Arquivo da tag: Pastoril

DANÇA, POESIA E ARTE: QUAIS ATRAÇÕES ESTARÃO NO PRÊMIO CDHEC 2017

Serão cerca de cinco atrações durante a cerimônia que acontece neste sábado (01) em São Miguel do Gostoso.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

premio cdhec
Prêmio CDHEC será neste próximo sábado (01)

O Prêmio CDHEC realizará sua quarta edição no próximo sábado (01) no Centro de Cultura de São Miguel do Gostoso a partir das 19h e junto com as expectativas de conhecer os vencedores de cada categoria o evento também conta com atrações para entreter o público.

O Contador não conteve a curiosidade e perguntou a presidente do Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC), Cinthia Matos, sobre as atrações reservadas para este ano e ela nos deu alguns nomes que mesclam entre variados tipos de arte, desde a poesia até a dança.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Primeiramente, o Boi de Reis e o Pastoril desfilarão toda sua simpatia e cultura no palco da premiação, eles já se apresentaram no ano anterior, mas desta vez a direção diz que trarão novidades.

As talentosas meninas do grupo Café com Leite também estão confirmadas e prepararam uma apresentação especial para o Prêmio. Outro grupo que causou em 2016 foi o Ballet Gabriela Oliveira, principalmente durante a exibição do Auto de Natal, desta vez elas também se apresentarão na cerimônia. Ainda na área da dança, um outro grupo recém criado pela Secretaria de Assistência Social fará uma exibição.

_DSC2660
Foto Ariclenes Silva. Grupo Café com Leite

A poesia ficará por conta de Auxiliadora Ribeiro e Ramon Marcolino, já na parte mais formal as atenções se voltam para a apresentação oficial do projeto Gostoso Recicla que começou em 2016 e a cada dia vem crescendo, ganhando a confiança dos moradores e comerciantes que até então não tinham um destino para fazer reciclagem.

14138726_10201967569428479_5828685940224445613_o
O que Naldivan Fernandes vai aprontar no Prêmio CDHEC?

Cinthia Matos não nos revelou a atração musical que sempre agita o final da cerimônia, mas adiantou que Naldivan Fernandes também dará uma palinha do seu talento. O Contador estará de olho no ‘Oscar’ da iniciativas gostosenses e conta o que rolou.

Até qualquer hora!

AUTO DE NATAL DE GOSTOSO É MARCADO POR HOMENAGENS E GRANDE SHOW NA PRAIA DA XÊPA

Espetáculo teve bom público, além de muita dança, cultura e diversão para contar a história do nascimento do menino Jesus.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Ninguém poderia esperar que, mesmo economizando nos gastos, o Auto de Natal de Gostoso fosse tão grandioso e mesclasse com tamanha maestria a cultura local e a já tão clássica história do nascimento de Jesus… Pois é, os diretores Beto Vieira e Anna Celina mostraram que era possível nos dias 27 e 28 de dezembro na Praia da Xêpa.

_DSC5039.jpg

Não bastava apenas isso, a lua dourada abençoou os atores e os quase 100 envolvidos que trabalharam para que este grande evento a céu aberto acontecesse. Um casamento perfeito de elementos culturais e naturais de São Miguel do Gostoso para brindar um ano que está chegando ao final e fechar com chave de ouro o calendário de eventos promovidos pelo Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC).

O Contador acompanhou toda a encenação e o nervosismo da coxia no pré-evento, confira:

HOMENAGENS E RECONHECIMENTO

Antes dos mais de 40 atores entrarem em cena, o palco foi tomado por gratidão e respeito. Quem compareceu teve o privilégio de acompanhar um momento histórico e emblemático para a cultura gostosense. A simbólica entrega de bastão dos mais velhos do pastoril e do boi de reis para as crianças que formam hoje a nova geração da dança causou emoção.

_DSC4289.jpg

A senhora Maria Teixeira, que foi a Diana do Pastoril por décadas, e o senhor José Marciano, integrante do Boi de Reis há muitos anos, foram homenageados com um certificado e o reconhecimento do público. Antes deles a grande celebrada foi Diana Fontes, a precursora dos autos no estado do RN. A pernambucana trouxe a encenação deste tipo de teatro e deu certo, já é reproduzido há 18 anos por todo o RN inspirando muitos outros diretores e artistas.

_DSC4313.jpg

SHOW DE UM LADO, CORRERIA DO OUTRO

Imaginem como deve ser coordenar a entrada e saída de dezenas de pessoas em cima de um palco. Muita confusão, não é? Pois, os diretores que conduziram o Auto não se abateram nenhum minuto. Todo o nervosismo parecia de um jeito simplesmente natural na coxia, era apenas mais uma prova da sintonia que o grupo aparentou no palco.

Sim, houve erros técnicos, mas erros praticamente imperceptíveis que não fizeram a mínima importância no contexto geral. A prova disso foi os aplausos acalorados do público no final.

PLURALIDADE CULTURAL NA VEIA

_DSC4384.jpg

Chegança, Boi de Reis, Pastoril e Teatro de Rua. Esses foram os quatro pilares que nortearam o Auto neste ano, de forma delicada cada um desses mundos interagiram. As músicas animadas da Chegança e Boi de Reis com a suavidade das meninas do Pastoril, além das belas interpretações dos atores Fernando Miranda, Airis Vital, Auxiliadora Ribeiro, Djair Cardoso, Ana Luiza, Cinthia Matos, Débora Vieira e os demais que deram ritmo a encenação de pouco mais de 45 minutos para que no fim, com o apogeu do nascimento, todos de forma integrada recebessem o abençoado menino.

_DSC4789.jpg

SÃO PEDRO FOI GENEROSO

No segundo dia de Auto a reapresentação do espetáculo foi marcada por incertezas, afinal o dia começou debaixo de um verdadeiro toró de água e não melhorava até o começo da tarde, mas os céus atenderam os pedidos de todos e promoveu uma noite nublada, mas sem chuvas. Foi novamente uma grande performance de todos.

_DSC4882.jpg

O Auto de Natal encerra as coberturas do Contador de Causos em 2015, mas já deixamos o convite para que você nos acompanhe em 2016. Até qualquer hora!

NOVO ÂNIMO: ESPAÇO TEAR RETOMA ATIVIDADES DE TEATRO E DANÇA

Destaques do retorno das oficinas são o Pastoril e o Boi de Reis que voltam com promessa de “cara nova”.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

boi

O Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC) juntamente com o Espaço Tear anunciaram nesta última quarta-feira (15) que voltarão a produzir as oficinas de teatro e dança no mês de julho, precisamente neste sábado (18).

A oficina de Dança e Expressão Corporal, ministradas por Auxiliadora Ribeiro e Daya Silva, volta a ser uma das atrações após mais de um ano desde a última vez que foi realizada pelo coletivo. Por outro lado, a grande novidade será o acréscimo do Boi de Reis na oficina de Teatro, ministrada por Fernando Miranda, em uma tentativa de resgate cultural, por ser uma das mais antigas manifestações deste cunho no município.

Ambas terão um caráter de formação contínua onde, por exemplo a Dança e Expressão Corporal terá como primeiro objetivo a montagem de um novo pastoril.

Para o presidente do CDHEC, Fernando Miranda, a expectativa é que a turma a ser formada seja independente, “tome gosto” pela arte e que assim possam perpetuar a cultura local.

As inscrições estão sendo realizadas no próprio Espaço Tear no sábado a partir das 9 horas da manhã ou via whatsapp pelo número 99956-9185.