EM NOITE DE FICÇÃO, MOSTRA DE CINEMA CHEGA AO 4° DIA REPLETA DE AVENTURA

Após Seminário, a sessão da Mostra Competitiva na Praia do Maceió foi palco para filmes de ficção

WhatsApp Image 2018-11-27 at 17.57.29
Equipe do curta “Autômato do Tempo”

Seguindo com a programação, a segunda-feira (26) marcou o quarto dia da 5ª Mostra de Cinema de Gostoso com o Seminário “Distribuição para Cinema, TV e Plataformas”, que foi uma verdadeira aula sobre como distribuir filmes, onde o público presente pode aprender um pouco mais sobre o assunto.

Às 8h as crianças da cidade lotaram o auditório do Centro de Cultura para assistirem os filmes da Mostra Infantil. No mesmo local no início da tarde, aconteceu a Mostra Panorama.

Já no finalzinho da manhã, os telespectadores puderam conferir na Pousada dos Ponteiros, o debate com os realizadores dos filmes exibidos na Mostra Competitiva do dia anterior.

WhatsApp Image 2018-11-27 at 14.15.22 (2)
Seminário sobre distribuição de filmes

O fim da tarde foi marcado pelo Seminário, que aconteceu também na Pousada dos Ponteiros às 17h,  mediado por Bárbara Sturm (Elo Company) e Isabelle Cabral  (Pipa Produções), que deram uma verdadeira aula sobre a questão da distribuição de filmes e o que fazer para que eles sejam assistidos por muitas pessoas para que o audiovisual seja distribuído através de vários meios.

Na ocasião foi ressaltado que apenas três estados do nordeste conseguem colocar filmes para distribuição, mesmo assim com resultados frágeis, que são: Pernambuco, Bahia e Paraíba.

E para fechar a noite com chave de ouro, foi exibido na praia do Maceió a Mostra Coletivo Nós do Audiovisual com o filme “Autômato do tempo”, uma ficção científica com direção de Rubens dos Anjos, o curta tem uma pegada de aventura, diferente de tudo o que o Coletivo já havia produzido.

WhatsApp Image 2018-11-27 at 17.57.26
Helio Ronyvon diretor do curta “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte” falando sobre filme

O espírito aventureiro não parou por aí, foram exibidos na Mostra Competitiva, os curtas: “Teoria sobre um mundo estranho”, do diretor Marco Antônio Pereira, “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte” com a direção de Helio Ronyvon, e encerrou com o longa-metragem “Inferninho” com direção de Guto Parente e Pedro Diógenes.

Ambos os filmes da penúltima noite da 5ª Mostra de Gostoso fogem do contexto habitual do que o público está acostumado a assistir.

 

Autor: Andrieli Torres

Estudante de jornalismo