RECORDE DE INSCRITOS E BOLO GIGANTE MARCAM DIA DA EMANCIPAÇÃO DE GOSTOSO

Foram quase 100 atletas competindo em cinco categorias e três modalidades esportivas na data oficial da emancipação política. Bolo de 23 metros também chamou atenção.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Este slideshow necessita de JavaScript.

Foi uma manhã cheia de emoções para a população de São Miguel do Gostoso neste último sábado (16), as tradicionais corridas, como sempre, chamaram a atenção de todos, mas desta vez o número de inscritos foi o protagonista: foram quase 100 nas três modalidades em disputa.

Além dos destaques individuais, o ineditismo ficou por conta da primeira edição do ciclismo feminino que teve cerca de sete atletas. Nas premiações houveram a divisão entre o primeiro e o segundo colocado do município (que levaram 300 e 200 reais, respectivamente), além do melhor competidor de fora (levando 200 reais).

Mas vamos começar pela Corrida de Pedestres, a categoria feminina teve apenas seis competidoras percorrendo um circuito de quase 3 km. O primeiro lugar do município foi de Luziara Dantas que chegou extenuada e acabou desmaiando após atravessar a linha de chegada, o segundo lugar ficou com Lucilene Ferreira. Pelas competidoras “de fora”, Maria Thaise de Ceará-Mirim levou a premiação. Sobre o estado de saúde de Luziara, ela foi liberada uma hora depois da sua prova e estava visivelmente melhor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na categoria masculina teve recorde de competidores, foram 25 atletas correndo sete quilômetros dentro da cidade, apesar do gigantesco perigo das motos acompanhando o percurso junto com os atletas, a chegada foi tranquila. Os gostosenses que venceram a prova foram Patrício Xavier e Erisson Bezerra, já pelos “de fora” ganharam Deusdeth Gonçalves de Riachuelo e Mailton Oliveira de Parazinho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No ciclismo a disparidade de percurso entre as categorias masculino e feminino foram gritantes, elas percorreram aproximadamente 12 quilômetros, enquanto os homens pedalaram por 35. Entre elas ganharam Olga Amara de Gostoso e Fabiane Cristina de Touros.

Já na vez deles, a visível estratégia da equipe natalense de revezar na ponta surtiu efeito e Lorival Joab faturou o título, acompanhado pela eletrizante disputa do segundo lugar que só foi decidida com o recurso das imagens, mas Antônio Jackson de Touros por meio corpo conseguiu subir ao pódio em primeiro. Os vencedores gostosenses foram José Silvan (3º colocado geral) e Everton Jonne (4º colocado geral).

13709806_584218095096785_8140094206622106416_n
Campeão gostosense (à esquerda) e campeão “de fora” (à direita).

Para concluir as provas a divertida corrida de burros estreou um novo percurso de dois quilômetros, onde Douglas Kaike com seu burro chamado Chaves ficaram em primeiro, enquanto Gabriel Pereira na companhia do Roxinho ficaram em segundo.

13731618_584217068430221_4763988632826244062_n
Vencedores da Corrida de Burros

BOLO GIGANTE

bolo (1)
Bolo de 23 metros em SMG.

23 metros de bolo foram distribuídos para a população, pela noite, após a missa solene comemorativa. Com direito a fogos de artifício mais de 600 pessoas prestigiaram e cantaram parabéns para o aniversário da cidade.

Nós desejamos tudo de bom para nossa cidade e continuamos de olho nela, para mostrar para você tudo que ela nos proporciona. Até qualquer hora!

POPULAÇÃO PROTESTA CONTRA AUTORITARISMO DE “ESTRANGEIROS” EM GOSTOSO

Manifestação intitulada de “O Povo tem Vez e Voz” ganhou as ruas e atraiu centenas de pessoas contra algumas atitudes que incomodam todos há muitos anos.

POR AILTON RODRIGUES
FOTOS: ARICLENES SILVA
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

manifestaçao
Cera de 500 pessoas foram às ruas neste sábado (16).

Buzinaço, apitaço, gritos, cantos, inúmeras maneiras foram usadas para chamar a atenção da população de São Miguel do Gostoso a vir para as ruas neste último sábado (16) e protestar contra o autoritarismo que alguns pousadeiros tentam impor a nossa população ao longo dos anos.

A manifestação reuniu cerca de 500 pessoas, 25 motos e alguns veículos. Com gritos de guerra como: “O gigante acordou!”, eles foram percorrendo as ruas do município com muita energia e vontade de dar um basta na situação atual. A grande gama de participantes tinha a faixa de 18 a 30 anos, junto com eles estavam alguns grupos como a Marcha das Mulheres.

O estopim para a manifestação se deu desde que o jornalista Emanuel Neri, publicou em seu blog pessoal uma série de matérias que denigrem a realização de eventos como a vaquejada e os arraiás. Com isso o anseio da realização de um movimento foi sendo desenvolvido pelo músico Miller Câmara. Seu vídeo convidando a população para a mobilização ultrapassou as duas mil curtidas.

manifestaçao4
Cantor e produtor Miller Câmara organizou o movimento nas redes sociais.

“Estamos cansados de ser feridos com palavras”, disse Miller em discurso durante movimento.

O único contratempo foi a discussão sobre a rota traçada pela organização que acabou não indo até o Bairro do Maceió, causou um certo desconforto, mas nada que atrapalhasse de forma demasiada o objetivo da causa. A explicação dada, foi que o percurso havia sido estipulado pelos organizadores em conjunto com a polícia e não deveria ser desrespeitado.

De acordo com os organizadores, um segundo momento de mobilização está sendo pensado para ser realizado na Câmara dos Vereadores, pois eles almejam o apoio dos governantes para elaborar alguma lei que atenda outra reivindicação do movimento que é em relação a delimitação dos horários das festas tradicionais do município que tem forte influência de alguns pousadeiros e não apenas da polícia.

manifestaçao3
Chegada dos manifestantes em frente a Câmara de Vereadores foi emblemática.

Apesar de tudo o que já foi mencionado anteriormente, cabe lembrar que este não é um assunto novo, por anos e mais anos os “estrangeiros” vêm querendo impor suas vontades no município e causando várias polêmicas, inclusive debatidas aqui mesmo no Contador, como foram os casos dos ambulantes durante o Fest Bossa & Jazz, da regulamentação do som e do texto feito pelo próprio Emanuel que acusa alguns nativos de xenofobia.

A data escolhida para levar esta reflexão não poderia ter sido melhor, afinal em 16 de julho é comemorada a Emancipação Política de Gostoso que em outras palavras significa independência, vejamos então o desenrolar dos fatos depois desse dia histórico para o município.

O Contador continua de olho neste caso. Até qualquer hora!