1 ANO DE ‘VINGADORES: ULTIMATO’

Por Iaslan Nascimento

 

Há um ano atrás, no dia 25 de Abril de 2019, eu acordava com uma única certeza, hoje eu vou ver um filme incrível e tenho certeza que vou me lembrar dessa experiência pro resto da minha vida.

Foi incrível? Não, foi muito mais que incrível.

Hoje olhando pra trás percebo o quanto foi difícil conceber vingadores ultimato, foram 10 anos,  não foram 2, 4 ou 6 foram 10 anos.  Foram 23 filmes com personagens, histórias e cenários diferentes. Não é como fazer 10 filmes de uma história linear, são tramas diferentes, com tons e dinâmicas diversas, para no fim culminar em um grande evento. Amigos, eu não sei se vocês sabem, mas isso é muito difícil de se fazer, ainda mais no cinema que custa milhões.

Kevin Feige durante esse anos foi bastante criticado ao controlar demais a produção dos filmes do universo da Marvel, entretanto quando vimos cada um dos filmes, tudo ficou explicado, era necessário que todas as histórias anteriores estivessem milimetricamente sincronizadas, cada desenvolvimento de personagem, cada fato, cada obstáculo para que nos dois filmes dos vingadores (guerra infinita e ultimato) tudo fizesse sentido.

Eu e muitos nerds nos emocionamos durante o fim dessa epopeia heroica, choramos? sim. Gritamos? muito. Nos emocionamos, ficamos felizes e muito tristes. Hoje vi um vídeo curtinho com algumas das reações das pessoas durante o filme. Fiquei arrepiado e lembrei com carinho de cada momento.

Não podemos negar Ultimato não é só um filme, é um evento. Tenho certeza que vai ficar marcado na história do cinema, como ficaram nomes como Senhor dos Anéis e Harry Potter.

Avante Vingadores!!!