UNIÃO DESTRÓI CHELSEA E LEVA TÍTULO DO CAMPEONATO FEMININO DE BEACH SOCCER

Goleada incrível por 13 a 0 deu título para as meninas da capital potiguar, enquanto gostosenses lamentaram por péssimo desempenho.

POR AILTON RODRIGUES
PRAIA DO CARDEIRO, S.M. DO GOSTOSO/RN

WhatsApp Image 2018-12-09 at 13.18.15
União de Natal fatura título.

A Arena do Cardeiro, montada na Praia do Cardeiro, foi palco de um verdadeiro atropelamento na manhã deste domingo (09) pela decisão do 1º Campeonato Feminino de Beach Soccer. A equipe União de Natal aplicou nada mais, nada menos, que 13 a 0 em cima das donas da casa, a equipe do Chelsea.

Óbvio que o clima de solidariedade e confraternização fizeram a tônica do jogo que tinha a observação atenta do zagueiro Adalberto, Campeão Brasileiro da Série B desta temporada defendendo o Fortaleza. mas as dezenas de pessoas que lotaram a praia esperavam pelo menos um pouco mais de emoção.

CHELSEA – SMG 0 x 13 UNIÃO – NATAL

Gols: Josi (2x), Fátima (7x), Jéssica (2x), Suélem (2x).

WhatsApp Image 2018-12-09 at 13.18.18
Partida foi tranquila para equipe de Natal.

Difícil encontrar palavras para descrever como é uma partida que termina com este resultado em uma decisão, mas a equipe de Natal foi perigosa desde o primeiro lance e com jogadas rápidas concluiu o primeiro tempo com o placar de 2 a 0 com dois gols de Josi.

Fátima que havia começado a partida com apenas 8 gols, conseguiu o feito de marcar 7 vezes e assumir a artilharia isolada da competição com 15 gols. O Chelsea até teve duas oportunidades com a talentosa Alessandra, mas ela não conseguiu finalizar com precisão e suas tentativas pararam nas mãos da melhor goleira da competição: Joice.

WhatsApp Image 2018-12-09 at 13.18.17
Artilheira da competição, Fátima do União.
WhatsApp Image 2018-12-09 at 13.18.17 (1)
A muralha do campeonato foi a Joice do União.

Jéssica e Suélem concluíram a goleada, mas o sorteio das camisas oficiais do Fortaleza, doadas pelo próprio Adalberto, acabaram sendo o plano de fundo de uma grande vexame para as meninas gostosenses que fizeram uma campanha surpreendente e chegaram a final.

Nós continuamos de olho. Até qualquer hora!

 

APÓS PARTIDA QUENTE, INTERNACIONAL BATE PORTUGUESA NOS PÊNALTIS E CONQUISTA MUNICIPAL

Decisões do Campeonato Municipal consagraram Internacional com seu primeiro título importante da história. Pelo juvenil, São Caetano derrota o favorito Parma nos pênaltis. 

POR AILTON RODRIGUES
FOTOS RUBENS DOS ANJOS E HARCAN COSTA

SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

CAMPMUNICIPAL 2018 (15)
O Municipal 2018 é do Internacional

O Internacional era o único dos quatro grandes clubes da sede de São Miguel do Gostoso que não sabia o gostinho de ter um troféu importante na sua galeria, mas o tabu foi quebrado na tarde deste sábado (08) com a conquista do Campeonato Municipal.

A partida realizada no Estádio Teixeirão não foi tão fácil como parecia que os torcedores  colorados estavam prevendo quando começaram a cantar da arquibancada o coro de “é campeão”, isso ainda faltando 11 minutos para o fim do tempo regulamentar. A Portuguesa do Antônio Conselheiro foi valente e como resposta empatou a partida pertinho do final e levou a decisão para as penalidades.

O detalhe é que a decisão contou com as presenças do prefeito, Renato de Doquinha, além de secretários e vereadores municipais.

  • CATEGORIA TITULAR

PORTUGUESA (3) 1 x 1 (5) INTERNACIONAL

Gols: INT – Leandro / POR – Geandro.

CAMPMUNICIPAL 2018 (6)
Momento do hino nacional

Um jogo bem elétrico no início. A Portuguesa parecia que ia dar muito trabalho e logo nos primeiros dez minutos começava a triangular bolas e incomodar a meta do goleiro Ítalo.

O Internacional deu as caras lá na frente com um quarteto bem montado, os ataques investidos por Chapinha, Júlio Cesar, Diego e Magnilson eram um perigo constante, mas o gol acabou saindo após um cruzamento “despretensioso” que pegou uma curva e caiu no fundo da rede, enganando o goleiro Rodrigo. 1 a 0, Colorado do Maceió.

Após isso, a Lusa sentiu o golpe e ficou recuada assistindo o time do Inter ganhar posse de bola e arriscando finalizações da intermediária. O apito final do primeiro tempo foi o decreto de alívio.

Com o segundo tempo, o jogo esquentou. A Portuguesa resolveu sair mais para o jogo e com isso era questão de boas trocas de passes e um encaixe perfeito no contra ataque para que o Internacional matasse a partida, mas esse objetivo não foi realizado. Aliás, em dois lances as bolas quase estufaram a rede, mas Rodrigo operou verdadeiros milagres. No primeiro deles, Júlio Cesar puxou a bola para o meio da área e chutou firme fazendo com que o goleiro espalmasse para escanteio. Na segunda, Diego recebeu uma bola formidável, driblou o marcador, bateu para o gol, mas Rodrigo cresceu e evitou o arremate, no rebote Júlio Cesar isolou.

CAMPMUNICIPAL 2018 (9)
A Portuguesa insistia em ir ao ataque

Após isso, a Lusa Conselheirense continuou a insistir, em cruzamento de Adeilton a bola passou rente a cabeça de Fabrício que triscou nela, mas a colocou para fora, perdendo uma chance incrível. O gol saiu lances mais tarde e de forma chorada, em cobrança de escanteio a bola viajou na pequena área, foi cabeceada no travessão e no rebote Geandro colocou ela para o fundo do gol.

Nas penalidades, o Internacional foi perfeito e converteu todas, enquanto Diogo desperdiçou a última cobrança. Coube a Magnilson dar o título com uma cobrança precisa.

PENALIDADES

INTERNACIONAL

PORTUGUESA

17 – MIRANDIR GORDÃO 10 – JAEMERSON
10 – CHAPINHA 05 – MATEUS
05 – ISAAC 08 – SEVERINO ALEXANDRE
03 – JAILSON FEMINHA 04 – DIOGO
07 – MAGNILSON

  • CATEGORIA JUVENIL

PARMA (5) 0 x 0 (4) SÃO CAETANO

IMG-20181209-WA0024.jpg
Homenagem a Breno (Foto: Matheus Neri)

Antes da bola rolar, os jogadores do Parma fizeram uma homenagem ao jogador Breno que foi assassinado no início deste ano. A partida foi morna, um empate que só teve chances esporádicas. No primeiro tempo, Paulo Ricardo perdeu duas oportunidades incríveis com finalizações em cima do goleiro Leandro. Pelo lado do Parma, Hugo Luan cobrou falta que forçou Marcelo espalmar para escanteio.

CAMPMUNICIPAL 2018 (5)
Festa do São Caetano

Nos penais, apenas Felipe Silva errou a cobrança, pelo lado do São Caetano todo mundo converteu e a conquista veio nos pés do zagueiro Leonardo.

CAMPMUNICIPAL 2018 (4)
Vibração do goleiro Marcelo após defesa nos pênaltis

PENALIDADES

PARMA

SÃO CAETANO

15 – HUGO LUAN 09 – ALEXSANDRO
08 – JEFFERSON 04 – REGINALDO
20 – FELIPE SILVA 05 – ARTUR
17 – ELINALDO 07 – WANDERLEY
07 – PAULO 19 – LEONARDO

O Contador agradece ao apoio de Leonardo Teixeira e Matheus Neri pela ajuda nos registros do evento. Até qualquer hora!