COVID-19: SESAP CONFIRMA SEGUNDO CASO EM SÃO MIGUEL DO GOSTOSO

Boletim epidemiológico confirma mais um caso de Covid-19 na cidade, o primeiro registrado já está recuperado, segundo Secretaria Municipal de Saúde. 

POR AILTON RODRIGUES

naom_5e86e7aec5ff4

A Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte (SESAP) registrou nesta quinta-feira (21) o segundo caso confirmado de Covid-19 na cidade de São Miguel do Gostoso, por meio do seu boletim epidemiológico diário.

A Secretaria Municipal de Saúde não deu mais detalhes do caso, a notícia sai depois que dois funcionários de empresa eólica que estavam hospedados na cidade foram diagnosticados com a Covid-19. A pousada ao qual eles estavam foi fechada e teria sido desinfectada ainda nesta quinta-feira, os funcionários infectados estão recebendo tratamento em Mossoró. 14 pessoas que tiveram contato com eles foram testadas e aguardam resultado do exame.

O boletim da Sesap registra até o momento para Gostoso 02 casos confirmados, 05 casos suspeitos e 10 casos descartados. O primeiro caso confirmado na cidade foi no dia 15 de abril e era de uma criança do distrito do Arizona que já está curada, segundo a Secretária de Saúde, Rose Vicente.

TOUROS PREOCUPA GOSTOSO

A cidade de Touros também está em ascendência nos casos confirmados e causa preocupação para Gostoso. No mesmo boletim da Sesap já foi informado que a Esquina do Brasil tem 02 óbitos, 18 casos confirmados e 56 casos suspeitos.

A cidade serve como centro financeiro para Gostoso e Rio do Fogo e por isso as medidas de precaução devem ser redobradas aos que precisem ir até lá, especialmente porque já foi iniciado o pagamento do Bolsa Família e da segunda parcela do Auxílio Emergencial.

Nós continuamos de olho.

O CONTADOR VIU: VAN HELSING – 4ª TEMPORADA

Série chega a 4ª temporada com muita diferença de enredo, mas mantêm atuações medianas e protagonismo fragmentado.

POR AILTON RODRIGUES

van-helsing-1280x720-1
Vanessa e Sam se embatem por muito tempo durante as três primeiras temporadas.

A SYFY já anunciou que fará a 5ª temporada de Val Helsing, série que já tem todas as quatro primeiras temporadas disponíveis na Netflix, mas o detalhe é que a atual trama mantêm um nível mediano de atuações.

Todo o enredo tem o start com o acordar de Vanessa em meio a um mundo apocalíptico, tomado por vampiros. Ela descobre que é imune ao vampirismo e o seu sangue seria a principal esperança da humanidade depois de dez anos de escuridão. Mas, o detalhe é que muita coisa entra na equação no andar da série e se sente um esforço enorme em querer amarrar tudo.

Para a 4ª temporada é mostrado o desenrolar do confronto entre Vanessa (Kelly Overton) contra Drácula (Tricia Helfer), sendo que há o incremento especial de duas novas personagens ao longo dos primeiros cinco episódios da temporada, o que deixa o protagonismo fragmentado entre elas junto com os precursores Axel (Jonathan Scarfe) e Julius (Aleks Paunovic) que estão desde a primeira temporada.

São 13 episódios, mas dá para perceber que o roteiro se apressa. O desenrolar das tramas são cheios de encontros e despedidas, inclusive de personagens clássicos que decidiram se separar do bando original.

Inclusive, há um episódio inteiro formado por um flash back de uma das personagens que ao meu ver foge do contexto apocalíptico e da guerra contextualizada contra a maior ameaça do mundo que é o próprio Drácula.

van-helsing-season-4-metamorphosis-syfy
Vanessa e suas filhas que ela descobre na 4ª temporada.

Todavia, há lacunas. Não conseguimos ter um panorama de como está a sociedade em meio ao apocalipse e muitos personagens desaparecem de forma abrupta, sem se preocupar com os efeitos. Como temos o exemplo do super vilão Sam (Christopher Heyerdahl) que passou 90% da trama sendo o cara mais escroto da série e teve um desfecho estranho e me deixou realmente bugado com a superficialidade do seu descarte.

Claro, que há muito sangue e suspense. Só por isso eu já deixo como dica de você assistir, afinal é um bom entretenimento. Mas não se preocupe em querer ver uma grande trama com performances maravilhosas.

É bom e ponto. Nota 6.