TRILHA CONSTRUÍDA NA ORLA GOSTOSENSE DESRESPEITA LEI MUNICIPAL E ACENDE POLÊMICA

Desde a última sexta-feira (13) que as redes sociais repercutem a iniciativa de abertura de uma trilha na orla gostosense para tráfego de buggys e quadricíclos.

POR AILTON RODRIGUES

trilha na praia
Trilha aberta na orla gostosense abre polêmica

As redes sociais repercutiram um ato tomado desde a última sexta-feira (13) onde o maquinário da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso foi acionado para a abertura de uma trilha de 35 quilômetros na orla gostosense cujo objetivo seria de facilitar o tráfego de buggys e quadricíclos.

O trator construindo a trilha foi filmado e o vídeo foi jogado nas redes sociais (veja abaixo). De acordo com informações obtidas pelo Contador de Causos o ato foi liderado pelo arquiteto e Gestor da Orla, Fernando Castro e o principal problema seria a violação direta de uma Lei Municipal aprovada em abril de 2013 que proíbe o trânsito na orla.

Além disso, o gestor não haveria consultado nenhum dos comitês e conselhos municipais como a COMTUR, Comitê Orla, nem mesmo o Projeto Cetáceos que monitora os ninhos de tartaruga na região. O IDEMA já veio à cidade e notificou o responsável pelos atos pedindo esclarecimentos.

Em publicações nas redes sociais, Fernando diz que a iniciativa foi dele, isentando assim os demais da gestão municipal, ainda assim se defende dizendo que não cometeu nenhum crime ambiental e buscava ajudar na resolução do problema do tráfego desordenado de veículos nas praias. Além disso, ele afirma que coloca seu cargo à disposição e que responderá as notificações ao qual seja acionado.

Não foi divulgada nenhuma nota oficial por parte da Prefeitura Municipal até o momento que esta matéria estava sendo construída.

Nós continuamos de olho.