O Contador Viu: Contos do Loop

Serie é inspirada nas pinturas retro-futuristas do sueco Simon Stålenhag, é mais uma daquelas produções que você não sabe que existe até encontrar perdida no catalogo de alguma dessas plataformas de streaming.

Por Rubens dos Anjos

Reprodução/Amazon Prime

A série é baseada no livro de ficção cientifica, retro-futuristas do pintor sueco Simon Stålenhag, Tales from the Loop, título que no Brasil recebe a tradução de “Contos do Loop”, explora incríveis histórias de pessoas que vivem acima do loop, uma máquina construída para explorar os mistérios do universo. A produção estreou na Amazon Prime Video em 3 de abril de 2020 e os oito episódios da primeira temporada foram lançados simultaneamente.

Loop, é o nome do instituto de pesquisa construído entono de um grande artefato chamado eclipse, o instituto tem como presidente Russ Willard (Jonathan Pryce). O loop afeta diretamente a vida de todos na pequena cidade no interior dos Estados Unidos com paisagens bucólicas e repleta de maquinas, robôs e outros objetos, e é neste lugar onde se desenrola os contos. Cada episódio tem um protagonista diferente, com histórias diferentes, mas igualmente relacionadas ao Loop, seja um parente que trabalha lá ou por que encontra um objeto que foi fabricado no instituto.

Reprodução/Amazon Prime

Cada episódio que monta o enredo dessa série contém em média 55 minutos de duração, que é ampliada pelos grandiosos planos e pela condução narrativa escolhida para contar a trama. A escolha acerta em cheio, tendo em vista a obra em que baseada, porém pode causar incômodo em pessoas acostumadas a produções com um ritmo mais frenético.

A direção é da irretocável Jodie Foster, que conduz o episódio que fecha a temporada de maneira belíssima. Não dá para descrever em palavras o tanto que essa serie é fabulosa e cativante, só mergulhando nesse universo para compreender.

CONTOS DO LOOP (2020)

  • Onde assistir: Amazon Prime Video
  • Temporadas: 01
  • Duração: 8 episódios (55 minutos por episódio)

Autor: Rubens dos Anjos

Fotógrafo, Designer, Operador de Som Direto, Editor de Vídeos e Diretor de Cinema. Sócio-fundador da Agência de produção de fotos e vídeos; Solarfotos. Como diretor fez parte de quatro curtas-metragens: O Grande O (2017 Ficção), Autômato do Tempo (2018 Ficção) e Carta Branca (2019 Ficção) e Mestre Marciano (2020 Documentário), e como operador de som direto colaborou com varias produções entre elas o curta O Grande Amor de Um Lobo, produção com exibições em mais de 30 festivais e já ultrapassa o número de 25 prêmios. Rubens também conta com a participação em um projeto selecionado para o GloboLab Profissão Repórter 2019, onde teve a vivência de uma semana junto de Caco Barcellos e equipe.