SHOW DE STAND-UP COMEDY LOTOU CENTRO DE CULTURA EM GOSTOSO

Show com artista local Naldivam Fernandes foi uma válvula de escape na noite política de São Miguel do Gostoso.

POR ALESSANDRO AMARAL
ADAPTAÇÃO DE AILTON RODRIGUES

SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

14107712_10201967558428204_9065166904947329511_o
Naldivam Fernandes fez um grande show em Gostoso (Foto: Ariclenes Silva)

A noite do último sábado (27) em São Miguel do Gostoso não foi só de agitação política com os comícios das coligações que disputam a prefeitura municipal, mas também teve opção para quem quis fugir disso tudo.

Um show de stand-up comedy foi realizado no Centro de Cultura da cidade, apresentando os comediantes Franklin Medeiros e o gostosense Naldivam Fernandes que arrancaram muitas gargalhadas do público que compareceu em grande número.

14138641_1345824398776270_323137481075883693_o
Franklin Medeiros também se apresentou (Foto: Alessandro Amaral).

Franklin Medeiros é de Natal e usou de piadas performáticas para entreter, já a tão esperada performance do nativo Naldivam Fernandes foi agradável, com um estilo de “tiração de onda” ele satirizou algumas situações e personagens típicos de Gostoso.

14115538_10201967560628259_2616448611676701650_o
Grande público no Centro de Cultura (Foto: Ariclenes Silva).

A entrada teve um valor simbólico de 2 reais que serão revertidos para a escolinha de futebol “Pé de Moleque”, coordenado pelo voluntário Patrick Braga. Todo o show também teve apoio de algumas pousadas e restaurantes.

OPINIÃO (POR AIRIS VITAL)

14138726_10201967569428479_5828685940224445613_o

O espetáculo STAND UP COMEDY com Naldivan Fernandes, trouxe para noite boas doses de humor através de declarações da sua vida, inclusive durante a sua infância. Situações da época do colegial, convivência familiar, relatos sobre como é visto atualmente depois da quadrilha dos “Los Azavesos” pela comunidade, e tantas outras situações.

Além de entreter, ele conseguiu levar de forma despretensiosa, aos telespectadores a voltar e/ou reviver a alguns momentos da infância e se identificar com os “causos”.

Minha percepção é muito clara em relação ao isentivo gerado depois das apresentações durante o período junino, para ele buscar oportunidade nessa modalidade.

Os presentes eram admiradores do trabalho dele, conhecidos e pessoas que não estavam interessados a ir para comícios.

O público foi bem diversificado crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Minha preocupação durante o show foi os “palavreados” e termos impróprios para crianças.

Ah….

Gostei também da personalidade que Naldivam colocou em cena, foi muito original. Foi nítido que ele se divertiu bastante. Teve alguns momentos que houve uma narração de diversas situações que nos levaram a alto riso, e em outros que ele narrou 3 a 4 e não foram tão altos, poderia ter alternado.

Mas foi muito corajoso, buscar o conhecimento prático, dando a cara a tapa fazendo uma apresentação ao vivo, diante a tantos conhecidos.

Essas são minhas declarações….

Nós continuamos de olho em Gostoso. Até qualquer hora!

UNIVERSITÁRIOS VÃO A CÂMARA E PROTESTAM NAS RUAS DE GOSTOSO

17º dia consecutivo de incertezas no transporte universitário ganha mais drama com a prefeitura também “cortando gastos” dos ônibus do ensino médio e municipal.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

WhatsApp Image 2016-08-29 at 18.16.55 (1)
Manifestação dos universitários.

Os universitários de São Miguel do Gostoso começaram a agir de forma mais enérgica nesta segunda-feira (29) e se manifestaram na Câmara dos Vereadores e nas ruas contra a suspensão do ônibus que era disponibilizado pela prefeitura.

A “novela” do transporte universitário chegou ao 17º dia de incertezas, os alunos já chegaram a fazer uma “cota” e pagaram o abastecimento do transporte por três dias, mas muitos alegam não ter condições de arcar com esses custos caso a situação persista.

O novo caso hoje foi em relação aos alunos do ensino médio técnico do IFRN que só terão transporte por um turno, de acordo com a proposta fornecida pela gestão todos os alunos sairão de Gostoso pela manhã e só retornam a noite quando todos estudarem. Também não houve transporte para os alunos dos distritos e nesse caso estamos falando do ensino fundamental!

NA CÂMARA

WhatsApp Image 2016-08-29 at 19.55.11
Câmara foi solidária aos universitários.

Às 14h os universitários se reuniram na Câmara dos Vereadores e participaram da 19ª sessão ordinária. Com o intuito de pedir apoio, os discursos apresentados pelos estudantes Ângela Maria e Ailton Rodrigues foram levados para o lado do bom senso e da ética.

Os vereadores se mostraram compreensivos com a causa e prometeram ajudar a todo custo, sugerindo até que a própria câmara poderia arcar com o ônibus, caso a parte jurídica da casa permitir.

“Não tem cabimento esse ônibus ser privado a vocês! A situação é de calamidade. Nós temos que marcar de ir amanhã com vocês pra resolver esse problema. A câmara está pagando pela administração desastrosa”, disse Alberto Charles, presidente da câmara.

NAS RUAS

WhatsApp Image 2016-08-29 at 18.16.22
Alunos manifestaram sua indignação.
WhatsApp Image 2016-08-29 at 18.16.55
Caminhada nas ruas de Gostoso.

Com a certeza de mais um dia sem o ônibus, os alunos resolveram se manifestar por meio de um protesto. Com direito a cartazes, apitaço e nariz de palhaço os 40 alunos, que se fizeram presentes na sessão, percorreram as principais avenidas da cidade.

Os pontos escolhidos para as paradas, primeiramente na porta da prefeitura, na sequência nas residências da prefeita, Maria de Fátima, e da Secretária de Educação, Isabel de Matos.

O Contador vai ficar de olho nessa crise em Gostoso. Até qualquer hora!

Educação e Escolarização: quem são os responsáveis nesse processo?

download (1).jpg

Conheça o que são esses conceitos e como eles diferem-se um do outro

Olá, leitores!

Desde o princípio da humanidade, o ser humano sempre busca se aperfeiçoar diante das situações que enfrenta, adaptando o mundo em que vive em função de suas necessidades. Um conceito que sofreu e sofre muitas mudanças ao longo do tempo é a educação, um tema que está sempre em pauta nas mais diversas esferas da sociedade. Porém, outro termo mais recente se comparado ao processo educacional, mas que causa certa confusão quanto ao entendimento e responsabilidade é a escolarização. Afinal, Quem são os responsáveis por passar adiante o ensino?

Definição dos termos

Segundo o dicionário on-line Michaelis, educação é o “processo que visa ao desenvolvimento físico, intelectual e moral do ser humano, através da aplicação de métodos próprios, com o intuito de assegurar-lhe a integração social e a formação da cidadania”, ou seja, por essa definição é possível compreender que a educação é um processo contínuo na formação de alguém, a pessoa está em constanteprocesso de educação para sobreviver no meio em que vive. Resume-se que quem inicia esse processo são os pais.

escolarização, pelo conceito do dicionário do Aurélio, é o “ato ou efeito de escolarizar ou de se escolarizar; conjunto de conhecimentos adquiridos na escola”. Por essa definição é possível confirmar que o processo de escolarização se dá pela escola, uma instituição de ensino capaz de formar o indivíduo com esse tipo de conhecimento.

Mas se os conceitos encontram-se tão claros quanto às definições, porque há essa confusão quanto ao ato de educar. A escola é responsável por essa etapa? Os pais são completamente responsáveis pela formação de alguém? Vamos separar estes conceitos e diferenciá-los.

Como diferenciá-los?

criancas-na-escola

O professor, filósofo e escritor Mário Sérgio Cortella diz que “a educação é a formação de uma pessoa – responsabilidade dos pais – e a escolarização é um pedaço da educação”, portanto resume-se que a escola não é a responsável pela total educação dos filhos, não cabe a instituição ensinar os estudantes como podem e/ou devem portar-se perante a sociedade. O dever da escola é participar, complementar a educação do indivíduo, que é de responsabilidade de seus responsáveis, ou, a família.

Portanto a família e os responsáveis são os responsáveis por construir o indivíduo em questão do caráter e da conduta para com o outro. Os pais possuem um dever deensinar seus filhos, mostrando como se caracteriza a sociedade, quais são os desafios que enfrentarão, como podem portar-se diante de uma situação, mas isso não pode “aprisionar” alguém, muito pelo contrário, essa educação deve complementar a educação para o indivíduo analisar o que ele deseja ou não fazer diante de ocasiões diferentes, quem decide como agir é a própria pessoa, de acordo com os ensinamentos que assimilou durante sua vida, desde a educação dos pais, a escolarização da escola, até as experiências com os amigos, com a vivência no bairro em que vive e no país que reside.

Ao analisar estes dois termos, educação e escolarização, é possível verificar que a educação abrange a escolarização e muitas outras áreas que compõem a rotina do ser humano. A escolarização busca mostrar e preparar o indivíduo quanto aomercado de trabalho, ao aprimoramento do conhecimento múltiplo, ou melhor, os diversos tipos de inteligências, como a inteligência lógica, a linguística e a musical. São termos diferentes, mas relacionados, onde a escolarização é um componente da educação.

Fonte: Canal do Ensino

Qual é a importância da escola na formação do cidadão?

orientador-educacional-blog-aluno-em-foco

 

Qual é o verdadeiro papel na vida de uma pessoa? Qual é a real importância da escola na formação do cidadão e na preparação de uma criança ou jovem para viver em sociedade?

Olá, leitores!

Esse tipo de questionamento pode nos levar a diversos outros pontos a serem abordados. A escola tem uma grande importância e responsabilidade naformação de um cidadão, mas antes de falarmos mais sobre isso, vamos pensar primeiro e entender o verdadeiro porquê de a escola existir.

A escola existe com a finalidade de inserir as crianças em um círculo social, onde ela irá conhecer estranhos, obedecer às regras e criar uma rotina. Além disso, um dos fatores mais importantes da escola é transferir o conhecimento às pessoas e passar os conceitos básicos da vida em sociedade.

Desde o seu início até os dias atuais, a escola conseguiu moldar-se e adaptar-se as tendências tecnológicas do dia a dia. Com isso, ela foi mudando aos poucos para conseguir ser um local adequado para transmissão de conhecimento.

Estamos acostumados a ouvir que a educação é a principal responsabilidade da escola. Mas, apesar de não podemos deixar esse aspecto de lado, já que isso também tem grande importância na formação de uma pessoa, devemos estar cientes que a escola é mais do que isso.

Vários aspectos básicos da vida em sociedade são aprendidos na escola, como os aspectos de convivência social e hierarquia. Veja bem: hierarquia existe em todos os setores da vida de uma pessoa, isso é fato. Além disso, as primeiras noções de respeito são passadas pela escola.

Qual é a importância da escola nos primeiros anos da alfabetização?

Nos primeiros anos escolares, a escola tem um compromisso com os alunos, um compromisso de socialização.

Isso acontece porque, em um primeiro instante, os aspectos básicos que devem ser passados aos alunos, são os conceitos de convivência em sociedade e respeito. Tudo isso antes mesmo de iniciar a verdadeira alfabetização e a transmissão do conhecimento.

A criança, quando entra numa escola, seja aos quatro ou aos seis anos de idade, aprende a se socializar com outras crianças da pré-escola.

A pré-escola visa a “comunhão social” logo nas fases inicias de desenvolvimento dos alunos. Isso ajuda no aspecto da socialização, como também, ajudam-nas a se acostumarem com a rotina escolar e o ambiente de uma sala de aula antes que eles ingressem no primeiro ano e comecem de fato a transmissão de conhecimento entre professor e aluno.

A socialização é necessária para compreendermos como a vida funciona. A criança necessita, desde cedo, saber quais são os seus direitos e deveres. Devem aprender a ter a noção de respeito e adquirir o gosto pela busca do conhecimento. O professor também tem o papel de ser um guia durante todo o caminho escolar até a vida adulta. Ao mesmo tempo em que tem que lidar com a árdua tarefa de transmitir o conhecimento.

A escola é para ensinar e não para educar

estudantes-felizes

A escola tem o papel de ensinar os alunos a buscar o conhecimento, a sempre aprenderem os aspectos básicos de matérias que serão utilizadas durante toda a vida de uma pessoa, como muitas vezes acontecem, também fica responsável por educá-los para a sociedade.

Quando dizemos educar, estamos falando apenas da transmissão de conhecimento. O erro comum de muitos pais é não educar os seus filhos de acordo com o comportamento social adequado a diversas situações.

Os professores, muitas vezes, têm que tomar para si o papel de transmissor de conhecimento e educador, ou seja, também fazem o papel que deveria ser dos pais. O trabalho de educar uma criança ou um jovem pode ser feito pelo professor. Contudo, ele sempre precisará contar om o auxílio dos pais.

Um exemplo disso é a noção de certo ou errado. As crianças precisam ter uma noção de como agir corretamente, devem saber diferenciar o tipo de ato praticado por elas.

As regras são muito importantes para que os filhos comecem a entender aquilo que eles podem ou não fazer. Muitos pais agem dessa forma, porém, apenas dentro de casa. Quando o aluno age de forma incorreta em outros lugares, na escola, por exemplo, os pais não se preocupam muito.

Contudo, isso é um erro, pois eles apenas estão amenizando os problemas deles em casa em vez de preparar a criança para a sociedade. Algumas vezes, muitos pais esquecem disso e depois não sabem lidar com o filho na fase de adolescência.

Qual é o verdadeiro papel do professor na escola?

Os professores são vistos como inimigos por alguns alunos. Contudo, isso não é verdade, por mais que algumas vezes possa acontecer. O que queremos dizer é que, mesmo aquele professor que chama muito à atenção dos alunos, está preocupado com a educação dessa criança.

A maioria dos professores tendem a fazer de tudo para auxiliar e ajudar os alunos a resolverem seus conflitos sociais e pessoais, como também, ter a responsabilidade de transmitir o conhecimento neste processo.

Os professores sempre tentam ajudar o aluno a ter noções de sociedade e civilização e pode até ser que implicam com um ou outro aluno, mas tenha a certeza de que oprofessor faz isso com a intenção de corrigir possíveis erros ou defeitos do aluno, ou seja, a intenção é sempre mostrar como a vida irá tratá-los, mostrar que a vida não é tão simples assim.

A função do professor varia de passar conhecimento a aconselhar os discentes a tomarem o melhor caminho para o seu futuro.

O cidadão começa a entender como a vida funciona com as situações diárias exemplificadas em sala de aula, entende a necessidade de um trabalho, de cumprir com seus deveres e de ter uma rotina.

Dentro da escola aprendemos o dever e a necessidade de cumprir as funções básicas da vida adulta: ter uma rotina, compreender o conteúdo, ser sociável com os colegas, executar as tarefas da melhor maneira possível, entre outros fatores.

Passar uma prévia de como funciona a questão de socialização é sim uma obrigação da escola, como também não podemos esquecer de ensinar e capacitar o aluno para a busca incessante pelo conhecimento.

Fonte: Canal do Ensino

3 idiomas essenciais no mercado de trabalho

 

idiomas

 

Segundo dados da Catho, o francês é o terceiro idioma mais exigido pelo mercado, atrás apenas do inglês e do espanhol

Olá, pessoal!

O mercado de trabalho brasileiro está cada vez mais competitivo, principalmente diante desse cenário de crise econômica e política. Com o aumento das taxas de desemprego no último ano, a procura por profissionais qualificados e com umcurrículo com diferenciais tem sido maior.

Dessa forma, além de graduação, MBAs e cursos extracurriculares, é preciso também ter conhecimentos em idiomas, para se colocar à frente dos concorrentes nosprocessos seletivos. Além do tradicional inglês, é preciso saber, no mínimo, mais duas línguas para que a sua experiência se destaque no mercado.

Segundo pesquisas realizadas pela Catho, especialista em seleção e recrutamento de pessoas, os outros dois idiomas mais exigidos pelas empresas hoje em dia são oespanhol e o francês. Este último, aliás, tem surpreendido muitas pessoas que já haviam se arriscado no mandarim, que era a nova aposta mundial por ser a língua mais falada no mundo.

Resultado de imagem para idiomas

Até julho, os dados da Catho revelaram que mais de mil vagas pediam que os candidatos tivessem um nível básico ou avançado da língua mais romântica do mundo. Enquanto isso, 160 exigiam o japonês e apenas 37 oportunidades citavam o chinês.

Segundo especialistas, o francês tem sido cada vez mais exigido porque, além de seridioma oficial de países que mantém boas relações com o Brasil, também é a língua oficial da OTAN, da Cruz Vermelha e dos Jogos Olímpicos – você deve ter observado que na cerimônia de abertura da Rio 2016 o comitê falava em francês e em inglês. Além disso, o turismo e as empresas multinacionais presentes no Brasil também podem explicar a presença do idioma como 3º mais requisitado nomercado de trabalho.

Ao todo, estima-se que em no mundo quase 300 milhões de pessoas falem a língua, o que a coloca em posição de destaque no mercado. Aliás, segundo a Catho, o francês é o idioma mais falado pelos brasileiros depois do inglês e do espanhol. Na sequência aparece o italiano.

Para os recrutadores, a procura por cursos de línguas tem se tornado cada vez mais frequentes nos últimos anos e a escolha de opções diferentes pode ser explicada  pelo aumento no número de escolas especializadas. Outro facilitador é atecnologia, já que atualmente é possível encontrar diversos sites, aplicativos evideoaulas com cursos completos.

Mercado exige investimento em capacitação

É preciso investir constantemente em capacitação profissional. Além do idioma, recomenda-se também a aposta em cursos extracurriculares de liderança, marketing, comunicação, atendimento e outros tipos relacionados à área de atuação de cada um.

Além de aprender, por meio dos cursos é possível montar uma rede de relacionamento maior, o que auxilia não apenas no dia a dia do mundo empresarial, mas também na troca de conhecimento e, principalmente, indicação de ofertas de emprego.

Fonte: Canal do Ensino

COMÍCIOS AGITAM NOITE EM SÃO MIGUEL DO GOSTOSO E NO ANTÔNIO CONSELHEIRO

Coligações reuniram centenas de pessoas em duas localidades com campanha já chegando ao 12º dia. Durante a semana, visitas e redes sociais foram destaque.

POR AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

Na noite deste sábado (27) aconteceu em duas localidades, o segundo grande compromisso das coligações que disputam a prefeitura de São Miguel do Gostoso.

Os comícios foram realizados na sede (em Gostoso) pela coligação “A Força do Povo” e no Antônio Conselheiro pela coligação “Mudando Para Melhor”. Centenas de pessoas se mobilizaram para acompanhar seus candidatos, o que definitivamente só aumentou a certeza que teremos uma campanha equilibrada, assim como foi a última em 2012.

Mas ainda teremos muito que ver, as campanhas cruzaram a barreira de um quarto do período, dos 45 dias estipulados pela justiça eleitoral já passamos por 12. Durante a semana os candidatos fizeram campanha pelos distritos, já nas redes sociais cenas lamentáveis de justificativa e declaração de votos apenas proporcionaram “discussões virtuais”, o que não engrandece lado nenhum.

Confira algumas imagens:

  • COMÍCIO COLIGAÇÃO “MUDANDO PARA MELHOR”
14055039_113758465744182_5463470800273451467_n
População no comício no Antônio Conselheiro.
14079546_113758172410878_5129235935311833971_n
Manifestações de apoio.
14102415_113765705743458_8212395018439859718_n
Candidata a vereadora, Irmã Rosalva, registrou.
  • COMÍCIO COLIGAÇÃO “A FORÇA DO POVO”
14079710_1358902110790937_4474460810554355804_n
Candidato a vice-prefeito, Márcio Neri, discursou.
14079986_1358910944123387_8179867232142363375_n
Momento antes do discurso de Miguel Teixeira.
14055024_1358822234132258_2736627763683457165_n
Público presente no comício em São Miguel do Gostoso.

Confira nossa página especial, o Contador segue de olho. Até qualquer hora!

FALSA MISS GOSTOSO COMPETIU COMO MISS CANGUARETAMA EM CONCURSO

Após polêmica, Marília Gabriela Vitaliano não pôde desfilar como Miss Gostoso, mas competiu com a faixa de outra cidade.

POR AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

Miss canguaretama
Miss Canguaretama era a Miss São Miguel do Gostoso.

A polêmica sobre a falsa miss São Miguel do Gostoso não afetou a modelo Marília Gabriela Vitaliano, na noite da última quinta-feira (25) no concurso Miss RN Be Emotion ela trocou de faixa e representou a cidade de Canguaretama.

A prefeitura de São Miguel do Gostoso havia entrado em contato com a organização do concurso afirmando que a miss não residia nem era natural da cidade e por isso não deveria representar o município, em nota a prefeitura havia informado que a modelo teria sido eliminada, mas como vimos ela competiu.

Infelizmente essa é uma prática comum no mundo dos concursos de beleza, as modelos são escolhidas quase que de forma aleatória para representar os municípios. A parte ruim dessa história é que essa prática não dá chances para as nativas conquistarem seu sonho de também serem modelo.

Não estamos dizendo que a prática é certa ou errada, mas um tanto antiética. De qualquer forma desejamos sucesso para Marília.

SOBRE O CONCURSO

Miss Mossoró
Danielle Marion venceu o Miss RN 2016.

A vencedora do Miss RN Be Emotion foi a Miss Mossoró Danielle Marion, o segundo lugar ficou com a candidata de Natal, Manoela Banhos, e o terceiro posto ficou com Aysla Góes de Macaíba. O Miss Brasil acontecerá no dia 1 de outubro.

Nós continuamos de olho. Até qualquer hora!

APÓS NATAL, FEST BOSSA & JAZZ ARRASTA MULTIDÃO NA PRAIA DE PIPA

Entre as atrações, Nino Costa, Mestrinho e Lenine a convite da SESI Big Band.

POR G7 COMUNICAÇÃO
PRAIA DE PIPA/RN

Público da primeira noite na Pipa - Foto Bruno Póvoa
Público em Pipa.

Imaginar, fechar os olhos e deixar os ouvidos em sentido pleno. Agora, ouça as ondas sonoras da paradisíaca Praia da Pipa com a chegada do Fest Bossa & Jazz – Circuito 2016, na sua 2ª etapa. Depois de dois dias na capital potiguar, o Festival chega a Pipa e segue até o dia 28. No primeiro dia, 26, dividiram o palco: Nino Costa, vencedor do Novos Talentos do RN; o acordeonista Mestrinho e a SESI Big Band com seu ilustre convidado, Lenine.

Lenine e a SESI Big Band
Lenine e SESI Big Band.

Para quem conseguiu chegar cedo na noite da sexta-feira (26), pôde prestigiar a passagem de som da SESI Big Band e Lenine criando aquela boa expectativa no público.

“Estamos aqui desde cedo e viemos exclusivamente para o Fest Bossa & Jazz. Já é a minha segunda vez e aguardo ansiosamente pelas edições e os grandes shows oferecidos. É uma oportunidade sensacional para se consumir música de alta qualidade. Este é um evento certo na minha agenda”, expressou a empresária paraibana, Natália Pessoa.

Nino Costa - Bruno Póvoa.
Nino Costa.

O estreante da primeira noite foi o guitarrista e violonista Nino Costa, que apesar de já ter passado várias vezes pelo Festival, esta foi sua primeira apresentação solo. “Fiquei muito feliz em ter participado do edital Novos Talentos do RN e, o melhor, ter sido um dos selecionados e poder tocar em um Festival como esse”, disse Nino Costa.

Mestrinho - Foto Bruno Póvoa
Maestrinho.

E, para àqueles que achavam que o forró e o samba não poderiam se misturar ao jazz, o sergipano Mestrinho chegou para mostrar exatamente o contrário. O acordeonista abrilhantou o palco com composições próprias e releituras, enraizadas de brasilidade e grandes doses de jazz, sendo acompanhado por um coro singular do público entoando “Estou de volta pro meu aconchego…” (canção marcada na voz de Elba Ramalho) e “Tô com saudade de tu, meu desejo…” (composição de Nando Cordel e Dominguinhos).

Finalizando o primeiro dia de apresentações no Palco Principal na Praia da Pipa, a magia da SESI Big Band com o pernambucano Lenine, que arrasta multidões, não fazendo diferente com o os amantes do Fest Bossa & Jazz. Avassalador, Lenine chegou e avisou para que veio. Com simpatia e carisma, o artista envolveu as pessoas de todas as idades em uma energia contagiante. Como terceira voz, o público cantou junto músicas como “O Silêncio das Estrelas”, “Jack Soul Brasileiro”, “Aquilo que dá no coração”, entre outras. “O clima desse evento é excelente, sensacional. Estou aqui pela primeira vez, mas voltarei todas as outras, com certeza”, falou Nara Freitas de Recife. E, para manter a tradição, a festa terminou com a Jam Session no Ágora Lounge.

Jam Session - Foto Bruno Póvoa
Jam Session já virou marca do Fest Bossa & Jazz.

Mas, não acabou por aí, hoje (27) tem muita programação. Durante o dia, acontecem duas sessões da oficina de construção de instrumentos musicais com materiais recicláveis e o workshop de Canto com Cris Delanno, cantora carioca integrante da Bossacucanova que sobe ao palco logo mais às 21h30. Tanto as oficinas quanto o workshop ocorrem na Galeria Canto da Pipa.

Sunset_27.08_Pipa
Novidade nessa edição: a Sunset Sessions!

Uma novidade desta edição são as SUNSET SESSIONS que rolam neste sábado no palco Praça dos Pescadores, tendo como atrações: Tamareando com Sérgio Groove e Yrahn Barreto (RN), às 16h, e Marco da Costa (RN) com Live Foyn Friis (Noruega), às 17h. A partir das 20h, voltando para o palco principal, Mad Dogs convida Chico Chico (filho da Cássia Eller), Julia Vargas e Rodrigo Garcia. Às 21h30, o grupo carioca Bossacucanova e às 23h, o austríaco autodidata Raphael Wressnig que promete uma enérgica performance.

O Festival conta com o patrocínio da Cosern – Grupo Neoenergia e Oi através do Governo do Estado do Rio Grande do Norte pela Lei Câmara Cascudo com apoio cultural da Oi Futuro, Cyrela Plano & Plano, SESI Sistema FIERN, Luck Receptivo, parceria do SESC Sistema Fecomércio, Castelo Casado – Iluminações e Estrutura e promoção da Inter TV Cabugi. A realização fica por conta de Juçara Figueiredo Produções, Secretaria de Turismo do Governo do RN, RN Sustentável e Emprotur através do Banco Mundial.

FOTOS: Bruno Póvoa

UNIVERSITÁRIOS GOSTOSENSES FAZEM “VAQUINHA” PARA ABASTECER TRANSPORTE 

Drama chega a 13 dias e alternativa conseguida foi a mobilização dos estudantes para pagar o diesel.

POR AILTON RODRIGUES

Alguns universitários esperando ônibus.

Mais um capítulo do drama do transporte universitário em São Miguel do Gostoso, o décimo terceiro dia seguido de incertezas do transporte fez com que alunos se juntassem e pagassem o abastecimento do ônibus.

Desde a semana passada que diariamente o transporte se tornou incógnita e enquanto isso os alunos estão perdendo aulas. A prefeitura declara que não tem dinheiro para pagar o posto de combustível.

Universitários fizeram “vaquinha” e colocaram 80 litros de diesel para estudarem (Foto: Raul Neri)

Desde esta última quarta-feira (24) que há manifestações nas redes sociais e o Contador mostrou aqui algumas delas. Juntos, os estudantes desembolsaram 263 reais para abastecerem o ônibus e assim chegar a Natal nesta quinta-feira (25). 

O transporte para universitários começou a ser fornecido em Gostoso desde 2007 e de lá pra cá é a primeira vez que a situação chegou a esse patamar crítico, lembrando que este serviço consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deste ano.

Nós continuamos de olho nesse situação dramática dos universitários. Até qualquer hora!

UNIVERSITÁRIOS SEGUEM SEM PODER VIR A NATAL POR FALTA DE PAGAMENTO A POSTO

Desde a última semana que os universitários seguem com incertezas diárias sobre o transporte que os trazem para Natal. Secretários de Educação e Administração dizem que não há dinheiro para pagar posto de gasolina.

POR AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

Alunos SMG
Alunos voltando a pé, após confirmação de mais um dia sem ônibus (Foto: Igor Tavares).

Não é um assunto novo, mas parece que chegou a gota da água. Os universitários de São Miguel do Gostoso que dependem do transporte fornecido pela prefeitura para que possam chegar as faculdades está suspenso por falta de pagamento ao posto de gasolina.

Depois de três dias consecutivos sem o ônibus nesta semana, alguns alunos colocaram seus desabafos nas redes sociais. Na semana anterior o transporte foi fornecido de forma escalonada prejudicando todos os alunos.

Nas redes sociais, Rafael Menezes lamentou:

Desabafo REDES 01

Iara Menezes também demonstrou-se chateada com a situação:

Desabafo REDES 02

Nesta última terça-feira (23), o ônibus chegou a levar os alunos até ao posto de combustível, mas na hora do abastecimento o frentista afirmou que os serviços para a prefeitura estão suspensos por falta de pagamento.

Após a ida dos estudantes à prefeitura, nesta quarta-feira (24), o Secretário de Administração, Manoel Patrício, deixou claro que acha necessário, mas não concorda com o transporte dos universitários, por não achar obrigação do município, mesmo esse item constando na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Já a Secretária de Educação, Isabel de Matos, declarou aos alunos que não há dinheiro e por isso não tem como fornecer o transporte.

O Contador segue de olho nesse assunto. Até qualquer hora!