SÃO MIGUEL DO GOSTOSO PERDE EDIÇÃO 2018/2019 DO SEGURO SAFRA POR NÃO CUMPRIR PRAZOS

Município perdeu o prazo de vistoria para detecção da perca da safra e por isso agricultores não tiveram o benefício em 2019.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

55602640_2035230043242881_7541251600069689344_n
Prefeito assina termo de adesão do Garantia Safra 2019/2020 (Foto: Facebook).

Na última quarta-feira (27) a Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso anunciou por meio das suas redes sociais que foi assinado o termo de adesão ao Programa Garantia Safra 2019/2020, junto ao Governo do Rio Grande do Norte na Coordenação da Agricultura Familiar.

Foi uma boa notícia, visto que por falta de cumprimento de prazos a edição 2018/2019 do programa não foi concedida ao município, enquanto Touros, João Câmara e Pureza conseguiram o benefício. O Contador entrou em contato com a Coordenadora Estadual do Programa Garantia Safra na Secretaria de Agricultura, da Pecuária e da Pesca-RN, Magnalda Fontoura, e ela explicou que o município de São Miguel do Gostoso não fez  o pedido da vistoria.

Segundo o site do programa, o benefício só é dado quando o município em que os aderidos ao programa moram, comprova a perda de, pelo menos, 50% do conjunto dessas produções, ou de outras a serem definidas pelo órgão gestor do Fundo Garantia-Safra, em razão de estiagem ou excesso hídrico.

“Após o plantio, o município tem até 60 dias para solicitar a vistoria e indicar o técnico vistoriador. Sempre oriento que o Conselho Municipal se reúna e discuta a situação de perdas da lavoura, ou por seca ou por enchente. O município de São Miguel do Gostoso  não fez essa solicitação”, declarou Magnalda ao Contador.

A coordenadora também forneceu o dado de que dos 55 municípios da Região Agreste, apenas 22 solicitaram a vistoria, com isso os demais, assim como Gostoso, perderam o prazo. Ela acredita que pelo inverno razoável que foi em 2018, muitos desses municípios podem não ter acreditado que haveria perca de lavoura.

Procuramos o Secretário de Agricultura de São Miguel do Gostoso, Lindemberg Gomes, para explicar porque o município não solicitou a vistoria, mas ele não atendeu nossos telefonemas, nem respondeu as mensagens enviadas pela nossa produção.

Nós continuamos de olho. Até qualquer hora!

Autor: Ricardo André

Professor de Matemática, produtor cultural e tesoureiro do Espaço TEAR (CDHEC)