GALERIA DO CONTADOR: APESAR DE POLÊMICA, IGREJA DE SÃO MIGUEL ARCANJO É DEMOLIDA

Mesmo com polêmica nas redes sociais sobre a demolição, nossos fotógrafos registraram belas imagens.

POR AILTON RODRIGUES
FOTOS: ARICLENES SILVA E KARLA CARDOSO

MAQUETE DIGITAL IGREJA DE SÃO MIGUEL ARCANJO
Maquete digital da nova paróquia em construção.

A Igreja de São Miguel Arcanjo em São Miguel do Gostoso foi demolida no final do mês de agosto o que causou uma certa repercussão por meio das redes sociais, o jornalista Emanuel Neri chegou a chamar o caso de “vexame cultural”.

O Contador já havia mostrado em uma entrevista com o Padre Jecione, que a intenção da reconstrução da igreja era porque a parte estrutural estava deteriorada o que poderia causar acidentes. Todavia, apenas uma das paredes era original da época em que ainda se era uma capela.

Veja o trecho da entrevista ao qual o Padre fala sobre este ponto:

Contador – Existe um debate antigo sobre a questão histórica cultural da igreja de São Miguel Arcanjo para fundação do município, na história da cidade. Aqui dentro da Igreja, na imagem do Padroeiro, que é considerado patrimônio cultural do nosso município. A Matriz passou por uma série de mudanças que foram tantas que a descaracterizaram, como o senhor encara essa perspectiva de algumas pessoas, que ainda veem essa mudança como uma perda?

Pe Jecione – Eu encaro da forma mais tranquila possível, porque eu cheguei aqui e procurei as informações. Me passaram esta realidade de que a população, os fiéis, os paroquianos anseiam por uma nova matriz. Eu, graças a Deus, se tivesse aqui uma igreja totalmente primitiva, com uma igreja que apresentasse algum traço do seu tempo, da sua época, eu seria o primeiro a tentar restaurar, deixar como era, mas fazendo o estudo ouvindo as pessoas, ouvindo os mais velhos cheguei à conclusão, e claro, não sozinho, de que o original aqui da igreja como você falou é justamente a imagem do nosso padroeiro e o lado esquerdo da nossa Igreja Matriz.  

Tirando esses dois aspectos, a imagem e uma parede lateral, todo o restante já foi modificado por padres que passaram […]. Algumas pessoas se posicionam “contra”, dizem que vai apagar um pouco da história da cidade, da memória da igreja, mas na verdade, não. Não vamos fazer isso e também a intenção não é essa, a intenção é justamente ao contrário de fazer com que os fiéis, os católicos, os paroquianos, aqui desta Paróquia tenham um Templo maior, um templo que possa comportar um número maior do fiéis, mais aconchegante e bonito, novo, para melhor acomodação os fiéis.

Com relação as opiniões, eu vejo que a grande maioria pensa e está comigo, pois muitos desejam, incentivam e querem este trabalho, então eu vejo que a grande maioria dos fiéis pensam sim em uma nova Matriz. Nós precisamos, a cidade precisa. A cidade é uma cidade turística e precisamos também fazer com que a igreja possa se adequar à realidade que ora se apresenta na cidade de São Miguel do Gostoso.

Apesar disso, os fotógrafos, Ariclenes Silva e Karla Cardoso, a pedido do Contador, registraram algumas imagens sobre este momento emblemático em São Miguel do Gostoso. As fotografias em preto e branco são de Ari enquanto as coloridas são de autoria de Karla, veja:

WhatsApp Image 2018-08-28 at 10.29.01

WhatsApp Image 2018-08-28 at 10.29.02

WhatsApp Image 2018-08-28 at 10.29.03

OH0H8552-Editar

OH0H8520-Editar

OH0H7860-Editar

OH0H6102-Editar

Nós continuamos de olho. Até qualquer hora!

Autor: Ailton Rodrigues

Técnico em Informática (IFRN), que adora esportes e jornalismo, estando sempre disponível para bons papos. Coordenador de Comunicação do clube de futebol TEC (Tabua Esporte Clube), membro do Conselho do Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC), comunicador da Mostra de Cinema de Gostoso. Atualmente aluno de Licenciatura em Pedagogia (UFRN).