PROJETO SONS DO CONTADOR PRETENDE APROXIMAR GOSTOSENSES PELA CULTURA E TECNOLOGIA

Projeto tem quatro eventos programados para o mês de junho, incluindo missa e música.

POR AILTON RODRIGUES

O Contador de Causos tem a honra de apresentar o projeto Sons do Contador que consiste em criar novas formas de interação que possibilitam aproximar a população de seus laços culturais e desta forma propiciar a divulgação de apresentações artísticas e simbólicas por meio das redes sociais.

A ideia surgiu depois dos fenômenos das lives que tomaram conta das redes sociais e estão dando alento as pessoas que estão sofrendo com as consequências da pandemia como o distanciamento social tão necessário para se combater a Covid-19.

Durante o mês de junho quatro grandes atrações terão espaço nas redes sociais do Contador. Três shows de artistas gostosenses com transmissão no nosso Facebook (Elenilson Júnior, Dedé Legião e João Marcelo) e a missa de Corpus Christi que será feita diretamente da Capela de Santa Luzia.

No próximo sábado, dia 06 de junho, será a abertura do projeto com o artista Elenilson Júnior que agitará a galera com muita música junina e clássicos nordestinos. Anote o horário aí, será às 20h na nossa página no Facebook, bem como pelo canal do Dedé no YouTube.

  • No dia 11 de junho, às 19h, será a transmissão da Missa de Corpus Christi celebrada pelo padre Jecione Melo.
  • No dia 17 de junho, às 20h, tem mais um encontro musical, desta vez com Dedé Legião.
  • Por último, no dia 20 de junho, às 20h, tem o polivalente João Marcelo que trará Vitinho e Milena para embalar nossa noite com muita música.

O projeto Sons do Contador foi contemplado pelo edital simplificado Tô Em Casa e Tô Na Rede realizado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte por meio da Fundação José Augusto.

Curta junto conosco. Nós continuamos de olho!

COVID-19: ROSE VICENTE REVELA QUE PEDIU PARA SAIR DO COMANDO DA SECRETARIA DE SAÚDE

Em pronunciamento divulgado nesta quarta-feira (03) ex-secretária diz que continua fazendo assessoria técnica ao setor.

POR AILTON RODRIGUES

Rose Vicente explica razões para deixar o cargo

Um pronunciamento oficial publicado pela redes sociais da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso nesta quarta-feira (03) deram a versão da ex-secretária de Saúde, Rose Vicente, ter deixado o cargo.

Durante o depoimento ela diz que agradece a confiança creditada a ela, mas que já havia pedido para sair do cargo em meados de Janeiro. Ainda de acordo com ela, a sua família estava fazendo pressão para que ela deixasse o posto, pois sua atual tarefa estava a impossibilitando de dar maiores cuidados aos pais idosos, bem como seu marido.

Apesar da sua saída do cargo, Rose ainda declarou que continuará dando assessoria técnica ao novo dono da pasta, Hugo Patrício, que foi anunciado na terça-feira.

OPINIÃO: ROSE SAI, MAS SERÁ QUE CONTINUAM SEU LEGADO?

Rose Vicente discursa para comunidade do Arizona após confirmação de 1⁰ caso no município.

Era de se esperar que Rose Vicente não deixasse borburinhos correrem soltos nas redes sociais e daria a sua palavra do que realmente a motivou a deixar a pasta.

Ela deixa a ala de frente da Saúde em um mês que se caracteriza como tenso devido a alta propagação da curva de contaminação de Covid-19, além disso levou muitas críticas por alegações de falta de informações das medidas tomadas.

Uma coisa não podemos negar: ela sempre deu depoimentos (mesmo que em notas esquisitas por App de mensagens) sobre as ebulições emergentes. A questão é, será que seu legado continua?

A população pede por mais informações e orientações de como se comportar mediante uma crise vista no horizonte, bem como de cobranças por mais fiscalizações das medidas de distanciamento. Ah, e sobre estratégias de testagem, pois há crescente e alarmantes subnotificações.

Ela falou em lives, mandou áudios, publicou vídeos, discursou em carro de som alertando a comunidade do Arizona diante do 1⁰ caso confirmado. Fez sua obrigação. A parabenizo por isso, visto que poucos da gestão têm essa conduta de falar quando são questionados.

Hoje o panorama é que sejamos menos políticos e mais diplomáticos. Precisamos de um condutor firme contra a pandemia. Será que continuaremos tendo comunicação? Rezemos que sim.

Até qualquer hora!