REFLEXÃO CINEMATOGRÁFICA: CRIMINOSOS DE NOVEMBRO

POR IASLAN NASCIMENTO

Esse é um novo estilo de postagem que quero estar fazendo para vocês sempre que se fizer necessário, sempre que um filme/série/anime me fizer refletir sobre algo seja da vida, de uma situação mundana ou até mesmo refletir o quão determinado filme alegra ou entristece meu coração nerd. O primeiro Filme que trago nesse no formato é Criminosos de Novembro.

Sinopse

Addison tem 18 anos de idade e está terminando o Ensino Médio. Enquanto pensa se deve entrar na universidade, ele leva uma vida cheia de conflitos, e escolhas difíceis e algumas vezes acaba brigando com os professores. Quando Kevin, um colega de turma, é assassinado, Addison decide fazer a sua própria investigação.”

Com Ansel Elgort e Chloë Grace Moretz no elenco esse é um filme que não passou pelo cinema e veio direto para dvd. Esses dois seguram o filme afinal são dois jovens atores que vem ganhando mais e mais espaço no mundo do cinema, o Ansel veio de um filme de muito sucesso que é Baby Drive (que eu super recomendo) e A culpa é das estrelas. Já a Chloe participou de Carrie a estranha e os dois filmes do Kick Ass e se mostrou uma atriz muito versátil. O filme é bom, não é maravilhoso, quando terminar você não vai sair dizendo meu deus que filme maravilhoso, mas é um filme que trás uma mensagem, por isso que é esse filme que abre esse novo tipo de texto.

0082233.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx
Ansel Elgort e Chloe Moretz

Reflexão

Estamos vivendo um mundo meio doido sabe, muitos crimes, violência, morte. Acho até que as vezes nós estamos ficando dormentes para esse tipo de situação. A situação apresentada no filme nunca ocorreu comigo, nunca tive um amigo morto, mas já recebi notícias de conhecidos que sem mais nem menos foram mortos, situação as vezes bem parecida com a apresentada no filme, essa pessoa morre, as pessoas se comovem, vão ao enterro/velório e depois a vida segue normalmente, não estou dizendo que a sua vida tem que parar em função disso, não é isso que quero dizer, mas as pessoas nunca se importam em saber os motivos que levaram aquele tipo de crime a acontecer, o que levou aquela pessoa a se envolver com as pessoas erradas sabe?

Isso não vai mudar o mundo, a pessoa que se foi, se foi, acabou, ponto final, mas se entendermos os motivos que levaram essa pessoa a trilhar esse caminho, ou agir de determinada forma podemos fazer com que outras vidas não sigam pelo mesmo caminho, podemos fazer a diferença na vida das pessoas. Também não tinha pensado dessa forma, e ao assistir esse filme passei a refletir sobre isso, acontece todos os dias ao nosso redor e não percebemos ou simplesmente não ligamos, pelo simples fato de que não é com a gente ou com nossos familiares e as vezes até com nossos familiares não conseguimos se importar o suficiente nem para cobrar mais justiça ou respeito pelo simples fato de que isso já está tão natural que já não nos importamos mais.

Cobramos sempre mudanças ao mundo, aos nossos governantes, mas nunca começamos pelo básico, por nós mesmos. Os detalhes fazem total diferença, uma simples conversa, um simples bom dia faz toda diferença para algumas pessoas, podemos sim diminuir o número de jovens na criminalidade, podemos estar mais presentes na infância/juventude deles, sempre mostrando oportunidades e melhores escolhas do que as que eles estão vendo no momento, você pode dizer “mas esse jovem já está perdido, não tem mais jeito” , porém não podemos simplesmente abandona-los deixa-los entrar nas estatísticas negativas que tanto nos entristece todos os dias, se um jovem está perdido não significa que os outros 3 estão, podemos fazer a diferença no nosso mundo e no ambiente que vivemos.