QUADRINHOS COMO FONTE DE INFORMAÇÃO E INCENTIVO À LEITURA

Por Kibson Rodrigo Santos da Silva
Centro Acadêmico Zila Mamede, Natal/RN

Durante a realização da II Feira de Ciências, Arte e Tecnologia da Escola Estadual Olímpia Teixeira, na qual sou professor de Filosofia, surgiu a possibilidade de associar a disseminação da leitura à literatura de quadrinhos, e mostrar aos alunos a importância dessa fonte de informação na criação do apreço pela leitura.

kibson

O objetivo desse evento é trabalhar de forma prática o que é ensinado na sala de aula, de maneira que haja a promoção do conhecimento através da elaboração dos conteúdos para a feira, sendo ela aberta, principalmente, a comunidade escolar da cidade, como também à toda a comunidade de São Miguel do Gostoso. A importância desse tipo de ação vai desde a possibilidade de fomentar a participatividade dos alunos em sala de aula, à viabilização da autonomia na busca do conhecimento individual, entre outros benefícios.

Nessa perspectiva, escolhi trabalhar com o tema “Filosofia em Quadrinhos”, em que fui responsável por uma sala com diversos elementos voltados à temática. Tendo em vista uma maior imersão nos conteúdos propostos, busquei outras fontes de informação para complementar os materiais abordados, dentre elas a literatura de HQs, em que seu uso pode variar, desde uma leitura despretensiosa (entretenimento), ou até mesmo, ir de encontro a leituras mais críticas, que permeiam até reflexões sobre a vida.

O evento, apesar de também ser voltado à obtenção da nota dos alunos, transcende a necessidade de números avaliativos sobre o conhecimento assimilado e torna-se um momento de aprendizado através de uma didática diferenciada. O incentivo a leitura é essencial para todas as áreas do conhecimento, obviamente, a leitura de quadrinhos não pretende substituir a leitura livros, mas sim, apresentar ao leitor uma dinâmica distinta de leitura e literatura visual, em que eles poderão aprender através da visualização de ações e falas.

Contudo, podemos concluir que o incentivo à leitura as crianças, jovens e adultos é essencial, e que a porta de entrada desse estímulo pode ser através da literatura de quadrinhos. Enfim, acredito que a leitura de quadrinhos possa fazer com que os estudantes desde a pré-escola até o nível superior possam se tornar cidadãos mais críticos e reflexivos na sociedade em que vivemos.

Fonte: https://cazma.blogspot.com/2019/01/quadrinhos-como-fonte-de-informacao-e.html?m=1

Autor: Ricardo André

Professor de Matemática, produtor cultural e tesoureiro do Espaço TEAR (CDHEC)