MELHOR ÉPOCA PARA SER NERD

por IASLAN NASCIMENTO

Sem dúvidas estamos vivendo na melhor época para ser nerd, temos tudo que sempre sonhamos, séries de TV feitas pensando em nós, filmes, programas, roupas e etc. A 30 atrás tínhamos poucos filmes voltados para nosso público, poucas séries de heróis, poucas roupas de nossos personagens favoritos. Os nerds dessa época eram visto como os meninos e meninas que só estudavam e ficavam trancados em casa lendo livros e histórias em quadrinhos (hqs), jogando vídeo games, e vendo filmes que a maioria não gostava.

Hoje todos querem ser nerd, o nerd hoje não sofre mais bullying ele é respeitado. O termo nerd mudou muito, hoje é como se o nerd fosse um grande grupo e dentro desse grande grupo você pudesse escolher sua tribo, e te digo, existem várias tribos por exemplo: gamers (os que jogam vídeo games), cosplayers (que se vestem como seus personagens favoritos), os que amam filmes e séries, os otakus ( fãs de animes e mangás) entre vários outros. Não necessariamente o que pertence a uma tribo não pertence a outra, muito pelo contrário os nerd de tribos “distintas” estão diretamente ligados os outras. 

Além disso não podemos esquecer dos eventos, responsáveis por juntar centenas e até milhares de nerds e amantes da cultura pop em um só lugar. É inegável que de 10 anos pra cá a quantidade de eventos triplicou em todo o país, e mais cidades que antes não tinham eventos passaram a ter, inclusive agora temos o privilégio de ter uma Comic Con no Brasil, um evento internacional, cara nunca imaginei isso, uma comic con no Brasil, nos moldes da americana, com atrações nacionais e internacionais, com quadrinistas que ilustraram nossas Hq´s preferidas, dubladores de nossos personagens favoritos, produtores e diretores de filmes e séries.

whatsapp-image-2017-01-06-at-14-56-48

Mas porque essa é a melhor época? Olhe só o cinema atual, por ano são lançados no mínimo 4 filmes de heróis (havia um tempo que se lançava filmes de heróis a cada 2, 3 anos), várias segas de sucesso baseadas em livros como Harry Potter e jogos vorazes, a volta de Star Wars aos cinemas, revivendo uma das maiores sagas de todos os tempos, responsável por gerar uma legião de nerds pelo mundo afora. Roupas dos seus personagens favoritos encontradas em todas as lojas.

Não vou me enganar talvez ser nerd hoje seja só uma modinha, que a maioria das pessoas que hoje lotam as salas de cinema quando vão assistir os filmes de heróis e de star wars nem sabia da existência deles antes. Talvez daqui a 3 anos eles voltem a esquecer da existência desses universos, mas temos que agradecer a eles também, sim, nós nerds de carteirinha, temos que agradecer os modinhas por nos ajudar a fazer as enormes filas para comprar os ingressos de Batman vs Superman, de Rougue One, Guerra Civil, temos que agradecer por cada camisa comprada por eles( por mais que eles nem gostem e usem só porque tá na moda) com a ajuda deles zeramos os estoques, e as fabricas fizeram novos modelos mais bonitos que os anteriores, agradecemos pelas longas filas que enfrentamos em cada evento, e cada vez que vemos um modinha nós nerds percebemos, mas agradecemos pois juntos conseguimos fazer um evento melhor, pois o dinheiro investido por eles nesses eventos sempre geram eventos melhores, com atrações mais caras. Talvez daqui a 5 anos voltemos a ser só os pouquíssimos nerds de carteirinha, mas talvez ao invés de somente 500 nerds por cidade sejam 1000, 1000 não, mais. E essa é a melhor época para ser nerd sim, meu amigo!

Autor: Airis Vital

Fascinada por expressões culturais, filmes e livros de todos os tipos, simplesmente ama absorver conhecimento. Cursa Tecnologia, Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Universidade Feral do Rio Grande do Norte – UFRN; Técnica em Cooperativismo pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – IFRN; Membro da ONG, Coletivo de Direitos Humanos Ecologia, Cultura e Cidadania – CDHEC; e Sócia da empresa "Entretenimento Cultural Café com Leite" pela Incubadora Tecnológica Energia e negócios - ITEN do IFRN campus João Câmara.