RETROSPECTIVA DO CONTADOR: 2016, O ANO DAS MUDANÇAS!

Política, entrevistas e grandes coberturas agitaram o Contador em 2016, confira:

POR AILTON RODRIGUES E RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Em 2016 o Contador atingiu um patamar de grandes realizações e a consagração da confiança do público com o nosso conteúdo.

Tivemos grandes coberturas de eventos, recebemos algumas críticas, mas foram o combustível para que sigamos com nosso maior hobby que é o de informar e entreter você. Contamos com sua companhia em 2017, mas agora veja o que você mais viu no nosso blog durante este “interminável” ano:

JANEIRO: TORNEIO DO TOURINHO É CESSADO

Acompanhamos o jovem Naftaly na sua jornada pela Copa SP de Futebol Júnior, apesar dele não ter avançado com a equipe para a fase mata-mata da competição surgiram propostas de emprego em outros grandes clubes do futebol nacional.

Também vimos o drama do Torneio do Tourinho que foi cessado pela polícia, além disso prestigiamos a passagem da imagem de Nossa Senhora Aparecida por Gostoso.

FEVEREIRO: DICAPRIO LEVA O OSCAR

Dois assuntos foram os cargos chefe de repercussão no Contador: primeiro a grande quebra de um tabu que foi o Oscar de Leonardo DiCaprio e segundo a perca de 16 milhões de reais por uma obra de saneamento em Gostoso.

MARÇO: SHOW DA PAIXÃO DE CRISTO

O mês de março começou com o problema da falta dos materiais dos agentes de endemias do município, que foi sanado. Mas o grande destaque foi a belíssima encenação da Paixão de Cristo que agitou e emocionou São Miguel do Gostoso.

ABRIL: DESPEDIDA DE UM AMIGO

O FliGostoso chega como o mais novo evento cultural da cidade, excelentes atrações, porém com a produção ainda desfocada do público local. No esporte o Ginásio Poliesportivo “Carlitão” reabriu seus portões após quase dois anos (e seis visitas desta equipe) e a AGOKS partiu para Salvador/BA voltando com nove medalhas e vagas para final do Campeonato Brasileiro de Karatê em São Paulo/SP.

Abril também foi de triste. O episódio do desaparecimento do gostosence Djalmir Ricardo, teve um desfecho trágico, quando  o corpo do jovem foi encontrado no Ceará. O Conselho Municipal de Saúde denunciou a situação de descaso com a Saúde em Gostoso; além dos problemas recorrentes com o transportes de estudantes os universitário os estudantes de ainda tiveram que encarar atentados na BR-101.

MAIO: SEM CRISE

Foi um mês de Guerra Civil (o filme) e o O Contador de Causos abalou as estruturas da política local com a divulgação dos 6,7 milhões arrecadados pela Prefeitura de São Miguel do Gostoso, que alegava estar em crise, a noticia repercutiu na maioria dos blogs do RN.

O mês foi marcado também pela  volta do Fest Bossa & Jazz a São Miguel do Gostoso de forma mais “suave”, que sem tantas restrições garantiu um publico superior a 2015.

JUNHO: MARATONA DE ARRAIAIS

Novo conflito entre “nativos” e moradores recém chegados tem inicio com o cercamento do campo de futebol de areia do Maceió, um sinal do que ainda estava por vir. Também foi mês de discussão do Plano Diretor e da realização da 6ª Conferência das Cidades.

Durante as festas juninas Gostoso presencia a proliferação de arraiais nas principais ruas da cidade, uma verdadeira maratona de festas. Falando em festa, o Prêmio CDHEC 2016 reuniu no mês de Junho os principais agentes sociais do município em um grande evento.

Junho foi o inicio do drama dos estudantes por transporte: falta de combustível, de manutenção dos veículos e de gestão.

JULHO: MUITA TENSÃO

O conflito de entre “nativos” e “estrangeiros” se acirra com protestos nas ruas durante a festa de emancipação. Quatros membros do O Contador de Causos de manifestam contra o pivô dos conflitos.

No esporte tivemos o primeiro evento de MMA da cidade, e a cobertura dos eventos esportivos da semana de emancipação.

Foi dada inicio a cobertura das eleições 2016 com o perfil do eleitorado gostosence e a primeira convenção do período eleitoral.

AGOSTO: BALEIA ENCALHADA E FALSA MISS

A principal pauta de agosto foram as Eleições 2016 que você acompanhou comício a comício no Contador. Mas teve muito mais, inclusive uma falsa Miss Gostosense, e a baleia que encalhou na Praia do Tourinho, duas matérias que repercutiram em todo estado.

Durante agosto se agravou a situação do transporte escolar chegando aos distritos, enquanto isso os estudantes universitários acabaram fazendo “vaquinha” para pagar o combustível, culminando em protestos nas ruas, na sede da prefeitura e na Câmara.

Teve também Pokemon Go, é claro!

SETEMBRO: CORDÃO AZUL E CORDÃO VERMELHO

Se intensifica a disputa entre o “azul” e o “vermelho”, com acusações nas redes sociais e revelação de servidores fantasmas. O Facebook se torna um território hostil.

Crise na educação provoca cancelamento do desfile cívico, e continua o drama do transporte escolar. Prefeita faz acordo com Ministério Público mas resultados não vêm, o resultado do IDEB se contrapõe à realidade da educação.

Setor Cultural tenta se articular para 2017 com a instituição do Sistema Municipal de Cultura.

OUTUBRO: EDUCAÇÃO É ESQUECIDA

Último episódio das Eleições 2016 com a vitória de Renato de Doquinha (PSD) sobre Miguel Teixeira (PR).

Quem achou que depois dessa teríamos um outubro tranquilo, se enganou, na primeira semana um decreto demite 287 servidores públicos. Crise da educação chega a seu ápice, nem o Ministério Público deu jeito.

Cultura e esporte ignoram a crise e seguem em frente com a Expartec, a AGOKS na última etapa do Campeonato Brasileiro de Karatê e o 2º Open Gostosense de Karatê. O CDHEC elege novo presidente que já chega tendo que encarar dois grandes desafios, Mostra de Cinema e Auto de Natal.

O Projeto Retrato da Comunidade segue on-line através do O Contador de Causos.

NOVEMBRO: A ESPERA DO FIM (DE 2016)

2016 não foi fácil para ninguém, a 4ª Mostra de Cinema de Gostoso é cancelada por falta de recursos. Para salvar o Auto de Natal, começa a campanha do Auto Solidário.

A gestão democrática chega as escolas gostosenses sem muito entusiasmo e com poucos candidatos, mas seguiu tranquila.

DEZEMBRO: NÃO FALTA FESTAS

É inaugurada na nova sede da Câmara de Vereadores, a nova Prefeitura ficará para depois.

O meio ambiente agrade, com a criação da cooperativa para coleta seletiva. O Auto de Natal (Auto Solitário) se firma e emociona o público em apresentação única.

Para encerrar tivemos as repercussões do Réveillon Gostoso, eventos para “ricos” e “pobres”, celebridades circulando na cidade e muito pouco do que se prometeu.

Ufa!… O Contador de Causos deseja a todos seus leitores um feliz e prospero 2017.

EX-BBB JONAS E MARIANA GONZALEZ POSTAM FOTO COM CLIMA DE ROMANCE EM GOSTOSO

O casal está em São Miguel do Gostoso curtindo o fim de ano com amigos.

POR MAYARA MARTINS

É o amor! Jonas e Mariana Gonzalez postam foto em clima de romance na praia - Reprodução/Instagram/@oficialgonzalez

No último dia (27), Mariana Gonzalez publicou em sua conta oficial do Instagram um clique pra lá de foto da modelo com seu namorado, Jonas Sulzbach. Na imagem, a morena aparece no colo do ex-BBB em clima de total romance e diante de uma paisagem de dar inveja.

“Se casem logo meu! Vocês são perfeitos. Jonas é lindo e Mari super divertida”, comentou um seguidor de Mariana.

O casal está passando os últimos dias do ano em São Miguel do Gostoso junto com seus amigos: Gabriela Pugliesi e Erasmo Viana, Shantal Abreu e Mateus Verdelho e Marcela Fretter e Rodrigo Lima.

A sintonia dos casais pode ser confirmada por suas recentes publicações nas redes socias e pelos cliques da viagem. Ou seja, ainda vem mais foto maravilhosa por aí gente, aguardem!

O Contador continua de olho!
ADAPTADO DE: http://www.ofuxico.com.br/noticias-sobre-famosos/e-o-amor-jonas-e-mariana-gonzalez-postam-foto-em-clima-de-romance-na-praia/2016/12/28-283024.html

APÓS 12 DIAS DESAPARECIDO, HOMEM É ENCONTRADO MORTO

Gonçalo Rodrigues estava sendo procurado pela família desde o último dia 14, mas só foi encontrado nesta segunda (26) sem vida.

POR AILTON RODRIGUES
ANTÔNIO CONSELHEIRO, S.M. DO GOSTOSO/RN

Um fim de ano triste para uma família no interior de São Miguel do Gostoso após o período natalino. Gonçalo Rodrigues que havia desaparecido desde o último dia 14 foi encontrado na manhã desta última segunda-feira (26), mas sem vida.

Gonçalo (41 anos), tinha problemas com alcoolismo e havia desaparecido na comunidade dos Morros dos Martins. A família proveniente da Tabua fez buscas por comunidades e em outros municípios como Enxu Queimado e Parazinho, além de uma campanha nas redes sociais.

Ele foi encontrado por moradores da comunidade dos Barreiros, próximo ao município de Pedra Grande, já sem vida e em início de decomposição. Ainda não foi divulgado o motivo da morte nem o horário do sepultamento. Gonçalo era solteiro e deixa dois filhos.

O Contador de Causos continua de olho. Até qualquer hora.

EM MANHÃ HISTÓRICA, SÃO MIGUEL DO GOSTOSO TEM CÂMARA DE VEREADORES INAUGURADA

Prédio é a primeira vitória de uma luta de mais de 20 anos, onde o legislativo dependia exclusivamente de aluguel para poder realizar suas atividades.

POR AILTON RODRIGUES E RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Foi uma manhã de sexta-feira (23) para entrar na história do município de São Miguel do Gostoso, desta vez o motivo foi a inauguração da Câmara dos Vereadores, o Palácio Vereador Francisco de Arimatéia Gomes Neri, a manhã de cerimônias foi marcada pelo ato ecumênico e uma sessão solene marcada por muita emoção.

15726017_10202447139897441_2121163260_o
Palácio Vereador Francisco de Arimatéia Gomes Neri, nova sede do legislativo de São Miguel do Gostoso (Foto: Ariclenes Silva)

O ato ecumênico foi realizado do lado de fora do novo prédio, sendo conduzindo pelo Pe. João Maria dos Anjos, pároco da cidade, e o Pr. José Nelson Rodas, pastor da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, ambos acompanhados pelos seus músicos. A cerimônia ainda teve a participação dos vereadores no momentos das preces.

15726178_10202447252220249_839061107_o
Pe. João Maria, Beto de Agostinho, Fafá, Paulo Roberto, Pr. Nelson Rodas e a Ver. Josalete (da esq. à dir.) (foto: Ariclenes Silva)

Os vereadores e convidados durante seus discursos relataram as desventuras da construção da Câmara que teve sua primeira reunião no antigo Clube de Mães, localizado próximo a Igreja de São Miguel Arcanjo, já em 2001 foi possível realizar a compra de um terreno já que os recursos da época não permitiam a construção da mesma. Em 2014 foi realizada uma permuta com o poder executivo para o terreno o terreno da Rua Alto Mar e foi dado inicio ao projeto arquitetônico, já em 2015 se conseguiu ver a luz no fim do túnel com o aumento da arrecadação que gerou recursos suficientes para construção e mobiliário da nova sede do legislativo.

15696579_10202447239299926_1101051257_o
Prefeita Fafá e Beto de Agostinho inaugurando o novo plenário da câmara

Homenagem

Um dos momentos mais emocionantes da inauguração foi a leitura da biografia de Vereador Francisco de Arimatéia Gomes Neri (Téia) pela secretária de administração da câmara, Vânia Fagundes. A família presente se emocionou bastante, inclusive o pai de Téia o Sr. Chico Neri. Em seguida o irmão do homenageado, o vereador Marcio Neri falou representando a família, ressaltando as qualidades do irmão, que o motivaram a seguir a vida política.

whatsapp-image-2016-12-23-at-11-16-31-am
O Sr. Chico Neri durante a homenagem ao filho que dá nome a câmara de vereadores

“Tinha meu irmão como exemplo, infelizmente pelo destino veio a nos deixar e estamos com uma imensa saudade” – Márcio Neri

Último discurso

A sessão solene foi marcado também pelo último discursos desse mandato de diversas autoridades, os vereadores Jubenick, Izabel de Matos, Marcio Néri e Francisca Pinheiro, a prefeita Maria de Fátima (Fafá) e o seu vice-prefeito Paulo Roberto. Confira alguns momentos:

“Analisando os últimos 4 anos de mandato (…) vejo que por muitas vezes a disputa pelo poder fica maior que o da justiça social” – José Jubenick.

“Fui gestora por dois mandatos (…) Os recursos eram poucos, mas tinha força de vontade (…). Perdi as eleições, mas não sai da política. Estou saindo para me preparar melhor daqui a 4 anos” – Francisca Pinheiro

15696394_10202447252420254_742064217_o
Autoridades presentes e grande público (Foto: Ariclenes Silva)

“Dei sorte ao meu suplente [Neném dos Morros], tanto que ele foi eleito” – Izabel de Matos

“Plantamos uma semente comprando o terreno (…) Gostaria de ter contribuído mais, mas passamos por um ano difícil” – Paulo Roberto

“Enfrentamos dificuldades de toda ordem, mas entregamos esse marco da minha gestão e da gestão de Beto (…) Obrigado a todos que fizeram parte dessa gestão. Tenho consciência que dei o meu melhor e sei que não foi tudo o que eu queria fazer (…) Eu estou muito feliz porque os dias estão chegando e vou entregar [a prefeitura] para você Renato” – Fafá

Encerramento

Os últimos a deixarem sua mensagem foram o prefeito eleito José Renato Teixeira (Renato de Doquinha), e o prefeito eleito de Touros/RN, Assis do Hospital, onde a crise financeira dos municípios foi enfatizada.

Beto aproveitou ainda a presença do prefeito eleito de Touros/RN para os municípios possam juntos regularizar a situação da divisa de São Miguel do Gostoso/RN.

“Gostoso pede ao seu Pai, Touros, para que esse município seja delimitado e saia de um FPM (Fundo de Participação dos Municípios) 0,6 para um 0,8” – Beto de Agostinho.

No seu discurso o Presidente Alberto Charles (Beto de Agostinho) muito emocionado agradeceu a todos os presidentes que lhe precederam, e agradeceu emocionado a sua equipe pelo empenho, também não economizou elogios a prefeita Maria de Fátima (Fafá).

“Quando o gestor tem palavra e compromisso, o povo não esquece e ninguém vai esquecer de você, Fafá” – Beto de Agostinho.

15621983_1241136092631937_395184641736514326_n
O encerramento do foi assim… (Foto: divulgação)

Depois houve um coquetel para os convidados na área de lazer da Família Fagundes

O Contador vai continuar de olho. Até qualquer hora!

 

EM REUNIÃO AGITADA, SEGURANÇA DE SÃO MIGUEL DO GOSTOSO DURANTE RÉVEILLON NÃO TEM NADA DEFINIDO

Reunião que prometia mostrar diretrizes das normas de segurança durante o réveillon terminou com clima tenso e sem definição.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Coronel Charleson na reunião

Nesta quinta-feira (22) aconteceu no Centro de Cultura de São Miguel do Gostoso uma reunião que seria para definir as normas do setor da segurança durante as festividades de fim de ano na cidade, mas na verdade nada foi definido.

Pelo contrário, a reunião mostrou o quanto este setor está desorganizado, principalmente no que diz respeito as festas que se aproximam. A única coisa que ficou certa e amarrada é que o Comando da Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) fará seu trabalho na Operação Verão que foi iniciada oficialmente ontem (21) por todo o estado.

Público presente

Para os leitores entenderem a situação de forma completa e concisa, estavam presentes na reunião donos de quadriciclos, empresários, representantes da prefeitura e do município, além de representante da CPRE, Coronel Charleson, e alguns responsáveis pela segurança interna do evento privado Réveillon de Gostoso.

O Coronel então explicou que para o CPRE os eventos em Gostoso não foram notificados de forma oficial e por isso que os presentes iriam “sair com mais dúvidas do que quando chegaram”. Ou seja, o comando da parte do trânsito não está disponível até o momento para trabalhar na cidade, só na Operação Verão 2017.

A respeito dos quadriciclos ele explicou que a portaria emitida nesta última quarta-feira (21) diz que esses transportes terão que ser regulamentados, mas que esta mesma lei não especifica se a regulamentação será realizada em cima das normas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) ou do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

  • Confira a nota do Detran sobre a portaria dos quadriciclos aqui.

O Coronel Charleson ainda sugeriu uma proposta para os interessados:

“A demanda de policiais do CPRE é pequena, mas eu sugiro aos que tem interesse em acertar as coisas por causa desse evento que se façam presentes amanhã [sexta-feira] na CPRE em Natal para fazermos uma reunião com o comando geral”, declarou.

Logo após essa declaração, os membros da segurança do Réveillon de Gostoso se retiraram e começou uma certa discussão a respeito da perca de tempo que os empreendedores tiveram em estar na reunião e da certeza de nada ser definido.

A Secretária de Turismo, Janielle Linhares, ainda tentou contornar a situação tentando provar que havia feito o comunicado formal aos setores responsáveis, mas foi advertida pelo Coronel que se retirou da sala visivelmente incomodado pela sua persistência.

A fiscalização intensiva de dez dias foi questionada pelo representante do Conselho da Cidade, Ricardo André, e a resposta do Coronel foi de que nada está confirmado, mas se ela acontecer será de forma padrão, ou seja, rígida e com apreensões. 

A situação da segurança de rua não foi mencionada e só reforça que a menos de dez dias das festividades de fim de ano o município está quase absolutamente desguarnecido. Resta esperar a próxima reunião e aguardar as medidas que serão tomadas pela prefeitura.

O Contador vai continuar de olho. Até qualquer hora!

EXISTE MOTIVO PRA VIRAR BANDIDO?

POR FÁBIO CHAP

bandido

Acho que a galera – principalmente a classe média de esquerda – fantasia muito as motivações da bandidagem.

Um cara não vira ladrão apenas e simplesmente porque não tem o que comer. Porque não tem leite pra dar pro filho. Porque tá morando num barraco todo fudido, que enche d’água durante as chuvas.

O interesse pelo crime vai muito além da necessidade básica: comida, teto, bem-estar mínimo.

Os caras entram pro crime porque a sociedade esfrega na nossa cara – e consequentemente na deles – que carrão é importante pra sobreviver nessa selva de pedra. Que camisa com jacaré no peito é importante pra ser visto como alguém importante. Que cordão de ouro, moto do ano e celular de última geração são os objetos que os farão conseguir algum respeito onde vivem.

O cara fica desde a infância recebendo esses mísseis publicitários no meio da fuça. Aí ele vai pra escola pública e o muleke que pagou 900 reais num Nike – parcelado em 10 vezes – é o destaque do rolê. O outro que tem um cordão de ouro e um Juliet é cotadíssimo pela menininhas. O outro é buscado todo dia na porta da escola pelo primo que tem um Vectra lacrado no insulfim, tão rebaixado que mal sobe uma lombada. Aí a cabeça do cara obviamente vai juntar os pontos.

“Porra, é isso. Pra ser respeitado aqui nessa porra eu preciso de um Nike, um cordão, um Juliet e um Vectra”.

Só que aí ele olha pra própria vida e não vê a menor condição de atingir tais metas no curto, nem no médio prazo. O pai tá há 40 anos limpando privada na empresa dos outros e nunca conseguiu sair do lugar. A mãe tá há 30 anos fritando hambúrguer na chapa da padaria e nunca conseguiu sair do lugar. Com os avôs e avós foi a mesma coisa.

Aí ele olha ao redor e vê o Buiu – ex-melhor amigo – conseguindo 400 reais por semana só pra carregar uma pochetinha pra lá e pra cá. Ele vê o Marquinho ganhando 1600 reais por semana só pra fazer o transporte de umas carga diferente vinda do Mato Grosso pra SP. Não precisa ser gênio pra perceber que o cara fica absolutamente tentado a optar pelo caminho mais fácil pra buscar o respeito que ele tanto quer.

E ninguém me contou tudo isso, não. Eu vi o crescimento desse ‘fenômeno’ da ostentação com meus próprios olhos estudando nas escolas que estudei, morando nos bairros que morei. Eu perdi amigos, colegas e vizinhos pra vida loka e nenhuma teoria me fala mais do que o que eu vi acontecer no meu entorno.

‘Aiii, mas meu vô veio da favela trabalhou a vida toda e hoje é um exemplo de honestidade pra gente da família.’

Filhote, o mundo não é seu vô. Nem todo mundo tem a resistência do seu vô pra trabalhar por 30/40 anos em situações que beiram a humilhação.

É fácil falar ‘não reaja’ tendo sucrilhos no prato todo dia pela manhã. É fácil concluir tudo sobre o caráter alheio e nunca se importar em analisar a bomba publicitária jogada no colo de cada um de nós.

“Coooompre. Coooompre. Tenhaaa. Tenhaaa. Ostenteee. Ostenteee.”

Aí depois de 20 anos que o cara ficou ouvindo que ele só seria gente se pudesse comprar, ter e ostentar, você vai falar pro cara ser?

Vinte anos depois ele quer que se foda o seu ‘ser’, ele quer mais é ter.

E isso torna o cenário muito mais complexo do que se o problema da segurança pública fosse só os mortos de fome, os sem teto. O problema da segurança pública hoje é totalmente ligado aos nossos fetiches de consumo como sociedade.

Por isso, sai dessa de pensar que na maioria das vezes o ladrão te passa a rasteira porque tá com fome, porque tá desesperado, que vai torrar tudo em crack. É muito além disso. O cara te rouba porque também quer comer Nutella. Também quer fazer rolê na moto do ano. Também quer, um dia que seja, comer a mais gostosa da noite brindando com Black Label. Também quer piscina no fundo do quintal. Também quer comer picanha até passar mal.

De muito pouco vai adiantar avançarmos o debate sobre segurança pública sem falarmos sobre ostentação privada.

Se hoje a festa é sua, a festa é nossa, saiba que antes de ser ladrão, tudo o que o cara queria era um pedaço do bolo que tanto esfregamos na cara dele.

Se eu tenho pena de bandido? Nenhuma. Cadeia tem que ser o destino de quem entra pro crime. A minha tentativa aqui é de compreender o que acontece 10/15 anos antes de ele enfiar um .38 na minha ou na sua cara.

**

COOPERATIVA PARA COLETA SELETIVA É FORMADA EM GOSTOSO

ONG de São Miguel do Gostoso coordena a formação de cooperativa para coleta seletiva, o grupo iniciou essa semana o primeiro roteiro de coletas.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

O Projeto Gostoso Recicla, coordenado pelo Coletivo de Direitos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC) formou a primeira cooperativa de catadores de materiais recicláveis de São Miguel do Gostoso, a Cooperativa Gostoso Recicla. Nessa segunda (19) o grupo de agentes de coleta realizou sua primeira rota de visitas com foco em prédios comerciais que foram previamente visitados pelas articuladoras do projeto. Nessa quarta (21) foi realizada a segunda rota de visitas.

whatsapp-image-2016-12-20-at-9-04-11-am

Diminuir o volume de lixo que vai para o lixão municipal, gerar rendar e criar uma cultura de destinação adequada do lixo são os principais objetivos do projeto que vem sendo articulado por Rai Veiga, Luziane Ferreira, Virna Vianello, Ana Elisa e Rita Luziet.

“Começamos com um pequeno grupo de voluntários que vem crescendo, essa colaboração tem permitido avançar com o projeto a cada fase”, relatou Luziane Ferreira.

Um ano de trabalho

Quem vê a pequena caminhonete coletando o material reciclável pode achar que isso foi uma tarefa simples, porém, o trabalho de planejamento e implantação da cooperativa já faz um ano.

whatsapp-image-2016-12-21-at-5-25-26-pm
Grupo inicia com coleta duas vezes por semana, segundas e quartas.

Em dezembro de 2015 foi iniciada a fase preliminar, a primeira missão do grupo consistiu no diagnóstico dos agentes de coleta seletiva, já existentes na cidade. Na sequencia começou a identificação de possíveis locais e também estabelecimentos comerciais interessados em participar do projeto. Esse momento de diagnóstico possibilitou identificar os primeiros parceiros, além de mapear residências que já faziam a separação do lixo de forma espontânea.

Em janeiro de 2016 a Coopcicla de Natal/RN se tornou uma das principais parceiras, através de Mauro dos Santos, possibilitando a formação dos agentes e a logística da comercialização dos materiais reciclados.

Em maio deste ano o Professor Antônio Olavo de Souza do IFRN – Campus João Câmara se juntou ao projeto fornecendo assessoria técnica ao CDHEC, o mesmo tem grande experiência em projetos de educação ambiental, e na legislação de resíduos sólidos.

whatsapp-image-2016-12-20-at-1-12-14-pm
Equipe de Agentes de Coleta da Cooperativa Gostoso Recicla

Ainda em maio o projeto foi apresentado no Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável (CONDRS) quando foi pleiteada uma “Casa de Farinha” que estava desativada e fica localizada no final da Rua dos Búzios a fim de criar a Unidade de Coleta Seletiva, vital para execução do projeto. Apenas em novembro o prédio foi cedido ao CDHEC, que iniciou uma pequena reforma possibilitando o inicio da fase de campo.

Fase de campo

A fase inicial de campo do projeto tem como foco os estabelecimentos comerciais, que foram mapeados na fase preliminar.

“Os prédios comerciais tem uma organização própria que favorece uma melhor separação dos materiais recicláveis, inclusive vários empreendedores já possuíam o hábito de separar o lixo reciclável, infelizmente, todo esse material vai parar no lixão”, declarou Rai Veiga.

whatsapp-image-2016-12-21-at-5-25-18-pm
Coleta na Ambientes Eletromóveis: embalagens são os tipos mais comuns de materiais recicláveis.

Outra boa notícia para cooperativa recém-formada foi a participação do grupo Coopcicla (Natal/RN) no Réveillon Gostoso, que foi consolidada na ultima terça (20), onde os articuladores do Projeto Gostoso Recicla, da Coopcicla, da Mates e do Projeto Glass is Good discutiram detalhes da coleta seletiva e visitaram o Posto de Coleta Seletiva. Os organizadores tem o compromisso de reciclar todos os resíduos sólidos produzidos dos cinco dias evento.

Serviço

Você pode colaborar com essa iniciativa reduzindo o lixo em nossa cidade. Através do Whatsapp você pode se informar sobre a separação do lixo e a coleta:

  • Whatsapp (084) 99⁠477-3041⁠ (Luziane)
  • Facebook pela página.

O Contador continua de olho. Até qualquer hora!

PROJETO COLORE CASAS EM DISTRITO NO INTERIOR DE SÃO MIGUEL DO GOSTOSO

AMJUS em parceria com equipe que organiza o Réveillon de Gostoso estão colorindo a comunidade do Reduto.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

A comunidade do Reduto está passando por uma mudança durante as festividades do fim de ano em São Miguel do Gostoso e fazer parte do caminho que leva as pessoas às Praias do Tourinho e do Marco fez toda a diferença na escolha.

O distrito está literalmente sendo colorido pela Associação de Meio Ambiente, Cultura e Justiça Social (AMJUS) em conjunto com a equipe organizadora do Réveillon de Gostoso. Para fazer parte é bem simples: cada família que desejar participar do projeto escolhe a cor, recebe a tinta e pinta sua fachada. Até a última terça-feira (20) cerca de 49 residências foram coloridas e o intuito é transformar o Reduto em uma atração a parte para quem visitar o município.

15665484_1506234209406199_682498528553867811_n

A equipe do Réveillon também prometeu revitalizar o distrito, firmando uma parceria ainda maior no projeto que terá outras fases adiante.

Confira algumas imagens:

O Reduto já era famoso por suas labirinteiras que fazem lindas peças de tecido com esta arte centenária, inclusive também está sendo realizada a compra das peças de labirinto por um empreendimento que apoia a iniciativa. Por sua vez, a AMJUS já conhece bem o Reduto por cuidar dos ninhos de tartaruga que ficam próximos a comunidade.

O Contador segue acompanhando. Até qualquer hora

GOSTOSO TERÁ “DOIS RÉVEILLONS”: CONFIRA QUAIS SÃO AS ATRAÇÕES DE CADA UM DELES

Divulgação das atrações na Praia da Xêpa aconteceu nesta semana nas redes sociais enquanto o da Praia da Rapadura já é um assunto comentado por todos.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

odogoa7do1

O município de São Miguel do Gostoso será muito frequentado nestas festividades de fim de ano e o réveillon, por si só já está dando o que falar, serão duas festas que poderiam ser complementares, mas viraram sinônimo de dualidade.

Uma programação gratuita foi divulgada nesta semana com atrações locais e bandas de médio porte para a população, já a outra programação apresentada a alguns meses tem pacotes girando em torno de 2000 reais nas agências de turismo.

O badalado Réveillon de Gostoso acontece na Praia da Rapadura entre os dias 27 a 31 deste mês e terá um conjunto de DJs consagrados com muita música eletrônica e balada pop, incluindo a presença de algumas celebridades como o ator Marcelo Serrado que já teve presença confirmada por alguns blogs.

Confira as atrações dos cinco dias de programação:

Este slideshow necessita de JavaScript.

A noite de festividades que está marcada para acontecer na Praia da Xêpa no dia 31 será gratuita e terá três atrações principais, entre elas a Banda Substância Zero do nosso colega Fabiano Garcia. Não foi divulgado muitos detalhes e nem o apoio da prefeitura municipal. Completa o time de atrações: Filho Araújo e Michel Felipe.

Veja o cartaz:

15672580_1412474325462930_7125093689139611733_n

O Contador segue de olho. Até qualquer hora!

SE APAIXONAR FAZ PARTE DO SEU CÉREBRO ENCOLHER

Entrar num relacionamento te deixa mais feliz – mas pode te fazer perder tanta massa cinzenta quanto um dependente de drogas.

POR ANA CAROLINA LEONARDI
DA SUPERINTERESSANTE

se-apaixonar-faz-parte-do-seu-cc3a9rebro-encolher

Se você sente que a paixão atrapalha seu autocontrole, não podia estar mais certo. Para entender porque o amor faz uma bagunça tão grande na cabeça das pessoas, neurocientistas do Instituto Nacional de Ciências Fisiológicas, no Japão, foram observar o cérebro de jovens apaixonados.

Eles recrutaram 113 voluntários e coletaram exames de imagem do cérebro de cada um. Metade deles estava em relacionamentos há pelo menos um mês. O outro grupo era de solteiros. Além das ressonâncias do cérebro, cada participante também precisava responder um formulário sobre sua felicidade no momento.

O que os pesquisadores perceberam é que as pessoas que tinham acabado de entrar em um relacionamento novo eram as mais felizes – e, por coincidência, tinham uma área específica do cérebro reduzida em comparação ao órgão dos solteiros.

Os pombinhos tinham menos massa cinzenta em uma área chamada de corpo estriado dorsal, parte do cérebro envolvida no sistema de recompensa. Esse sistema é responsável por nos fazer sentir bem, processando estímulos positivos – seja fazer sexo, comer chocolate ou usar drogas, por exemplo.

Os cientistas não sabem explicar porque o corpo estriado dorsal dos apaixonados recentes era menor, mas a teoria deles é que essa parte do cérebro encolhe em resposta aos “sintomas do amor”. Isso porque a massa cinzenta é uma das estruturas do cérebro que é alterada ao longo da vida, de acordo com a experiência individual de cada um.

O que essa diferença de tamanho sugere é que o corpo precisa se adaptar ao estado de “felicidade total” que nos acomete nas primeiras fases de um relacionamento amoroso, para não sobrecarregar o sistema de recompensa. Afinal, se a pessoa sorri só de pensar no amado, a massa cinzenta precisa segurar o tranco e a diminuição do corpo estriado poderia ser uma tentativa de equilibrar as coisas.

Para ter certeza mesmo, os pesquisadores precisam testar se existem alguma mudança na função neurológica causada pela mudança estrutural do corpo estriado dorsal. Aí sim, saberíamos com certeza se esse encolhimento tem alguma coisa a ver com a felicidade e o amor.

Além disso, seria importante acompanhar a forma dessa área cerebral ao longo da vida de alguém, para ter certeza que ela encolhe mesmo. De outra forma, temos o problema da correlação: pode ser, por exemplo, que pessoas com um corpo estriado menor tenham uma tendência natural a se apaixonar.

Nem por isso os cientistas estão totalmente no escuro: como aponta a Sociedade Britânica de Psicologia, outros estudos já mostraram que quando sobrecarregamos o sistema de recompensa do cérebro, o corpo estriado encolhe. Só que essas pesquisas não foram feita com apaixonados – e sim com viciados em cocaína.

Original: http://super.abril.com.br/ciencia/se-apaixonar-faz-parte-do-seu-cerebro-encolher/