GOSTOSO COMEÇA A REGISTRAR CASOS DE VIOLÊNCIA NAS ELEIÇÕES DE 2020

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Na noite desse domingo (09) uma discussão envolvendo política rendeu uma agressão com direito a arremesso de um copo de vidro no rosto de outra pessoa que culminou em ferimento com necessidade de oito pontos no rosto.

A vítima, identificada como Igor Tavares, foi encaminhada à unidade de saúde para fazer o atendimento necessário. O agressor, também foi identificado como “Martelo”, segundo testemunhas ele teria após a agressão buscado um objeto no carro e ameaçado a vítima.

Já na manhã desta segunda-feira (10) a família procurou a policia civil para abrir um boletim de ocorrência sobre o ocorrido. A Policia Militar compareceu ao local mas não conseguiu prender o agressor em fragrante.

ELEIÇÕES E VIOLÊNCIA

Pode parecer uma briga inocente ou um ato de violência isolado, mas não é o caso. As mesmas eleições em São Miguel do Gostoso a cada ano se tornam mais violentas. O ápice desses episódios foi na eleição de 2016, quando foram diversos os relatos de uso de armas de fogo e perseguição.

Simplesmente as coisas poderiam ser resolvidas a qualquer momento “na bala”, na época se cogitou um toque de recolher antes da eleição e a juíza da época se mostrou “preocupada” com os relatos de violência em Gostoso, porém não tomou nenhuma providência.

O caso do último domingo acende uma luz amarela para o caso. Além das agressões nas redes sociais através de postagens e áudios de ameaças incluindo também o inúmero surgimento de perfis anônimos, temos o primeiro caso envolvendo violência física. As eleições esse ano ocorrem no dia 15 de novembro. Estamos a pouco mais de três meses do pleito, com quatro candidatos e em meio a uma pandemia, indicando que teremos uma eleição das mais acirradas.