Arquivo da categoria: Tecnologia e Games

MAGIC THE GATHERING: CAPÍTULO 1 – DRAGÕES E PRÉ-HISTÓRIA

POR IASLAN NASCIMENTO

Esta é uma linha do tempo da história de Magic: The Gathering. É um documento não oficial, mas todas as informações sobre ele foram retiradas de fontes canônicas oficiais. Todas as histórias que podem ser datadas, ou não podem ser datadas, mas podem ser colocadas em algum ponto da linha do tempo por causa de sua conexão com outras histórias, foram incorporadas ao máximo possível. Observe que este cronograma não é totalmente preciso e alguns eventos têm uma data estimada ou um intervalo de datas em que poderiam ter ocorrido.

As datas nesta linha do tempo estão em A.R .: Reckoning Argiviano( é o calendário principal usado em Dominária. Ele define o ano 0 como o ano em que Urza e Mishra nasceram. Só entrou em uso muitos anos depois da época dos Irmãos, e foi usado informalmente por vários milhares de anos antes de se tentar esclarecer fatos históricos.), com o ano 1 começando com o nascimento de Urza. Outros cálculos conhecidos são Penregon Founded, começando com a fundação da cidade Penregon em ~ 912 AR, e o Reckoning dos Sábios de Minorad, começando com a reunião dos referidos sábios em 3000 AR. Um ano Dominarian tem 420 dias e é dividido em doze meses de 35 dias. 

A maioria das datas pré-revisadas foram fornecidas no cálculo do Minorad, mas a maioria delas não pode ser verdadeira na continuidade pós-revisionista. O cálculo de minorias é apenas incorporado na linha do tempo e traduzido para A.R. se ainda pode ser verdadeiro na continuidade atual.

Pré história 

-100.000

Os Equilorianos começam sua busca pela iluminação. Equilor era um dos planos mais antigos e distantes do Multiverso. De acordo com Urza (mais a frente conheceremos sua história) , era o plano mais antigo, da “extremidade do tempo”. Tudo naquele plano parece “sem cultivo” e “gasto”. Não se sabe muito sobre este plano, já que o único relato dele foi a visita de Urza. 

O plano era habitado por seres poderosos, que eram aparentemente humanos. Não se sabe se eles eram planeswalkers ou apenas uma civilização que desenvolveu magia poderosa. Eles alegaram que Urza os encontrou apenas porque eles permitiram que ele fizesse isso. Supostamente, sua magia poderia esconder o plano. Eles também tiveram muitas percepções sobre outros planos do Multiverso. As pessoas de lá também parecem ter superado seu desejo de grandeza e até o próprio tédio. Os Equilorianos supostamente começaram sua busca pela iluminação em -100.000 AR. As montanhas em Equilor são mais planas do que a maioria das montanhas e parecem ter sido achatadas apenas com o tempo. Uma névoa que nunca se levanta, conhecida como Névoa Eon, existe no plano, além de um local notável que é Bloodhill Bastion, uma cidade em uma colina que aparentemente foi criada com tecido vivo. Criaturas semelhantes a esfinges o estão guardando.

Névoa de Eon

Carta que representa Bloodhill Bastion

A história do Mito

-20.000 – -15.000

O UR-Dragon  gera os primeiros dragões em Dominária. Eles se tornam coletivamente conhecidos como Dragões Anciões.  O Ur-Dragon, Progenitor do Fogo, é um dragão Avatar enorme e extremamente poderoso. Uma entidade desde o alvorecer dos tempos, é a essência primordial de todos os dragões do Multiverso. Com suas asas, que se estendem por todas as eternidades, ela agita o tecido do cosmos. Sua respiração sopra sobre os mortais, roubando a essência da vida. Com garras que rastelam o éter, ele rompe os laços antigos. Graças aos seus olhos, o Ur-Dragon percebe as verdades mais profundas escondidas nos poços do tempo. Seu rugido berrante convoca sua ninhada, ecoando pelo sangue de toda a espécie de dragão, pois o Ur-Dragão é o progenitor do qual os dragões do Multiverso se originaram. 

Ur Dragon

O Ur-Dragon é descrito como uma sombra enorme, escura e assustadora. É um ser que vive entre e entre, em um lugar e em nenhum lugar: é aparentemente cego. Em sua viagem pelos planos, ele cria tempestades com o bater de suas asas: dessas tempestades nascem outros dragões. Seus “filhos” incluem os gêmeos Elder Dragons Ugin e Nicol Bolas, bem como seus irmãos e primos. 

Como dito, o espírito do Ur-Dragão sente através de todos os dragões, concedendo-lhes poder físico, magia poderosa e inteligência incomparável. Entre os dragões, o Rebento do Ur-Dragão sente esse vínculo visceral mais próximo do que a maioria, e ele acredita em si mesmo para ser o sangue de seu poderoso ancestral.  No entanto, ele não está sozinho em seu poder. Os Dragões Primitivos de Dominária, na verdade, cada um carrega uma das características do Ur-Dragão.

Os Dragões Anciões eram dragões ancestrais de Dominária. Dizia-se que seu vasto poder rivalizava com o dos planeswalkers. Um dos contos cronologicamente mais antigo da tradição mágica que temos é sobre a Guerra do Dragão Ancião, um conflito que abalou o plano de Dominária e matou a maioria de sua espécie. Os vencedores da guerra se tornaram os ancestrais de todos os dragões e drakes, enquanto os perdedores foram despojados de suas asas, membros e a maior parte de seu poder e se tornaram os Vormes Ancestrais da Terra, que geraram todas as outras espécies de verme.  Viashino também são descendentes deles, embora não se saiba como.

Os Dragões Anciões diferiam dos outros dragões por estarem conscientes no momento em que eclodiram, sabendo instintivamente seu nome. Sua hierarquia interna derivou originalmente do tempo que custou para eclodir. Segundo Nicol Bolas, eles têm vários corações.

Nicol Bolas

Como os outros Dragões Anciões, Nicol Bolas era a cria do Ur-Dragão, nascido de uma Pedra-ovo das asas do Ur-Dragão, que caiu do céu como um meteoro. Nascido simplesmente como Nicol, ele emergiu de sua gema de ovo junto com seu irmão Ugin. Enquanto todos os outros ovos de Dragão Ancião geraram apenas um dragão, Nicol e Ugin acordaram juntos, nomearam-se juntos e tocaram o solo de Dominária no mesmo instante.  Ambos tinham apenas metade do tamanho de seus outros irmãos. Quando eles testemunharam sua irmã recém-nascida Merrevia Sal sendo morta por humanos e seus cães, Nicol expressou indignação, mas Ugin o convenceu a não ajudá-la – para preservar suas próprias vidas, buscar mais conhecimento e encontrar seus irmãos. Inspirado pelo sol – que ele descreveu como brilhante e destemido – e por seu sucesso em matar um dos cães, Bolas adquiriu a noção de que este multiverso é um lugar de “caçadores e perseguidos”. Originalmente, Bolas era visto como o menor dos Dragões Anciões, zombeteiramente chamado de Last Fallen, tendo compartilhado seu nome com Ugin e sendo menor e mais fraco do que seus irmãos.

Ao contrário dos dragões normais, o Bolas é de pele dourada fica em duas pernas, usando sua longa cauda para se equilibrar. Seu rosto é achatado e largo, com uma boca e características humanas. Seus chifres se curvam para cima, emoldurando uma orbe pairando entre eles, e suas enormes asas se espalham atrás dele. Quando Bolas respira fogo, é tingido de preto com a magia da morte. Seu vôo é deselegante.

Em um ponto, Bolas era o planinauta mais poderoso do Multiverso. Junto com seu gêmeo Ugin, eles são possivelmente os seres vivos mais velhos. Dizia-se que ele já estava velho antes mesmo de Dominária nascer. Ele gerou raças inteiras, povoou planos inteiros e então os perseguiu até a extinção para sua diversão. A marca registrada de Bolas é seu toque, uma habilidade inata que causa um efeito de estilhaçar a mente com a menor carícia.

Ugin é um dragão de grande estatura, com asas emplumadas e escamas de um azul cintilante. Ele é o irmão gêmeo de Nicol Bolas e irmão de Arcades Sabboth, Chromium Rhuell, Merrevia Sal e Palladia-Mors. Ao contrário de seu irmão gêmeo, Ugin não tem interesse no poder por si mesmo, preferindo, em vez disso, a busca pelo conhecimento na esperança de desvendar os segredos da criação. Em sua busca por conhecimento, Ugin aprendeu a transcender as cores do mana e agora está centrado no mana incolor, embora mantenha a capacidade de usar todas as 5 cores.

Como seu irmão gêmeo, Ugin é um dos planeswalkers mais poderosos que existem. Suas capacidades vão desde a transmutação de energia em matéria até a manipulação do tempo e do destino, e em várias ocasiões, ele provou ser capaz de retornar dos mortos. Sua respiração é uma chama invisível conhecida como fogo fantasma, que pode incinerar quase tudo no multiverso. 

Quando Chromium apontou que os gêmeos compartilhavam seus nomes, um para cada, Nicol escolheu o segundo nome de Bolas para se sentir igual a seus irmãos maiores. Depois que Palladia-Mors zombou de seu tamanho e suas técnicas de caça, os gêmeos passaram anos aperfeiçoando várias técnicas de caça em conjunto.  Após este tempo, eles conheceram e viveram com Arcades Sabboth, que fixou residência como dragonlord em um assentamento humano. Aqui Nicol aprendeu sobre a natureza dos humanos e como eles podem ser facilmente manipulados para atingir seus próprios objetivos. Tendo aprendido o suficiente, ele levou Ugin em busca de vingança pelo assassinato de sua irmã. Depois de enganar os caçadores de dragões em uma briga entre várias facções, ele assumiu como líder supremo. Depois disso, ele tentou usar seu irmão para seus próprios fins, e Ugin percebeu que Balls nunca tinha realmente se importado com ele. Este choque mental fez com que a centelha do planinauta de Ugin se acendesse. 

Ugin

Guerra dos Dragões 

Início da guerra

A guerra começou quando sete descendentes de Vaevictis Asmadi invadiram as terras de Nicol Bolas. Depois de derrotá-los com seu exército, usando táticas anteriormente empregadas por seus súditos caçadores de dragões, Bolas foi confrontado por Vaevictis e seus três irmãos Rubra, Ravus e Lividus. Embora Rubra tenha sido morto por uma flecha envenenada, o exército de Bolas sofreu uma derrota devastadora e teve que recuar nas montanhas. Lá, eles foram novamente confrontados por Ravus e Lividus. Agora, os feiticeiros do exército de Bolas conseguiram matar Ravus. O próprio Balls dominou a mente de Lividus e o virou contra Vaevictis. Isso foi o suficiente para escapar.

 Vaevictis Asmadi

As manipulações de bolas

Após esses eventos, Bolas mudou de tática. Manipulando os muitos clãs de dragão, ele os colocou um contra o outro. Palladia-Mors foi facilmente influenciado para entrar na briga. Os dragões de um clã atacaram as fortalezas de um clã primo nas montanhas. Em meio aos picos cobertos de neve, os dragões lutaram em batalhas trovejantes, garra com garra, fogo com fogo. Carne carbonizada choveu dos céus. Ossos quebrados na base dos penhascos. Aqueles cuja fome nunca poderia ser saciada abriram caminho através dos moribundos, banqueteando-se com a carne sangrenta de sua própria espécie.

Palladia – Mors

Envolvimento de humanos

Os dragões voltaram sua gaze sobre os campos e rebanhos dos assentamentos humanóides. Alguns desejavam meramente devorar os humanóides como eles haviam caçado e devorado rebanhos selvagens. Outros desejavam gerenciá-los como gado, pronto para o abate quando sua fome aumentasse. Alguns desejavam ensinar e guiar os humanóides, mas seus esforços freqüentemente eram recebidos com ingratidão e incompreensão. Até mesmo o esperto Chromium Rhuell passou a se esconder enquanto fingia ser algo que não era, para não ser desprezado pelos humanos que afirmava que o amava ou comido pelos dragões que desprezavam sua filantropia mesquinha.

Chromium Rhuell

A propagação da guerra

Os dragões cruzaram os mares poderosos para encontrar novas terras nas quais alimentassem sua fome de carne e poder. Quando mesmo aquelas costas distantes se tornaram muito lotadas, os dragões lutaram entre si com dentes e garras, com fogo e gelo. Sob os padrões do dragão, eles formaram orgulhosos bandos de guerra entre os humanóides que os adoravam ou temiam. Feiticeiros que buscavam um poder semelhante ao de um dragão através do domínio de seus dons mágicos vieram rastejando para oferecer seus serviços, pois em todo o mundo nenhuma criatura é tão poderosa quanto um dragão, nem no início dos dias e nunca durante todo o período interminável eternidade. Até mesmo o sábio Arcades Sabboth jogou sua força na grande guerra enquanto ouvia os sussurros de Bolas que passavam por sua mente.

Assim, a guerra começou enquanto Bolas assistia de uma distância segura, confiante de que seria o vencedor final.

O último confronto

A guerra durou muitas gerações humanas e, no final, Balls governou metade de Dominária. O último confronto da guerra ocorreu em Jamuraa, entre as tropas do próprio Nicol Bolas e Arcades Sabboth. Apenas a intervenção inesperada de Ugin evitou a derrota final de Sabboth. A guerra terminou ali e então, porque na raiva e na inveja de Ugin, Bolas o “planeswalker” se acenderam e ele partiu. 

Arcades Sabboth

Consequências 

Apenas sete Dragões Anciões parecem ter realmente sobrevivido à guerra. Eles são os irmãos Chromium Rhuell, Arcades Sabboth, Palladia-Mors, Nicol Bolas, Ugin (os dois últimos são na verdade gêmeos), seus primos Vaevictis Asmadi, e Piru, amante de Chromium. No entanto, apenas as cinco Lendas do Dragão Ancião foram lembradas como sobreviventes, porque depois que Piru foi morto por Dakkon Blackblade no passado, apenas uma vaga lembrança dela permaneceu. Atualmente, Nicol Bolas e Ugin são os únicos Dragões Anciões conhecidos que ainda vivem. 

Um oitavo Dragão Ancião, Merrevia Sal foi morto no passado, logo após seu “nascimento”. Outros foram Rubra, Ravus e Lividus.

Por volta dessa época, os Dragões Anciões, que governaram Dominária por muito tempo, estavam envolvidos na Guerra dos Dragões Anciões. Os vencedores dessa guerra foram Nicol Bolas (que ascendeu), seus irmãos Ugin, Arcades Sabboth, Palladia-Mors e Chromium e seus primo Vaevictis Asmadi. Aqueles que perderam a guerra foram derrubados no chão, despojados de seu título, para nunca mais voar, tornando-se Wurms. 

CONTOS DE MAGIC: THE GATHERING (MTG)

Oi, Eu sou o Iaslan Nascimento do Contador de Causos e do Nerd atrasado e esse é o meu novo projeto!

Muitos de vocês não devem conhecer o Magic the gathering, mas esse Card game é um dos jogos mais famosos do mundo, além de ser o primeiro Trading Card Game (TCG) ( que significa basicamente que é um card game que você pode jogar, trocar e colecionar) .

A minha ideia é publicar em forma de capítulos a lore (pra quem não sabe lore de jogos são as histórias do mundo, as mitologias e informações que normalmente ficam em background da história que vem sendo jogada).

Uma das coisas que mais me motiva é a minha curiosidade sobre a lore do jogo Magic the Gathering. O magic é o card game mais jogado no mundo e um dos jogos que possuem um game de histórias incríveis, mas que infelizmente são difíceis de se encontrar e às vezes você não consegue nem uma consistência na linha do tempo.  Não estou dizendo que vou conseguir, principalmente porque são mais de 25 anos de jogo vocês não teriam nenhuma paciência de acompanhar, entretanto eu gostaria de contar muito essa história, principalmente porque eu adoraria poder ler, Mas como já dito acima, não seria legal se eu contasse do zero, pois seria muito tempo e muitos episódios , então eu decidi por um formato um pouco diferente. Vou abordar a origem de 5 dos principais personagens do jogo e fazer um resumo da história até mais ou menos meados de 2015 que a partir daí farei história por história, isso não é um projeto simples, vai levar bastante tempo para que eu chegar na história de 2020 isso pq eu quero lançar estar lançando capítulos semanais

Mas para começar a dar um gostinho do que você vão encontrar nas histórias eu vou trazer alguns conceitos importantes.

Se você não está familiarizado com a história ou cenário de Magic: the Gathering, estes são alguns conceitos que você precisa saber antes de prosseguir:

Plano – Basicamente, um mundo. Pense em cada plano como um planeta, embora não necessariamente redondo, e estão mais em dimensões diferentes do que separados pelo espaço. A maioria dos habitantes do Multiverso não está ciente da existência de outros planos.

Multiverso –  é um termo usado para descrever o conjunto hipotético de universos possíveis, incluindo o universo em que vivemos. Juntos, esses universos compreendem tudo o que existe: a totalidade do espaço, do tempo, da matéria, da energia e das leis e constantes físicas que os descrevem.

Planeswalker – Alguém com a habilidade inata de viajar entre planos. Os planeswalkers são o ponto central da história. Os planeswalkers são considerados “um em um milhão”. A capacidade de andar pelos planos é conhecida como a “centelha” do planinauta, que normalmente é ativada / acesa por meio de traumas intensos. Com apenas algumas raras exceções, apenas os seres vivos de origem biológica têm uma centelha (sem construções, mortos-vivos, anjos ou demônios)

Dentro do Magic, as cartas existem em cinco cores distintas: Branco, Azul, Preto, Vermelho e Verde. Existem ainda cartas incolores (artefatos e terrenos), assim como multicoloridas que são as cartas que têm mais de uma identidade de cor. Como explicarei mais abaixo essas cores possuem diversos significados tanto dentro do jogo quanto na lore, um dos principais significados das cores refletem na personalidade e no modo de agir dos personagens. 

Branco

A mana Branca retira o seu poder das planícies, cuja teoria segue rigidamente. Representa a ordem, a justiça, proteção, a cura, a luz e a lei. No jogo, a cor branca apresenta-se como o equilíbrio, por possuir muitos recursos, muitos deles encontrados nas outras cores. Tem como sua grande fraqueza a quase completa falta de compras de cartas efetiva, o que a pode enfraquecer sem uma boa combinação com outras cores. Pode-se encontrar grandes criaturas e cartas com efeitos de controle, por exemplo, sendo a cor onde as mais poderosas remoções de campo se localiza. No entanto, esta é a cor típica onde também encontra-se cartas de proteção, prevenção e também ganho de vida.

Azul

A mana Azul retira o seu poder das ilhas e representa o controle dos elementos da água e do vento, o conhecimento, a ilusão e a astúcia. É também a magia do embuste, da enganação e da trapaça. A mana azul é conhecida como ‘a cor de controle’.

A sua mecânica de controle passa pela permissão e manipulação, ou seja, pela capacidade de permitir ou não as jogadas do adversário. Azul é ainda a cor com mais capacidade de comprar cartas, retornar permanentes em jogo para a mão do seu dono, “millar” (enviar cartas diretamente do baralho para o cemitério) o adversário e tomar controle de permanentes do oponente.

Seu ponto fraco é a dificuldade para lidar com permanentes que já foram jogadas, não tendo forma de as destruir diretamente, podendo no entanto retorná-las a mão do seu dono, que é a sua única forma de remoção de campo efetiva.

As cartas dessa cor também são conhecidas pela capacidade que possuem de tomar o controle da partida, chegando ao ponto de fazer pressões psicológicas ao oponente. Normalmente, baralhos azuis conseguem apenas chegar ao seu objetivo muitos turnos após o início do jogo, por isso é uma cor de paciência e estratégia

Preta

A mana Preta retira o seu poder dos pântanos, representa as trevas, a cobiça, a morte, a ambição desmedida e a busca pelo poder a qualquer preço. A cor preta tem a maior seleção de cartas dedicadas à destruição de criaturas do jogo. É também a cor típica de descarte e a capacidade de reutilizar criaturas no cemitério.

O jogador preto não olha os meios para atingir os seus fins, pelo que muitas das suas cartas mais poderosas exigem um sacrifício de vida ou de criaturas por parte do próprio. É uma cor autodestrutiva que procura apenas destruir o adversário ligeiramente mais depressa que a si mesma. A magia negra é muito poderosa, tendo em um de seus pontos fortes criaturas com a habilidade de “amedrontar”, criaturas tão horrendas, que somente criaturas negras podem confrontar diretamente com elas. Tome muito cuidado ao manipular a magia preta, pois apesar de destruir seus oponentes muito rápido, ela pode destruir igualmente a mão que a manipula.

Vermelho

A mana Vermelha retira o seu poder das montanhas. Representa o fogo, a destruição, a impulsividade, a paixão, a liberdade e o caos. A cor vermelha é a mais rica em dano direto, na destruição de terrenos e artefatos e em criaturas que tem a habilidade de “ímpeto”, e não sofrem o “enjoo de invocação”, podendo atacar no mesmo turno em que são invocadas. O vermelho é a cor mais agressiva por natureza. Procura ganhar através da velocidade do seu ataque. A sua capacidade de se defender é como tal praticamente inexistente. É considerada a magia do mago impetuoso: sem pensar, sem medir, sem tempo de pena. Pode se dizer como se fosse o fogo queimando e consumindo seu oponente rapidamente a cada turno. A magia vermelha é simples: basta apenas gerar mana e mandar dano direto. Um bom exemplo são mágicas vermelhas que usam apenas uma mana para serem conjuradas e em seguida usam “X”, sendo “X” o número de dano que o mago vai causar em seu oponente, ou seja, o mago usa uma mana para conjurar a magia e a quantidade de mana que ele puder, sendo essa quantidade o número de dano direto ao oponente.

Verde

A mana Verde retira o seu poder das florestas. Representa a natureza, a vida, o crescimento e a força bruta. Entre as cartas verdes encontram-se a maioria dos aceleradores de mana, assim como conectores para criar mana de outras cores, criaturas com grande poder e a habilidade de deixar suas criaturas mais fortes. Geralmente, a magia verde é usada por magos, que visa o poder da força que cresce a cada instante. O deck verde é considerado também como o deck dos “esmaga crânios”, criaturas monstruosas e gigantescas, que crescem a cada turno. Com extrema habilidade, o mago verde faz com que suas pequenas criaturas se tornem verdadeiros gigantes, uma magia um pouco lenta no começo, mas que se torna forte a medida em que a batalha se desenvolve. Força bruta é a base desse deck. Na magia verde, a estratégia quase sempre se resume a esmagar seus oponentes como se fossem nada.

A medida que a história for sendo contada podemos ir adicionando um glossário para que vocês possam ir consultando as informações 

Em breve passarei trazendo novidades e mais informações, agora vou voltar para o resumo das histórias. Até a próxima!!!

PROJECT Z: SÉRIE DRAGON BALL VAI GANHAR NOVO RPG DE AÇÃO

Jiren também foi sugerido como um dos personagens extras para DB FighterZ.

POR CLAUDIO PRANDONI
PARA THE ENEMY

capture_001_16012019_090422

Além de novidades para Dragon Ball FighterZXenoverse 2 e o lançamento de Heroes: World Mission, a popular série japonesa vai ganhar também um RPG de ação.

Por enquanto, o projeto tem o título provisório de Project Z e ainda não possui plataformas definidas.

A novidade foi revelada pela produtora Bandai Namco em texto publicado nas redes sociais, sugerindo que o desenvolvimento do projeto começa neste ano de 2019.

BANDAI NAMCO Entertainment Europe

@BandaiNamcoEU

In 2019, the project of a New Game focusing on the World of Dragon Ball Z begins!
And more news coming to DRAGON BALL Fighter Z! The Warrior from Universe 11 is joining the fight!
More information to be revealed at the DRAGON BALL FighterZ World Tour Finals in January 26th ~ 27th

Vジャンプ編集部@2月特大号好評発売中!

@V_Jump

2019年、あの『ドラゴンボールZ』の世界が、バンダイナムコエンターテイメント最新作で動き出す! 最新ゲームの悟空を、Vジャンプ3月特大号で全宇宙初公開!
さらに『ドラゴンボールファイターズ』にも新展開! ついに第11宇宙のあのキャラが参戦か!? ツアーファイナルで追加情報も大発表!!!

Ver imagem no Twitter

Além disso, o texto sugere também que o poderoso guerreiro Jiren, um dos destaques dos episódios do arco do Torneio do Poder em Dragon Ball Super, será um dos personagens extras de FighterZ.

ORIGINAL: https://www.theenemy.com.br/playstation/project-z-serie-dragon-ball-vai-ganhar-novo-rpg-de-acao

CAMPUS PARTY NATAL

 

POR IASLAN NASCIMENTO

O que é a Campus Party?

O Instituto Campus Party é uma associação civil sem fins lucrativos fundada em 2009, com o objetivo de incentivar e promover atividades e projetos nas áreas, cultural, educacional gratuita, de inclusão digital, do desenvolvimento tecnológico e econômico, dos direitos estabelecidos, da assistência social e da cidadania.

CAMPUSPARTY_BLUE_LOGO_2018

Missão:
“Ajudar a criar espaços para que a energia das novas gerações encontre um lugar para reescrever o código fonte do mundo. ”

A Campus Party é uma realização do Instituto Campus Party

O Instituto Campus Party realiza a Campus Party Brasil, principal evento de internet e tecnologia do país. É responsável pelo conteúdo e pela construção de ambientes favoráveis para divulgar as tecnologias mais avançadas, assim como suas aplicações nos campos da Educação, da Economia, do Trabalho e da Cultura Digital.

A Campus Party acontece no Brasil desde 2008.
Atrai anualmente geeks, empreendedores, gamers, cientistas e muitos outros criativos que reúnem-se para acompanhar centenas de atividades sobre Inovação, Ciência, Cultura, Universo Digital e Empreendedorismo

campus

 

Ao longo do evento, palestras, debates e oficinas fazem da Campus Party uma experiência única: neste período, ela se transforma no principal ponto de encontro das mais importantes comunidades digitais do país. É um ecossistema que permite que os frequentadores consigam interagir, compartilhar conhecimento, produzir novidades e acompanhar as principais tendências de um universo onde inovar é a palavra chave. a troca e o aprendizado mútuo.

Fonte : http://brasil.campus-party.org/sobre-nos/

Agora que sabemos um pouco mais sobre o que é a Campus vamos falar sobre a edição que vai acontecer em Natal nesse mês de Abril de 11 à 15  no centro de convenções, serão 5 dias de evento 24 horas non-stop (sem parar), são aproximadamente 250 horas de conteúdo e de quebra são 20 GB de internet liberado.

O público Alvo da campus não se limita aos alunos de cursos voltados para alunos ou profissionais da área da TI e suas agregadas, mas sim para todo o público que tem interesse em novas tecnologias, empreendedorismo e mesmo curiosos que podem ver novas possibilidades de negócio. A campus é sem dúvidas um dos melhores locais para conhecer coisas novas.

cp-executive-18
Palestras não vão faltar

Os Ingressos vão sofrer uma alteração de preço provavelmente no dia 27/03 onde vão para o terceiro lote. Mas ainda no primeiro lote os preços são os seguintes: 90 R$ sem o camping ( Nessa edição eles disponibilizarão o camping uma barraquinha para você descansar) por 170 R$ com o camping para 1 pessoa e por 180 R$ camping duplo (porém a sua dupla tem que ter um ingresso exemplo você compra o ingresso do camping duplo e a outra pessoa compra o ingresso sem o camping).

 

campus_party8
Área de camping em São Paulo

Em 2016 fui para a Campus Party Recife, na ocasião foram dois dias, e algumas coisas posso te garantir: você sempre terá uma palestra para ver, seja de 6 da manhã ou 3 da madrugada, realmente não para. Você terá CAFÉ, sim café a todo momento e de graça basta ir ao balcão e se servir, além do café para manter todos acordados eles ainda distribuem chocolates, na ocasião da Campus Party Recife era detone o equivalente ao Bis rsrs. O evento é maravilho, vale muito a pena participar, mesmo que você não seja da área da informática, mas a quantidade de conteúdo e de ideias que você verá com certeza valerá a pena, assim como valeu para mim. Aqui em baixo disponibiizo dois momentos que pude viver na Campus, o encontro com Jovem Nerd e Azaghâl e com o Beackman do Mundo de Beakman.

Jovem nerd
Jovem Nerd e Azaghâl

Beackman
Beakman

 

 

É isso pessoal, espero ver vocês na Campus Party Natal!! #CPNatal #CPJerimum

 

UMA VIAGEM PELOS FILMES CYBERPUNKS

POR IASLAN NASCIMENTO

Olá, olá amiguinhos. Hoje vamos falar de um gênero de filmes/séries/animes e cultura pop chamado Cyberpunk. Antes de mais nada você com certeza já ouviu falar desse gênero só não sábia que se chamava desse jeito rsrs, o gênero Cyberpunk é geralmente confundido com ficção cientifica, claro não existiria Cyberpunk sem a ficção cientifica, porém, o Cyberpunk é um pouco mais nichado. Uma das definições mais comuns de Cyberpunk é “Alta tecnologia e baixa qualidade de vida” Esse gênero sempre nos mostra civilizações muito avançadas com muita tecnologia e algumas coisas um pouco surrealistas vamos dizer assim, mas não só isso, geralmente temos um contraste com uma sociedade pobre e com pouquíssima estrutura.

Uma definição retirada do site Cyberpunk Brasil é : “Cyberpunk é o conceito que expressa (de modo pessimista) ideias sobre a natureza humana, tecnologia e suas respectivas combinações em um futuro não-tão-distante.”

Para ler a matéria completa do site Cyberpunk Brasil clique Aqui.

Mas agora que você já sabe o que é cyberpunk vamos a uma lista de filmes, séries e animes que pertencem a esse gênero:

FILMES :

LOOPER

“Kansas City, 2044. Viagens no tempo são uma realidade, mas estão apenas disponíveis no mercado negro. Seu principal cliente é a máfia, que costuma enviar ao passado pessoas que deseja que sejam eliminadas, já que é bastante complicado se livrar dos corpos no futuro. Os responsáveis por estes assassinatos são os loopers, organização a qual Joe (Joseph Gordon-Levitt) faz parte. Um dia, ao realizar mais um serviço corriqueiro, ele descobre que seu alvo é a versão mais velha de si mesmo (Bruce Willis), trazida em viagem no tempo por ter se tornado uma séria ameaça à máfia no futuro.”

onesheet

A VIGILANTE DO AMANHÃ :  GHOST IN THE SHEEL

“Em um mundo pós-2029, é bastante comum o aperfeiçoamento do corpo humano a partir de inserções tecnológicas. O ápice desta evolução é a Major Mira Killian (Scarlett Johansson), que teve seu cérebro transplantado para um corpo inteiramente construído pela Hanka Corporation. Considerada o futuro da empresa, Major logo é inserida no Section 9, um departamento da polícia local. Lá ela passa a combater o crime, sob o comando de Aramaki (Takeshi Kitano) e tendo Batou (Pilou Asbaek) como parceiro. Só que, em meio à investigação sobre o assassinato de executivos da Hanka, ela começa a perceber certas falhas em sua programação que a fazem ter vislumbres do passado quando era inteiramente humana.”

maxresdefault

O QUINTO ELEMENTO

“No século XXIII, um motorista de taxi (Bruce Willis) de Nova York se envolve em uma aventura na qual tem de deter um ser demoníaco que percorre a galáxia a cada 5000 anos. Se nada for feito a Terra será destruída, mas para isto ele precisa encontrar 4 pedras antigas, que representam os elementos, e colocá-las em volta de uma bela mulher (Milla Jovovich), que é o quinto elemento.”

270960

MATRIX

“Em um futuro próximo, Thomas Anderson (Keanu Reeves), um jovem programador de computador que mora em um cubículo escuro, é atormentado por estranhos pesadelos nos quais encontra-se conectado por cabos e contra sua vontade, em um imenso sistema de computadores do futuro. Em todas essas ocasiões, acorda gritando no exato momento em que os eletrodos estão para penetrar em seu cérebro. À medida que o sonho se repete, Anderson começa a ter dúvidas sobre a realidade. Por meio do encontro com os misteriosos Morpheus (Laurence Fishburne) e Trinity (Carrie-Anne Moss), Thomas descobre que é, assim como outras pessoas, vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia. Morpheus, entretanto, está convencido de que Thomas é Neo, o aguardado messias capaz de enfrentar o Matrix e conduzir as pessoas de volta à realidade e à liberdade.”

the-matrix

ROBOCOP

“Depois de ter sido mortalmente ferido em cerco a marginais, policial (Peter Weller) transformado num misto de máquina e homem a serviço da justiça. quando tem que enfrentar uma gangue disposta a dominar a cidade, sob a custódia legal de poderoso executivo.”

117742497_1300x1733

 

BLADE RUNNER E BLADE RUNNER 2019

“No início do século XXI, uma grande corporação desenvolve um robô que é mais forte e ágil que o ser humano e se equiparando em inteligência. São conhecidos como replicantes e utilizados como escravos na colonização e exploração de outros planetas. Mas, quando um grupo dos robôs mais evoluídos provoca um motim, em uma colônia fora da Terra, este incidente faz os replicantes serem considerados ilegais na Terra, sob pena de morte. A partir de então, policiais de um esquadrão de elite, conhecidos como Blade Runner, têm ordem de atirar para matar em replicantes encontrados na Terra, mas tal ato não é chamado de execução e sim de remoção. Até que, em novembro de 2019, em Los Angeles, quando cinco replicantes chegam à Terra, um ex-Blade Runner (Harrison Ford) é encarregado de caçá-los.”

O EXTERMINADOR DO FUTURO

“Num futuro próximo, a guerra entre humanos e máquinas foi deflagrada. Com a tecnologia a seu dispor, um plano inusitado é arquitetado pelas máquinas ao enviar para o passado um andróide (Arnold Schwarzenegger) com a missão de matar a mãe (Linda Hamilton) daquele que viria a se transformar num líder e seu pior inimigo. Contudo, os humanos também conseguem enviar um representante (Michael Biehn) para proteger a mulher e tentar garantir o futuro da humanidade.”

terminator

ANIMES :

GHOST IN THE SHEEL

“O mundo, em 2029, se tornou um local altamente informatizado, a ponto dos seres humanos poderem acessar extensas redes de informações com seu ciber-cérebros. A agente cibernética Major Motoko é a líder da unidade de serviço secreto Esquadrão Shell, responsável por combater o crime. Motoko foi tão modificada que quase todo seu corpo já é robótico. De humano só teria sobrado um fantasma de si mesma.” ( Bem mais completo que a versão do filme, principalmente nos quesitos ideológicos que envolvem o filme.)

58e3dc914516a.image

AKIRA

“Uma grande explosão fez com que Tóquio fosse destruída em 1988. Em seu lugar foi construída Neo Tóquio, que, em 2019, sofre com atentados terroristas por toda a cidade. Kaneda (Mitsuo Iwata) e Tetsuo (Nozomu Sasaki) são amigos que integram uma gangue de motoqueiros. Eles disputam rachas violentos com uma gangue rival, os Palhaços, até que um dia Tetsuo encontra Takashi (Tatsuhiko Nakamura), uma estranha criança com poderes que fugiu do hospital onde era mantido como cobaia. Tetsuo é ferido no encontro e antes de receber a ajuda dos amigos é levado por integrantes do exército, liderados pelo coronel Shikishima (Tarô Ishida). A partir de então Tetsuo passa a desenvolver poderes inimagináveis, o que faz com que seja comparado ao lendário Akira, responsável pela explosão de 1988. Paralelamente, Kaneda se interessa por Kei (Mami Koyama), uma garota envolvida com espiões que tenta decifrar o enigma por trás das cobaias controladas pelo exército.”

akira-4

SÉRIES

Duas séries que eu considero cyberpunk, pois falam do impacto da tecnologia na nossa sociedade

BLACK MIRROR

“Uma espécie de híbrido entre “The Twilight Zone” e “Tales of the Unexpected”, Black Mirror explora sensações do mal-estar contemporâneo. Cada episódio conta uma história diferente, traçando uma antologia que mostra o lado negro da vida atrelada à tecnologia.”

Black_Mirror-font (2)

WESTWORLD

“Westworld é um parque temático futurístico para adultos, dedicado à diversão dos ricos. Um espaço que reproduz o Velho Oeste, povoado por andróides – os anfitriões –, programados pelo diretor executivo do parque, o Dr. Robert Ford (Anthony Hopkins), para acreditarem que são humanos e vivem no mundo real. Lá, os clientes – ou novatos – podem fazer o que quiserem, sem obedecer a regras ou leis. No entanto, quando uma atualização no sistema das máquinas dá errado, os seus comportamentos começam a sugerir uma nova ameaça, à medida que a consciência artificial dá origem à “evolução do pecado”. Entre os residentes do parque, está Dolores Abernathy (Evan Rachel Wood), programada para ser a típica garota da fazenda, que está prestes a descobrir que toda a sua existência não passa de bem arquitetada mentira.” ( volta esse ano aeee \o/ )

MV5BMTEyODk5NTc2MjNeQTJeQWpwZ15BbWU4MDQ5NTgwOTkx._V1_UY1200_CR90,0,630,1200_AL_ (1)

PODCASTS

O podcast do Jovem Nerd fez 3 episódios do especial de RPG Voltado para o Universo Cyberpunk eu recomendo é uma boa experiência os links estão aqui :

Episódio 1: https://jovemnerd.com.br/?podcast=nerdcast-395-rpg-cyberpunk-1-o-grande-assalto

Episódio 2: https://jovemnerd.com.br/?podcast=nerdcast-446-rpg-cyberpunk-2-o-passageiro-do-futuro

Episódio 3: https://jovemnerd.com.br/?podcast=nerdcast-498-rpg-cyberpunk-3-estrada-para-o-inferno

NC395_SUPER_VITRINE

ALTERED CARBON

Nessa sexta-feira (02/02) vai estrear na Netflix a série Altered carbon uma nova série Cyberpunk com claras referencias a todos os filmes/séries já citados acima.

Sinopse:

“No futuro, a sociedade se acostumou à prática da troca de corpos: após armazenar a consciência de uma pessoa, ela pode ser transferida a outra “capa”, podendo viver várias vidas. O mercenário Takeshi Kovacs (Joel Kinnaman) acorda após 250 anos em outro corpo. Além de se adaptar a esta situação e à nova sociedade, ele é contratado por um homem riquíssimo para descobrir o autor de seu próprio assassinato. Tak conta com a ajuda de uma policial mexicana, um ex-militar tentando ajudar sua filha e um robô equipado com inteligência artificial”

AlteredCarbon_WhtFemale_Vertical-Core_RGB_US

Trailer :

 

Então é isso pessoal, boa maratona de filmes e séries até a próxima!

5 MOTIVOS PARA ACOMPANHAR O PRIMEIRO SPLIT CBLoL 2018

POR IASLAN NASCIMENTO
NATAL/RN

O CBLol está voltando, cheio de caras novas e com um novo formato, então vem conferir 5 motivos para você acompanhar esse primeiro Split de 2018. O campeonato Começa nesse Sábado dia 20/01.

O jogo mais popular da modalidade

O League of Legends é um dos MOBA (Multiplayer online battle arena em português: arena de batalha multijogador online) mais famosos e um dos mais fáceis de se entender quando se é um iniciante, talvez por isso o número de jogadores cresce bastante ano após ano. Além disso a Riot Games (produtora do game) vem trazendo melhorias constantes para o jogo, fazendo com que sua experiência com o game nunca se torne chata.

Novo formato

Bom melhor do que eu explicar esse novo formato é a Riot Games, então tá ai a explicação deles para o novo formato:

Exodia

Sim você não leu errado, temos um Exoda no CBLoL.  O famoso Exodia brasileiro é composto por Yang (TOP), Revolta (JUNGLER), Tockers (MID), MicaoO (ADC) e Jockster(SUPORTE). Essa é a antiga Line-up do INTZ que nunca perdeu uma série no Brasil e agora está na equipe da VIVO KEYD que contratou os cinco jogadores para ganhar esse campeonato.

vivo-keyd-superliga-760x428
Da Esquerda para Direita: Jokster, Revolta, Yang, Tockers e MicaoO. O Exodia brasileiro

Coreanos em terras tupiniquins

Os Coreanos estão de volta ao cenário Brasileiro, depois de alguns anos longe de nossas terras, quando o cenário resolveu dar mais valor as crias da casa, chegou a hora deles voltarem pelo simples fato de que o nível do cenário brasileiro aumentou, mas ainda não jogamos de igual com outros cenários, afim de aumentar o nível alguns times optaram por traze-los de volta como foi o caso da Red Canids ( que agora é Rad Canids Corinthians, sim o Grande clube paulista agora é parceiro da Red) que perdeu jogadores como Tockers para a KEYD e o grande astro BrTT para o Flamengo (sim o flamengo também entrou no cenário de LoL) a RED trouxe Winged (JUNGLER) e Sky (MID), além do técnico Icarus.

26167484-971438486339900-8490274142361811228-n
Da esquerda para direita: Sky, Icarus e Winged os coreanos da RED CANIDS CORINTHIANS

Cenário cada vez mais competitivo

Isso é uma verdade, eu sei que todos os Split todo mundo diz “Esse é o CBLoL mais disputado de todos”, mas é inegável que todos os anos as organizações e jogadores ficam melhores então sim esse é o CBLoL mais disputado de todos, na verdade pode ser rsrs pois ainda não começou. Mas temos times como a Pain que apesar de não contar com Kami nesse primeiro Split tem o Tim, que é um ótimo jogador e todos estão torcendo para o Takeshi ganhar seu primeiro título. A INTZ vem forte ganhou o torneio da Pré-temporada a super liga, provando que não precisa fazer grandes contratações para ter um bom time, a KEYD já falamos o Exodia, A RED Corinthians Vem com os Coreanos, a Team One( campeã do 2º Split de 2017) se manteve praticamente igual, é isso os times estão muito fortes e isso já é motivo suficiente para você acompanhar esse CBLoL.

Para ver todos os elencos basta clicar aqui: Elencos do CBLoL 2018

Bônus

Kami de fora

Sim uma das maiores Estrelas do CBLoL está de fora, mas não por que a organização o deixou de fora e sim pela própria decisão do jogador, que decidiu tirar um tempo para si mesmo.

Kami
Kami Uma das maiores estrelas do cenário não jogara o primeiro split

Flamengo no circuito desafiante

Sim, mas cedo no texto eu falei que o Flamengo entrou no cenário, mas no primeiro Split de 2018 vai disputar o circuito desafiante, que é tipo a série B do CBLoL, para quem ainda não entendeu o calendário do E-esport Mundial funciona da seguinte maneira, cada ano é divido em dois semestres e cada semestre é chamado de Split então um time pode jogar um Split na série de promoção ( que eu chamei acima de splt) e caso se classifique pode jogar o CBLoL. No caso do Flamengo ele comprou a vaga no circuito desafiante, mas já montou um time como se fosse disputar o CBLoL. O time do Flamengo tem jogadores como a grande estrela BrTT, EsA , SiRT, Evrot e Jisu mais um coreano no cenário, o time vem competitivo, espero ver ele no segundo Split do CBLoL.

dqypqunwsae8bat
line up do Flamengo sem o Jisu

Jisu
Jisu Coreano que vai jogar no topo do Flamengo

Glossário:

TOP – Jogador que joga na rota superior. Rota superior do mapa;

JUNGLER –  Jogador que joga na selva do mapa. A selva do mapa;

MID – Jogador que joga na rota do meio. Rota do meio do mapa;

ADC – Jogador que joga na rota inferior, também conhecido como atirador. Rota inferior; do mapa

SUPORTE –  Jogador que joga na rota inferior, auxiliando o ADC. Rota interior do mapa;

LINE UP – Composição de 5 jogadores que jogam a partida;

SPLIT – São as etapas do campeanado por ano temos duas.

**Mapa

08d49ea7d76bb3a8788e3204f27c8026--lol-legends
Mapa do LOL

PODCASTS DO MEU CORAÇÃO

Vem conhecer os podcast que eu ouço!!

POR IASLAN NASCIMENTO

Olá amigos e amigas do contador, hoje vou falar um pouquinho sobre Podcasts que eu ouço no meu dia a dia e que amo cada vez mais. Vou contextualizar vocês e contar como comecei a ouvir essa mídia tão fantástica, além de indicar 3 dos Podcasts que mais gosto, então vem comigo.

O Podcast assim como a Tv, rádio e o jornal é uma mídia de transmissão de informações, porém a origem da mídia Podcast é muito recente e ainda está em seu processo de crescimento, principalmente no Brasil, onde atinge poucas pessoas. Em outras palavras o Podcast é um programa de rádio (geralmente com mais de 1 hora de duração), porém sua principal diferença é que ele é feito sob demanda. Você pode ouvir em qualquer lugar, na hora em que bem entender, e ao meu ver, o que mais me encanta nesse tipo de mídia é o fato da liberdade de conteúdo que você pode escutar. Por exemplo, em um programa normal de rádio para você ouvir aquela entrevista sobre um assunto especifico, você tem que esperar todo o programa e ouvir entrevistas que você não tem interesse, além de só poder ouvir naquele momento, já nos Podcasts não, geralmente você ouve um programa inteiro só sobre um assunto ou sobre um conjunto de assuntos relacionados o que é muito mais atrativo, além de que você pode escutar em qualquer lugar e horário.

A minha história com Podcasts começou em meados de 2016 (ainda sou uma criancinha nesse meio) eu ia para a Campus Party Recife e um dos convidados era o Jovem Nerd junto com o Azaghal( que juntos encabeçam o site/podcast/ Nerdstrore(loja de produtors nerd)/ canal no YouTube)  até então eu os conhecia bem pouco, sabia do canal no YouTube e do site, ai certo dia resolvi baixar alguns Podcasts de filmes e uns sobre cotidiano, e me diverti muito ouvindo os comentários sobre filmes, seriados e afins. Com o tempo me senti como amigo deles de tanto que eu ouvia, ele e os convidados. Desta forma, eu já estava viciado em Podcasts e não podia sair de casa sem ter pelo menos dois em meu celular.

Agora vamos conhecer 3 dos Podcasts que mais ouço:

Nerdcast

O Nerdcast é o podcast do site Jovem Nerd, sempre liderado pelo Jovem Nerd e Azaghal, geralmente o Podcast conta com mais 3 ou 4 convidados, entre eles o famoso Sr. K, Tucano (que recentemente ganhou o prêmio de melhor hambúrguer do Brasil no programa Mais Você da Ana Maria Braga), Portuguesa (esposa do Azaghal), Srª Jovem Nerd (esposa do Jovem Nerd), além de contar com participações como a dos escritores Eduardo Spohr, Affonso Solano, Raphael Draccon. Além de contar com os assuntos nerds, os Podcasts do Jovem Nerd também são relacionados a tecnologia, empreendedorismo, cultura/viagens e os mais legais na minha humilde opinião sobre situações vividas pelos integrantes, assim como fatos cotidianos. Um dos episódios que eu remendo é o Nerdcast 494 Desista da Dieta (um dos mais engraçados), nele os participantes contam como foram algumas das suas experiências tentando vencer a balança. Atualmente o Nerdcast tem 589 programas sobre assuntos diversos além de 20 NerdTech(focado em tecnologia) e 33 Empreendedor(focado em empreendedorismo) um novo programa está disponível toda sexta-feira.

Link do NerdCast Desista da Dieta:

https://jovemnerd.com.br/?podcast=nerdcast-494-desista-da-dieta

RapaduraCast

O Podcast do Portal Cinema com Rapadura, é um Podcast com o pessoal de Fortaleza/CE mais focado em cinema. Com presença fixa no programa temos sempre o Jurandir Filho e o Thiago Siqueira, mas assim como em todos os Podcasts sempre com mais 3 participantes no mínimo. Gosto bastante desse Podcast comecei a ouvir esse ano junto com a próxima indicação, mas já estou completamente apaixonado. Atualmente o RapaduraCast tem 519 programas sobre cinema e suas vertentes, indo ao ar geralmente nas sextas-feiras.

 Link do Podcast do RapaduraCast sobre IT e Stephen King:

http://cinemacomrapadura.com.br/rapaduracast-podcast/460954/rapaduracast-517-stephen-king-no-cinema-e-it-a-coisa/

Canal 42

O Podcast Canal 42 é composto por Jurandir Filho, Ricando Rente e Bruno Costa, e é um Podcast voltado apenas para séries. Comparado com os dois acima ele é o mais recente não chegando nem a marca de 100 programas, mas cheio de irreverencia como os outros.  Atualmente o Podcast tem 96 programas indo ao ar nas segundas-feiras.

 Link do Podcast do Canal 42 sobre a 7º Temporada de Game of Thrones:

http://canal42.tv/91-game-of-thrones-temporada-7/

Bem apresentei um pouquinho do mundo dos Podcasts para vocês, mostrando os meus favoritos e os únicos que tenho certa propriedade para falar, pois são os que eu realmente acompanho. Espero que tenham gostado, que apreciem os Podcasts e podem navegar por esse mundo sem medo, aposto que vão gostar. Ah e não se preocupe, não só tem Podcasts Nerds no Brasil tem vários sobre culinária, esportes e outros assuntos. Então não tem desculpa, corre lá para encontrar um bom Podcast. É isso aí pessoal até a próxima.

POKÉMON GO: QUAIS RARIDADES VOCÊ PODE ENCONTRAR EM GOSTOSO?

O Contador entra na onda do jogo mais falado do momento e diz para os jogadores gostosenses que espécie de monstrinhos eles podem encontrar por Gostoso e pelo mundo.

ADAPTAÇÃO: AILTON RODRIGUES
ARTIGO ORIGINAL: POR TECMUNDO

19183755227514-t1200x480

Pokémon GO foi lançado no Brasil nesta semana e já trouxe muitos casos curiosos e surpreendentes e até mesmo utilidades além das que esperávamos. O game ainda é uma espécie de novidade em Gostoso, mas você já pode ter a dúvida: os monstros aparecem aleatoriamente ou há uma certa categoria de raridade entre eles?

Quem teve a chance de jogar aqui quando os servidores ficaram online certamente se deparou com muitos bichinhos de level mais baixo ou menos populares, como Diglett, Zubat, Rattata e muitos outros do tipo. Há um motivo por trás disso: Pokémons mais simples aparecem com mais frequência quando o level do treinador é baixo. Confira o rank de cada um dos animais presentes no game:

Pokémons muito comuns

  • Caterpie
  • Weedle
  • Pidgey
  • Rattata
  • Ekans
  • Sandshrew
  • Nidoran(Female)
  • Nidoran(Male)
  • Zubat
  • Geodude
  • Bellsprout
  • Machop
  • Poliwag
  • Mankey
  • Meowth
  • Venonat
  • Paras
  • Oddish
  • Slowpoke
  • Magnemite
  • Gastly
  • Krabby
  • Voltorb
  • Goldeen
  • Magikarp
  • Eevee

Veremos muitos Zubats no começo da aventura

Pokémons comuns

  • Bulbasaur
  • Charmander
  • Squirtle
  • Metapod
  • Kakuna
  • Pidgeotto
  • Raticate
  • Spearow
  • Arbok
  • Psyduck
  • Persian
  • Diglet
  • Golbat
  • Jigglypuff
  • Vulpix
  • Clefairy
  • Sandslash
  • Pikachu
  • Growlith
  • Abra
  • Machoke
  • Tentacool
  • Graveler
  • Ponyta
  • Magneton
  • Doduo
  • Seel
  • Koffing
  • Hitmonlee
  • Cubone
  • Exeggcute
  • Electrode
  • Drowzee
  • Haunter
  • Shellder
  • Grimer
  • Rhyhorn
  • Horsea
  • Staryu
  • Jynx

Obs.: Surfing Pikachu é a coisa mais legal que existe em Pokémon

Pokémons incomuns

  • Butterfree
  • Fearow
  • Nidorina
  • Nidorino
  • Wigglytuff
  • Gloom
  • Parasect
  • Dugtrio
  • Kabuto
  • Golem
  • Tentacruel
  • Machamp
  • Kadabra
  • Poliwhirl
  • Chansey
  • Primeape
  • Golduck
  • Dratini
  • Dodrio
  • Cloyster
  • Scyther
  • Hypno
  • Seadra
  • Seaking
  • Starmie

Scyther

Pokémons raros

  • Beedrill
  • Pidgeot
  • Weepinbell
  • Pinsir
  • Snorlax
  • Mr. Mime
  • Farfetch’d
  • Onix
  • Exeggutor
  • Muk
  • Arcanine
  • Rapidash
  • Rhydon
  • Kingler
  • Magmar
  • Flareon
  • Jolteon
  • Tangela

Snorlax

Pokémons muito raros

  • Gyarados
  • Lapras
  • Vaporeon
  • Kabutops
  • Ivysaur
  • Charmeleon
  • Wartortle
  • Porygon
  • Omanyte
  • Dragonair
  • Raichu
  • Nidoqueen
  • Nidoking
  • Vileplume
  • Gengar
  • Marowak
  • Dewgong
  • Kangaskhan
  • Victreebel
  • Electabuzz
  • Alakazam
  • Poliwrath
  • Venomoth

Gyarados

Pokémons épicos

  • Aerodactyl
  • Venusaur
  • Charizard
  • Blastoise
  • Clefable
  • Tauros
  • Omastar
  • Dragonite

Dragonite é um dos mais requisitados

Pokémons lendários

  • Ditto
  • Articuno
  • Zapdos
  • Moltres
  • Mewtwo
  • Mew*

*Mew foi descoberto no código fonte do app hoje.

Atualização

Ao que parece, há pokémons que são exclusivos de cada continente do mundo. Eles permanecem nas respectivas categorias listadas acima, mas só serão encontrados em um canto específico da Terra. Ainda não há informações de como os jogadores poderão capturá-los sem viajar pelo planeta. Confira a lista abaixo:

  • Farfetch’d (apenas na Ásia)
  • Kangaskhan (apenas na Austrália)
  • Tauros (apenas América do Norte)*
  • Mr. Mime (apenas na Europa)

Tauros

*O Tauros foi listado apenas para a América do Norte por enquanto. Pode também ser presente em países da América Latina, inclusive aqui no Brasil. Nos próximos dias saberemos se o monstrinho é exclusivo do norte do continente e se teremos um exemplar único por aqui.

Como evoluir o level de treinador?

Conforme citado no começo desta matéria, você precisa ter um level de treinador mais alto para encontrar Pokémons mais raros, independentemente do tipo deles (como grama, água e muito mais). Portanto, como evolui o nível? Basicamente, realizando qualquer ação, como capturar monstrinhos, evoluir os Pokémons, chocar ovos, lutar em ginásios e muito mais.

Os Pokémons lendários devem aparecer em eventos ou situações especiais, mas não há detalhes até o momento

Todas as ações do app garantem pontos de experiência ao jogador. Depois de alcançar o level 10, muitos Pokémons mais básicos, como o Rattata e Zubat, começam a ser substituídos por animais de categorias mais altas, como Scythers, Onix, Golem e muitos outros. Quais dos 151 você vai querer mais? Qual deles você já achou pelas ruas de Gostoso?

FONTE(S):

LEITORES COLABORADORES:
  • ALLAN FÁBIO CARNAÚBA,
  • DANIELLA MASSUKI

Em abril, Natal reúne especialistas conceituados no 4º Congresso RTI Provedores de Internet

Serão discutidos temas como o Marco Civil da Internet, fibra ótica, programa Banda Larga para Todos, entre outros.

G7 COMUNICAÇÃO
NATAL/RN

Folder

Diante da ascensão e do grande avanço tecnológico, já parou pra pensar como está a situação do país quando falamos da expansão da internet e como ela chega as nossas casas? De acordo com a Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (ABRINT), em aproximadamente cinco anos, o país poderá ter infraestrutura de conexão à internet por meio da fibra ótica e leva-la a um quinto das cidades do Brasil. Interessante? Esse e outros assuntos serão debatidos no 4º Congresso RTI Provedores de Internet, que acontece no dia 14 de abril, no Praiamar Natal Hotel, das 8h às 18h.

Quando falamos em fibra ótica, automaticamente estamos falando de velocidades maiores com mais estabilidade, essas que por sua vez, ganham mais espaço e pessoas conectadas, no entanto, entre os 24 milhões de assinantes de banda larga, apenas 3% são por meio da fibra ótica. Uma das grandes apostas para que expansão da fibra ótica ocorra com celeridade é o surgimento e desenvolvimento de pequenos e médios provedores que alcançam partes significativas do país, onde as grandes empresas do setor não investem. O Congresso reunirá em Natal grandes nomes desse mercado para discutir sobre os assuntos mais relevantes e trazer novas ideias para o cenário mercadológico dos provedores do Nordeste.

O evento tem como público-alvo diretores/proprietários de ISPs, gerentes de TI, engenheiros, analistas de sistemas, gerente de infraestrutura, instaladores, prestadores de serviços técnicos, consultores e estudantes. As inscrições podem ser realizadas através do www.rtiprovedoresdeinternet.com.br/ onde também está disponível a tabela com os valores e descontos.

CELULAR ‘FOFO’ EM FORMA DE ROBÔ ANDA E RECONHECE O DONO; CONHEÇA O ROBOHON

Celular que interage com seu dono tem previsão de chegar ao Japão em 2016.

POR AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

Robohon é o celular em formato de robô da Sharp (Foto: Divulgação)
Robohon é o celular em formato de robô da Sharp (Foto: Divulgação)

POR TECH TUDO – O Robohon é um celular com corpo de robô fabricado pela japonesa Sharp. Divertido, o “brinquedo“ funciona como um smartphone capaz de interagir com o dono. O aparelho identifica o usuário por meio de reconhecimento facial e se comunica por comandos de voz.

Além de ser usado como telefone, o Robohon pode chamar um táxi para o dono ou alegrá-lo quando estiver triste, por exemplo. Projetado pelo inventor Tomotaka Takahashi, conhecido por criar robôs criativos, o dispositivo ainda consegue andar e sentar.

Para quem busca funções especiais, o smartphone também lembra você de tarefas importantes, faz ligações, acessa o e-mail, lê mensagens, funciona como despertador e tira fotos quando as pessoas sorriem. Além disso, o gadget conta com projetor embutido para diversas superfícies.

Robohon tem tela de 2 polegadas (Foto: Divulgação)
Robohon tem tela de 2 polegadas (Foto: Divulgação)

O Robohon suporta 3G, LTE e Wi-Fi, com processador quad-core Snapdragon 400 de 1,2 GHz. O robozinho tem 19,5 cm de altura e pesa 390 gramas, além de trazer tela touch de duas polegadas com resolução QVGA (320 x 240 pixels). As funcionalidades também podem ser controladas pelos usuários através de comandos de voz.

Por enquanto, não foi informado qual sistema operacional o gadget irá rodar, assim como preço de lançamento, mas espera-se que o Robohon chegue somente para o Japão no primeiro semestre de 2016. Até o momento, não há informações sobre a chegada do smart no Brasil.

FONTE CONSULTADA: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2015/10/celular-fofo-em-forma-de-robo-anda-e-reconhece-o-dono-conheca-o-robohon.html

A revista eletrônica de São Miguel do Gostoso