FICARAM MANCHADOS: PUNIÇÃO DA PORTUGUESA SE ESTENDE A JOGADORES E TODOS FICAM NA “GELADEIRA” POR UM ANO

#CopaDoInterior: Punição de um ano de exclusão de competições oficiais também foi aplicada a jogadores que tiveram nome relatado na súmula do lamentável jogo entre Portuguesa e Flamengo.

POR AILTON RODRIGUES
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

PUNIÇÃO

Parece que a confusão onde atletas e dirigentes da Portuguesa agrediram um membro da arbitragem, em jogo válido pela Copa do Interior, ainda está rendendo. Desta vez um comunicado oficial da comissão organizadora comprovou mais uma severa pena ao clube conselheirense: todos os atletas que tiveram o nome relatado na súmula também estão um ano fora de competições oficiais.

A Portuguesa já sabia da sua pena como clube, pois estava explícita nos artigos 20 e 21 do regulamento da Copa do Interior, mas desta vez a esfera atingiu os atletas que agora nem poderão defender outras camisas. Os nomes relacionados no comunicado oficial foram três, são eles: Leandro Alexandre da Silva, José Priciano Barbosa de Araújo e José Ferreira de Araújo.

Procuramos alguns dos dirigentes da Lusa para comentar o caso, porém não obtivemos resposta.

PARA VOCÊ ENTENDER

Na partida do dia 30 de maio entre Flamengo e Portuguesa no distrito da Arizona, o jogo estava 1 a 0 para a Portuguesa até os 37 minutos do segundo tempo, quando o Flamengo empatou o jogo em cobrança de falta.

A partir deste momento atletas e dirigentes da Portuguesa invadiram o campo e partiram em direção ao árbitro Aldeci que assinalou a falta. A situação só não foi caótica porque jogadores e torcedores do Flamengo interviram.

Em depoimento no programa de rádio ‘Resenha Esportiva: Show de Bola’ da 87,9 FM, Raimundo Antena, um dos dirigentes da comissão organizadora, mostrou uma de suas gravações que fez da partida onde o técnico do time conselheirense havia dito que “Se o Flamengo empatar o jogo o árbitro não sai de campo com vida”.

A partida era de extrema importância, pois era a terceira rodada da fase de grupos e valia vaga para as semifinais. A primeira iniciativa da comissão após a confusão foi eliminar a Portuguesa e isto custou caro para o clube, pois com os resultados seguintes ficou evidente que o time estaria classificado.

O Contador de Causos lamenta esta mancha no futebol amador e espera que atos como este não se repitam. Até a próxima!

Autor: Ailton Rodrigues

Técnico em Informática (IFRN), que adora esportes e jornalismo, estando sempre disponível para bons papos. Coordenador de Comunicação do clube de futebol TEC (Tabua Esporte Clube), membro do Conselho do Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC), comunicador da Mostra de Cinema de Gostoso. Atualmente aluno de Licenciatura em Pedagogia (UFRN).

Nenhum pensamento

  1. que vergonha! uma comissão que si diz organizadora fazer um papelão deste como e, que si tem uma punição sem sique a ver um julgamento, ou oportunidade de defesa para os em volvido ou citados e lei que todos são inocente ate que si prove ao contrario! agora essa da comissão foi inédita, julgar um réu sem nem li ouvi ou tentativa de defesa e por uma dessa comissão que o futebol não vai pra frente que falta de absurdo. só tenho a lamenta que no pais democrático ainda si tem pessoas que si acha o dono da verdade e sai distribuindo punições e fazendo calunia sem fundamentos. LAMENTÁVEL

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.