ELEIÇÕES 2018: AS LIDERANÇAS GOSTOSENSES APOIARÃO QUEM?

Lideranças escolheram seus representantes para governo do Estado e deputados, mas presidência ainda é incógnita.

RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

candidatos-ao-governo-do-rn-2018

2018, ano de Copa do Mundo, ano de eleição. Porém, chegamos na metade do mês de Agosto e a impressão que se tem é de que a mobilização tipica de um ano político está ainda tecnicamente paralisada, e em São Miguel do Gostoso não é diferente.

Veja a seguir a tendência das principais lideranças de São Miguel do Gostoso para as eleições 2018:

O ex-prefeito Miguel Teixeira lidera uma chapa de oposição ao governo atual, declarando que “não haverá a menor possibilidade de apoiar Robinson Faria”, e de que definirá seu apoio nos próximos dias. Para o primeiro voto ao Senado, apoiará Zenaide Maia (PHS), e João Maia (PR) para Dep. Federal. Na escolha do candidato a Dep. Estadual os vereadores que compõe esse grupo seguirão, ou a candidata do PR, Terezinha Maia, ou a orientação partidária.

Do outro lado teremos uma chapa do PSD liderada pelo prefeito Renato de Doquinha (PSD), que apoiará o governador Robinson Faria, candidato a reeleição. O prefeito declarou que apoiará Fabio Farias para Dep. Federal e José Dias para Dep. Estadual, e que ainda não definiu apoio a candidatos ao senado. O vice-prefeito Azenate Câmara, paralelamente definiu Antônio Jácome para seu primeiro voto ao senado e Dep. Estadual Jacó Jácome e Fabio Farias para Dep. Federal. A Presidente da Câmara, Clézia Cardoso (PSD), acompanhará a “chapa” proposta pelo prefeito, com exceção de Fabio Farias.

O PT e o Solidariedade de São Miguel do Gostoso, declararam que seguirão a orientação partidária e irão apoiar chapas compostas por candidatos dos respectivos partidos.

E o voto para presidente? Com exceção do PT – que apoiará Lula (ou outro petista) – as demais lideranças partidárias não fecharão questão quanto a voto para presidente.

Para entender melhor?

1. Porque tanta demora para começar a campanha?
A partir da eleição de 2016 o calendário eleitoral mudou, nessa última quinta (16) foi autorizada a campanha eleitoral que seguirá até dia 06 de outubro (sábado), e no dia 07 de outubro (domingo) é o dia da votação do 1º turno.

2. Em quantos candidatos iremos votar esse ano?
Serão 6 votos, pela ordem: Deputado Estadual, Deputado Federal, 1º Senador, 2º Senador, Governador, e Presidente.

3. Haverá aliança entre os grupos adversários das eleições municipais?
Muito provavelmente, não. É uma situação nova, a crise politica, e falta de credibilidade da politica fez com que a maior parte dos partidos não interferisse nas composições dentro do municípios, ou seja, quase um “cada um por si”.

N[os continuamos de olho. Até qualquer hora!

Autor: Ricardo André

Professor de Matemática, produtor cultural e tesoureiro do Espaço TEAR (CDHEC)