SECRETÁRIA DE SÁUDE DE GOSTOSO NÃO RESISTE A PRESSÃO, DEIXA CARGO, MAS PRESTA CONTAS DE SUA GESTÃO

Teresa Neri cedeu entrevista ao blog “NoBalacobaco” e apontou 12 pontos principais como referência da sua gestão frente ao setor da saúde. Ela havia sido denunciada por acúmulo de cargos públicos.

POR AILTON RODRIGUES E RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

SUS

Teresa Neri deixou o cargo de secretária de saúde do município no final de agosto, mas nesta última terça-feira (08) cedeu uma entrevista ao blog “NoBalacobaco” do jornalista Emanuel Neri onde cita os principais avanços durante sua gestão de pouco mais de dois anos.

O motivo da saída apontado por Teresa ao blog foi motivos pessoais, mas o Contador de Causos listou alguns itens que podem ter pesado na escolha da ex-secretária de se afastar do cargo:

  • O Conselho e o Sindicato da saúde haviam denunciado Teresa Neri pelo acúmulo de cargos públicos, a informação pode ser confirmada acessando o Portal da Transparência do Governo do Estado e da Prefeitura de Natal.
  • A personalidade forte de Teresa era questionada pela população e justamente este temperamento a distanciou do público.
  • Alguns atos polêmicos da sua gestão acabaram deixando a ex-secretária com uma popularidade baixa até mesmo entre seus “comandados”, como no corte dos transportes que levavam pacientes de Gostoso ao Distritos, e na difícil missão que os funcionários dela tinham em tirar férias, licenças, negociar reajustes salariais, sem falar da queda de braço com relação a carga horária dos servidores. Além disso, os distritos ainda reclamam com a questão da vinda de médicos para a Zona Rural, indo na maioria das vezes de forma esporádica.

Com tudo isso, Teresa apontou 12 pontos como marcas da sua gestão ao blog do seu irmão Emanuel Neri, confira:

  1. Contratos para expansão de equipe multiprofissional, com especialistas nas áreas de psicologia, nutrição, assistência social, fisioterapia, educação física, psiquiatria, pediatria e ginecologia.
  2. Contratação de laboratório para exames de saúde. São 30 tipos de exames laboratoriais, desde hemogramas até exames com maior grau de complexidade. São centenas de exames laboratoriais por mês – alguns pacientes chegam a fazer mais de dez tipos de exames.
  3. Conclusão da reforma, iniciada na gestão anterior, da Unidade Mista de Saúde, o Posto de Saúde Central, que foi ampliada e hoje tem 480m2. Toda a unidade recebeu equipamentos e salas especiais para diversos tipos de atendimentos hospitalares. Atende a mais de 50 pacientes por dia – em época de virose, este número chega a 100 por dia.
  4. Reforma e instalação de quatro postos de atenção básica de saúde – uma no Maceió, outra próxima ao ginásio de esportes e duas nos distritos dos Morros e Serra Verde. Todas estas unidades têm médicos do Programa de Saúde da Família.
  5. Melhoria dos índices de saúde no município. Diminuição da mortalidade infantil – em 2015, não houve uma única morte de criança menor de cinco anos. Em 2014, houve uma morte. Em 2015 não houve mortes por causa da gestação materna. Uma gestante chega a fazer sete consultas no pré-natal – índice da Unicef, órgão da ONU.
  6. Melhoria do serviço de vacinas para crianças e idosos.
  7. Medicamentos para hipertensos, diabéticos e outras enfermidades.
  8. Encaminhamento para exames de maior complexidade em Natal. Em 2015, já foram feitas 58 tomografias computadorizadas e 48 ressonâncias magnéticas. Ultrassonografia chegam a ser feitas em média 50 por mês.
  9. Ampliação do sistema de vigilância sanitária e do trabalho de endemias, em especial no combate à dengue. Criação de programa especial de fisioterapia e atividade física para pessoas obesas e com dores crônicas.
  10. Compra com recursos próprios (do município) de uma ambulância e dois caros menores (Dobló). Iniciada construção de mais uma unidade de saúde em uma transversal da rua das Ostras.
  11. Obtenção da nota máxima (100 pontos) no PMAQ (Programa de Melhoria de Qualidade de Atenção Básica), do Ministério da Saúde, bem acima da média nacional, de 70 pontos.
  12. Campanhas especiais para prevenção do câncer de mama e de próstata. Implantação do Programa Mais Médicos no município e programa de atendimento a usuários de drogas.

Quem assumirá o cargo deixado será Erivan Félix que era enfermeiro e as expectativas são a respeito da postura dele no cargo, se espera mais diálogo entre funcionários, população e secretaria daqui para frente.

O Contador de Causos vai ficar de olho.

FONTE CONSULTADA: NO BALACOBACO.

Uma consideração sobre “SECRETÁRIA DE SÁUDE DE GOSTOSO NÃO RESISTE A PRESSÃO, DEIXA CARGO, MAS PRESTA CONTAS DE SUA GESTÃO”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.