Arquivo da tag: Globo de Ouro

NETFLIX ESNOBADA, ZEBRAS PASSEANDO SOLTAS: OS VENCEDORES DO GLOBO DE OURO 2020

Cerimônia celebra os melhores trabalhos de 2019 na TV e no cinema.

POR OMELETE

1917
Ninguém esperava pelas vitória de ‘1917’, como a de Melhor Diretor para Sam Mendes (Foto: Paul Drinkwater)

A 77ª premiação do Globo de Ouro aconteceu no domingo, dia 5, em uma cerimônia marcada pela apresentação ácida de Ricky Gervais e um clima ameno, sem grandes discursos ou apelos políticos, com exceção de algumas menções vindas de Patricia Arquette, Sacha Baron Cohen e Michelle Williams.

O que chamou atenção de verdade durante o evento foram as surpresas entre os vencedores, que levaram ao palco nomes novos como Awkwafina e Taron Egerton, e focaram no filme de Quentin Tarantino, Era Uma Vez em… Hollywood, que levou Melhor Roteiro, Melhor Filme de Comédia ou Musical, e Melhor Ator Coadjuvante (Brad Pitt). Coringa e 1917 empataram, com dois prêmios cada um.

Enquanto o filme do vilão levou Melhor Trilha Sonora, para Hildur Guðnadóttir, e Melhor Ator, para Joaquin Phoenix, o filme de guerra ganhou os maiores prêmios da noite, por Melhor Direção (Sam Mendes) e Melhor Filme de Drama. Entre as categorias de televisão, quem chamou atenção foi Phoebe Waller-Bridge, de Fleabag, que subiu ao palco duas vezes para agradecer as vitórias em Melhor Série de Comédia e Melhor Atriz.

Entre as categorias dramáticas, o ano foi de Succession, que levou estatuetas por Melhor Série e Melhor Ator (Brian Cox). A terceira categoria pela qual Succession foi indicada, Melhor Ator Coadjuvante, ficou com Chernobyl (Stellan Skarsgård), que levou também o prêmio de Melhor Minissérie.Pitt levou um prêmio por Era Uma Vez em… Hollywood, vencendo de uma lista de nomes já premiados pelo Oscar, formada por Al Pacino, Joe Pesci, Anthony Hopkins e Tom Hanks. Seu colega no longa, Leonardo DiCaprio, por outro lado, foi derrotado por Taron Egerton, que interpretou Elton John em Rocketman.

Encerrando a noite, as últimas estatuetas foram dadas para Renée Zellwegger, por sua performance em Judy, e 1917, por Melhor Filme de Drama.

Confira abaixo a lista completa de vencedores:

MELHOR FILME DE DRAMA

MELHOR FILME DE MUSICAL OU COMÉDIA

era-uma-vez...-hollywood
Quentin Tarantino e elenco de ‘Era Uma Vez… Em Hollywood’ (Foto: Paul Drinkwater).

 

MELHOR ATRIZ EM FILME DE DRAMA

MELHOR ATOR EM FILME DE DRAMA

MELHOR ATRIZ EM FILME MUSICAL OU COMÉDIA

MELHOR ATOR EM FILME MUSICAL OU COMÉDIA

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

MELHOR ATOR COADJUVANTE

MELHOR DIREÇÃO

MELHOR ROTEIRO

MELHOR FILME ANIMADO

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

MELHOR SÉRIE DE DRAMA

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

MELHOR MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

  • Patricia Arquette – The Act

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

 

PRÊMIO CECIL B. DEMILLE

  • Tom Hanks – homenageado

 

PRÊMIO CAROL BURNET

  • Ellen DeGeneres – homenageada

O Contador continua de olho. Até qualquer hora!

 

ORIGINAL:

https://www.omelete.com.br/globo-de-ouro/globo-de-ouro-2020-lista-vencedores/#categoria-25

 

CONFIRA OS VENCEDORES DO GLOBO DE OURO 2019

Associação de Imprensa Estrangeira em Hollywood premia aos melhores da TV e do cinema nos EUA.

POR ARTHUR ELOI E MARIANA CANHISARES
PARA OMELETE

lady-gaga-beija-seu-globo-de-ouro-por-melhor-cancao-1546828961079_v2_900x506
Lady Gaga beija seu Globo de Ouro de Melhor Canção Original por “Shallow”.

Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood premiou, no último domingo (6), os melhores do cinema e da TV no Globo de Ouro 2019. Comandada por Andy Samberg e Sandra Oh, a cerimônia teve como grande vencedor o longa Green Book – O Guia, protagonizado por Mahershala Ali e Viggo Mortensen. Inspirado em fatos, o filme que narra a amizade do músico Dr. Don Shirley com o motorista Tony Lip levou três prêmios, incluindo Melhor Filme de Comédia ou Musical e Melhor Ator Coadjuvante para Ali.

Porém, a produção que realmente ganhou destaque foi Bohemian Rhapsody. A cinebiografia do Queen ganhou os prêmios nas duas categorias que concorreu, Melhor Filme de Drama e Melhor Ator de Drama para Rami Malek, surpreendendo boa parte do público. Favorito para o Oscar, Roma, de Alfonso Cuarón, também foi reconhecido com o prêmio de Melhor Direção e Melhor Filme Estrangeiro.

Já na TV a noite foi da comédia O Método Kominsky e do drama The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story. A série da Netflix levou para casa dois troféus, Melhor Série de Comédia ou Musical e Melhor Ator de Comédia para Michael Douglas. Já a produção idealizada por Ryan Murphy ganhou nas categorias Melhor Série Limitada ou Filme para TV e Melhor Ator em Série Limitada ou Filme para TV para Darren Criss.

alfonso-cuaron-posa-com-globo-de-ouro-1546832908414_v2_750x421
Alfonso Cuarón, diretor de Roma,

Confira a seguir os vencedores:

TV – MELHOR ATOR DE COMÉDIA OU MUSICAL

Sacha Baron Cohen, Who Is America?
Jim Carrey, Kidding
Michael Douglas, The Kominsky Method
Donald Glover, Atlanta Robbin’
Bill Hader, Barry

MELHOR ANIMAÇÃO

Os Incríveis 2
Ilha de Cachorros
Mirai
WiFi Ralph
Homem-Aranha no Aranhaverso – VENCEDOR 

MELHOR ATOR DE SÉRIE DRAMÁTICA

Jason Bateman, de Ozark
Stephan James, de Homecoming
Richard Madden, de Bodyguard – VENCEDOR 
Billy Porter, de Pose
Matthew Rhys, de The Americans

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA

The Americans – VENCEDOR 
Bodyguard
Homecoming
Killing Eve
Pose

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE

Alan Arkin, de The Kominsky Method
Kieran Culkin, de Succession
Edgar Ramirez, de The Assassination of Gianni Versace
Ben Whishaw, de A Very English Scandal – VENCEDOR
Henry Winkler, de Barry

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

Amy Adams, de Sharp Objects
Patricia Arquette, de Escape at Dannemora – VENCEDOR 
Connie Britton, de Dirty John
Laura Dern, de O Conto
Regina King, de 7 Seconds

MELHOR TRILHA SONORA

Marco Beltrami, de Um Lugar Silencioso
Alexandre Desplat, de Ilha de Cachorros 
Ludwig Göransson, de Pantera Negra
Justin Hurwitz, de O Primeiro Homem – VENCEDOR 
Marc Shaiman, de O Retorno de Mary Poppins

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

“All the Stars”, de Pantera Negra
“Girl in the Movies”, de Dumplin’
“Requiem for a Private War”, de A Private War
“Revelation”, de Boy Erased: Uma Verdade Anulada
“Shallow”, de Nasce Uma Estrela – VENCEDOR

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM FILME

Amy Adams, de Vice
Claire Foy, de O Primeiro Homem
Regina King, de Se a Rua Beale Falasse – VENCEDOR
Emma Stone, de A Favorita
Rachel Weisz, de A Favorita

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA

Caitriona Balfe, de Outlander
Elisabeth Moss, de The Handmaid’s Tale
Sandra Oh, de Killing Eve – VENCEDOR
Julia Roberts, de Homecoming
Keri Russell, de The Americans

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM FILME

Mahershala Ali, de Green Book – O Guia – VENCEDOR
Timothee Chalamet, de Querido Menino
Adam Driver, de Infiltrado na Klan
Richard E. Grant, de Poderia Me Perdoar?
Sam Rockwell, de Vice

MELHOR ROTEIRO CINEMATOGRÁFICO

Alfonso Cuaron, de Roma

Deborah Davis e Tony McNamara, de A Favorita
Barry Jenkins, de Se a Rua Beale Falasse
Adam McKay, de Vice
Peter Farrelly, Nick Vallelonga e Brian Currie, de Green Book – O Guia – VENCEDOR 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

Alex Borstein, de The Marvelous Mrs. Maisel

Patricia Clarkson, de Sharp Objects – VENCEDOR 
Penélope Cruz, de The Assassination of Gianni Versace
Thandie Newton, de Westworld
Yvonne Strahovski, de The Handmaid’s Tal

MELHOR ATOR DE FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

Christian Bale, de Vice – VENCEDOR 
Lin-Manuel Miranda, de O Retorno de Mary Poppins
Viggo Mortensen, de Green Book – O Guia
Robert Redford, de The Old Man and the Gun
John C. Reilly, de Stan & Ollie

MELHOR DIRETOR

Bradley Cooper, de Nasce Uma Estrela
Alfonso Cuaron, de Roma – VENCEDOR 
Peter Farrelly, de Green Book – O Guia
Spike Lee, de Infiltrado na Klan
Adam McKay, de Vice

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE CÔMICA OU MUSICAL

Kristen Bell, de The Good Place

Candice Bergen, de Murphy Brown
Alison Brie, de GLOW
Rachel Brosnahan, de The Marvelous Mrs. Maisel – VENCEDOR
Debra Messing, de Will & Grace

MELHOR SÉRIE CÔMICA OU MUSICAL

Barry

The Good Place 
Kidding 
The Kominsky Method – VENCEDOR
The Marvelous Mrs. Maisel

MELHOR MINISSÉRIE OU TELEFILME

A Very English Scandal

Escape at Dannemora
The Alienist
Sharp Objects
The Assassination of Gianni Versace – VENCEDOR

MELHOR ATRIZ EM FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

Emily Blunt, de O Retorno de Mary Poppins

Olivia Colman, de A Favorita – VENCEDOR 
Elsie Fisher, de Eight Grade
Charlize Theron, de Tully
Constance Wu, de Podres de Ricos

MELHOR FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

Podres de Ricos

O Retorno de Mary Poppins
Vice
Green Book – O Guia – VENCEDOR
A Favorita

MELHOR ATRIZ EM FILME DRAMÁTICO

Glenn Close, de A Esposa – VENCEDOR

Lady Gaga, de Nasce Uma Estrela
Nicole Kidman, de O Peso do Passado
Melissa McCarthy, de Poderia Me Perdoar?
Rosamund Pike, de A Private War

MELHOR ATOR EM FILME DRAMÁTICO

Bradley Cooper, de Nasce Uma Estrela

Willem Dafoe, de No Portal da Eternidade
Lucas Hedges, de Boy Erased: Uma Verdade Anulada
Rami Malek, de Bohemian Rhapsody – VENCEDOR 
John David Washington, de Infiltrado na Klan

MELHOR FILME DRAMÁTICO

Pantera Negra

Infiltrado na Klan
Bohemian Rhapsody – VENCEDOR 
Se a Rua Beale Falasse
Nasce Uma Estrela.

ORIGINAL: https://www.omelete.com.br/globo-de-ouro/globo-de-ouro-2019-vencedores-do-premio#15

PANTERA NEGRA É O PRIMEIRO FILME DE HERÓI INDICADO A MELHOR DRAMA NO GLOBO DE OURO: VEJA INDICADOS

POR CAIO COLETTI
PARA O UOL

nakia-lupita-nyongo-tchalla-chadwick-boseman-e-okoye-danai-gurira-em-pantera-negra-1517861937356_v2_900x506

“Pantera Negra” quebrou mais um tabu para filmes de super-heróis nesta quinta-feira (6), ao conquistar uma indicação a melhor filme de drama no Globo de Ouro 2019. O longa da Marvel é o primeiro do gênero a entrar na lista da categoria, considerada a mais importante da premiação. Em 2017, “Deadpool” foi indicado a melhor filme de comédia ou musical, mesma categoria da indicação de “Os Incríveis” em 2005.

“Pantera Negra” concorre com “Infiltrado na Klan”, “Bohemian Rhapsody”, “Se a Rua Beale Falasse” e “Nasce Uma Estrela” pelo troféu.

Além de melhor filme de drama, o longa de Ryan Coogler foi indicado também a duas categorias musicais: melhor trilha sonora (para Ludwig Göransson) e melhor canção original (para “All the Stars”, de Kendrick Lamar e SZA).

A cerimônia do Globo de Ouro ocorre em 6 de janeiro de 2019.

VEJA A LISTA COMPLETA

FILMES

Melhor filme – Drama

“Nasce uma Estrela”
“Pantera Negra”
“Se a Rua Beale Falasse”
“Infiltrado na Klan”
“Bohemian Rhapsody”

Melhor filme – Comédia ou musical

“A Favorita”
“Green Book – O Guia”
“O Retorno de Mary Poppins”
“Podres de Ricos”
“Vice”

Melhor ator – Drama

Bradley Cooper (“Nasce uma Estrela”)
Rami Malek (“Bohemian Rhapsody”)
Willem Dafoe (“No Portal da Eternidade”)
Lucas Hedges (“Boy Erased: Uma Verdade Anulada”)
John David Washington (“Infiltrado na Klan”)

Melhor atriz – Drama

Lady Gaga (“Nasce uma Estrela”)
Glenn Close (“A Esposa”)
Melissa McCarthy (“Poderia me Perdoar?”)
Nicole Kidman (“Destroyer”)
Rosamund Pike (“A Private War”)

Melhor ator – Comédia ou musical

Christian Bale (“Vice”)
Viggo Mortensen (“Green Book – O Guia”)
Robert Redford (“The Old Man & the Gun”)
Lin-Manuel Miranda (“O Retorno de Mary Poppins”)
John C. Reilly (“Stan & Ollie”)

Melhor atriz – Comédia ou musical

Olivia Colman (“A Favorita”)
Emily Blunt (“O Retorno de Mary Poppins”)
Elsie Fisher (“Oitava Série”)
Constance Wu (“Podres de Ricos”)
Charlize Theron (“Tully”)

Melhor ator coadjuvante

Mahershala Ali (“Green Book – O Guia”)
Richard E. Grant (“Poderia me Perdoar?”)
Timothee Chalamet (“Querido Menino”)
Adam Driver (“Infiltrado na Klan”)
Sam Rockwell (“Vice”)

Melhor atriz coadjuvante

Regina King (“Se a Rua Beale Falasse”)
Amy Adams (“Vice”)
Emma Stone (“A Favorita”)
Rachel Weisz (“A Favorita”)
Claire Foy (“O Primeiro Homem”)

Melhor diretor

Alfonso Cuaron (“Roma”)
Bradley Cooper (“Nasce uma Estrela”)
Peter Farrelly (“Green Book – O Guia”)
Spike Lee (“Infiltrado na Klan”)
Adam McKay (“Vice”)

Melhor roteiro

Deborah Davis e Tony McNamara (“A Favorita”)
Peter Farrelly, Nick Vallelonga e Brian Hayes Currie (“Green Book – O Guia”)
Barry Jenkins (“Se a Rua Beale Falasse”)
Alfonso Cuaron (“Roma”)
Adam McKay (“Vice”)

Melhor trilha sonora

Alexandre Desplat (“Ilha dos Cachorros”)
Justin Hurwitz (“O Primeiro Homem”)
Ludwig Göransson (“Pantera Negra”)
Marco Beltrami (“Um Lugar Silencioso”)
Marc Shaiman (“O Retorno de Mary Poppins”)

Melhor canção original

“Shallow” (“Nasce uma Estrela”)
“All the Stars” (“Pantera Negra”)
“Requiem For A Private War” (“A Private War”)
“Revelation” (“Boy Erased: Uma Verdade Anulada”)
“Girl in the Movies” (“Dumplin”)

Melhor animação

“Os Incríveis 2”
“Ilha dos Cachorros”
“WiFi Ralph: Quebrando a Internet”
“Homem-Aranha no Aranhaverso”
“Mirai”

Melhor filme estrangeiro

“Girl” (Bélgica)
“Shoplifters” (Japão)
“Never Look Away” (Alemanha)
“Roma” (México)
“Capernaum” (Líbano)

TV

Melhor Série Dramática

“Killing Eve”
“Homecoming”
“The Americans”
“Pose”
“Bodyguard”

Melhor ator de série – Drama

Matthew Rhys (“The Americans”)
Jason Bateman (“Ozark”)
Stephan James (“Homecoming”)
Richard Madden (“Bodyguard”)
Billy Porter (“Pose”)

Melhor atriz de série – Drama

Sandra Oh (“Killing Eve”)
Julia Roberts (“Homecoming”)
Elisabeth Moss (“The Handmaid’s Tale”)
Keri Russell (“The Americans”)
Caitriona Balfe (“Outlander”)

Melhor série – Comédia ou musical

“A Maravilhosa Sra. Maisel”
“Barry”
“The Good Place”
“Kidding”
“O Método Kominsky”

Melhor ator de comédia ou musical

Bill Hader (“Barry”)
Donald Glover (“Atlanta”)
Jim Carrey (“Kidding”)
Michael Douglas (“O Método Kominsky”)
Sacha Baron Cohen (“Who is America”)

Melhor atriz de comédia ou musical

Rachel Brosnahan (“A Maravilhosa Sra. Maisel”)
Alison Brie (“GLOW”)
Debra Messing (“Will & Grace”)
Candace Bergen (Murphy Brown”)
Kristen Bell (“The Good Place”)

Melhor filme para TV ou série limitada

“O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story”
“Sharp Objects”
“O Alienista”
“A Very English Scandal”
“Escape at Dannemora”

Melhor ator de filme para TV ou série limitada

Hugh Grant (“A Very English Scandal”)
Benedict Cumberbatch (“Patrick Melrose”)
Daniel Bruhl (“O Alienista”)
Darren Criss (“O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story”)
Antonio Banderas (“Genius: Picasso”)

Melhor atriz de filme para TV ou série limitada

Amy Adams (“Sharp Objects”)
Patricia Arquette (“Escape at Dannemora”)
Laura Dern (“The Tale”)
Regina King (“Seven Seconds”)
Connie Britton (“Dirty John”)

Melhor ator coadjuvante de série ou filme para a TV

Henry Winkler (“Barry”)
Edgar Ramirez (“O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story”)
Ben Whishaw (“A Very English Scandal”)
Alan Arkin (“O Método Kominsky”)
Kieran Culkin (“Sucession”)

Melhor atriz coadjuvante de série ou filme para a TV

Patricia Clarkson (“Sharp Objects”)
Thandie Newton (“Westworld”)
Penelope Cruz (“O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story”)
Alex Borstein (“A Maravilhosa Sra. Maisel”)
Yvonne Stahovski (“The Handmaid’s Tale”)

Original: https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2018/12/06/pantera-negra-e-1-filme-de-heroi-indicado-a-melhor-drama-no-globo-de-ouro.htm

É ASSÉDIO, É FLERTE OU É ESCROTO?

POR FÁBIO CHAP

aaeaaqaaaaaaaaguaaaajda1zmiyntu5lty0mzetndhlyi05zjjhlwriowi1zmrlm2e2na

Os debates da semana passada nessa distinta Rede Social se concentraram num tema importante: A diferença do flerte para o assédio.

Passei um tempo colhendo exemplos de assédios relatados pelas mulheres e escrevi um tutorial que oriente a nós, homens, a entender melhor essa fronteira entre flerte e assédio.

Nesse tutorial vou pegar exemplos do cotidiano. Dividi as conclusões em 3 categorias:

– É flerte

– É escroto

– É assédio

Vamos lá?

****

Exemplo 1:

– Você mandar uma mensagem inbox dizendo:

‘Oi, linda, bela camiseta dos Beatles’

>> É flerte

– Ela ignorar esse seu inbox da camiseta dos Beatles, você ficar puto e mandar outro inbox:

‘Não vai me responder, não? tá se achando, heim?’

>> É escroto.

– Você mandar um mensagem inbox dizendo:

‘Caralho, que delícia esse biquini enfiado nesse rabetão, heim?’

>> É assédio

****

Exemplo 2:

– Você vai ao dentista. A recepcionista é linda e você diz:

‘Lindo seu sorriso. Parece que aqui cuidam muito bem dos dentes mesmo. Escolhi o lugar certo.’

>> É flerte

– Você vai ao dentista. A recepcionista é linda e você diz:

‘Que linda você, heim? Não me falta coragem, me falta é sorte’

>> É escroto.

– Você vai ao dentista. A recepcionista é linda e você diz:

‘De calça branca ainda? Assim mata o papai, heim? Me passa seu Whats pra gente marcar de tomar alguma coisa… Tipo um banho’

>> É assédio.

****

Exemplo 3:

– Você está no trabalho, a sua estagiária acabou de chegar com roupas de academia e está indo se trocar por roupas mais formais. Antes de ela se trocar você diz:

‘Tem que malhar mesmo. Faz bem pra saúde e a gente fica mais bonito, mais disposto.’

>> É flerte

– Você está no trabalho, a sua estagiária acabou de chegar com roupas de academia e está indo se trocar com roupas mais formais. Antes dela trocar de roupa, você diz:

‘Tem que malhar mesmo. Tá precisando perder uns quilinhos aí de barriga.

>> É escroto.

– Você está no trabalho, a sua estagiária acabou de chegar com roupas de academia e está indo se trocar com roupas mais formais. Antes de ela trocar de roupa, você diz:

‘Caramba. Podia vir assim todo dia, né? A gente nem iria trabalhar. Só ia ficar vendo você desfilar pelo corredor.’

>> É assédio.

****

Exemplo 4:

– Você está num bar com os amigos e por você passa um grupo de amigas.

Você pisca pra uma delas, abre um sorriso e levanta seu copo, como se oferecesse um brinde.

>> É flerte

Você está num bar com os amigos e por você passa um grupo de amigas.

Você entorta o pescoço na frente de todo mundo e fica secando a bunda das minas

>> É escroto.

– Você está num bar com os amigos e por você passa um grupo de amigas. Você segura na mão de uma delas e diz:

‘Aí siiim, heim? A gente também tá querendo uma festinha hoje. A gente tá em 3, vocês em 3. Cabe tudo no mesmo quarto.’

>> É assédio.

****

Exemplo 5:

– Você trabalha como recepcionista num local em que precisa cadastrar contato de clientes. Uma cliente que te atrai chega, você faz o serviço e pergunta a ela:

‘Posso te mandar um e-mail não relacionado a trabalho depois que eu sair daqui?’

>> É flerte.

– Você trabalha como recepcionista num local em que precisa cadastrar contato de clientes. Uma cliente que te atrai chega, você faz o serviço, ela vai embora. Quando ela chega em casa, tem um e-mail seu pra ela:

‘Oi, linda, eu te atendi hoje. Mandando esse e-mail só pra te dizer que te achei linda.

>> É escroto / Já beirando o assédio.

– Você trabalha como recepcionista num local em que precisa cadastrar contato de clientes. Uma cliente que te atrai chega, você faz o serviço, ela vai embora. Quando ela chega em casa, tem um e-mail seu, um inbox seu, mensagem no Whats:

– Oi, delícia. Vem mais vezes comprar aqui com a gente. Mas vem linda do jeito que você veio hoje, tá?

>> É assédio

****

Exemplo 6:

Você é professor de uma faculdade. Há uma aluna pela qual você realmente se interessa e você diz a ela em particular:

‘Se você estiver livre depois da aula da sexta, a gente pode assistir uns amigos tocar lá em São Paulo. Me parece que vc adora o tipo de som que rola lá.’

>> É flerte

Você é professor de uma faculdade. Há uma aluna pela qual você realmente se interessa e você diz pra ela na frente de vários outros alunos:

‘Se você estiver livre depois da aula da sexta, a gente pode assistir uns amigos tocarem lá em São Paulo. Me parece que vc adora o tipo de som que rola lá.’

>> É escroto

Você é professor de uma faculdade. Há uma aluna pela qual você realmente se interessa e você diz a ela:

‘Sei que sua nota tá baixa esse semestre, mas se você for comigo num show que vai rolar essa sexta-feira a gente pode negociar subir essa sua nota.’

>> É assédio

**

O assédio poucas vezes tem relação com desejo. Ele é muito mais relacionado com poder.

O homem, cliente de um estabelecimento, sente-se poderoso, então ele acha OK falar coisas indevidas pra uma recepcionista.

O homem, cercado de amigos, sente-se poderoso, então ele acha OK pegar no braço de uma mulher desconhecida.

O homem, gerente numa empresa, sente-se poderoso, então ele acha OK constranger uma funcionária que acabou de chegar da academia.

O homem, professor de faculdade, sente-se poderoso por controlar as notas das pessoas, então ele acha OK ameaçar trocar notas por sexo.

Assédio é sobre poder e não sobre ímpetos masculinos. Numa sociedade em que a mulher equilibra seu poder social com o poder social do homem, a tendência natural é que o assédio diminua gradualmente e constantemente.

A saída para o assédio é apenas uma: mulheres no poder.

Mães e pais, criem suas filhas para serem poderosas.

Mulheres já crescidas: estudem o poder, vivam o poder, sejam o poder. Pois o homem não muda até encontrar alguém maior que ele. Daí ele cala a boca.

Sigam calando a boca de assediadores em todo o planeta. As meninas já nascidas e as que ainda estão por vir certamente serão imensamente grata por vocês no futuro.

E 2018 já é o futuro!

**

75ª EDIÇÃO DO GLOBO DE OURO FOI MARCADA POR MANIFESTOS CONTRA ABUSO SEXUAL E EM PROL DAS MULHERES

POR GLAMURAMA

cine-goldenglobe
Na imagem estão: Dakota Johnson. Viola Davis, Angelina Jolie e Nicole Kidman (esq. pra dir.).

Uma legião de estrelas se vestiu de preto em uma noite histórica para Hollywood. A cor foi eleita como dress code absoluto da 75ª edição do Globo de Ouro que aconteceu nesse domingo, em Los Angeles, como forma de protesto e apoio ao movimento Time’s Up Now – iniciativa que luta pelo combate ao assédio sexual nos Estados Unidos.

A campanha “On Sunday We Wear Black” (No Domingo Nós Vestimos Preto) pede para que qualquer pessoa, independente de quem seja e de onde esteja, vista preto em solidariedade a mulheres e homens que foram silenciados por discriminação, abuso ou assédio.

O movimento ganhou força depois das acusações a diversos figurões da indústria de cinema encabeçados pelo poderoso produtor Harvey Weinstein e conquistou muitas estrelas do cinema. Como Brie Larson enfatizou no palco da premiação, o movimento foi criado em apoio à mulheres indefesas e se vestir com consciência foi apenas um dos fatores que marcou a premiação, já que ela também não deu espaço a algum a nomes acusados recentemente”, lembrando que ano passado Casey Affleck, acusado de assédio sexual, ganhou como Melhor Ator por “Manchester à Beira-Mar”. A única a se manifestar contra o prêmio na ocasião foi Brie Larson, pedindo um minuto de silêncio a todos.

E apesar do apresentador da noite ter sido um homem, o comediante Seth Meyers, que até brincou dizendo que ali estavam apenas os que haviam sobrado, a noite foi das mulheres que, cada uma à sua maneira, representou a causa em nome das mulheres de todo o mundo.

Apesar de todos estarem usando preto, o que causou um grande impacto no tapete vermelho, a cobertura do Globo de Ouro dessa vez não se voltou a frivolidades e ao que as celebridades estavam vestindo, para a tristeza das marcas, que emprestam seus vestidos em troca de publicidade.

O efeito do poderio feminino se refletiu também na premiação. As séries que se destacaram foram as de temática feminista, como as incríveis “Big Little Lies”, que tinha seis indicações e ganhou quatro, e “The Handmaid’s Tale”, com três indicações e dois prêmios. A primeira, baseada no romance de mesmo nome de Liane Moriarty, estrelada e produzida por Reese Witherspoon e Nicole Kidman, tem como trama central um grupo de mães cheias de preocupações com suas crianças e perturbadas por situações de violência e opressão. Já a segunda, inspirada no romance homônimo da escritora canadense Margaret Atwood, produzida e estrelada por Elizabeth Moss,  se passa em um universo fictício em que mulheres, de uma hora para a outra, têm seus direitos revogados. Não podem mais trabalhar, nem votar. O dinheiro que tinham é confiscado, assim como todos os bens que possuíam. Elas passam a ser propriedade dos homens.

Se vestir com consciência resultou em um dos melhores tapetes vermelhos dos últimos tempos, já que a cor preta diminui a margem de erro e já conta com uma sofisticação natural. O espírito elegante e glamuroso dos anos dourados do cinema foi resgatado pelas produções de Angelina Jolie e Diane Kruger, enquanto Claire Foy apareceu linda vestida de terno combinando com seu colega na série “The Crown” Matt Smith.

Heidi Klum e Kendall Jenner usaram comprimento mullet em vestidos ricos em texturas. E as mais elegantes entre as elegantes apostam em vestidos com caudas: Viola Davis, Penelope Cruz, Nicole Kidman, Catherine Zeta-Jones e Dakota Johnson.

Emma Watson, Meryl Streep e Michelle Williams foram acompanhadas de mulheres ativistas. Michelle levou Tarana Burke, fundadora do movimento #MeToo, Meryl chegou com Ai-Jen Poo, diretora da ONG  National Domestic Workers Alliance, e Emma posou de braços dados com Marai Larasi, fundadora do Imkaan.

Resta a dúvida: será que no Oscar, que rola no dia 4 de março, também haverá outro manifesto?

O PODER DAS MULHERES

O discurso de Oprah foi o mais longo e emocionante da noite. “Por muito tempo, as mulheres não foram ouvidas e foram desacreditadas se elas ousassem falar a verdade diante do poder daqueles homens. Mas o tempo deles acabou”, disse.

“Quero que todas as garotas assistindo aqui, agora, que saibam que um novo dia está no horizonte. E que quando este novo dia finalmente chegar, será por causa de muitas mulheres magníficas, (…) e algum homens fenomenais, lutando duro para ter certeza de que elas se tornem as líderes que nos levem a um tempo em que ninguém jamais tenha de dizer ‘Eu também’ novamente”.

VEJA OS VENCEDORES (EM NEGRITO)

Veja, em negrito, os ganhadores do Globo de Ouro 2018:

— Cinema

Melhor Filme – Drama

  • “Me chame pelo seu nome”
  • “The Post: A guerra secreta”
  • “Dunkirk”
  • “A forma da água”
  • “Três anúncios para um crime”

Melhor Filme – Comédia ou musical

Elenco e equipe de 'Lady Bird: É hora de voar' recebe prêmio de melhor filme de comédia ou musical no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Elenco e equipe de ‘Lady Bird: É hora de voar’ recebe prêmio de melhor filme de comédia ou musical no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

  • “Artista do desastre”
  • “Corra!”
  • “Eu, Tonya”
  • “Lady Bird: É hora de voar”
  • “O rei do show”

Melhor diretor

Guillermo del Toro recebe o prêmio de melhor diretor por 'A forma da água' no Globo de Ouro 2018 (Foto: Frederic J. BROWN / AFP)

Guillermo del Toro recebe o prêmio de melhor diretor por ‘A forma da água’ no Globo de Ouro 2018 (Foto: Frederic J. BROWN / AFP)

  • Christopher Nolan (“Dunkirk”)
  • Guillermo del Toro (“A forma da água”)
  • Martin McDonagh (“Três anúncios para um crime”)
  • Ridley Scott (“Todo o dinheiro do mundo”)
  • Steven Spielberg (“The Post: A guerra secreta”)

Melhor ator de filme – Drama

Gary Oldman recebe seu prêmio como melhor ator em drama por 'O destino de uma nação' no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Gary Oldman recebe seu prêmio como melhor ator em drama por ‘O destino de uma nação’ no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

  • Daniel Day-Lewis (“Trama fantasma”)
  • Denzel Washington (“Roman J. Israel, Esq.”)
  • Gary Oldman (“O destino de uma nação”)
  • Timothée Chalamet (“Me chame pelo seu nome”)
  • Tom Hanks (“The Post: A guerra secreta”)

Melhor atriz de filme – Drama

Frances McDormand recebe prêmio de melhor atriz em drama pelo filme 'Três anúncios para um crime' no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Frances McDormand recebe prêmio de melhor atriz em drama pelo filme ‘Três anúncios para um crime’ no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

  • Frances McDormand (“Três anúncios para um crime”)
  • Jessica Chastain (“A grande jogada”)
  • Meryl Streep (“The Post: A guerra secreta”)
  • Michelle Williams (“Todo o dinheiro do mundo”)
  • Sally Hawkins (“A forma da água”)

Melhor ator de filme – Comédia ou Musical

James Franco, no meio, recebe o prêmio de melhor ator em comédia ou musical por 'Artista do desastre' no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

James Franco, no meio, recebe o prêmio de melhor ator em comédia ou musical por ‘Artista do desastre’ no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

  • Ansel Elgort (“Em ritmo de fuga”)
  • Daniel Kaluuya (“Corra!”)
  • Hugh Jackman (“O rei do show”)
  • James Franco (“Artista do desastre”)
  • Steve Carell (“A guerra dos sexos”)

Melhor atriz de filme – Comédia ou Musical

Saoirse Ronan recebe prêmio de melhor atriz em comédia ou musical por 'Lady Bird: É hora de voar', no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Saoirse Ronan recebe prêmio de melhor atriz em comédia ou musical por ‘Lady Bird: É hora de voar’, no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

  • Emma Stone (“A guerra dos sexos”)
  • Helen Mirren (“Ella e John”)
  • Judi Dench (“Victoria e Abdul – O confidente da rainha”)
  • Margot Robbie (“Eu, Tonya”)
  • Saoirse Ronan (“Lady Bird: É hora de voar”)

Melhor atriz coadjuvante de filme

Allison Janney levou o Globo de Ouro 2018 de melhor atriz coadjuvante de filme por 'Eu, Tonya' (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

Allison Janney levou o Globo de Ouro 2018 de melhor atriz coadjuvante de filme por ‘Eu, Tonya’ (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

  • Allison Janney (“Eu, Tonya”)
  • Hong Chau (“Pequena grande vida”)
  • Laurie Metcalf (“Lady Bird: É hora de voar”)
  • Mary J. Blige (“Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi”)
  • Octavia Spencer (“A forma da água”)

Melhor ator coadjuvante de filme

Sam Rockwell segura seu Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante em filme por 'Três anúncios para um crime' (Foto:  Jordan Strauss/Invision/AP)

Sam Rockwell segura seu Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante em filme por ‘Três anúncios para um crime’ (Foto: Jordan Strauss/Invision/AP)

  • Armie Hammer (“Me chame pelo seu nome”)
  • Christopher Plummer (“Todo o dinheiro do mundo”)
  • Richard Jenkins (“A forma da água”)
  • Sam Rockwell (“Três anúncios para um crime”)
  • Willem Dafoe (“Projeto Flórida”)

Melhor roteiro de filme

  • Guillermo del Toro (“A forma da água”)
  • Aaron Sorkin (“A grande jogada”)
  • Greta Gerwig (“Lady Bird: É hora de voar”)
  • Liz Hannah e Josh Singer (“The Post: A guerra secreta”)
  • Martin McDonagh (“Três anúncios para um crime”)

Melhor animação

  • “Com amor, Van Gogh”
  • “O poderoso chefinho”
  • “O touro Ferdinando”
  • “The Breadwinner”
  • “Viva: A vida é uma festa”

Melhor filme em língua estrangeira

  • “Em pedaços”
  • “First They Killed My Father: A Daughter of Cambodia Remembers”
  • “Nelyubov”
  • “The Square”
  • “Uma mulher fantástica”

Melhor trilha sonora para filme

  • Alexandre Desplat (“A forma da água”)
  • Hans Zimmer (“Dunkirk”)
  • Vários (“The Post: A guerra secreta”)
  • Jonny Greenwood (“Trama fantasma”)
  • Carter Burwell (“Três anúncios para um crime”)

Melhor canção original para filme

  • “Home”, de “O touro Ferdinando”
  • “Mighty River”, de “Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi”
  • “Remember me”, de “Viva – A vida é uma festa”
  • “The star”, de “A estrela de Belém”
  • “This is me”, de “O rei do show”

— TV

Melhor série – Drama

  • “Game of Thrones”
  • “The Handmaid’s Tale”
  • “Stranger Things”
  • “The Crown”
  • “This is us”

Melhor série – Musical ou Comédia

  • “Black-ish”
  • “Master of None”
  • “SMILF”
  • “The Marvelous Mrs. Maisel”
  • “Will & Grace”

Melhor série limitada ou filme para a TV

Laura Dern, Nicole Kidman, Zoe Kravitz, Reese Witherspoon e Shailene Woodley comemoram Globos de Ouro da série 'Big Little Lies' (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

Laura Dern, Nicole Kidman, Zoe Kravitz, Reese Witherspoon e Shailene Woodley comemoram Globos de Ouro da série ‘Big Little Lies’ (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

  • “Big Little Lies”
  • “Fargo”
  • “Feud”
  • “The Sinner”
  • “Top of the Lake”

Melhor ator de série – Drama

Sterling K. Brown mostra o Globo de Ouro de melhor ator em série de drama pelo trabalho em 'This is us' (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

Sterling K. Brown mostra o Globo de Ouro de melhor ator em série de drama pelo trabalho em ‘This is us’ (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

  • Bob Odenkirk (“Better Call Saul”)
  • Freddie Highmore (“The Good Doctor”)
  • Jason Bateman (“Ozark”)
  • Liev Schreiber (“Ray Donovan”)
  • Sterling K. Brown (“This is us”)

Melhor atriz de série – Drama

Elisabeth Moss ganha o Globo de Ouro 2018 na categoria melhor atriz em série de drama por seu trabalho em 'The Handmaid's Tale' (Foto: Paul Drinkwater/NBC/AP)

Elisabeth Moss ganha o Globo de Ouro 2018 na categoria melhor atriz em série de drama por seu trabalho em ‘The Handmaid’s Tale’ (Foto: Paul Drinkwater/NBC/AP)

  • Caitriona Balfe (“Outlander”)
  • Claire Foy (“The Crown”)
  • Elisabeth Moss (“The Handmaid’s Tale”)
  • Katherine Langford (“13 Reasons Why”)
  • Maggie Gyllenhaal (“The Deuce”)

Melhor ator de série – Musical ou Comédia

Aziz Ansari segura o Globo de Ouro de melhor ator em série de comédia ou musical por 'Master of none' (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

Aziz Ansari segura o Globo de Ouro de melhor ator em série de comédia ou musical por ‘Master of none’ (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

  • Anthony Anderson (“Black-ish”)
  • Aziz Ansari (“Master of None”)
  • Eric McCormack (“Will & Grace”)
  • Kevin Bacon (“I Love Dick”)
  • William H. Macy (“Shameless”)

Melhor atriz de série – Musical ou Comédia

Rachel Brosnahan mostra o seu Globo de Ouro de melhor atriz em série de comédia ou musical pela série 'The Marvelous Mrs. Maisel ' (Foto: Jordan Strauss/Invision/AP)

Rachel Brosnahan mostra o seu Globo de Ouro de melhor atriz em série de comédia ou musical pela série ‘The Marvelous Mrs. Maisel ‘ (Foto: Jordan Strauss/Invision/AP)

  • Alison Brie ( “GLOW”)
  • Frankie Shaw (“SMILF”)
  • Issa Rae (“Insecure”)
  • Pamela Adlon (“Better Things”)
  • Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”)

Melhor atriz de série limitada ou filme feito para TV

Nicole Kidman foi a 1ª vencedora da noite, por 'Big little lies' (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Nicole Kidman foi a 1ª vencedora da noite, por ‘Big little lies’ (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

  • Jessica Biel (“The Sinner”)
  • Jessica Lange (“Feud”)
  • Nicole Kidman (“Big Little Lies”)
  • Reese Witherspoon (“Big Little Lies”)
  • Susan Sarandon (“Feud”)

Melhor ator de série limitada ou filme feito para TV

Ewan McGregor recebe o prêmio de melhor ator em série limitada ou filme para a TV, conquistado pelo trabalho em 'Fargo' (Foto:  Paul Drinkwater/NBC/Reuters)

Ewan McGregor recebe o prêmio de melhor ator em série limitada ou filme para a TV, conquistado pelo trabalho em ‘Fargo’ (Foto: Paul Drinkwater/NBC/Reuters)

  • Robert De Niro (“O mago das mentiras”)
  • Ewan McGregor (“Fargo”)
  • Geoffrey Rush (“Genius”)
  • Jude Law (“The Young Pope”)
  • Kyle MacLachlan (“Twin Peaks”)

Melhor atriz coadjuvante em série, série limitada ou filme para TV

Laura Dern recebe o prêmio de melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para TV por 'Big Little Lies' no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Laura Dern recebe o prêmio de melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para TV por ‘Big Little Lies’ no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

  • Ann Dowd (“The Handmaid’s Tale”)
  • Chrissy Metz (“This is us”)
  • Laura Dern (“Big Little Lies”)
  • Michelle Pfeiffer (“O mago das mentiras”)
  • Shailene Woodley (“Big Little Lies”)

Melhor ator coadjuvante para série, série limitada ou filme feito para TV

Alexander Skarsgård levou o Globo de Ouro 2018 na categoria melhor ator coadjuvante para série, série limitada ou filme para a TV pelo trabalho em 'Big little lies' (Foto: Paul Drinkwater/NBC/AP)

Alexander Skarsgård levou o Globo de Ouro 2018 na categoria melhor ator coadjuvante para série, série limitada ou filme para a TV pelo trabalho em ‘Big little lies’ (Foto: Paul Drinkwater/NBC/AP)

  • Alexander Skarsgård (“Big Little Lies”)
  • Alfred Molina (“Feud”)
  • Christian Slater (“Mr. Robot: Sociedade Hacker”)
  • David Harbour (“Stranger Things”)
  • David Thewlis (“Fargo”)

Original: https://glamurama.uol.com.br/edicao-historica-do-globo-de-ouro-foi-marcada-por-manifestos-contra-abuso-sexual-e-em-prol-das-mulheres/

https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/globo-de-ouro-2018-big-little-lies-e-tres-anuncios-para-um-crime-sao-os-maiores-ganhadores.ghtml