A MÁ POLÍTICA E O PAPEL DO POVO

As eleições municipais de 2016 para vereador e prefeito estão à nossa porta e é preciso abrir o olho, pois se a política não vai bem nossa vida também não.

odeio política
Fonte: Google Imagens

 

Por Auxiliadora Ribeiro – S.M. do Gostoso/RN

O cenário político conturbado que nosso país vem vivenciando tem afetado a vida de todos os brasileiros, isso porque, a política rege o nosso dia a dia, pois é da política que saem TODAS as decisões.

Diante de tantos desmandos na vida pública, o povo tem desacreditado da política, nos sentimos impotentes, perdidos, achamos que não tem jeito. “Todos roubam”, “nenhum presta”, “isso nunca vai mudar”, etc., são colocações cotidianas nos diálogos a respeito de política, ou pior, quando se começa um diálogo a respeito da política, geralmente tem sempre um que diz que “política não se discute”, ou “eu odeio a política”.

analfabeto-político
Fonte: Google Imagens. Pensamento sobre a má política

Sinto ter que cutucar a sua ferida caro leitor, mas com todo respeito à sua opinião, acredito que não seja por aí…

Vem comigo entender porquê:

Antes de tudo é preciso se conscientizar de que a CORRUPÇÃO é uma doença de TODA a sociedade brasileira. E a corrupção não está só na política eleitoral, na vida pública, está no nosso cotidiano. Costumamos dizer: “os políticos são isto e aquilo”, entretanto, sabemos que os políticos não “caem do céu”, os políticos saem do meio de nós, nós somos ou seremos os políticos.

Cabe também reforçar que das nossas decisões são eleitos os representantes do povo. E são os representantes do povo que vão decidir sobre nossa vida: EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA, ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO, CULTURA, ESPORTE, LAZER, ECONOMIA, etc., absolutamente TUDO que precisamos para viver em sociedade e com qualidade de vida.

Recentemente tivemos uma manifestação no nosso município intitulada de “O POVO TAMBÉM TEM VOZ”. E uma manifestação, a exemplo dessa, acontece quando pessoas (povo) se UNEM para expressar insatisfações, para reivindicar melhorias. Sou atrevida em dizer que “O POVO É A VOZ!” Não tem NADA que NÃO possa ser mudando quando o POVO se ORGANIZA e se MOBILIZA, sabemos porém,  que não é nada fácil, o que também não é motivo para não fazer algo.

284790_438955722813366_966199685_n
Fonte: Google Imagens. Reflexão a cerca da união do povo

Quero chegar com isso, a um alerta de que vivemos em uma democracia, que significa “governo do povo”, e por isso temos que despertar para o nosso papel de fiscalizadores, de ATORES POLÍTICOS e não meros espectadores ou “reclamões”. Não podemos ficar de braços cruzados vendo a má política acontecer, e pior, contribuindo para que ela aconteça, pois quando exigimos, por exemplo, do político, algo em troca para poder votar nele, somos nós os seus corruptores.

TALVEZ, alguns candidatos até tenham a pretensão de fazer diferente, contudo, a velha forma de fazer política pode dificultar e até não deixar. Sei que a coisa não é tão fácil, que a maioria dos políticos só aparecem de 4 em 4 anos, enquanto o povo clama por melhoria, e então, muitos (povo) enxergam no período das eleições a oportunidade de conseguir aquilo que não teve e que geralmente não consegue durante os 4 anos de gestão.

egoismo
Fonte: Google Imagens. Tradução: Para mim o que mais me preocupa é como diminuir o índice de egoísmo.

Acredito, no entanto, que se não pararmos de pensar só no nosso umbigo, no nosso trabalho, na nossa família, enfim, somente “nós” e não começarmos por nós POVO a mudar essa realidade de corrupção, a má política só vai crescer.

Penso também que o voto comprado não ficará por isso mesmo, o político vai querer recuperar o tanto de dinheiro que gastou para se eleger e aí vai continuar faltando comida na barriga, saúde na praça, educação na cabeça, segurança em casa.  Se o político é capaz de utilizar todos os meios da má política para se eleger, imagine o que não fará quando eleito?

Temos que  entender que somos o povo, somos a sociedade, e somos nós POVO, que construímos a realidade, portanto, se a construímos podemos também revogá-la a qualquer momento, basta nos organizarmos, nos mobilizarmos.

Utopia? Não! Te mostro um exemplo:

A Adriana Lemes de Oliveira, é uma cidadã de Santo Antônio da Platina, no norte do Paraná, que ao ter conhecimento de um projeto de lei para aumento salarial de prefeito e vereadores, ficou indignada e com sua indignação conseguiu mobilizar os moradores, fazendo com que os vereadores desistissem do aumento salarial.

Para ver a matéria na íntegra acesse aqui. Vale a pena conferir!

Campanha-contra-a-Corrupção-CNJ
Fonte: Google Imagens

Por fim, acredito que o processo eleitoral funciona um pouco como um jogo de tentativa e erro, tentamos de um jeito, deu erro? Temos a possibilidade de tentar novamente.

Não falo em prol de nenhum político, falo em prol da nossa consciência, falo em prol de começarmos a destruir a má política em Gostoso, no RN, no Brasil, pois como diz uma frase de Bertolt Brecht “Se continuarmos a nos omitir da política é tudo que os malfeitores da vida pública mais querem.”

Vamos juntos nessas eleições com honestidade destruir a má política!

Autor: Auxiliadora Ribeiro

Técnica em Administração pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte - IFRN; Bacharelanda em Direito pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte; membro da trupe teatral "Café com Leite".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.