COVID-19: ROSE VICENTE REVELA QUE PEDIU PARA SAIR DO COMANDO DA SECRETARIA DE SAÚDE

Em pronunciamento divulgado nesta quarta-feira (03) ex-secretária diz que continua fazendo assessoria técnica ao setor.

POR AILTON RODRIGUES

Rose Vicente explica razões para deixar o cargo

Um pronunciamento oficial publicado pela redes sociais da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso nesta quarta-feira (03) deram a versão da ex-secretária de Saúde, Rose Vicente, ter deixado o cargo.

Durante o depoimento ela diz que agradece a confiança creditada a ela, mas que já havia pedido para sair do cargo em meados de Janeiro. Ainda de acordo com ela, a sua família estava fazendo pressão para que ela deixasse o posto, pois sua atual tarefa estava a impossibilitando de dar maiores cuidados aos pais idosos, bem como seu marido.

Apesar da sua saída do cargo, Rose ainda declarou que continuará dando assessoria técnica ao novo dono da pasta, Hugo Patrício, que foi anunciado na terça-feira.

OPINIÃO: ROSE SAI, MAS SERÁ QUE CONTINUAM SEU LEGADO?

Rose Vicente discursa para comunidade do Arizona após confirmação de 1⁰ caso no município.

Era de se esperar que Rose Vicente não deixasse borburinhos correrem soltos nas redes sociais e daria a sua palavra do que realmente a motivou a deixar a pasta.

Ela deixa a ala de frente da Saúde em um mês que se caracteriza como tenso devido a alta propagação da curva de contaminação de Covid-19, além disso levou muitas críticas por alegações de falta de informações das medidas tomadas.

Uma coisa não podemos negar: ela sempre deu depoimentos (mesmo que em notas esquisitas por App de mensagens) sobre as ebulições emergentes. A questão é, será que seu legado continua?

A população pede por mais informações e orientações de como se comportar mediante uma crise vista no horizonte, bem como de cobranças por mais fiscalizações das medidas de distanciamento. Ah, e sobre estratégias de testagem, pois há crescente e alarmantes subnotificações.

Ela falou em lives, mandou áudios, publicou vídeos, discursou em carro de som alertando a comunidade do Arizona diante do 1⁰ caso confirmado. Fez sua obrigação. A parabenizo por isso, visto que poucos da gestão têm essa conduta de falar quando são questionados.

Hoje o panorama é que sejamos menos políticos e mais diplomáticos. Precisamos de um condutor firme contra a pandemia. Será que continuaremos tendo comunicação? Rezemos que sim.

Até qualquer hora!