Pirâmide invertida?

Eleição para os cargos de Conselho Tutelar em São Miguel do Gostoso surpreendem pela participação da população.

IMG_20151004_092754751_HDR
As comunidades rurais como Morro dos Martins se mobilizaram para participar da eleição do Conselho Tutelar.

POR CINTHIA MATOS
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

No Domingo dia 04 de Outubro, São Miguel do Gostoso foi marcado pelas eleições unificadas para conselheiros tutelares. Quem pensou que a votação ia ser pouco movimentada se enganou, um terço do votantes do município, 2048 compareceram para escolher seus representantes para assumir o cargo em janeiro de 2015.

Contudo, algumas peculiaridades devem ser destacadas. Primeiro o número reduzido de urnas fizeram com que a votação acontecesse apenas na sede e isso causou um certo desconforto por parte da população das comunidades rurais e com razão, tiveram que se deslocar por distâncias consideráveis para chegar até o local de votação. Como cidadã acho que essa metodologia deve ser revista pelos responsáveis de organizar essa eleição a nível nacional. Outra coisa que atraiu atenção foi que a quantidade de pessoas que votaram, apesar das dificuldades de locomoção foi superior a da cidade vizinha de Touros que tem uma quantidade bem maior de votantes, mas apenas 1600 compareceram.  Enfim chegamos aos eleitos, se elegeram com 425, 288, 288, 232 e 231 votos respectivamente Evandro Menezes, Eva, Marcos de Luiz Chico, João Eudes e Francisca Henrique, o que chamou atenção porém, foi que apenas o candidato João Eudes ficou entre os cinco primeiros no resultado da prova não eliminatória de conselheiros tutelares, os dois primeiros colocados o quarto e o quinto no resultado do teste que teve por objetivos avaliar o conhecimento técnico dos candidatos para assumirem o posto de zeladores dos direitos das crianças e adolescentes, não conseguiram vencer como titulares. Essa reflexão é muito válida e deve ser pensada pela população, será que a pirâmide que escolhemos foi invertida? Essa resposta no entanto só saberemos nós próximos capítulos, quando as ações que serão desenvolvidas por aqueles que a maioria depositou a confiança de uma tarefa importantíssima se consolidarem.

Aqui deixo minha expectativa de que o novo quadro de conselheiros tutelares seja capaz de cumprir com o que esperamos, que tenha força, garra, e lute a luta que é mais difícil de vencer a busca pela proteção dos direitos, a luta social, a concretização do uso da democracia honestamente, o caminho não é fácil mas todos que entram nesse barco devem ser cientes disso.

Autor: Ricardo André

Professor de Matemática, produtor cultural e tesoureiro do Espaço TEAR (CDHEC)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.