O CONTADOR VIU – SANDY E JUNIOR: A HISTÓRIA

Série da Globoplay é uma afago aos fãs que puderam ter um gostinho de como eles amadureceram durante pausa de 12 anos.

POR AILTON RODRIGUES

Sandy & Junior voltam de hiato após 12 anos e fazem uma turnê emblemática!

São sete episódios carregados de muita nostalgia e grandes sucessos que marcaram uma geração: assim podemos definir o presente aos fãs que é a série exclusiva do Globoplay Sandy & Júnior: a História.

Contando com um acervo de imagens riquíssimo incluindo uma vasta galeria de 250 DVDs da mãe da dupla, Dona Noely, conhecida como “a empresária”. Os episódios vão nos fazendo dar uma verdadeira viagem ao longo dos 17 anos da dupla que resolveu dar uma pausa em 2007.

Porém, felizmente resolveram voltar do hiato para uma turnê comemorativa em 2019, diga-se de passagem com muita insistência do pai Xororó. Mas a série vai além disso, mergulha nas polêmicas até as obras mais recentes que os dois vão tocando em suas carreiras solo.

O diretor Douglas Aguillar foi feliz em recontar esses 30 anos por meio de temas, mas carregado de uma trilha sonora cheia de saudação. Cada episódio que permeia uma das facetas da dupla começa com infância e vai inserindo o telespectador a como as crianças foram crescendo em frente as câmeras.

Mesmo com os episódios girando em torno de uma hora de duração cada, a direção pecou em querer abraçar o mundo com as pernas e colocou um número grande de imagens de forma frenética. Tem momentos até que nos perdemos na narrativa, mas não mancha a celebração.

Sobre o episódio mais emotivo, que conta das polêmicas, por muitas vezes criadas pela mídia, mostra como machucaram a dupla, mas o principal mesmo é reverenciar como o sucesso da turnê foi importante para provar que a dupla tem público caso quisessem retomar a carreira. Mas eles já disseram que foi só uma celebração mesmo.

A nossa sorte é que eles continuam aí produzindo… E quem sabe daqui a alguns anos não tem outro repeteco.

Até qualquer hora!

COVID-19: SÃO MIGUEL DO GOSTOSO LIBERA FEIRA LIVRE E ACABA COM TOQUE DE RECOLHER

Decreto publicado nesta sexta-feira (31) permite que idoso frequentem a feira livre mediante uso de máscara e processos de higienização.

POR AILTON RODRIGUES

A Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso divulgou mais um decreto que flexibiliza as medidas de distanciamento social na cidade nesta sexta-feira (31), desta vez a feira livre foi liberada novamente com permissão de acesso de idosos e foi revogado o toque de recolher.

De acordo com a publicação veiculada nas redes sociais, a feira livre voltará na próxima segunda-feira (03/08) e permanecerá no Estádio Teixeirão. Haverá ainda uma barreira sanitária para evitar aglomeração e fazer higienização.

Como dito anteriormente, idosos poderão ir a feira, mas de acordo com o decreto seguindo as recomendações das autoridades competentes e uso obrigatório de máscara.

POUSADAS RENDERAM DENÚNCIAS

A capacidade de hospedagem das pousadas foi alvo de denúncias de moradores para a vigilância sanitária, o Contador recebeu também mensagens de internautas com imagens de confraternizações, incluindo bebida alcoólica, que foram feitas em alguns desses espaços.

Procuramos a Vigilância Sanitária para saber se as denúncias realmente foram feitas e eles confirmaram, mas ainda de acordo com a Vigilância as pousadas citadas não extrapolaram os 50% de hospedagem que é o permitido pelos decretos municipais.

ÚLTIMOS NÚMEROS DA COVID-19

Para a Secretaria Municipal de Saúde, até a quinta-feira (30) o município tem 311 notificações com 114 casos confirmados, 79 casos suspeitos e 118 casos descartados. Dentre os confirmados, estão 97 curados e 09 óbitos.

Já para a Secretaria de Saúde Pública do Estado (Sesap) no mesmo dia 30 de julho, o município possui 401 notificações: 111 casos confirmados, 119 casos suspeitos e 171 casos descartados. Dentre os confirmados permanece os 09 óbitos.

Nós continuamos de olho.