TÁ CHEGANDO A HORA: MOSTRA DE CINEMA DE GOSTOSO JÁ EM CONTAGEM REGRESSIVA PARA INÍCIO DO EVENTO

Documentário Sem Pena de Eugenio Puppo será uma das atrações (Foto: Guilherme Freitas)
Documentário Sem Pena de Eugenio Puppo será uma das atrações (Foto: Guilherme Freitas)

Você já sabe que dos dias 13 a 18 de novembro, São Miguel do Gostoso irá “respirar” cinema com a chegada da segunda edição da Mostra de Cinema. O Contador de Causos faz uma pincelada e fala um pouco dos filmes que vão participar da mostra competitiva.

Serão 13 longas metragens e 10 curtas, onde 19 destas obras foram lançadas em 2014, ou seja, estão “quentinhos do forno”.

Começando pelo filme “A Luneta do Tempo” do cantor Alceu Valença que se aventurou pela primeira vez no cinema, ganhou vários elogios da crítica por ser o primeiro filme faroeste brasileiro que deu certo. Já o filme “Branco sai, Preto Fica” ganhou nada mais que 11 prêmios no festival de Brasília 2014 e retrata dois homens que foram feridos em um baile black music na periferia da capital federal.

O misterioso “Deserto Azul” é um longa gravado em Brasília e no deserto do Atacama no Chile. Tem o documentário “Dominguinhos” que retrata a vida do cantor de forma simples e com muita música. O curioso “Ela Volta Na Quinta” conta a história do próprio autor com a família dele. O retrato dos anos 70 está no “O Último Cine Drive-In” que conta a história do Drive-In de Brasília, um dos últimos do país.

Mais duas obras que já foram premiadas em outros festivais é o “A História da Eternidade” que recebeu o título de Melhor Longa no festival de Vitória 2014, sendo o filme com maior duração da Mostra com 120 minutos. “A Revolução do Ano” ganhou prêmios no festival do Rio e retrata a Primavera Árabe, inclusive já foi anunciado que este filme encerrará a Mostra Competitiva.

Finalizando o convite da Mostra Competitiva tem as obras dos alunos do curso de audiovisual intitulados “Entre Lonas” e “Promessas” além da obra do “pai” da Mostra, Eugenio Puppo, com o seu documentário “Sem Pena”, muito elogiado na capital paulista.

Ingredientes não faltam e você vai ficar por dentro de tudo, aqui no Contador de Causos. Até lá!

NOVIDADES DA 2ª MOSTRA DE CINEMA DE GOSTOSO MOSTRAM UM EVENTO MAIS “NORDESTINO” EM 2014

Primeira edição da Mostra foi um sucesso.
Primeira edição da Mostra foi um sucesso.

A segunda edição da Mostra de Cinema de Gostoso que acontecerá de 13 a 18 de novembro, já teve a divulgação de 45 obras onde você já deve ter visto aqui no Contador de Causos.

Ainda sem a divulgação das 15 obras infantis, os dados já mostram grandes avanços e curiosidades na edição de 2014. O primeiro detalhe é o ranking de filmes por estado, em ambas edições os paulistas foram o maior fornecedor de filmes. Em 2014 são 15 obras.

Nesta edição teremos também o primeiro filme da região Norte, o paraense “A Menina e o Boto” do Paulo Roque quebra este tabu e se consagra com esse posto.

O RN também tem destaque sendo o segundo maior fornecedor de obras em 2014 com nove filmes, incluindo as duas produções dos alunos do curso de audiovisual de São Miguel do Gostoso. O nordeste em si “cresceu”, no comparativo com 2013 onde ficou atrás do sudeste com apenas 12 filmes na Mostra, neste ano o número saltou para 18.

Mais dados interessantes é o dos autores “veteranos” que estiveram nas duas edições da Mostra de Cinema de Gostoso, são eles Rodrigo Sena, Rodrigo Aragão, Gustavo Vinagre, Diogo Faggiano, Anderson Legal e a Juliana Vicente.

O grande palco do evento, a Praia do Maceió, foi privilegiado em 2014. Serão 24 filmes exibidos lá, 19 destes da sessão competitiva (oito longas e 11 curtas-metragens) além das cinco sessões especiais que contará com o filme “Sem Pena” dirigido por um dos organizadores do evento, Eugenio Puppo.

Esse é o pontapé da maior cobertura local do evento que promete agitar São Miguel do Gostoso em 2014. Fique conosco no Contador de Causos, até lá!