COM HAT TRICK DE WILLAME GELECA, FORÇA JOVEM GOLEIA GRÊMIO E CONQUISTA BICAMPEONATO MUNICIPAL

Artilheiro da competição passeia em tarde iluminada e aplica sonoro 3 a 0. Diversão ficou mesmo por conta do juvenil com empate e pênaltis.

POR AILTON RODRIGUES E RUBENS DOS ANJOS
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Equipe do Força Jovem leva Municipal 2019 – 2020 (Foto: Maysa Tavares)

A tarde deste último sábado (15), foi um dia para ficar marcado na história do Campeonato Municipal de São Miguel do Gostoso, no Estádio Teixeirão o duelo entre Força Jovem e Grêmio foi um verdadeiro passeio do time da sede que goleou por 3 a 0 com direito a hat trick de Willame Geleca.

No duelo da partida juvenil, São Paulo e Vasco protagonizaram um verdadeiro espetáculo e empataram por 3 a 3 em uma partida elétrica que culminou no título do cruzmaltino do Paraíso após cobranças de penalidades acabarem em 5 a 4.

Podemos destacar aqui pelo titular o favoritismo de um time e seu camisa 9 e pelo juvenil a força de vontade de um outro, onde quem apresentou um futebol mais bonito de se ver pode não ganhar o título, apesar disso as finais tiveram muitas emoções com direito a hat trick e uma disputa eletrizante por pênaltis.

Veja o que rolou:

CATEGORIA JUVENIL: SÃO PAULO (4) 3 x 3 (5) VASCO

Gols: VAS – Naldinho, Robinho e Lucas // SPO – Nalbert 

Equipe do Vasco comemora título juvenil (Foto: Maysa Tavares)

Ninguém esperava que a categoria juvenil seria tão elétrica, Vasco do Paraíso e São Paulo da Baixinha mediram forças do início ao fim, mas o tricolor perdeu a oportunidade de ser campeão quando cedeu o empate ao cruzmaltino.

O Vasco foi na aposta de proporcionar um futebol reativo diante do São Paulo, que abriu o placar no início do jogo e logo em seguida tomou o empate, já na segunda etapa o São Paulo aproveitou o espaço deixado pelo alvinegro e chegou ao segundo gol, com isso o Vasco sentiu e o técnico começou a fazer substituições no time. 

O nervosismo reinou no clube do Paraíso. Em uma jogada espetacular, driblando boa parte dos jogadores do meio campo, Nalbert fez o terceiro para o São Paulo.  Porém, o Vasco passou a buscar o resultado nas bolas paradas e com isso desenhou um novo rumo no jogo, o segundo gol foi coseguido depois de uma falta próxima a área e o terceiro em cabeçada após cobrança de escanteio onde Lucas testou firme e forte para decretar o empate em 3 a 3 e levar a partida para as penalidades.

Lucas fez o gol de empate do Vasco e extravasou na comemoração (Foto: Maysa Tavares)

Nas cobranças de pênaltis o goleiro Jhonatan lutava para defender as bolas, repetindo o feito do jogo da semifinal, e foi o que ele fez quando defendeu a última cobrança da série do São Paulo, coube para o jovem José Neri fazer o gol do título.

Goleiro Jhonatan foi um dos heróis do Vasco no jogo (Foto: Maysa Tavares)

CATEGORIA TITULAR: FORÇA JOVEM 3 x 0 GRÊMIO

Gols: Willame Geleca (3x)

Willame Geleca foi o grande nome do jogo com três gols (Foto: Maysa Tavares)

O Força Jovem começou a partida em alto nível, o favoritismo do clube da sede foi logo posto a prova nos primeiros minutos de jogo enquanto o Grêmio parecia atordoado. Willame Geleca que terminou como artilheiro da competição já deu o cartão de visitas em um chute espetacular da entrada da área que abriu o marcador da decisão. 1 a 0.

O Grêmio percebendo a dificuldade de trabalhar a bola no chão, começou a buscar o empate com ligações diretas (assim como já havia feito nas quartas de final contra a Portuguesa e nas semifinais contra o TEC), tentando sobrevoar o forte meio campo do time do Força Jovem, mas todos perceberam que a estratégia não ia dar certo.

Quando a bola voltava para os pés do Força o destino era certo. Um bombardeio de chutes de dentro e fora da área, alguns deles saindo dos pés do próprio Willame Geleca e Gilberto. Inclusive, eles se aproveitavam da avenida criada na lateral esquerda do Grêmio onde Maciel perdia absolutamente todas as jogadas. Um dos jogadores que poderia ajudar a reverter o quadro era Edson, mas ele havia fraturado o nariz logo após o gol heróico que ele marcou contra o TEC e levou o Grêmio à decisão.

A única jogada perigosa do Imortal do Angico de Fora foi uma finalização de Rodrigo dentro da área, mas que foi travada por Evandro. Assim terminou o primeiro tempo, 1 a 0.

Troféus dos campeões municipais, artilharia e melhor defesa (Foto: Maysa Tavares)

Na segunda etapa, o Força Jovem administrava o placar, mas o Grêmio começou a dar uma pressionada nos primeiros 10 minutos, todavia só restava a força de vontade e nas alterações feitas por seu técnico que até surtiu efeito quando cresceu o volume de jogo, porém em um momento de desequilíbrio emocional, Luciano, que tinha acabado de entrar, fez falta violenta no adversário e acabou sendo expulso.

Com isso os espaços foram aparecendo para o time do Força Jovem e o Grêmio só amplificou a covardia que tinha em construir jogadas ofensivas, até que em um lance infeliz um toque de mão na bola dentro da área foi dado e o pênalti convertido por Willame Geleca deu um banho de água fria. Para consagrar o artilheiro, ele na sequência aproveitou cruzamento de Gilberto e de cabeça fuzilou dentro da pequena área para matar o jogo. 3 a 0 sem piedade.

Grêmio não conseguiu criar chances claras de gol (Foto: Maysa Tavares)

Após o jogo, ao ser entrevistado pelo Contador ele brincou dizendo que a música que ele havia escolhido por marcar os três gols foi “Vai dar tudo certo” de Valdeci Aguiar e ainda explicou o sentimento de ter ajudado a conquistar o bicampeonato do Força Jovem:

Willame Geleca

“Depois de 14 anos conseguimos esse título, para o clube, o sentimento é de felicidade, isso é muito gratificante”, declarou o atacante.

Na entrega das premiações foi revelado pelo prefeito municipal de São Miguel do Gostoso, Renato de Doquinha, que a sexta edição do evento seria iniciada ainda em 2020 em meados de maio.

Parabenizamos os campeões municipais, agradecemos a parceria do Coordenador de Esportes, Naftaly Vieira, e continuamos de olho!

Até qualquer hora!