizona no turno noturno desde terça (10) e no trecho da comunidade de Mundo Novo para Novo Horizonte no turno matutino. Segundo pais e alunos o transporte não estaria circulando por falta de pagamento do prestador de serviços. O problema já é recorrente e afeta alunos do ensino fundamental e do ensino médio.

No dia 23 de maio deste ano a super lotação do ônibus que faz o trajeto do Assentamento Arizona para São Miguel do Gostoso provocou um acidente com a quebra da barra de direção do veiculo, felizmente ninguém ficou ferido. Duas semanas após o acidente e sessões turbulentas na Câmara de Vereadores com a a manifestação de moradores da região foram retomadas as duas linhas previstas para o trecho, enquanto isso os alunos firam 10 dias sem transporte, e consequentemente sem aulas.