GRUPO D: REAL MADRID VENCE ATLÉTICO EM JOGO TENSO E BARCELONA DERROTA CRUZEIRO EM PARTIDA COM DUAS EXPULSÕES

Todas as partidas da abertura do grupo D tiveram expulsões, entretanto Barcelona dorme como líder após golear a raposa do Baixio.

POR AILTON RODRIGUES
FREJÓ, S.M. DO GOSTOSO/RN

Os jogos do grupo D que fecharam a primeira rodada da Copa do Sítio aconteceram na manhã deste último domingo (08) e foram bem quentes em todos os sentidos, pois além da alta temperatura climática, as partidas tiveram ao todo três expulsões e dez cartões amarelos.

O Barcelona (Paraíso) dentre todos os outros é o que mais deve comemorar porque é líder do grupo após golear o Cruzeiro (Baixio) por 5 a 2. Na outra partida, o Real Madrid (Tabua) sofreu, mas conseguiu uma vitória apertada por 4 a 3 e fechou assim o G-2.

Veja quais os destaques dessas partidas:

REAL MADRID 4 x 3 ATLÉTICO – PZI

Gols: RMA – José Julião (2x), Júlio Cesar e Miguel / ATL – Wanderson, Felipe Mateus e João Bahia.

30415097_1639382286131683_561602772504412160_o
Julio Cesar (camisa 09) dominou a bola.

Um jogo catimbado e bem tenso, assim podemos definir como foi Real e Atlético. Desde o início do confronto que o árbitro teve dificuldades para administrar a partida, já que Loelson (zagueiro do Real) e Wanderson (atacante do Atlético) insistiam em ficar se estranhando.

Mas apesar disso, o clube tabuense jogou um primeiro tempo irretocável e abriu 3 a 0. Na segunda etapa é que o Atlético resolveu ir para o ataque e até dominuiu o marcados com gols de Wanderson e João Bahia, mas aí surgiu o lance mais polêmico do jogo: após um passe dentro da pequena área a bola foi desviada por José Julião que marcou o gol para o Real Madrid, no entanto os jogadores ficaram reclamando de que o desvio haveria sido com a mão. O árbitro não voltou atrás e validou o gol.

O clube parazinhense ainda ameaçou o empate após fazer um gol com um chute bem de longe do Felipe Mateus, mas o Real suportou a pressão e acabou no 4 a 3.

Cerca de 15 minutos após o término da partida o árbitro ainda expulsou Murilo do Atlético alegando que o atleta havia o ofendido moralmente, como o jogador ainda aparentava estar uniformizado ele aplicou o vermelho. O árbitro, não quis relatar detalhes da motivação da expulsão na súmula, por isso Murilo cumprirá apenas suspensão automática na próxima partida.

CRUZEIRO 2 x 5 BARCELONA

Gols: CRU – Jailson e Edson / BAR – Gleysson (2x), Adriano, Wanderson e Jackson.

30530863_1639383646131547_5922234961691148288_o
Árbitro aplicou dois cartões vermelhos nessa partida.

A primeira etapa desta partida foi um verdadeiro show do Barcelona! Com belos chutes cruzados, duas bolas na trave e quatro gols, o clube do Paraíso dominou completamente o jogo e pouco deixou o Cruzeiro jogar.

Destaque para o atacante Adriano que só comprovou ser um exímio finalizador, fez um gol e o rebote dos seus chutes originaram mais duas bolas no fundo da rede.

No segundo tempo, o enredo foi um pouco diferente. O Barcelona ainda marcou o quinto gol, mas cansou no meio da segunda etapa e viu o Cruzeiro crescer. Os gols de Jailson e Edson aparentavam dar um pouco de esperança, mas a vantagem do Barça era grande demais para ser tirada e não havia muito tempo. O final foi de 5 a 2, com lampejos de reação.

Ainda houve um desentendimento entre Adriano e Danilson que motivou o árbitro a expulsar os dois atletas, assim eles cumprem suspensão automática na próxima partida e demonstraram que vão fazer muita falta as suas equipes pelo que apresentaram hoje.

RODADA CHEIA DE GOLS

Após estes jogos a primeira rodada da Copa do Sítio foi concluída. Foram 43 gols em 8 partidas o que dá uma média de 5,3 gols por jogo. O grupo D, pelo que já foi exposto acima, lidera o ranking de mais violento com 13 cartões, sendo 3 destes vermelhos.

O único clube a não marcar nenhum gol até o momento é o TEC (Tabua), já o Boca Juniors (Antônio Conselheiro) fez a alegria do seu torcedor marcando logo 8 e sendo o ataque mais poderoso da competição.

Semana que vem, começa a segunda rodada da Copa do Sítio e nós estaremos de olho.

Até qualquer hora!

GRUPO C: VITÓRIA SOFRE, MAS VIRA JOGO E BOCA JUNIORS ATROPELA PORTO SEM PIEDADE

Com 13 gols em duas partidas, grupo C teve goleada impressionante do Boca Juniors sobre o Porto por 8 a 2.

POR AILTON RODRIGUES
FREJÓ, S.M. DO GOSTOSO/RN

Na tarde deste último sábado (07) foi dada a largada para o grupo C da Copa do Sítio e de cara o maior destaque foi a goleada do Boca Juniors (Antônio Conselheiro) sobre o Porto (Praia do Marco) por 8 a 2. Na partida preliminar, o Vitória (Morros) venceu o Paraíso (Paraíso) com muitas dificuldades, mas de virada por 2 a 1.

Veja os destaques da rodada:

PARAÍSO 1 x 2 VITÓRIA – MOR

Gols: PAR – Rafael Garcia / VMO – Rodrigo, Messias.

30530578_1639376642798914_2099696866907127808_o

A partida entre estes clubes foi morna. No primeiro tempo o Paraíso começou a todo vapor e logo saiu na frente com um gol olímpico de Rafael Garcia, com isso o clube dos Morros não viu a cor da bola.

O pecado do Paraíso foi não matar o jogo quando devia, nisso o Vitória começava a perder chances (uma delas, inclusive, era digna de inacreditável futebol clube já que João fez o favor de perder um gol sem goleiro). A virada começou com a entrada iluminada de Rodrigo que em cinco segundos após sair do banco de reservas recebeu a bola em profundidade e tocou para o fundo das redes empatando o jogo.

Dois lances depois, uma bola cruzada achou Messias dentro da pequena área que só teve o trabalho de desviar e correr para o abraço. Após isso, nada demais no jogo, porém o Paraíso deveria ter aprendido a lição.

BOCA JUNIORS 8 x 2 PORTO

Gols: POR – Lucas, Diego / BOC – Leandro (2x), Josiedson, Lidayano, Eremilson, Denilton, André, Robson.

30441482_1639377276132184_3486760381966188544_o

Bom, como podemos descrever esse jogo? Impressionante, poderia ser a palavra que definiria bem como foi esta partida. Foram 10 gols (7 deles só no segundo tempo) de nove autores diferentes, culminando em um verdadeiro pesadelo para o Porto.

O clube da Praia do Marco até começou bem, saiu na frente com Lucas batendo na saída do goleiro José Ferreira. Mas, logo na sequência sofreu o empate com um chute rasteiro de Josiedson, logo no finalzinho do primeiro tempo, Leandro virou para 2 a 1.

Na segunda etapa, o negócio descambou para o Porto, com o time visivelmente cansado e sem opções no banco de reservas o clube só assistiu ao Boca Juniors desfilar seus gols… Ah, ainda conseguiu fazer outro gol com Diego, mas a partida já estava sacramentada com um sonoro 8 a 2.

Não havia nem o que argumentar, o Boca termina a rodada como líder e de quebra com o ataque mais positivo da competição até o momento.

Nós continuamos de olho na Copa do Sítio. Até qualquer hora!