DJ FATBOY SLIM CANCELA SEU SHOW NO RÉVEILLON DE GOSTOSO

Organização do evento ainda não anunciou uma substituição, mas o DJ era considerada a principal atração do evento. Pessoas podem pedir o reembolso.

POR AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

fatboy-slim-1503572753-1x2560
DJ Fatboy Slim cancela seu show no Réveillon de Gostoso.

O DJ inglês Fatboy Slim pegou todos de surpresa ao anunciar por meio das suas redes sociais o cancelamento do show que faria no Réveillon de Gostoso no dia 29 de dezembro.

A organização do evento também anunciou no Instagram oficial do Réveillon de Gostoso que lamentava o ocorrido, pois o DJ alegou motivos de saúde e o cancelamento foi de toda sua turnê que passaria também pelo Uruguai e pela Turquia, veja a nota na íntegra:

“Lamentamos muito informar que por motivos de saúde o DJ Fatboy Slim teve que cancelar toda sua turnê de final de ano no Brasil, na Turquia e no Uruguai… BUT THE SHOW GOES ON!!!

Vamos todos curtir juntos o réveillon mais Gostoso do Brasil que se mantêm com todas as grandes atrações como Jonas Blue, Bell Marques, Esbórnia, The Juns, José Pinteiro, KVSH e Baile do Zeh Pretim

A FESTA ESBÓRNIA é uma das festas mais amadas do Brasil, e vai acontecer normalmente sob o comando do seu famoso Music Stage.

Para maiores esclarecimentos, dúvidas ou solicitação de reembolsos, favor entrar em contato através do email sac.reveillondogostoso@gmail.com que nossa equipe estará a disposição!

Estamos tristes com a notícia, mas desejamos muita saúde e uma rápida recuperação para nosso ídolo”

Os ingressos para o show do DJ era um dos mais caros custando 550 reais para mulheres e 700 reais para os homens incluindo open bar. Apesar disso, a direção do evento acredita que o réveillon será um sucesso, até a última checagem já haviam sido vendidos cerca de mil pacotes, porém ainda não foi anunciada nenhuma substituição.

Nós continuamos de olho!

‘AGOKS FECHA 2017 COM CHAVE DE OURO E BALANÇO POSITIVO’, DIZ SENSEI CRISTIANO NUNES

Entrega de cestas básicas para famílias carentes fecham o ciclo 2017 da associação. De acordo com o presidente o balanço foi positivo, mas ainda precisa melhorar.

POR AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

WhatsApp Image 2017-12-16 at 13.09.48
Entrega de cestas básicas fecha o ano 2017 da AGOKS.

A Associação Gostosense de Karatê Shotokan (AGOKS) fechou sua programação de 2017 entregando cestas básicas na manhã deste sábado (16) para famílias carentes em São Miguel do Gostoso.

A cidadania, que é um dos pilares da associação, foi fomentada com a realização desta ação social fruto da Copa Cidadania de Karatê realizada no último dia 09. Foram arrecadados 100 quilos de alimentos perecíveis que formaram 12 cestas básicas. Uma das atletas que estiveram na entrega destas cestas foi Larissa Rodrigues, uma das principais atrações do ano.

Em entrevista ao Contador, o sensei Cristiano Nunes, declarou que considerou o ano da AGOKS positivo e que a ação social apenas fecha o ciclo da associação com chave de ouro.

“Ajudar sem olhar a quem. Passar esta mensagem para os nossos caratecas é importante e reforça nosso papel de cidadão”, declarou Cristiano.

GOSTOSO VIRA PÓLO DO KARATÊ

OpenGostosense2017 (7)
Abison Matheus foi um dos destaques no Open Gostosense de Karatê 2017.

A AGOKS realizou 4 eventos de karatê em São Miguel do Gostoso durante o ano. O primeiro deles foi o treinamento da seleção do RN que contou com nomes consagrados do estado na categoria como Mano Santana.

A Copa Integração foi um evento interno que houve presença para convidados de outros municípios. Em meados de setembro, o Open Gostosense de Karatê teve o requinte de ser efetivado como uma etapa do campeonato estadual que elevou o patamar do município e transformou o evento em um sucesso de público.

Para fechar o calendário, tivemos a Copa Cidadania que promoveu a ação social descrita no início desta matéria.

FOI UM ANO DE DIFICULDADES TAMBÉM

FB_IMG_1508246047643.jpg
Potiguares em Salvador.

Apesar de ter sido um ano com conquistas significativas para a AGOKS como a participação de 10 atletas para a etapa final do Campeonato Brasileiro em Salvador e o visível aumento do nível dos atletas, a falta de apoio foi um grande desafio durante o ano.

Não houve medalhados em Salvador, mas tivemos 10 medalhas na etapa classificatória de Caruaru (PE) o que já foi uma grande marca. O ponto negativo é que a AGOKS não conseguiu levar os seus três atletas que obtiveram índice para o campeonato Pré-Olímpico que dava vagas para a seleção brasileira de 2018. Apenas Abison Matheus conseguiu patrocínio, porém não obteve êxito.

Como dito anteriormente, a falta de apoio prejudicou o desempenho dos nossos caratecas, a esperança é que em 2018 este ponto possa ser melhorado com a divulgação dos resultados.

E AS EXPECTATIVAS PARA 2018?

larissa_mateus_wanderson_cristianonunes
Larissa Rodrigues, Abison Matheus, Wanderson Silva e Cristiano Nunes.

Com o novo ciclo de 2018 do karatê, os atletas da AGOKS vão buscar superar suas marcas. Teremos etapas de estadual, incluindo mais uma edição do Open Gostosense de Karatê, etapas do Brasileirão e mais um Pré-Olímpico.

A grande baixa do time é Wanderson Silva que ainda está em tratamento depois que se machucou em Salvador, ele só deverá voltar a competir no segundo semestre.

Nós continuaremos acompanhando os gostosenses! Até qualquer hora!

O CONTADOR LEU: O MUNDO DE SOFIA DE JOSTEIN GAARDER

download

POR AÍRIS VITAL

       Você quer conhecer de uma forma resumida sobre os segmentos acerca do mundo que vivemos?! Indico este livro, pois ele apresenta de forma concisa e explicada sobre as religiões, transições sobre a idade média e moderna, física, filosofia, sentimentos, sentidos, etc. Uma dentre tantas características que essa edição traz é que no fim do livro possui um índice remissivo de todos os temas que constituem a narrativa.

            O livro descreve as aventuras de Sofia que ao se aproximar do seu aniversário de 15 anos, recebe uma carta anônima que estimula ela a encontrar o significado de sua existência, logo ela se percebe envolvida nos questionamentos e busca respostas procurando o autor das cartas. Uma coisa fica nítido ao fim da leitura é sempre bom, encontrarmos respostas sobre o lugar que ocupamos no mundo e se queremos está nessa condição atual, caso não, sempre a um jeito de contornar a situação. Você só precisará de coragem e está disposto a se reinventar.

tumblr_m884z61kfO1rrmq55o1_500_large

Mais importante do que encontrar a “Verdade” com V maiúsculo, para Kierkegaard é preciso encontrar as verdades que sejam importantes para a vida de cada individuo. É importante encontrar “a verdade para mim”. ” pág 410

       O leitor que gosta de uma leitura rápida e logo começará a selecionar sem querer sobre os temas que quer conhecer, pode ser que se entedie com algumas das temáticas que é ensinada a Sofia, por meio das cartas que ela recebe. Eu particularmente, tinha preguiça de digerir sobre alguns dos conteúdos que ela recebia, para poder me aprofundar mais do assunto pesquisando em outras fontes, pois se quer tinha ouvido falar.

       Mais por outro lado, a ansiedade de saber como Sofia ia desvendar os mistérios, se prologaram demais ao longo das páginas, assim devorei muitas informações sem saborear devidamente alguns dos assuntos. Aconselho que você não cometa o mesmo erro, os questionamentos e as informações apresentadas, meio que faz sua cabeça se transformar em diversas formas geométricas, kkkkkk bem foi assim que me senti, kkkkk, em diversos momentos. Por fim, considero que é uma leitura para estudo s.i.m. Quero relê-lo. Mais daqui a um tempinho sem pressa. E sem dúvida, foi um dos melhores presentes que dei para mim.

 

O contador, Indica! 😉

 

Livro: O MUNDO DE SOFIA Titulo Original: Sofies Werden Editora: SCHWARCZ S.A. Ano de Publicação: 2016 Edição: 1° Edição [2012] 14ª reimpressão ISBN: 978-85-359-2189-2 Páginas: 566.

 

MOSTRA DE CINEMA DE GOSTOSO, BOM PRA QUEM?

O evento que abrange cerca de milhares de visitantes ao município traz cultura e cinema de qualidade, mas mesmo assim ouve críticas negativas de falsos moralistas (ou haters).

POR AIRIS VITAL E AILTON RODRIGUES
NATAL/RN

IMG-20171119-WA0059.jpg

A Mostra de Cinema de Gostoso teve sua 4ª edição realizada neste ano de 2017 e durante estes anos mudou a rotina da cidade de São Miguel do Gostoso de forma arrebatadora. Sem sombra de dúvida se tornou o principal evento cultural em questão de mídia e número de apoiadores.

Porém, ano após ano, por incrível que pareça, lemos críticos nas redes sociais (seriam haters?) falando que os filmes exibidos não tem nível bom, que as pessoas só se aproveitam da cidade e o pior de tudo, que a Mostra de Cinema não traz benefícios.

Estas pessoas definitivamente não entendem que a CULTURA não é valorizada nesse país e o pior é que pouco aplaudem as iniciativas que só engrandecem o município e colocam Gostoso em um status de importância nacional como um dos principais festivais de cinema do ano no Brasil.

Nós resolvemos dissertar sobre alguns pontos que nossos amigos haters tanto questionam:

PROJETOS QUE FAZEM GOSTOSENSES CRESCEREM

IMG-20171118-WA0021.jpg
Coletivo Nós do Audiovisual.

Todo mundo fala que a TV manipula informação. Que devemos ser críticos com a mídia que estamos tendo acesso. Porém, onde fica as instruções de como ser um perfeito analista de informação?

O jornalismo, documentários, e filmes são sem dúvida alguns dos mais populares meios de formação de conhecimento e divulgação de informação. A cidade de São Miguel do Gostoso é uma que vem sendo contemplada com esses meios informativos a um bom tempo.

Vou começar por uma ação realizada pelo Espaço TEAR com oficinas de jornalismo e fotografia desde 2008, o fruto desse projeto é a revista Guajirú que teve quatro edições concretizadas. Até mesmo programa de rádio já foi ao ar, através de atuação desses mesmos jovens, pela ONG. A AMJUS é uma outra instituição, por exemplo, que motiva jovens a escreverem jornais locais, conscientizando a população sobre diversos assuntos como a preservação ambiental.

Um dos mais recentes projetos que estão na cidade é a MOSTRA DE CINEMA, que tem uma proporção nacional. E que envolve jovens do interior e da sede municipal, com oficinas e cursos voltados a área do audiovisual.

Vocês podem estar se perguntado, porque tanta contextualização sobre projetos e mídias informativas em Gostoso. É para ressaltar o potencialidade que temos para aprimorar nossa visão para o modo que recebemos e divulgamos a informação.

Se juntar todos os jovens envolvidos nos projetos citados acima, fora os outros subcategorizados e/ou categorizados em vertentes socioeducativas, notaremos em comparação ao quantitativo de jovens locais, que podemos sim FAZER A DIFERENÇA NO MUNDO, começando em Gostoso.

DAR ACESSO À CULTURA E À DIVERSIDADE NÃO É IMPOSIÇÃO

IMG-20171118-WA0015.jpg
Programação da Mostra de Cinema é exposta para todos!

Temos ferramentas para fazer, transformar e construir. Mas como diz por aí a prática leva a perfeição. E nossos jovens “amadores” já possuem 10 filmes, internalizando e eternizando muito de nossa identidade local. Quem melhor do que nós mesmo para falar de nossa própria realidade? Gente da gente, que sabe as dificuldades e sonhos. Temos acesso as maiores fontes, da memória vida de Gostoso… Nossos avós, pais, tios contando aquilo que não tá registrado na biblioteca local.

Nossa cidade possui um potencial gigantesco para o turismo. Já parou para pensar em quanto a cidade mudou nesses últimos 7 anos? Para mim foi como se tivesse passado uns 15. A partir daqui surgem outros questionamentos: evoluímos ou regredimos? Podemos ir ainda mais fundo, sobre identidade social quem ganhou mais, nativos ou estrangeiros?

Se essa geração tem potencial para ser protagonista na informação e formação de opinião. Porque não investir em um evento nacional, onde gera intercâmbio de conhecimento e oportunidades?

Canudo Ricciotto (1912)*, atribuiu ao cinema a expressão sétima arte, pois em “síntese” demostrava uma arte total, como: a música, pintura, escultura, arquitetura, poesia, dança e outros. O detalhe disso é como as diferentes linguagens do cinema tomaram conta das ruas de Gostoso, você pode até não entender, mas no mínimo o fato de ter lhe intrigado já é uma grande resposta que você pode dar para o diretor. As pessoas têm que aprender que o diferente é bom e deve-se respeitá-lo acima de tudo.

A programação é divulgada com semanas de antecedência e todos têm acesso a isso. A pesquisa sobre a faixa etária e o conteúdo das obras é válida e depende de cada um. Só por isso o argumento de que as temáticas das obras SÃO IMPOSTAS ao público cai por terra. Você assiste se quiser! Os debates no dia seguinte, para falar sobre as obras, são um sucesso porque ajudam a entender justamente a intenção dos envolvidos nesses filmes.

Nós mesmos do Contador para fazer a cobertura do evento temos que pesquisar todas as obras selecionadas, para contar para vocês o melhor do festival. 

Outro ponto falado por aí é que a HECO Produções trabalha simplesmente por lucro financeiro para realização do evento, podem tirar o cavalinho da chuva, nem eles, muito menos o CDHEC ganham nada pelo trabalho de co-realização, aliás ganham sim: prestígio. 

Todo o dinheiro para que este gigantesco projeto saia do papel vem de editais e incentivos, na maioria públicos, como o RN Sustentável e o BNDES. A prefeitura, por sua vez, ajuda na parte logística e de produção, mas de forma alguma foi COLOCADO DINHEIRO DE ALGUM OUTRO SETOR MUNICIPAL PARA GERIR O EVENTO, nunca foi realizado qualquer tipo de desembolso ou convênio para esse projeto .

O CINEMA BRASILEIRO NÃO É IGUAL AO AMERICANO

Mostra competitiva capa
Cinema nacional é bom demais! Pena que não há incentivo 😥

Se puxarmos diretamente para a Mostra, foram exibidos 211 filmes de 16 estados nessas 4 edições. Obras de TODAS AS REGIÕES DO PAÍS, premiados tanto aqui como nos festivais internacionais, em especial Cannes.

Pelo que vimos os artistas brasileiros se empenham em trazer mensagens de empoderamento feminino (filme ‘Baronesa’ de Juliana Antunes), resistência (‘Escolas em Luta’ de Rodrigo T. Marques, Tiago Tambeli e Eduardo Consonni), luta contra homofobia (‘No Fim de Tudo’ de Victor Ciriaco), clamor pelos direitos sociais (‘Leningrado, Linha 41’ de Dênia Cruz)… Todos são temas que VOCÊ NÃO PODE IGNORAR! Tem que ser debatido!

O cinema brasileiro não é e jamais será do mesmo jeito que o americano, esse negócio de começo, meio e fim com herói e mocinha não é a nossa praia. Aqui é fazer pensar na realidade do seu país, da sua cidade, da sua rua. Claro que as pessoas tem o direito de gostar ou não, mas é inegável a importância das artes trazerem essas conversas à tona.

Concluindo, respondemos a pergunta do título com a seguinte colocação: o cinema em Gostoso é bom para todos. O pousadeiro/comerciante ganha (e muito), o município tem a mídia nacional voltada para si por 5 dias, o povo tem acesso a cinema brasileiro de alta qualidade gratuitamente e os alunos são imersos em um clima riquíssimo de influências culturais. Sem falar que o território do Mato Grande também ganhou um festival no “quintal da sua casa”… Tudo é incrível!

Se pode haver erros? Claro! Entretanto, é um absurdo alguém chegar na rede social e digitar que o NATIVO NÃO GANHA NADA COM ISSO. Quem não ganha é você, meu amigo hater, que pode continuar a vomitar palavras pelo seu teclado… Em 5 anos a Mostra só teve ascensão enquanto você tenta ganhar seus 15 minutos de fama se aproveitando dela.

Nós continuamos de olho!

 

*REFERÊNCIAS INFORMATIVAS: