Arquivo da tag: Indicados ao Oscar

OSCAR 2020: QUEM FORAM OS ESNOBADOS PELA ACADEMIA

Lupita Nyong’o por Nós, Taron Egerton por Rocketman e mais!

POR MARIANA CANHISARES
PARA OMELETE

Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou os indicados ao Oscar 2020 nesta segunda-feira (13). Como sempre, nem todos os grandes nomes do ano foram contemplados na lista. Além de atrizes como Lupita Nyong’o e Jennifer Lopez, filmes foram completamente esnobados, como Joias Brutas Retrato de uma Jovem em Chamas.

Confira os principais esnobados:

DIRETORAS

Olivia Wilde e Beanie Feldstein no set de Fora de Série

 

Nesta temporada de premiações, as diretoras têm sido ignoradas e o Oscar não foi exceção à regra. Adoráveis Mulheres até teve seis indicações, incluindo Melhor Filme, mas a diretora Greta Gerwig mesmo não disputa na categoria Melhor Direção. Outros nomes que se destacaram, como Lulu Wang de The Farewell e Olivia Wilde de Fora de Série, também ficaram de fora.

JENNIFER LOPEZ POR AS GOLPISTAS

Jennifer Lopez em As Golpistas

No circuito de festivais, a performance de Jennifer Lopez em As Golpistas foi muito elogiada e a indicação ao Oscar parecia provável. Mas, mesmo que a atriz tenha sido lembrada no SAG Awards, premiação do Sindicato de Atores de Hollywood, ela ficou de fora da lista da Academia de Melhor Atriz Coadjuvante.

NICOLE KIDMAN POR O ESCÂNDALO

Nicole Kidman em O Escândalo

Na temporada de premiações, o trio de protagonistas de O EscândaloCharlize TheronNicole Kidman e Margot Robbie, tem sido sempre lembrado. No entanto, dessa vez, apenas as colegas de elenco de Kidman foram indicadas. A atriz australiana ficou de fora da lista final da premiação de Melhor Atriz Coadjuvante.

LUPITA NYONG’O POR NÓS

Lupita Nyong'o em Nós

Nós definitivamente foi um dos melhores filmes de terror de 2019 e parte do mérito disso está na performance de Lupita Nyong’o. Embora a atriz tenha levado um prêmio no Critics’ Choice Awards 2020 e esteja entre as indicadas do SAG Awards, ela foi esnobada pela Academia na categoria Melhor Atriz.

FROZEN 2

Cena de Frozen 2

A Academia não se juntou à Frozen Fever que tornou a nova aventura de Anna e Elsa a animação com maior bilheteria da história. Frozen 2 foi lembrada apenas na categoria Melhor Canção Original por “Into The Unknown”, ficando de fora da lista de Melhor Animação.

“SPIRIT”, DE O REI LEÃO

Composta e produzida por Beyoncé, a música original do novo O Rei Leão, “Spirit”, pode até ter causado um buzz na época do seu lançamento, mas não foi suficiente para render uma indicação da Academia.

“SPEECHLESS”, DE ALADDIN

O live-action de Aladdin deu a Jasmine uma música original. Composta por Benj Pasek e Justin Paul, vencedores do Oscar por La La Land, “Speechless” marca um momento de empoderamento da personagem de Naomi Scott.

ADAM SANDLER POR JOIAS BRUTAS

Adam Sandler em Joias Brutas

Após sua passagem pelos festivais de cinema, parecia que Joias Brutas seria o filme que renderia a Adam Sandler uma indicação ao Oscar. No entanto, o longa de Josh Safdie e Benny Safdie sequer foi lembrado pela Academia, deixando o ator de fora da lista de indicados a Melhor Ator.

TARON EGERTON POR ROCKETMAN

Taron Egerton em Rocketman

Depois da vitória de Rami Malek por Bohemian Rhapsody, parecia bastante provável uma indicação a Taron Egerton por sua performance no musical biográfico Rocketman. Embora o ator tenha levado um prêmio no Globo de Ouro, ele não teve a mesma sorte e foi esnobado na lista de candidatos a Melhor Ator.

EDDIE MURPHY POR MEU NOME É DOLEMITE

Eddie Murphy em Meu Nome é Dolemite

Também bastante elogiada nos festivais de cinema, Meu Nome É Dolemite não figurou entre os indicados ao Oscar desse ano. A ausência mais notável na lista da Academia certamente é a de Eddie Murphy na categoria de Melhor Ator. No filme, ele interpreta o comediante norte-americano Rudy Rae Moore, que se tornou símbolo do movimento blaxploitation sob o pseudônimo Dolemite.

RETRATO DE UMA JOVEM EM CHAMAS

Noémie Merlant e Adèle Haenel em Retrato de uma Jovem em Chamas

Dirigido e escrito por Céline SciammaRetrato de uma Jovem em Chamas parecia um forte candidato à categoria Melhor Filme Estrangeiro. Afinal, a produção leveou o prêmio de Melhor Roteiro e a Palma Queer no Festival de Cannes. Porém, o filme não foi indicado a nenhum prêmio.

THE FAREWELL

Elenco de The Farewell

Outra produção em língua estrangeira que foi ignorada pela Academia foi The Farewell, da diretora Lulu Wang. O longa, embora lembrado pelo BAFTA e o Globo de Ouro, não teve indicações a Melhor Filme Estrangeiro, nem Melhor Atriz para Awkwafina.

ORIGINAL: https://www.omelete.com.br/filmes/oscar-2020-esnobados

‘CORINGA’ LIDERA LISTA DE INDICADOS AO OSCAR 2020, QUE TERÁ UM DOC BRASILEIRO NA DISPUTA

‘Coringa’ teve 11 indicações, seguido por ‘O irlandês’ e ‘Era uma vez em… Hollywood’, com 10. Filme da diretora brasileira Petra Costa está indicado a documentário; veja lista completa.

POR G1

coringa-1-billion
Coringa recebeu 11 indicações ao Oscar 2020.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou nesta segunda-feira (13), em Los Angeles, os indicados ao Oscar 2020. O anúncio foi feito pelos atores John Cho e Issa Rae.

A cerimônia dos melhores do cinema acontece no dia 9 de fevereiro em Los Angeles.

Veja destaques do Oscar e a lista completa abaixo:

  • “Coringa” é o filme com maior número de indicações, 11 no total, presente em categorias importantes como melhor filme, melhor diretor (Todd Philips), e melhor ator (Joaquin Phoenix).
  • “Democracia em vertigem”, documentário brasileiro da diretora Petra Costa, que mostra o processo de impeachment de Dilma Rousseff, também foi indicado.
  • “Era uma vez em Hollywood”, “1917”, “O Irlandês” dividem a segunda colocação na lista, com 10 indicações cada.
  • Atrás deles, com seis indicações, estão o coreano “Parasita”, “História de um casamento”, “Adoráveis mulheres” e “Jojo Rabitt”.
  • “Parasita” se tornou o 11º filme estrangeiro a ser indicado na categoria principal.
  • Scarlett Johansson concorre a melhor atriz por “História de um casamento” e a atriz coadjuvante por “Jojo Rabbit”. Antes dela, 11 atores foram indicados no mesmo ano nas duas categorias. A mais recente foi Cate Blanchett, em 2008.
  • As categorias de roteiro tiveram um casal felizardo. Greta Gerwig foi indicada em roteiro adaptado por “Adoráveis mulheres” e seu namorado, Noah Baumbach, por “História de um casamento”.

Filme

  • “Ford vs Ferrari”
  • “O irlandês”
  • “Jojo Rabbit”
  • “Coringa”
  • “Adoráveis mulheres”
  • “História de um casamento”
  • “1917”
  • “Era uma vez em… Hollywood”
  • “Parasita”

Ator

  • Antonio Banderas – “Dor e Glória”
  • Leonardo DiCaprio – “Era uma vez em… Hollywood”
  • Adam Driver – “História de um casamento”
  • Joaquim Phoenix – “Coringa”
  • Jonathan Price – “Dois papas”
Joaquin Phoenix em cena de 'Coringa' — Foto: Divulgação
Joaquin Phoenix em cena de ‘Coringa’

Atriz

  • Cynthia Erivo – “Harriet”
  • Scarlett Johansson – “História de um casamento”
  • Saoirse Ronan “Adoráveis Mulheres”
  • Charlize Theron – “O escândalo”
  • Renée Zellweger – “Judy – Muito Além do Arco-Íris
Saoirse Ronan, entre Florence Pugh e Emma Watson, estrela 'Adoráveis Mulheres' — Foto: Divulgação
Saoirse Ronan, entre Florence Pugh e Emma Watson, estrela ‘Adoráveis Mulheres’.

Diretor

  • Martin Scorsese – “O irlandês”
  • Todd Phillips – “Coringa”
  • Sam Mendes – “1917”
  • Quentin Tarantino – “Era uma vez em… Hollywood”
  • Bong Joon Ho – “Parasita”

Atriz coadjuvante

  • Kathy Bates – “O caso Richard Jewell”
  • Laura Dern – “História de um casamento”
  • Scarlett Johansson – “Jojo Rabbit”
  • Florence Pugh – “Adoráveis mulheres”
  • Margot Robbie – “O escândalo”

Ator coadjuvante

  • Tom Hanks – “Um lindo dia na vizinhança”
  • Anthony Hopkins – “Dois papas”
  • Al Pacino – “O irlandês”
  • Joe Pesci – “O irlandês”
  • Brad Pitt – “Era uma vez em… Hollywood”
Brad Pitt e Leonardo DiCaprio em cena de 'Era uma vez em Hollywood' — Foto: Divulgação
Brad Pitt e Leonardo DiCaprio em cena de ‘Era Uma Vez… Em Hollywood’.

Roteiro adaptado

  • “O irlandês” – Steven Zaillian
  • “Jojo rabbit” – Taika Waititi
  • “Coringa” – Todd Phillips e Scott Silver
  • “Adoráveis mulheres” – Greta Gerwig
  • “Dois papas” – Anthony McCarten

Roteiro original

  • “Entre facas e segredos” – Rian Johnson
  • “História de um casamento” – Noah Baumbach
  • “1917” – Sam mendes e Krysty Wilson-Cairns
  • “Era uma vez em… Hollywood” – Quentin Tarantino
  • “Parasita” – Bong jooh Ho e Han Jin Won
Choi Woo-sik, Song Kang-ho, Jang Hye-jin e Park So-dam em cena de 'Parasita' — Foto: Divulgação
Choi Woo-Sik, Song Kang-Ho, Jang Hye-Jin e Park So-Dam em cena de ‘Parasita’.

Documentário

  • “Indústria americana”
  • “The cave”
  • “Democracia em vertigem”
  • “For Sama”
  • “Honeyland”

Maquiagem e cabelo

  • “Bombshell”
  • “Coringa”
  • “Judy”
  • “1917”
  • “Maleficent: Mistress of evil”

Mixagem de som

  • “Ad astra”
  • “Ford vs Ferrari”
  • “Coringa”
  • “1917”
  • “Era uma vez em… Hollywood”

Edição de som

  • “Ford vs ferrari”
  • “Coringa”
  • “1917”
  • “Era uma vez em… Hollywood”
  • “Strar wars: A ascensão Skywalker”

Curta-metragem

  • “Brotherhood”
  • “Nefta football club”
  • “The neighbors’ window”
  • “Saria”
  • “A sister”

Design de figurino

  • “O irlandês”
  • “Jojo rabbit”
  • “Coringa”
  • “Adoráveis Mulheres”
  • “Era uma vez em… Hollywood”

Canção original

  • “I can’t let you throw yourself away” – “Toy Story 4”
  • “(I’m gonna) love me again” – “Rocketman”
  • “I’m standing with you” – “Breakthrough”
  • “Into the unknown” – “Frozen 2”
  • “Stand up” – “Harriet”

Trilha original

  • “Coringa”
  • “Adoráveis mulheres”
  • “História de um casamento”
  • “1917”
  • “Star wars – A ascensão Skywalker”

Animação

  • “Como treinar seu dragão 3”
  • “I lost my body”
  • “Klaus”
  • “Link Perdido”
  • “Toy story 4”

Curta de animação

  • “Dcera (daughter)”
  • “Hair love”
  • “Kitbull”
  • “Memorable”
  • “Sister”

Curta documentário

  • “In the absence
  • “Learning to skateboard in a warzone
  • “Life overtakes me”
  • “St Louis Superman”
  • “Walk run cha-cha”

Filme internacional (estrangeiro)

  • “Corpus christi” – Polônia
  • “Honeyland” – Macedônia
  • “Os miseráveis” – França
  • “Dor e glória” – Espanha
  • “Parasita” – Coreia do Sul

Design de produção

  • “O irlandês”
  • “Jojo Rabbit”
  • “1917”
  • “Era uma vez… em Hollywood”
  • “Parasita”

Edição

  • “Ford vs Ferrari”
  • “O irlandês”
  • “Jojo rabbit”
  • “Coringa”
  • “Parasita”

Fotografia

  • “O irlandês”
  • “Coringa”
  • “Lighthouse”
  • “1917”
  • “Era uma vez… Em Hollywood”

Efeitos visuais

  • “Vingadores: Ultimato”
  • “O irlandês”
  • “O rei leão”
  • “1917”
  • “Star Wars: A ascensão Skywalker”

O Contador acompanhará a cerimônia do Oscar e trará as principais resenhas das obras indicadas. Estamos de olho!

Confira nossas redes sociais!

TEXTO ORIGINAL: https://g1.globo.com/pop-arte/cinema/oscar/2020/noticia/2020/01/13/oscar-2020-veja-os-indicados.ghtml

VEJA OS INDICADOS AO OSCAR 2019

'Pantera Negra', 'Bohemian Rhapsody', 'Nasce uma estrela', 'Roma' e 'A Favorita' estão entre os indicados a melhor filme — Foto: Divulgação

‘Pantera Negra’, ‘Bohemian Rhapsody’, ‘Nasce uma estrela’, ‘Roma’ e ‘A Favorita’ estão entre os indicados a melhor filme — Foto: Divulgação

A lista dos indicados ao Oscar 2019 foi divulgada nesta terça-feira (22). A cerimônia acontecerá no dia 24 de fevereiro, em Hollywood.

Veja destaques do Oscar e a lista completa:

  • “Roma” e “A favorita” lideram com 10 indicações cada, incluindo filme, diretor e atrizes.
  • O mexicano “Roma” é o filme de língua não inglesa com mais indicações na história da premiação, empatado com o chinês “O Tigre e o Dragão” (2010).
  • “Nasce uma estrela” concorre em 9 categorias, incluindo filme, roteiro adaptado e duas indicações para Lady Gaga (canção e atriz). Mas Bradley Cooper ficou de fora como diretor.
  • “Vice” tem oito chances de ganhar, incluindo filme, diretor e ator (Christian Bale, favorito ao lado de Rami Malek, por “Bohemian Rhapsody”).
  • “Pantera Negra” é o filme de super-herói com mais indicações na história, com sete, incluindo melhor filme, mas sem indicações nas categorias de atuação.
  • A grande surpresa da lista é o polonês “Guerra Fria”, com indicações para diretor, fotografia e filme estrangeiro.
  • “Bohemian Rhapsody” e “Green Book – O guia” têm cinco indicações, incluindo filme.
  • “O primeiro homem” e “O retorno de Mary Poppins” estão em quatro categorias, todas técnicas.

Filme

  • “A favorita”
  • “Vice”

Ator

  • Christian Bale (“Vice”)
  • Bradley Cooper (“Nasce Uma Estrela”)
  • Willem Dafoe (“No Portal da Eternidade”)
  • Rami Malek (“Bohemian Rhapsody”)
  • Viggo Mortensen (“Green Book”)

Atriz

Lady Gaga e Glenn Close dividem prêmio de Melhor Atriz no Critic's Choice Awards  — Foto: Jean-Baptiste LACROIX / AFP

Lady Gaga e Glenn Close dividem prêmio de Melhor Atriz no Critic’s Choice Awards — Foto: Jean-Baptiste LACROIX / AFP

  • Lady Gaga (“Nasce Uma Estrela”)
  • Glenn Close (“A Esposa”)
  • Yalitza Aparicio (“Roma”)
  • Olivia Colman (“A Favorita”)
  • Melissa McCarthy (“Poderia Me Perdoar?”)

Diretor

  • Spike Lee (“Infiltrado na Klan”)
  • Yorgos Lanthimos (“A Favorita”)
  • Alfonso Cuarón (“Roma”)
  • Adam McKay (“Vice”)
  • Pawel Pawlikowski (“Guerra fria”)

Atriz coadjuvante

  • Amy Adams – “Vice”
  • Regina King – “Se a rua Beale falasse”
  • Emma Stone – “A favorita”
  • Rachel Weisz – “A favorita”
  • Marina de Tavira – “Roma”

Trilha sonora original

Ator coadjuvante

  • Adam Driver – “Infiltrado na Klan”
  • Mahershala Ali – “Green Book – O guia”
  • Richard E. Grant – “Você pode me perdoar?”
  • Sam Elliott – “Nasce uma estrela”
  • Sam Rockwell – “Vice”

Roteiro adaptado

  • Infiltrado na Klan
  • A balada de Buster Scruggs
  • Poderia me perdoar?
  • Se a rua Beale falasse
  • Nasce uma estrela

Roteiro original

  • “A favorita”
  • “No coração da escuridão”
  • “Green Book – O guia”
  • “Roma”
  • “Vice”

Edição

  • “Infiltrado na Klan”
  • “Bohemian Rhapsody”
  • “A favorita”
  • “Green Book – o guia”
  • “Vice”

Fotografia

  • “Guerra fria”
  • “A favorita”
  • “Never Look Away”
  • “Roma”
  • “Nasce uma estrela”

Filme de língua estrangeira

  • “Cafarnaum”
  • “Guerra fria”
  • “Never Look Away”
  • “Roma”
  • “Assunto de família”

Melhor animação

  • “A balada de Buster Scruggs”
  • “Pantera Negra”
  • “A favorita”
  • “O retorno de Mary Poppins”
  • “Duas rainhas”

Curta-metragem

  • “Detainment”
  • “Fauve”
  • “Marguerite”
  • “Mother”
  • “Skin”

Edição de som

Mixagem de som

  • “Pantera Negra”
  • “Bohemian Rhapsody”
  • “O primeiro homem”
  • “Roma”
  • “Nasce uma estrela”

Curta de animação

  • “Animal Behavior”
  • “Bao”
  • “Late Afternoon”
  • “One Small Step”
  • “Weekends”

Direção de arte

  • “Pantera Negra
  • “A favorita”
  • “O primeiro homem”
  • “O retorno de Mary Poppins”
  • “Roma”

Canção original

  • “All The Stars”, “Pantera Negra”
  • “I’ll Fight”, “RBG”
  • “The Place Where Lost Things Go”, “O retorno de Mary Poppins”
  • “Shallow”, “Nasce uma estrela”
  • “When A Cowboy Trades His Spurs for Wings”, “A balada de Buster Scruggs”

Efeitos visuais

  • “Duas rainhas”
  • “Vice”
  • “Border”

Documentário

  • “Free Solo”
  • “Hale County”
  • “Minding the Gap”
  • “Of Fathers and Sons”
  • “RBG”

Documentário curta-metragem

  • “Black Sheep”
  • “End Game”
  • “Lifeboat”
  • “A Night at the Garden”
  • “Period. End Of Sentence”

Por que ‘Green Book’ é favorito?

Em 27 anos, o longa escolhido pelo PGA (Sindicato dos Produtores da América, na sigla em inglês) foi o melhor filme do Oscar 19 vezes. Isso acontece por dois motivos: além de ter grande parte dos membros votantes da Academia, a organização utiliza um sistema parecido de votação.

Em uma vitória surpreendente no sábado (19), o Sindicato dos Produtores escolheu “Green Book – O Guia” como o melhor filme de 2018. Foi o único sindicato que entregou prêmios antes de sair a lista de indicados do Oscar.

Como funciona a votação?

Os cerca de 9 mil membros da Academia tiveram de 7 a 14 de janeiro para darem seus votos. Com exceção do melhor filme, com indicados escolhidos por todos, cada categoria fica sob responsabilidade dos profissionais que engloba. Atores indicam seus favoritos nas áreas de atuação, diretores a direção… Para entender o complicado esquema de votação, clique aqui para ver a explicação completa.

ORIGINAL: https://g1.globo.com/pop-arte/cinema/oscar/2019/noticia/2019/01/22/oscar-2019-veja-indicados.ghtml

‘A FORMA DA ÁGUA’ LIDERA A CORRIDA DO OSCAR: VEJA TODOS OS INDICADOS

Com 13 indicações, filme de Guillermo Del Toro lidera a corrida pela estatueta. Os heróis também conseguiram feitos interessantes nessa edição do Oscar. 

POR AILTON RODRIGUES
ANTÔNIO CONSELHEIRO, S.M. DO GOSTOSO/RN

globodeouro
Lady Bird, A Forma da Água, Corra! e The Post vão concorrer ao Oscar de Melhor Filme.

A Acadêmia de Ciências e Artes Cinematográficas divulgou nesta terça-feira (23) a lista dos indicados para a 90ª edição do Oscar que acontece no dia 04 de março com apresentação de Jimmy Kimmel.

O filme “A Forma da Água” lidera a lista com 13 indicações, logo atrás vem “Dunkirk” com oito indicações e “Três Anúncios Para Um Crime” com sete. Outro detalhe das indicações foram os heróis que tiveram uma participação maior na lista: “Logan” foi indicado para Roteiro Adaptado, já “Guardiões da Galáxia Vol. 2” foi lembrado para Efeitos Visuais. “Star Wars: Os Últimos Jedi” recebeu quatro indicações técnicas.

Duas participações brasileiras estarão também no Oscar 2018, o primeiro foi a indicação da animação “O Touro Ferdinando” que foi dirigido por Carlos Saldanha, a outra é sobre o filme “Me Chame Pelo Seu Nome” que tem como produtor, o também brasileiro, Rodrigo Teixeira.

Veja a lista completa dos indicados:

Melhor Filme

  • “Dunkirk”
  • “Me chame pelo seu nome”
  • “O destino de uma nação”
  • “Corra!”
  • “Lady Bird – É hora de voar”
  • “Trama Fantasma”
  • “The Post – A Guerra Secreta”
  • “A forma da água”
  • “Três anúncios para um crime”

Melhor Diretor

  • Christopher Nolan (“Dunkirk”)
  • Jordan Peele (“Corra!”)
  • Greta Gerwig (“Lady Bird: É hora de voar”)
  • Paul Thomas Anderson (“Trama fantasma”)
  • Guillermo del Toro (“A forma da água”)

Melhor Ator

  • Timothée Chalamet (“Me chame pelo seu nome”)
  • Daniel Day-Lewis (“Trama Fantasma”)
  • Daniel Kaluuya (“Corra!)
  • Gary Oldman (“O destino de uma nação”)
  • Denzel Washington (“Roman J. Israel, Esq.”)

Melhor Atriz

  • Sally Hawkins (“A forma da água”)
  • Frances McDormand (“Três anúncios para um crime”)
  • Margot Robbie (“Eu, Tonya”)
  • Saoirse Ronan (“Lady Bird: É hora de voar”)
  • Meryl Streep (“The Post – A Guerra Secreta”)

Melhor Roteiro Adaptado

  • “Artista do desastre” (Scott Neustadter e Michael H. Weber)
  • “Me chame pelo seu nome” (James Ivory)
  • “A Grande Jogada” (Aaron Sorkin)
  • “Logan” (Scott Frank, James Mangold e Michael Green)
  • “Mudbound” (Virgil Williams and Dee Rees)

Melhor Roteiro Original

  • “Lady Bird: É hora de voar” (Greta Gerwig)
  • “Doentes de Amor” (Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani)
  • “Corra!” (Jordan Peele)
  • “A forma da água” (Guillermo del Toro)
  • “Três anúncios para um crime” (Martin McDonagh)

Melhor Ator Coadjuvante

  • Willem Dafoe (“Projeto Flórida”)
  • Woody Harrelson (“Três anúncios para um crime”)
  • Richard Jenkins (“A forma da água”)
  • Sam Rockwell (“Três anúncios para um crime”)
  • Christopher Plummer (“Todo o Dinheiro do Mundo”)

Melhor atriz coadjuvante

  • Allison Janney (“Eu, Tonya”)
  • Mary J. Blige (“Mudbound”)
  • Lesley Manville (“Trama Fantasma”)
  • Laurie Metcalf (“Lady Bird: É hora de voar”)
  • Octavia Spencer (“A forma da água”)

Melhor Filme em Língua Estrangeira

  • “Uma Mulher Fantástica” (Chile)
  • “O Insulto” (Líbano)
  • “Sem amor” (Rússia)
  • “Corpo e Alma” (Hungria)
  • “The Square: A arte da discórdia” (Suécia)

Melhor Design de Produção

  • “Blade Runner 2049”
  • “A bela e a fera”
  • “O destino de uma nação”
  • “Dunkirk”
  • “A forma da água”

Melhor Fotografia

  • “O destino de uma nação” (Bruno Delbonnel)
  • “Blade Runner 2049” (Roger Deakins)
  • “Dunkirk” (Hoyte van Hoytema)
  • “Mudbound” (Rachel Morrison)
  • “A forma da água” (Dan Laustsen)

Melhor Figurino

  • “A bela e a fera”
  • “O destino de uma nação”
  • “Trama Fantasma”
  • “A forma da água”
  • “Victória e Abdul”

Melhor Canção

  • “Remember Me” – (Viva – A Vida é uma Festa) – Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez
  • “This is Me” – (O Rei do Show) – Benj Pasek e Justin Paul
  • “Mighty River” – (Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi) – Mary J. Blige, Raphael Saadiq e Taura Stinson
  • “Mystery of Love” – (Me Chame Pelo Seu Nome) – Sufjan Stevens
  • “Stand Up for Something” – (Marshall) – Diane Warren e Lonnie R. Lynn

Melhor Edição

  • “Em ritmo de fuga”
  • “Dunkirk”
  • “Eu, Tonya”
  • “A forma da água”
  • “Três anúncios para um crime”

Melhor Mixagem de Som

  • “Star Wars: Os últimos Jedi”
  • “Em ritmo de fuga”
  • “Blade Runner 2049”
  • “Dunkirk”
  • “A forma da água”

Melhor Edição de Som

  • “Em ritmo de fuga”
  • “Blade Runner 2049”
  • “Dunkirk”
  • “A forma da água”
  • “Star Wars: The Last Jedi”

Melhor Animação

  • “O poderoso chefinho”
  • “The Breadwinner”
  • “Viva: A vida é uma festa”
  • “O Touro Ferdinando”
  • “Com Amor, Van Gogh”

Melhor Curta de Animação

  • Dear Basketball – Glen Keane e Kobe Bryant
  • Garden Party – Victor Caire e Gabriel Grapperon
  • Lou – Dave Mullins e Dana Murray
  • Negative Space – Max Porter e Ru Kuwahata
  • Revolting Rhymes – Jakob Schuh e Jan Lachauer

Melhor curta

  • “Dekalb Elementary”
  • “The 11 o’ clock”
  • “My Nephew Emmett”
  • “The silent Child”
  • “Waty Wote/All of us”

Melhor Trilha Sonora

  • Dunkirk – Hans Zimmer
  • Trama Fantasma – Jonny Greenwood
  • A Forma da Água – Alexandre Desplat
  • Star Wars – Os Últimos Jedi – John Williams
  • Três Anúncios Para um Crime – Carter Burwell

Melhor documentário

  • “Abacus: Pequeno o bastante para condenar”
  • “Visages villages”
  • “Ícaro”
  • “Últimos homens em Aleppo”
  • “Strong Island”

Melhor documentário em curta-metragem

  • “Edith+Eddie”
  • “Heaven is a traffic jam on the 405”
  • “Heroin(e)”
  • “Knife Skills”
  • “Traffic Stop”

Melhor maquiagem e cabelo

  • “O destino de uma nação”
  • “Victoria e Abdul”
  • “Extraordinário”

Melhores efeitos visuais

  • “Blade Runner 2049”
  • “Guardiões da galáxia Vol. 2”
  • “Kong: A ilha da caveira”
  • “Star Wars: Os últimos Jedi”
  • “Planeta dos Macacos: A guerra”

Nós continuaremos de olho acompanhando esta grande festa do cinema mundial! Até qualquer hora!

OSCAR 2017: “LA LA LAND”CONQUISTA 14 INDICAÇÕES E MERYL STREEP QUEBRA PRÓPRIO RECORDE

Cerimônia acontece dia 26 de fevereiro e já tem a maior diversidade da história depois das críticas do ano passado sobre a falta de negros entre os indicados, veja a lista:

POR AILTON RODRIGUES
ADAPTADO DE OMELETE

lalaland
La La Land recebeu 14 indicações. 

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou hoje, 24 de janeiro, os indicados à 89ª edição do Oscar. A cerimônia de entrega acontece em 26 de fevereiro, com apresentação de Jimmy Kimmel (Jimmy Kimmel Live!).

La La Land: Cantando Estações foi o filme mais indicado, com 14 indicações – incluindo melhor filme, melhor ator e melhor atriz. Em seguida ficaram Estrelas Além do Tempo e A Chegada, ambos com oito indicações.

O feito de La La Land é impressionante, uma vez que o último filme que tinha tido tantas indicações assim foi Titanic (2012), depois disso só A Malvada (1950)!

SEM BRASILEIROS

Nesse ano não haverá indicados brasileiros ao Oscar, os únicos trabalhos que despontaram nas críticas e deram esperanças de indicações foi o curta de animação “Trabalho Interno” e uma possível indicação de melhor atriz para Sônia Braga por “Aquarius”, mas ambos ficaram de fora.

MERYL STREEP: A COLECIONADORA DE INDICAÇÕES

A atriz Meryl Streep conseguiu quebrar seu próprio recorde nesse Oscar 2017, ela recebeu nada mais nada menos que sua vigésima indicação, dessa vez ela está na lista de melhor atriz por “Florence: Quem é Essa Mulher?”. As más línguas dizem que ela não merecia a indicação e acabou tomando a vaga que seria de Amy Adams que fez um belo papel no filme “A Chegada”.

Confira abaixo a lista completa dos indicados:

Melhor Filme

Melhor Diretor

oscar2bindicados2b-2bdiretor

Melhor Atriz

oscar2bindicados2b-2batriz

Melhor Ator

oscar2bindicados2b-2bator

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Atriz Coadjuvante

 Melhor Roteiro Original

 Melhor Roteiro Adaptado

Melhor  Animação

 Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • Extremis
  • 4.1 Miles
  • Joe’s Violin
  • Watani: My Homeland
  • Os Capacetes Brancos

Melhor Documentário em Longa-Metragem

  • Fogo no Mar
  • Eu Não Sou Seu Negro
  • Life, Animated
  • O.J.: Made in America
  • 13ª Emenda

 Melhor Longa Estrangeiro

  • Terra de Minas (Dinamarca)
  • A Man Called Ove (Suécia)
  • O Apartamento (Irã)
  • Tanna (Austrália)
  • Toni Erdmann (Alemanha)

Melhor Curta-Metragem

  • Ennemis Intérieurs
  • La Femme et le TGV
  • Silent Nights
  • Sing
  • Timecode

Melhor Curta em Animação

  • Blind Vaysha
  • Borrewed Time
  • Pear Cider and Cigarettes
  • Pearl
  • Piper

Melhor Canção Original

  • “Audition (The Fools Who Dream)” | Música de Justin Hurwitz, canção de Benj Pasek e Justin Paul – La La Land: Cantando Estações
  • “Can’t Stop the Feeling” | Música e canção de Justin Timberlake, Max Martin e Karl Johan Schuster – Trolls
  • “City of Stars” | Música de Justin Hurwitz, canção de Benj Pasek e Justin Paul – La La Land: Cantando Estações
  • “The Empty Chair” | Música e canção de J. Ralph e Sting – Jim: The James Foley Story
  • “How Far I’ll Go” | Música e canção de Lin-Manuel Miranda – Moana: Um Mar de Aventuras

Melhor Fotografia

Melhor Figurino

Melhor Maquiagem e Cabelo

Melhor Mixagem de Som

Melhor Edição de Som

Melhores Efeitos Visuais

Melhor Design de Produção

  • Patrice Vermette (design de produção) e Paul Hotte (decoração de set) – A Chegada
  • Stuart Craig (design de produção) e Anna Pinnock (decoração de set) – Animais Fantásticos e Onde Habitam
  • Jess Gonchor (design de produção) e Nancy Haigh (decoração de set) – Ave, César!
  • David Wasco (design de produção) e Sandy Reynolds-Wasco (decoração de set) – La La Land: Cantando Estações
  • Guy Hendrix Dyas (design de produção) e Gene Serdena (decoração de set) – Passageiros

Melhor Edição

Melhor Trilha Sonora

O Contador vai acompanhar o Oscar e claro que mostra tudo para você. Até qualquer hora!

ADAPTADO DE: https://omelete.uol.com.br/filmes/noticia/oscar-2017-conheca-os-indicados/

OSCAR ANUNCIA 85 CONCORRENTES A UMA VAGA DE MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Concorrentes serão ainda reduzidos a uma lista de apenas cinco indicados, que serão conhecidos no dia 24 de janeiro.

POR ZH CINEMA

21006936

Foi divulgada na última terça-feira a lista com 85 produções inscritas na categoria de melhor filme estrangeiro do Oscar de 2017. Cada longa representa um país, e o Brasil selecionou o drama Pequeno segredo para disputa, em uma escolha cercada de polêmicas.

Na lista anunciada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pela organização do Oscar, há também Afterimage, último filme do polonês Andrzej Wajda, morto no último domingo. Já Pedro Almodóvar pode vencer sua segunda estatueta na categoria com Julieta, que representa a Espanha. O cineasta foi premiado com Tudo sobre minha mãe em 1999.

Veja todos os filmes representantes por país no site da Academia.

Original: http://zh.clicrbs.com.br/rs/entretenimento/cinema/noticia/2016/10/com-pequeno-segredo-lista-com-85-candidatos-ao-oscar-de-melhor-filme-estrangeiro-e-divulgada-7759595.html

OSCAR 2016: COMO FUNCIONA O PROCESSO DE VOTAÇÃO DA ACADÊMIA?

Modelo de eleição do melhor filme é complexo e foi instaurado em 2009. Maior prêmio do cinema americano acontece neste domingo (28).

POR PORTAL G1
SÃO PAULO/SP

Neste domingo (28), Hollywood celebra os melhores trabalhos de 2015 durante sua maior premiação anual, o Oscar. Muitos artistas e celebridades serão prestigiados dentro de 24 categorias – e por enquanto a única certeza é que a grande maioria deles será branca. Entre indicações estranhas e ausências notáveis, o maior problema é entender como funciona o atual sistema de votação, responsável pela alegria de uns e revolta de outros.

O modelo implementado para a escolha do melhor filme pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas em 2009 é bem mais complexo que o anterior, no qual o vencedor era aquele simplesmente com o maior número de votos.

  • COMO FUNCIONAM AS INDICAÇÕES

Com exceção do melhor filme, cujos indicados são escolhidos por todos os mais de 6 mil membros da Academia, cada categoria fica sob a responsabilidade dos profissionais que engloba. Ou seja, atores indicam seus favoritos nas áreas de atuação, diretores a direção, etc.

Os membros enviam uma lista que elenca seus escolhidos do preferido para o menos favorito. Na primeira etapa da contagem, são levados em conta apenas os primeiros votos e é estabelecido um número mínimo para que a produção entre para a lista final de indicados.

Tal número é a divisão do total de membros pela quantidade de filmes que podem ser indicados (10 melhores filmes, 5 ou 3 nas demais categorias).

Os votos que forem para longas com menos de 1% das escolhas são desconsiderados, e as segundas escolhas das cédulas da lista são contabilizados. Caso todas as vagas ainda não tenham sido preenchidas, os votos do filme menos lembrado também são anulados. Os votos vão então para a segunda escolha das cédulas.

Eddie Redmayne recebe o Oscar de melhor ator por 'A teoria de tudo' (Foto: REUTERS/Mike Blake)
Eddie Redmayne recebe o Oscar de melhor ator por ‘A teoria de tudo’ (Foto: REUTERS/Mike Blake)
A esta altura, provavelmente todos os indicados estão claros. Mas a categoria de melhor filme tem suas próprias características. Primeiro porque pode contar com um número de indicados entre cinco e dez. Segundo porque, em alguns casos, um membro pode acabar votando duas vezes.

Isso acontece quando sua primeira escolha já atingiu o número limite para ser indicado mais 10% dos votos. Nesse caso, sua segunda escolha também é contabilizada.

  • E QUEM VENCE?

Após a escolha dos indicados, os membros podem votar em todas as categorias, não apenas naquelas de suas classes. A data para o envio dos votos acabou na última terça-feira (23).

Em 23 categorias vence aquele com o maior número absoluto de votos, mas no caso do melhor filme mais uma vez há peculiaridades — um processo parecido ao das indicações toma conta.

Os membros da Academia elencam os indicados de melhor para pior. Para vencer, um filme tem que contar com 50% dos votos totais mais um. Ao final da contagem de todas as primeiras escolhas, se nenhum longa atingir a marca, o menos votado é desconsiderado.

São levadas em conta então as segundas escolhas de cada cédula. O processo se repete até que algum deles ultrapasse o limite e um vencedor seja escolhido.

Após cinco indicações, Julianne Moore finalmente recebeu o Oscar de melhor atriz pelo filme 'Para sempre Alice' (Foto: John Shearer/Invision/AP)
Após cinco indicações, Julianne Moore finalmente recebeu o Oscar de melhor atriz pelo filme ‘Para sempre Alice’ (Foto: John Shearer/Invision/AP)