Arquivo da tag: Centro de Cultura

JOVENS SE REÚNEM PARA ASSISTIR MANGÁ NO CENTRO DE CULTURA DE GOSTOSO

Encontro no Centro de Cultura de São Miguel do Gostoso reúne fãs para assistir os últimos episódios do anime Dragon Ball Super.

POR KIBSON RODRIGO
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

O que falar de uma das séries mais bem sucedidas de mangá (história em quadrinhos japonês) e anime (desenho animado japonês) de todos os tempos?

Neste domingo (25/04/2018) foi exibido no Centro de Cultura da cidade de São Miguel do Gostoso os dois últimos episódios de Dragon Ball Super, o 130-131. A ideia de exibição foi idealizada por Renato Junior com apoio de amigos. O evento reuniu jovens fãs e até mesmo aqueles que acompanham praticamente desde seu lançamento nas telinhas. O encontro possibilitou celebrar o fim de uma saga tão adorada por inúmeras pessoas. Todos reunidos com um único objetivo: torcer para o universo 7 ganhar esse torneio!!! E assim ver seu personagem principal superar-se mais uma vez.

WhatsApp Image 2018-03-25 at 21.35.12
Momentos finais do Torneio do Poder.

Para os que não conhecem…

A saga Dragon Ball foi criada pelo Akira Toriyama em 1984 e desde seu lançamento cativou e criou muitos fãs através do seu personagem principal chamado de Son Goku pelos terráqueos e conhecido como Kakaroto pela raça a que faz parte, os sayajins. Quem nunca brincou de soltar um kamehameha? Ou até mesmo levantar as mãos o mais alto que podia para ajudar Goku na genkidama? pois é… eu já fiz!

WhatsApp Image 2018-03-25 at 21.35.11
A galera foi chegando de pouquinho e o encontro reuniu aproximadamente 40 fãs.

Recentemente a TOEI – estúdio de animação japonesa – com a saga Dragon Ball Super conseguiu alegrar antigos fãs e novos fãs com 131 episódios do anime e que teve seu fim (será mesmo?) no dia 24/03/2018 no Japão proporcionando a seus seguidores pensar inúmeras teorias. Por exemplo, com o super sayajin blue, e principalmente quando houve o surgimento e revelação do Goku Black (particularmente, eu nunca havia visto na internet tantas discussões e análises sobre quem seria ele, como o mesmo surgiu e qual seu objetivo). Logo depois veio o torneio de luta entre alguns universos – fazendo com que pudéssemos conhecer tantos personagens em tão pouco espaço de tempo. Goku juntamente com sua equipe de amigos e freeza puderam enfrentar simultaneamente vários lutadores de outros universos dentro de uma arena com tempo determinado para conclusão do torneio. Os lutadores dos universos que perdessem toda sua equipe seriam extintos juntamente com todo o universo a que pertenciam. Ao vencedor do torneio seria concedido um desejo através das super esferas do dragão.

E quem será o lutador que venceu o torneio? Não darei spoiller. Mas para quem ainda não viu corre lá e assiste ao episódio 131. Para concluir termino com uma frase e ensinamento do grande Son Goku: “Os limites só existem se você os deixar existir”.

PRÊMIO CDHEC EM NOITE MÁGICA RECONHECE AÇÕES E SENSIBILIZA PÚBLICO

Coletivo premiou quatro iniciativas em diversas áreas e mostrou grandes atrações que sensibilizaram o público.

POR AILTON RODRIGUES
CENTRO DE CULTURA, S.M DO GOSTOSO/RN

Foi uma noite de sábado (01) mágica em São Miguel do Gostoso, o Centro de Cultura foi palco da 4ª edição do Prêmio CDHEC de responsabilidade social que reconheceu as iniciativas de quatro organizações.

Grande público compareceu e se emocionou com as atrações que se apresentaram durante a cerimônia, aliás alguns dos vencedores deste ano também não se contiveram e transbordaram sua alegria. Nesta edição a cerimônia foi apresentada por Ana Paula Miranda e Jhony Ribeiro.

O Contador acompanhou, confira:

AS ATRAÇÕES

A noite começou com a apresentação do Boi de Reis e do Pastoril que são grandes representatividades culturais. A novidade foi a performance sem áudio gravado do pastoril que deu uma característica natural com direito a embalo de pandeiro.

OH0H4297-Editar
Prêmio Cultura ficou com o Espaço Tear

Já na parte interna do Centro, a presidente do CDHEC, Cinthia Matos, discursou e deu ênfase aos projetos realizados durante o ano passado, que mesmo em períodos de crise foram executados. Além disso, ela anunciou um vídeo que serviu como convite para a Paixão de Cristo que será encenada no próximo dia 14, em seguida foi a vez das meninas do Café com Leite que trouxeram uma bélissima apresentação que abordou os temas do evento.

A próxima atração roubou a atenção com a fofura das meninas do Ballet Gabriela Oliveira, que com suavidade e beleza chamaram atenção do público e aos pais delas cuja presença foi quase maciça. Ainda se apresentaram Ramon Marcolino e Auxiliadora Ribeiro com a declamação de poesias e um grupinho de dança promovido pela Secretaria de Assistência Social que teve sua primeira performance em eventos.

OH0H4026-Editar
O IDEC ficou com o Prêmio de Cidadania

No encerramento Naldivan Fernandes, Neilson Gomes e Dedé de Malária deram o ritmo com muita música e bom humor.

OS PREMIADOS

Na categoria ecologia, a ganhadora foi a ex-vereadora Francisca Pinheiro. Visivelmente emocionada ela agradeceu o reconhecimento e disse que o trabalho dela não é feita de forma individual e sim coletiva. Nenem de Lala, como é conhecida, nos últimos anos assumiu o setor da limpeza urbana e vem mostrando serviço.

A categoria cidadania ficou com o pessoal do IDEC que promove as feira agroecológicas da sede e do distrito do Antônio Conselheiro, era a segunda indicação consecutiva do grupo.

OH0H3982-Editar
Francisca Pinheiro  militante do movimento por uma cidade limpa ficou com o Prêmio Ecologia

Pela categoria cultura, o vencedor foi o Espaço TEAR que acabou sendo reconhecido pelo coletivo. Houve algumas indagações, já que o Espaço TEAR é um dos projetos que nasceram por meio do CDHEC, mas convenhamos que ultimamente são os únicos que mantém os eventos culturais de pé. Mesmo assim a presidente do CDHEC afirmou que pretende avaliar melhor o sistema de indicações do Prêmio.

A categoria direitos humanos ficou pela segunda vez nas mãos de Otoniel Baracho, um senhor aposentado que com muita mobilização e força de vontade articulou a institucionalização do Fundo da Criança e do Adolescente (FIA). Em seu discurso revelou que não esperava ganhar de novo.

OH0H4325-Editar
Bicampeão, Otoniel Baracho surpreendeu em 2016 com a articulação do FIA e ficou com o Prêmio de Direitos Humanos

A Menção Honrosa da noite ficou nas mãos de Paulo Teixeira que faz trabalhos individuais e voluntários na cidade. A sua emoção ao receber o prêmio foi estonteante, que acabou ficando sem palavras. Com muitos agradecimentos ele saiu do palco muito aplaudido.

A noite foi encerrada com um sentimento de motivação e respeito por tantos projetos que realizam trabalhos fascinantes, mas que simplesmente são despercebidos pela comunidade. O CDHEC consegue com a premiação ao mesmo tempo mostrar e incentivar as pessoas a idealizarem projetos.

O Contador também agradece a indicação pelo segundo ano consecutivo e vai continuar trabalhando para trazer conteúdo relevante e que engrandeça a cidade. Nosso time está a postos.

Até qualquer hora!

DANÇA, POESIA E ARTE: QUAIS ATRAÇÕES ESTARÃO NO PRÊMIO CDHEC 2017

Serão cerca de cinco atrações durante a cerimônia que acontece neste sábado (01) em São Miguel do Gostoso.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

premio cdhec
Prêmio CDHEC será neste próximo sábado (01)

O Prêmio CDHEC realizará sua quarta edição no próximo sábado (01) no Centro de Cultura de São Miguel do Gostoso a partir das 19h e junto com as expectativas de conhecer os vencedores de cada categoria o evento também conta com atrações para entreter o público.

O Contador não conteve a curiosidade e perguntou a presidente do Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC), Cinthia Matos, sobre as atrações reservadas para este ano e ela nos deu alguns nomes que mesclam entre variados tipos de arte, desde a poesia até a dança.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Primeiramente, o Boi de Reis e o Pastoril desfilarão toda sua simpatia e cultura no palco da premiação, eles já se apresentaram no ano anterior, mas desta vez a direção diz que trarão novidades.

As talentosas meninas do grupo Café com Leite também estão confirmadas e prepararam uma apresentação especial para o Prêmio. Outro grupo que causou em 2016 foi o Ballet Gabriela Oliveira, principalmente durante a exibição do Auto de Natal, desta vez elas também se apresentarão na cerimônia. Ainda na área da dança, um outro grupo recém criado pela Secretaria de Assistência Social fará uma exibição.

_DSC2660
Foto Ariclenes Silva. Grupo Café com Leite

A poesia ficará por conta de Auxiliadora Ribeiro e Ramon Marcolino, já na parte mais formal as atenções se voltam para a apresentação oficial do projeto Gostoso Recicla que começou em 2016 e a cada dia vem crescendo, ganhando a confiança dos moradores e comerciantes que até então não tinham um destino para fazer reciclagem.

14138726_10201967569428479_5828685940224445613_o
O que Naldivan Fernandes vai aprontar no Prêmio CDHEC?

Cinthia Matos não nos revelou a atração musical que sempre agita o final da cerimônia, mas adiantou que Naldivan Fernandes também dará uma palinha do seu talento. O Contador estará de olho no ‘Oscar’ da iniciativas gostosenses e conta o que rolou.

Até qualquer hora!

APÓS CONFERÊNCIA DE CULTURA SER REALIZADA EM GOSTOSO, SERÁ QUE ESTE SETOR FINALMENTE VAI TER VOZ?

Com presença na maioria de jovens, conferência sai com missão cumprida de poder reivindicar mais espaço nas gestões posteriores.

POR AIRIS VITAL
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

dsc_6280

A cultura é um setor em São Miguel do Gostoso que anda desprotegido por parte dos governantes do município a alguns anos, os eventos culturais que acontecem anualmente são resultado de iniciativas de ONGs, grupos ou pessoas individuais.

Um passo importante foi dado ao realizar a Conferência de Cultura na primeira quinzena de setembro. Neste evento algumas iniciativas de várias ramificações do setor puderam ser registradas e debatidas para posteriormente ganhar, quem sabe, validade nas próximas gestões.

O próprio Contador nasceu de uma iniciativa cultural, dentro do Espaço TEAR, e por isso esperamos que este seja o primeiro passo de uma “revolução” por mais incentivo e reconhecimento, afinal o trabalho de dezenas de artistas do nosso município merece atenção.

Sobre a pergunta realizada no título, a resposta ainda é complicada de ser dada, mas tenho plena convicção que não será a última vez que veremos a cultura tentando ganhar espaço, nem será a última vez que nós escreveremos sobre ela. Enquanto existir essa chama que foi mostrada nesta conferência, podemos esperar por dias melhores.

SOBRE A CONFERÊNCIA

dsc_6308
Maria Auxiliadora abriu o evento.

No dia 09 de setembro de 2016 ocorreu a 1ª Conferência Municipal de Cultura de São Miguel do Gostoso, o evento foi realizado no Centro de Cultura tendo como organizadores a Prefeitura Municipal, através da Secretária de Educação, Cultura e Desporto juntamente com a Coordenação do Conselho Municipal de Politicas Culturais.

A abertura do evento teve uma atração poética conduzida pela atriz, da empresa de Entretenimento Cultural: Café com Leite, Maria Auxiliadora Ribeiro que recitou “A Casa que a Fome Mora” de Antônio Francisco que leva-nos a refletir e criticar, as condições sociais que cerca a humanidade.

Diversos representantes dos setores socioculturais, representantes do poder público e cidadãos interessado no tema, contribuíram nas propostas de estratégias e ações dos seguintes grupos de trabalho: Patrimônio e Memória; Democratização do Acesso, Acessibilidade e Proteção ao Meio Ambiente; Formação; Gestão, Fomento e Financiamento; Livro e Leitura; e Economia Criativa.

O evento conseguiu ter participação, na sua grande maioria, de jovens protagonistas dos mais diversos setores como: teatro, música, dança, audiovisual, fotografia, meio ambiente, esporte e outros. Durante todo o processo do regimento interno ate o momento de apreciação coletiva das propostas na plenária, fato que é plausível tendo em vista o déficit de interação desse público em mobilizações de politicas públicas municipais.

14212122_1360748473950529_6418877232978605662_n

Um fato interessante é que as propostas bases foram apresentadas e selecionadas de outras conferências, como a de juventude e educação, mas que não se enquadrava no contexto de ambas e sim na cultural.

A expectativa agora é que o Plano Municipal de Cultura de São Miguel do Gostoso chegue ate ao poder legislativo para obtenção da validade jurídica. Sendo esse executado ao longo dos anos até uma próxima conferência para lapidar o que foi definido.

O Contador está de olho. Até qualquer hora!

SHOW DE STAND-UP COMEDY LOTOU CENTRO DE CULTURA EM GOSTOSO

Show com artista local Naldivam Fernandes foi uma válvula de escape na noite política de São Miguel do Gostoso.

POR ALESSANDRO AMARAL
ADAPTAÇÃO DE AILTON RODRIGUES

SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

14107712_10201967558428204_9065166904947329511_o
Naldivam Fernandes fez um grande show em Gostoso (Foto: Ariclenes Silva)

A noite do último sábado (27) em São Miguel do Gostoso não foi só de agitação política com os comícios das coligações que disputam a prefeitura municipal, mas também teve opção para quem quis fugir disso tudo.

Um show de stand-up comedy foi realizado no Centro de Cultura da cidade, apresentando os comediantes Franklin Medeiros e o gostosense Naldivam Fernandes que arrancaram muitas gargalhadas do público que compareceu em grande número.

14138641_1345824398776270_323137481075883693_o
Franklin Medeiros também se apresentou (Foto: Alessandro Amaral).

Franklin Medeiros é de Natal e usou de piadas performáticas para entreter, já a tão esperada performance do nativo Naldivam Fernandes foi agradável, com um estilo de “tiração de onda” ele satirizou algumas situações e personagens típicos de Gostoso.

14115538_10201967560628259_2616448611676701650_o
Grande público no Centro de Cultura (Foto: Ariclenes Silva).

A entrada teve um valor simbólico de 2 reais que serão revertidos para a escolinha de futebol “Pé de Moleque”, coordenado pelo voluntário Patrick Braga. Todo o show também teve apoio de algumas pousadas e restaurantes.

OPINIÃO (POR AIRIS VITAL)

14138726_10201967569428479_5828685940224445613_o

O espetáculo STAND UP COMEDY com Naldivan Fernandes, trouxe para noite boas doses de humor através de declarações da sua vida, inclusive durante a sua infância. Situações da época do colegial, convivência familiar, relatos sobre como é visto atualmente depois da quadrilha dos “Los Azavesos” pela comunidade, e tantas outras situações.

Além de entreter, ele conseguiu levar de forma despretensiosa, aos telespectadores a voltar e/ou reviver a alguns momentos da infância e se identificar com os “causos”.

Minha percepção é muito clara em relação ao isentivo gerado depois das apresentações durante o período junino, para ele buscar oportunidade nessa modalidade.

Os presentes eram admiradores do trabalho dele, conhecidos e pessoas que não estavam interessados a ir para comícios.

O público foi bem diversificado crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Minha preocupação durante o show foi os “palavreados” e termos impróprios para crianças.

Ah….

Gostei também da personalidade que Naldivam colocou em cena, foi muito original. Foi nítido que ele se divertiu bastante. Teve alguns momentos que houve uma narração de diversas situações que nos levaram a alto riso, e em outros que ele narrou 3 a 4 e não foram tão altos, poderia ter alternado.

Mas foi muito corajoso, buscar o conhecimento prático, dando a cara a tapa fazendo uma apresentação ao vivo, diante a tantos conhecidos.

Essas são minhas declarações….

Nós continuamos de olho em Gostoso. Até qualquer hora!

FESTIVAL LITERÁRIO, REVEILLON VIP E FEST BOSSA & JAZZ 2016

Reunião realizada na última quarta-feira no Centro de Cultura abordou todos esses temas, trazendo algumas discussões importantes.

POR AUXILIADORA RIBEIRO E “ZUNO” RIBEIRO
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Na última quarta-feira (06/04) foi realizado pela AeGostoso uma reunião no Centro de Cultura para tratar de eventos que virão acontecer no município, alguns bem próximos e outros visando o final de ano na cidade.

FliGostoso
Foto: Janielle Linhares

FLI Gostoso – Encantando a comunidade

A noite começou com as representantes do SESC apresentando a instituição e seu projeto de realizar o 1º Festival Literário de São Miguel do Gostoso, que diferente dos outros festivais que ocorrem em nosso estado, terá um foco no público infanto-juvenil. O evento ocorrerá de 28 a 30 deste mês, no Centro de Cultura.

 Após a apresentação da instituição, Carol, responsável pela organização do evento apresentou a proposta completa, incluindo a programação e os custos envolvidos na realização. A proposta é realizar atividades durante todos os três dias de evento, de forma que os estudantes do município sejam incluídos nas atividades. A ideia é que durante o dia sejam realizadas as mesmas atividades para os alunos dos turnos matutino e vespertino, e a noite promover atividades voltadas para todo o público da cidade.

O evento contará com a participação de vários escritores e artistas do país, onde haverão discussões com os mesmos sobre suas obras e motivações para escrever para o público infanto-juvenil. Intervenções poéticas acontecerão durante o evento, apresentações culturais e no último dia 30/04 será realizado um cortejo na cidade com a participação dos grupos culturais locais, presidido pelo grupo Rosa de Pedra que encerrará o evento com um show.

As representantes do Sesc deixaram claro que o objetivo é provocar um encantamento em toda a comunidade nesses três dias de evento. Que a comunidade possa se envolver, participar e respirar cultura e que os grupos locais se envolvam.

A proposta é sólida e muito interessante. Realmente um evento que devemos abraçar!

Réveillon VIP – Agitando os nervos

A reunião seguiu com a Secretária de Turismo do município, Janielle Linhares (Jane), explicando que desde o final do ano passado alguns empresários demonstraram interesse em realizar festas de réveillon privadas na cidade devido ao seu atual foco na mídia, sem excluir a festa de réveillon que é realizada tradicionalmente na Praia da Xêpa. A secretária apresentou a proposta da empresa Mates Entretenimento, que pretende realizar 4 dias de festa, visando um público de 1.200 pessoas das classes A e A+ nos 4 dias de vento.  De acordo com Jane membros da empresa estiveram no município e acabaram escolhendo a Praia do Santo Cristo como lugar ideal para realizar as festas.

Jane relatou que quando procurada indagou: “Por que Gostoso?” e a resposta foi: “Porque Gostoso é a menina dos olhos de ouro.”

Em seguida, o vereador e presidente da Câmara dos Vereadores de São Miguel do Gostoso, “Beto de Agostinho”, deu continuidade ao assunto, falando que ele foi procurado por um empresário renomado do estado, Júnior Fofão, para estudar a possibilidade de realizar uma festa de réveillon no município. O público esperado  é semelhante a proposta da Mates, mas o evento não seria realizado nas praias, e sim em terrenos (provavelmente privados) devido a dificuldade de ornamentação.

Pessoas presentes na reunião começaram a questionar o vereador e a secretária, perguntando quais seriam os benefícios de realizar eventos assim num período em que todas as pousadas estão lotadas, sem contar que devido ao público das classes A e A+ focado pelos empresários, uma parte das pousadas da cidade não seria adequada para acomodação dos visitantes.  Outro questionamento por parte dos donos de pousadas foi a possibilidade de realizar esses eventos em uma época de pouca movimentação turística.

Quando questionados se a vinda desses eventos causaria algum tipo de reação negativa por parte da população, como aconteceu com o Fest Bossa & Jazz ano passado, em que os ambulantes ficaram afastados do evento, o vereador Beto citou que os pacotes desses eventos custam em torno de R$ 15.000,00 por pessoa, ou seja, ele estava fora e a secretária complementou dizendo que “É uma festa pra quem puder comprar.”

Um comentário de um dos presentes é bem interessante:

Essa empresa que vai ganhar, que vai ser escolhida pela população, todo mundo aqui, que vem pra cá, que vai trazer entre 700 a 1.200 pessoas como foi dito aqui hoje, que chega na casa de 70% até 100% dos leitos formais, simplesmente vai substituir esse público que Gostoso já tem? Como é que fica? Mais outra questão, foi o que eu ouvi vocês falarem, eles querem Gostoso porque está na mídia, isso tem um prazo, certo? Eles já vêm migrado de outros lugares para cá porque o lugar estava em evidência, aconteceu, e chegou um ponto que não deu mais. Como a gente vai ficar daqui a cinco anos?

A principal questão girou em torno de hospedagem, de estrutura para sediar um evento assim e de possíveis consequências pós realização. A discussão só se encerrou quando João Roberto, presidente da AeGostoso explicitou que muitos dos questionamentos só poderiam ser respondidos pelos próprios empresários, e naquele momento só haviam oito representantes presentes. Portanto, o mais adequado seria encerrar a pauta.

Mas, a secretária Jane ainda relatou: “Enquanto a gente não definir junto o perfil do nosso turista, fica difícil para mim ir atrás de eventos para São Miguel do Gostoso. As pessoas perguntam, qual é o público de vocês, a claro, o esporte, é o Kit surf, tal, mas gente, o problema é que o que nós vendemos de São Miguel do Gostoso não atende só mais a isso. Eu acho esse momento bacana, eu acho que deve ser assim, diferentemente de outros lugares, como eles (os empresários) perguntaram, mas por que vocês tem que consultar? Porque nós somos diferentes, é por isso que Gostoso é como é, a gente tem que consultar porque o evento é da cidade, vai atingir todo mundo. Então se todo mundo não tiver aceitando o evento a gente precisa conversar, com calma, sem os nervos se agitando.”

Ela completou dizendo que haveria uma reunião hoje (08/04) às 14h, no Centro de Cultura, que contaria com a presença dos empresários. A secretária Jane encerrou essa parte da reunião dizendo que uma terceira empresa havia entrado em contato também interessada no Réveillon da cidade, e que eles também estariam presentes na reunião de hoje.

É importante saber, que essa é uma pauta complexa e não pode, não deve de forma alguma ser tratada superficialmente, visando apenas alguns pontos. O potencial turístico de Gostoso é ótimo, mas se mal administrado pode gerar grandes consequências negativas. O ideal é isso mesmo, consultar os empresários locais, a população, e analisar com calma ponto a ponto.

 Fest Bossa & Jazz 2016 – Corrigindo o que passou

A pauta surgiu a partir do questionamento se os ambulantes nesse Réveillon Vip, assim como no Fest Bossa & Jazz seriam prejudicados. E Jane prontamente declarou que esse problema já foi corrigido e o festival vaio acontecer novamente esse ano em Gostoso e já será em Maio.

Jane explica:

“A Jussara Figueiredo ela é uma empresa que recebe recurso Público Federal, empresas apoiadoras, mas ela tem também como apoio a AMBEV por exemplo, como no ano passado. E o lucro da empresa ela tirava do bar, por isso, a restrição da entrada dos ambulantes. O bar de São Miguel do Gostoso não deu um bom lucro, e quem pagou o bar de Gostoso foi o bar de Pipa. E eu levei para ela que a população de Gostoso é diferente de Pipa, que nós queremos os nossos ambulantes. Nossos, que fique bem claro, porque no carnaval aparecem 40 aí e não é de Gostoso.  Então os ambulantes que forem cadastrados e que forem de São Miguel do Gostoso terão a sua tenda padronizada e um local bem direitinho, pois está se formando a planta. Teremos o espaço Kids que será na quadra de esportes.  Então ficou assim.”

A programação ainda não está disponível, mas a secretária relatou que em breve terão acesso para que se inicie a divulgação, visto que, o evento já ocorrerá agora no último fim de semana do mês de maio, que promete ser um mês bem movimentado!

O Contador está sempre de olho nas novidades e pautas importantes. Até mais!

EM DEBATE DIRETORES RASGAM ELOGIOS A MOSTRA DE CINEMA: “COMO NÃO GOSTAR?”

Primeiro debate com os realizadores dessa Mostra de Cinema discutiu o jeito de cada um em fazer seus filmes.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Debate reuniu diretores.
Debate reuniu diretores.

O Debate com os realizadores é um dos eventos mais clássicos da Mostra de Cinema de Gostoso e começou neste sábado (14) no Centro de Cultura reunindo quase 100 espectadores.

Mas não é só isso, o debate serve para os diretores ajudarem os espectadores a compreender melhor seus filmes, a trocar ideia sobre as linguagens novas do cinema e conhecer melhor como funciona o audiovisual brasileiro.

Estiveram presentes os diretores de “A Clave dos Pregões”, “O Menino e a Caixa Misteriosa” e “A Família Dionti”, além disso, também se fez presente à produtora de “Até a China”. Todo o evento foi mediado por Eugênio Puppo, idealizador da Mostra.

CURIOSIDADES

Outra praxe do debate são as curiosidades que os diretores revelam para os ouvintes, Pablo Nóbrega de “A Clave dos Pregões”, por exemplo, disse que é o primeiro curta que faz na vida e que trabalha como fotógrafo e finalizador.

A produtora Letícia revelou que o diretor Marão foi quem ilustrou todo o curta “Até a China”, além disso o detalhe de colorir o país oriental e não o Brasil foi proposital para diferenciar os “dois mundos”.

Já Alan Minas, diretor de “A Família Dionti”, declarou que toda a poesia do seu longa foi inspirada em obras de Manoel de Barros, Guimarães Rosa e pinturas.

“COMO NÃO GOSTAR?”

Público compareceu ao debate.
Público compareceu ao debate.

Todos os diretores disseram que adoraram mostrar suas obras em Gostoso, mas quem ficou mais efusivo foi Alan Minas. Ele havia declarado que foi um privilégio vir pois não conhecia o estado nem a cidade, além de tudo foi apenas o terceiro festival o qual seu filme foi exibido.

FALARAM BONITO

Confira algumas citações dos diretores durante o debate:

“De alguma forma a gente morre e nasce todo dia. A palavra do filme é transformação” – Alan Minas (A Clave dos Pregões).

“Foi muito bacana o filme da televisão, vivi minha infância de novo” – Espectador do debate.

“O canto da macaxeira tem um cunho social para mim” – Pablo Nóbrega (A Clave dos Pregões).

“A maioria dos festivais que vamos, ganhamos prêmios públicos, a animação aproximou o documentário da juventude” – Letícia (Até a China).

“A noite foi inesquecível, vi duas estrelas cadentes. A plateia daqui é autêntica e espontânea” – Alan Minas (A Família Dionti).

Foto oficial.
Foto oficial.
Alunos do Curso Técnico e Audiovisual apresentaram seu filme.
Alunos do Curso Técnico e Audiovisual apresentaram seu filme.

O Contador de Causos transmitiu ao vivo o debate pelo Periscope, por isso se você quer acompanhar é só usar um dos nossos twitters: @rodrus, @avelrn ou @ContadorCausos.

Nós continuamos de olho na Mostra de Cinema de Gostoso. Até qualquer hora!

SECRETÁRIA DE TURISMO MOSTRA COMO SERÁ PROGRAMAÇÃO DO MUNICÍPIO NO SETOR ATÉ O VERÃO DE 2015

Chistiane Alecrim - Secretária Municipal de Turismo e Comunicação
Chistiane Alecrim – Secretária Municipal de Turismo e Comunicação

Em entrevista fornecida ao programa Show da Manhã do radialista Franck Neto, da 87,9FM, nesta quarta, 22, a nova secretária de turismo, Christiane Alecrim, falou sobre a programação do município até início de 2015. Dois eventos destacam-se na agenda de Gostoso ainda em 2014.

O primeiro ponto da conversa nos estúdios da 87,9 FM foi o Centro de Cultura que será um dos lugares que sediarão a Mostra de Cinema. O espaço está em processo de conclusão, mas já tem data de inauguração prevista para o dia 08 de novembro com uma sessão de filmes, mas sem horário, nem títulos divulgados.

Outro detalhe é que até o momento o Centro de Cultura não tem horário definido de funcionamento, de acordo com a secretária isso será definido de acordo com o agendamento dos eventos futuros.

Sobre o Outubro Rosa e o Novembro Azul, ambos eventos de prevenção contra câncer de mama e próstata respectivamente, Cristiane disse que a união dos setores fez com que uma caminhada e uma pedalada fosse marcada para o dia 31 de outubro.

Os grandes eventos de 2014 também foram citados, o primeiro deles será a Mostra de Cinema – realização do CDHEC e Heco Produções – que acontecerá dos dias 13 a 18 de novembro e o segundo é o Campeonato Brasileiro de Beach Handebol que terá sua quarta etapa em São Miguel do Gostoso nos dias 28 e 29 de novembro.

Além disso, a secretária também adiantou que a Banda da Feira é a primeira atração para o verão 2015 de São Miguel do Gostoso em meados de janeiro.

Grandes expectativas e o Contador de Causos estará de olho em tudo. Contando para vocês, é claro.

Por Ailton Rodrigues