Todos os posts de Auxiliadora Ribeiro

Técnica em Administração pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte - IFRN; Bacharelanda em Direito pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte; membro da trupe teatral "Café com Leite".

QUEM SÃO AS MULHERES E MENINAS QUE FIZERAM OU FAZEM A DIFERENÇA EM GOSTOSO?

O Núcleo de Cidadania d@s Adolescentes – NUCA quer saber da população de São Miguel do Gostoso quem são as meninas e mulheres em posição de liderança. A Pesquisa é em prol da conquista do Selo UNICEF e o objetivo é FORTALECER A LIDERANÇA DE MENINAS.

Por Auxiliadora Ribeiro – São Miguel do Gostoso/RN

download (2)

São Miguel do Gostoso está em busca do Selo UNICEF. Para isso, o Selo propõe que o NUCA realize 8 desafios. O Núcleo está trabalhando o DESAFIO 5: PROMOVER A EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA DEMOCRÁTICA #PARTIUMUDAR, que como uma das atividades propõe o FORTALECIMENTO DA LIDERANÇA DE MENINAS E MULHERES.

Para isso, é preciso que a população participe respondendo a 3 perguntas RÁPIDAS que o NUCA criou no formulário do GOOGLE. O questionário estará aberto até QUARTA-FEIRA dia 04/12/2019, e o resultado será na SEXTA-FEIRA dia 06/12/2019 em Audiência Pública sobre O PAPEL DAS MENINAS E MULHERES EM POSIÇÃO DE LIDERANÇA na Câmara Legislativa às 9h. Na ocasião as meninas e mulheres indicadas pela população no questionário serão homenageadas. Para responder clique aqui.

questionário liderança das meninas e mulheres

ENTENDA O SELO UNICEF

Selo UNICEF “é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF voltada à redução das desigualdades e à garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).” (Guia Metodológico do Selo UNICEF).

Para ser certificado, ou seja, para conquistar o Selo, ao final da edição 2017-2020, o município deverá ter cumprido pelo menos 12 resultados sistêmicos dos 17 propostos, sendo 5 obrigatórios, e 7 que o município escolheu como prioridade. Dentre os resultados sistêmicos obrigatórios está o Núcleo de Cidadania d@s Adolescentes – NUCA. Sem o NUCA implementado e mesmo implementando, se o NUCA não realizar os 8 desafios não há como o município ser certificado.

RESULTADOS SISTÊMICOS 

Os Resultados Sistêmicos se referem à implementação e qualificação de serviços, programas e políticas públicas voltados à infância e adolescência.

Para mais informações basta acessar o Guia Metodológico do Selo UNICEF, edição 2017-2020, e o Guia do Mobilizador do NUCA.

Não esquece de responder ao questionário!

Até qualquer hora!

 

 

COMUNICADO AOS EMPREENDEDORES

Por Auxiliadora Ribeiro – São Miguel do Gostoso/RN

empreendedorismo-grd-e1438555337300
Fonte Google Imagens

A Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso promoverá um encontro que contará com CONTADOR, ADVOGADO, REPRESENTANTE DO SEBRAE E REPRESENTANTE DA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO para orientar, bem como esclarecer dúvidas dos empreendedores locais informais (Pessoa Física – CPF) e formais (Pessoa Jurídica – CNPJ – Microempreendedor Individual – MEI) a respeito da fiscalização  da Secretaria Estadual de Tributação no município.

DATA: 22/10/2019 (TERÇA-FEIRA)

LOCAL: CENTRO DE CULTURA

HORA: 9 HORAS

 

PREFEITURA REALIZARÁ CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL

Convite para reunião a respeito do campeonato está circulando nas redes sociais.

Por Auxiliadora Ribeiro – São Miguel do Gostoso/RN

A Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso, está convidando as equipes de futebol de campo masculino de Gostoso, para participar da primeira reunião sobre o campeonato municipal 2019. O objetivo da reunião é a discussão do regulamento da competição.

Data da reunião: 10/09/2019

Local: Centro de Múltiplo Uso

Horário: 19h

WhatsApp Image 2019-09-04 at 14.29.27

EDITAL DO PROCESSO UNIFICADO DE ESCOLHA DE CONSELHEIROS TUTELARES 2019 FOI PUBLICADO

O Conselho Municipal da Criança e do Adolescente – CMDCA publicou hoje, conforme já havia divulgado, o edital que trata do Processo Unificado de Escolha de Conselheiros Tutelares 2019.

Por Auxiliadora Ribeiro – São Miguel do Gostoso/RN

Conforme divulgado no último dia 03 de abril de 2019 em site oficial do CMDCA, foi publicado hoje o EDITAL 002/2019, o qual disciplinará todo o processo de escolha  dos novos Conselheiros Tutelares para o quadriênio 2020-2024, e serão eleitos 5 membros com seus respectivos suplentes. O edital está disponível no Diário Oficial do Município de São Miguel do Gostoso.

Os interessados devem ler atentamente todas as informações contidas no edital e se atentar aos prazos conforme o ponto 9:

Conselho Tutelar 2019
Fonte: Google Imagens

9- DO CALENDÁRIO DE EVENTOS COM DATAS A SEREM
OBSERVADAS

9.1. Inscrições e entrega de documentos: 22/abril a 06/maio/2019 de
Segunda a Sexta-Feira no horário das 09hs00min às 11hs30min;
9.2. Abertura dos envelopes contendo as documentações seguida das
análises destas: 07/maio/2019 às 09h00min
9.3. Publicação da relação dos candidatos inscritos: 09/maio/2019;
9.4. Prazo para impugnação de candidatura: 10 a 16/maio/2019;
9.5. Apresentação de defesa pelo candidato impugnado: 20 a
24/maio/2019;
9.6. Julgamento de eventuais impugnações: 29/maio/2019;
9.7. Publicação da lista preliminar de candidaturas habilitadas:
30/maio/2019
9.8. Recursos para o CMDCA: 31/maio/ e 3/junho/2019
9.9. Publicação da relação definitiva das candidaturas deferidas,
inclusive com o julgamento de eventual recurso pelo CMDCA, com
comunicação ao Ministério Público: 05/junho/2019;
9.10. Prazo para recebimento das provas na sede do CONSEC e dá
cumprimento aos demais itens constantes da cláusula segunda do
Termo de Adesão referente às ações pertinentes ao Processo de
Escolha: 14/junho/2019;
9.11. Exame de conhecimento específico com caráter eliminatório,
contendo 20 (vinte) questões de caráter objetivo sobre a Lei
8.069/1990, considerando-se apto o candidato que acertar no mínimo
50% da prova: 28/julho/2019; (último domingo do mês);
9.12. Prazo para publicação do gabarito: até 31/julho/2019;
9.13. Publicação do resultado das provas com a classificação dos
candidatos habilitados: Até 02/agosto/2019
9.14. Prazo para apresentação de recursos: 03 a 08/agosto/2019;
9.15. Prazo destinado à solicitação das urnas de lona ao TRE/Comarca
de Touros/RN: 06/agosto/2019;
9.16. Publicação da relação dos candidatos habilitados e do resultado
dos recursos: Até 12/agosto/2019;
9.17. Reunião com os candidatos, para conhecimento formal das
regras do processo de escolha seguida de sorteio dos números dos
referidos candidatos: 15/agosto/2019;
9.18. Reunião da Comissão Especial Eleitoral para seleção dos locais
de votação: Até 27/Agosto/2019;
9.19. Período da campanha eleitoral: 29/agosto a 29/setembro/2019;
9.20. Formalização da solicitação de apoio à Polícia Militar:
11/setembro/2019;
9.21. Divulgação dos locais do processo de escolha:
16/setembro/2019;
9.22. Prazo final para que a Comissão Especial Eleitoral proceda a
seleção das pessoas que irão atuar como mesários e escrutinadores:
Até 17/setembro/2019;
9.23. Prazo final destinado à confecção das cédulas de
votação:18/setembro/2019
9.24. Realização dos debates a que se refere o art. 61 da Lei Municipal
nº 300/2017: 19/setembro/2019;
9.25. Prazo para que os candidatos habilitados entreguem na sede do
CMDCA, os nomes e qualificação dos fiscais a que faz alusão o art.
72 da Lei Municipal 300/17: Até 20/setembro/2019;
9.26. Reunião de treinamento com mesários e escrutinadores:
26/setembro/2019;
9.27. Reunião destinada aos esclarecimentos dos fiscais:
03/outubro/2019;
9.28. Data do processo de escolha unificado: 06/outubro/2019;
(Primeiro domingo do mês)
9.29. Divulgação do resultado: Até 07/outubro/2019;
9.30. Prazo para interposição de recurso: 08 a 14/outubro/2019;
9.31. Julgamento dos recursos: 15 a 18/outubro/2019;
9.32. Divulgação do resultado final homologado pelo Presidente do
CMDCA: 23/outubro/2019;
9.33. Prazo destinado a convocação dos candidatos habilitados para a
capacitação inicial e divulgação do local e horário em que se dará a
referida capacitação: 29/outubro/2019;
9.34. Período em que ocorrerá a capacitação inicial: 04/novembro a
13/dezembro/2019;
9.35. Posse: 10/janeiro/2020

Clique para acessar em PDF o EDITAL 002 2019 CMDCA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GOSTOSO.

Nós continuamos de olho! Até mais!

 

PROCESSO UNIFICADO DE ESCOLHA PARA CONSELHO TUTELAR

Em outubro desse ano se dará a escolha dos novos conselheiros tutelares de São Miguel do Gostoso.

Por Auxiliadora Ribeiro – Natal/RN

O Conselho Municipal da Criança e do Adolescente – CMDCA, responsável pelo processo de escolha dos membros do Conselho Tutelar, divulgou hoje em site do conselho a data da publicação do edital que regerá o processo, prevista para essa sexta-feira, dia 05 de abril de 2019.

Fonte: https://cmdcasmg.blogspot.com/

A escolha dos membros do Conselho Tutelar será no dia 06 de outubro de 2019 em todo território nacional, por isso o processo de escolha é unificado. Para os interessados fiquem de olho no site do CMDCA de São Miguel do Gostoso onde estarão sendo publicadas todas as informações referentes ao processo, assim como no Diário Oficial.

O que faz um Conselheiro Tutelar?

As atribuições dos Conselheiros Tutelares estão elencadas no Art. 136 da lei nº 8.069/1990 que dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, conforme segue:

Art. 136. São atribuições do Conselho Tutelar:

I – atender as crianças e adolescentes nas hipóteses previstas nos arts. 98 e 105, aplicando as medidas previstas no art. 101, I a VII;

II – atender e aconselhar os pais ou responsável, aplicando as medidas previstas no art. 129, I a VII;

III – promover a execução de suas decisões, podendo para tanto:

a) requisitar serviços públicos nas áreas de saúde, educação, serviço social, previdência, trabalho e segurança;

b) representar junto à autoridade judiciária nos casos de descumprimento injustificado de suas deliberações.

IV – encaminhar ao Ministério Público notícia de fato que constitua infração administrativa ou penal contra os direitos da criança ou adolescente;

V – encaminhar à autoridade judiciária os casos de sua competência;

VI – providenciar a medida estabelecida pela autoridade judiciária, dentre as previstas no art. 101, de I a VI, para o adolescente autor de ato infracional;

VII – expedir notificações;

VIII – requisitar certidões de nascimento e de óbito de criança ou adolescente quando necessário;

IX – assessorar o Poder Executivo local na elaboração da proposta orçamentária para planos e programas de atendimento dos direitos da criança e do adolescente;

X – representar, em nome da pessoa e da família, contra a violação dos direitos previstos no art. 220, § 3º, inciso II, da Constituição Federal

XI – representar ao Ministério Público para efeito das ações de perda ou suspensão do poder familiar, após esgotadas as possibilidades de manutenção da criança ou do adolescente junto à família natural. (Redação dada pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência

XII – promover e incentivar, na comunidade e nos grupos profissionais, ações de divulgação e treinamento para o reconhecimento de sintomas de maus-tratos em crianças e adolescentes. (Incluído pela Lei nº 13.046, de 2014)

Parágrafo único. Se, no exercício de suas atribuições, o Conselho Tutelar entender necessário o afastamento do convívio familiar, comunicará incontinenti o fato ao Ministério Público, prestando-lhe informações sobre os motivos de tal entendimento e as providências tomadas para a orientação, o apoio e a promoção social da família.

Continuamos de olho! Até mais!

HIPOCRISIA? DENÚNCIA DE NEPOTISMO PARTE DAQUELES QUE JÁ TIVERAM PARENTES EM TAL CONDIÇÃO

Vereadores da oposição de São Miguel do Gostoso omitem o fato, mas é sabido que esposas, irmãos, cunhados, sobrinhos, tios trabalharam nas gestões anteriores, a normatização do nepotismo já existia, mas parece que os mesmos desconheciam porque não foram eles que a fizeram.

Por Auxiliadora Ribeiro – São Miguel do Gostoso/RN

O nepotismo não é uma situação nova, nem em Gostoso, nem no Brasil. A súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal nº 13 foi aprovada desde 2008 e em termos de norma é a principal referência para tratar do assunto. A súmula coincide, por exemplo, com o segundo mandato da gestão do ex-prefeito Miguel Teixeira, onde já se via familiares trabalhando.

Tal situação também perpetuou-se pela gestão posterior, da ex-prefeita Maria de Fátima (Fafá), na qual, a atual oposição era situação, apesar de posteriormente se colocarem como oposição, entretanto, isso só ocorreu no último ano de mandato.

Porém, parece que o legislativo de São Miguel do Gostoso só tomou conhecimento do nepotismo na atual gestão, talvez porque não tenham familiares trabalhando atualmente como trabalhavam nas gestões anteriores, ou porque a lei do nepotismo não foram eles que fizeram como alegou um vereador em sessão na câmara.

Quanto aos parentescos de nepotismo ligados aos vereadores da oposição, cabe lembrar que irmãos, cunhados, sobrinhos, dentre outros trabalharam na Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso quando já havia a proibição para tanto.  Acredito que não precisa citar nomes, o leitor já deve estar se lembrando das famílias inteiras de sobrenomes famosos que trabalharam na prefeitura, inclusive famílias inteiras de vereadores ou ligadas a eles. As folhas de pagamento podem confirmar isso.

Pelo que aprendi isso se chama hipocrisia, acusar alguém de algo que você já fez, e pior, que muito provavelmente, se tivesse a oportunidade, faria novamente. Mas pior mesmo, é que além de não ter moral para fazer a denúncia, em vista de já terem praticado tal conduta é negar que a fez induzido a população a acreditar que tudo não passa de uma mentira. Como fez em sessão na Câmara um vereador da oposição, ao alegar que a denúncia do nepotismo não foram eles que a fizeram. No entanto, o processo e as assinaturas existem e o atual gestor responde pelo processo. Será que eles têm o habito de assinarem processos sem antes mesmo ler do que se tratam?

Em sessão recente, já mudaram o discurso admitindo a denúncia, todavia, alegaram que só denunciaram os parentes do prefeito. Ora, quando a denúncia é feita, a justiça pede todos os casos de nepotismo,  pois é isso que o conteúdo da súmula vinculante nº 13 do STF determina:

A nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança ou, ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta em qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal.”  

infográfico do nepotismo
Infográfico do nepotismo. Fonte: http://www.cgu.gov.br

Por isso, as demissões em 2017, porque foram devidas a notificação da Justiça referente a denúncias de nepotismo, e agora no início de 2019 novamente demissões de familiares em situação de nepotismo. Isso está acontecendo por força de lei, ou seja, o prefeito é obrigado a demitir.

Evidencia-se o fato de que o interesse daqueles que denunciaram não é outra coisa senão o enfraquecimento político da atual gestão. Eles não lembram que já estiveram em situação de nepotismo, que se favoreceram e negligenciaram deveres e parece que nesse caso eles pouco estão se importando com o bem da população.

tabela nepotismo
Fonte: http://www.cgu.gov.br

Cabe salientar que a discussão não é sobre a legitimidade da norma, que “o certo é errado”. A norma existe e deve ser cumprida. Não se trata de negligenciar deveres, o que estar em questão é a posição contraditória de representantes do nosso legislativo, onde as circunstâncias levam a crer que as decisões dos mesmos dependem de interesses políticos no sentindo de enfraquecer a atual gestão. A lei para eles funciona assim: “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço?” Isso é hipocrisia!

Diante do exposto, você caro leitor deve estar se perguntando: se existia mesmo nepotismo nas gestões anteriores, por que então os familiares não foram demitidos? Porque na Justiça existe um princípio de agir quando provocada, quando há denúncia. As demissões em 2017 e agora em 2019 é justamente porque a oposição vem provocando constantemente a justiça, e o papel da justiça é fazer cumprir a lei, não pode se omitir quando provocada.

Embora já o feito, as demissões tenham ocorrido e a notificação tenha sido atendida, será que não cabe uma reflexão de como estão se dando as atitudes desses vereadores que estão representando o povo? É errado só agora? A lei deve ser seguida só agora porque eu não estou sendo beneficiado? Nesse caso, o que significa o bem da população? Ou seria bem do meu eleitorado? Atualmente a visão que se pode ter é que a oposição não quer o bem da população coisa nenhuma, não estar fiscalizando porque quer que as coisas aconteçam, pelo contrário, parecem torcer para que der errado, porque assim eles têm o que polemizar e fazer politicagem.

Deixo os questionamentos para reflexão. E também deixo duas sugestões: para a população, que não sejam meras presas de conversas que podem ser mentiras, de coisas que por trás têm um grande interesse pessoal e político dessas pessoas. Procurem verificar a verdade das informações. E para os vereadores, lembro que sua PRINCIPAL função é função legislativa, ou seja, a elaboração das leis (com certeza, pela juventude do nosso município deve faltar muita legislação ainda) tendo também a função SECUNDÁRIA de fiscalizar o poder executivo, mas há diferença entre fiscalizar e entre mentir, fuxicar, atrapalhar!

Abaixo segue algumas informações acerca do tema. Continuamos de olho!

Súmula vinculante nº 13

Nepotismo por CGU

 

A ONDA BOLSONARISTA E PARTIDARISTA TEM COLOCADO A CAPACIDADE DE PENSAR EM RISCO NAS ELEIÇÕES

Por que mesmo com um discurso agressivo, intolerante, preconceituoso, que incita o ódio e a violência, Bolsonaro tem convencido a muitos? O foco das eleições tem sido  o ‘‘ele sim’’, ‘‘ele não’’ e o partidarismo, principalmente relacionado ao PT.

POR AUXILIADORA RIBEIRO E PAULO CÉSAR MARTINIANO
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

eleições 2018
Fonte Google Imagens

Mesmo diante de um discurso violento, intolerante, e por vezes, contraditório, Bolsonaro tem convencido a muitos. Confira nossa opinião e entenda que nosso objetivo não é angariar votos para um ou outro candidato, mas sim, alertar nossos leitores a respeito de alguns pontos importantes na escolha de quem votar para presidente e evidenciar questões que não se consegue dialogar no dia a dia com grande parte do eleitorado.

Contextualizando

É fato que nós brasileiros estamos cansados de tantos acontecimentos ruins que vêm acontecendo em nosso país, principalmente relacionado a segurança pública, e a corrupção que envolve vários partidos.

São nessas feridas que o candidato a presidência Jair Bolsonaro tem investido, tendo como foco acusações ao partido PT – candidato Haddad – pois devido a todo o processo e a prisão do ex-presidente Lula o partido está em mais evidencia do que nunca, bem como, se colocando como o salvador da pátria, como aquele que vai trazer a paz, a ordem, resgatar valores e colocar o país no eixo.

O partidarismo, o favoritismo, a preguiça de pensar, de buscar se informar tem levado a maioria do eleitorado a se fundar apenas em fontes como o Facebook e o WhatsApp, por exemplo, onde circulam várias informações falsas, as chamadas – Fake News – e a toma-las por verdades, as vezes absolutas. E essas inverdades não é referente a um só candidato ou partido, mas é uma realidade que atinge a todos.

Embora exista o questionamento sobre a veracidade ou não das noticias propagadas, devemos nos ater a questão de que ao fazer isso, além de ajudarmos a promover a ignorância, transmutamos o problema de propagar falsas informações e nos tornamos o problema em questão.

O perfil do eleitor

É evidente que o perfil de grande parte do eleitorado brasileiro é de realmente se apegar apenas ao que circula nesses meios, esquecendo-se que vivemos na era da informação, e que há tantas formas de conhecer os candidatos e se certificar se as informações as quais já tiveram acesso são verídicas. A escolha dos candidatos tem se baseado naquilo que se vê nas redes sociais, ou em algo que alguém disse a favor ou contra determinado candidato.

As pessoas se acostumaram a votar naqueles candidatos que estão a frente, não se importando com nenhum outro critério, o foco são as duas opções, que nessas eleições tem sido Bolsonaro e Haddad, onde porquê não simpatizo com Bolsonaro voto no PT e porque não gosto do PT voto em Bolsonaro ignorando-se que existem também outras opções, pelo menos no primeiro turno.

brasil-bolsonaro-haddad
Fonte Google Imagens

Diante disso, as posturas que os dos dois lados adotam são geralmente radicais, em que se torna quase que impossível dialogar com esse eleitorado, e quando se consegue ao menos iniciar, pois rapidinho se aflora os ânimos, em grande parte por falta de argumentos sólidos, e qualquer tentativa de diálogo resulta num combate.

Porém, quando se consegue iniciar, a conversa já começa errada com uma pergunta inicial do tipo: DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ? Onde ou você é conservador, ou você é liberal, ou de direita, ou de esquerda, socialista, comunista, ou a favor da redução da maior idade, ou contra, defensor do armamento ou do desarmamento, etc.

Podemos perceber que questões tão delicadas, que precisam de longa análise são colocadas de forma superficial para angariar votos. E a maioria do eleitorado alienado, pousa de bobo e joga o jogo dos candidatos, discutindo sobre questões tão complexas num plano meramente superficial, sem um conhecimento responsável da causa.

O que fazer?

Nosso papel enquanto eleitores, mesmo nos sentido muitas vezes num beco sem saída com a crise política que enfrentamos, deve ser o de buscar nos informar, não só assistindo debates – que geralmente são vergonhosos, pois o foco não são as propostas, e sim o jogo de ofensas entre os candidatos -, mas também buscar o plano de governo que é parte fundamental no processo de escolha do candidato.

É preciso LER para CONHECER, e saber o que cada candidato está pensando em fazer com nosso país, verificar se as propostas são equilibradas, se me identifico com elas, e se o candidato está seguindo em seus discursos a linha do seu plano de governo.

Quanto a Bolsonaro

Entendemos que há realmente o elemento ‘‘emoção’’ quando, por exemplo, pessoas militantes dos Direitos Humanos, defensoras do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA declaram seu voto para Bolsonaro, sendo que o mesmo defende a redução da maior idade penal que contradiz totalmente a bandeira que tais militantes levantam, bem como a mudança de foco dos direitos humanos de forma que se volte para a vítima, declarando com isso que os direitos humanos estão contra as vítimas.

Como ele se declara radical e conservador, muitas pessoas religiosas, também optam por este candidato, e isso nos faz pensar se o foco é realmente o BRASIL, ou no que Bolsonaro pensa e acredita. O que estamos ouvindo nas nossas igrejas não é o amor, a paz, a mansidão, etc.?

Quanto a proposta de armamento o Papa Francisco se declarou a respeito e houve fortes críticas dos bolsonaristas, pois para um bom entendedor, poucas palavras bastam. Confira:

comentário Papa Francisco
Fonte: Clique aqui 
comentário concordando com o papa
Fonte: Clique aqui

‘‘ Vote em Bolsonaro porque só ele vai colocar o Brasil no eixo!’’

Falso, enganoso! Para quem não sabe como se dá o processo político democrático no país, existe um princípio na Constituição chamado de SEPARAÇÃO DE PODERES, que inclusive está elevado a condição de cláusula pétrea – que não pode ser mudado – diante do qual, mesmo que Bolsonaro tente ser soberano, autossuficiente, ele depende do Congresso Nacional – que  representa, ou ao menos deveria representar O POVO – para quaisquer mudanças, a menos que ele queira rasgar a Constituição de 1988, que inclusive hoje 05 de outubro de 2018 está completando 30 anos, der um golpe de Estado e faça outra de acordo com os seus interesses.

‘‘ Ele não é preconceituoso, nem violento, o que ele propõe é a paz e volta dos valores…’’

Paz não é o que seus discursos transmitem. Quanto aos valores, são muito amplos, valores não se colocam nas pessoas de goela abaixo, é um processo de construção que demora muito, e não são as ‘‘palmadas’’ que conseguirão fazer isso.

‘‘Ora, se for preciso os pais dar umas palmadas nos filhos para o corrigir, que o faça!’’

Ora, parece que Bolsonaro não anda assistindo TV, pois o que está em questão nesse caso não é o Estado interferindo nas palmadas que os pais têm ou não direito de dar nos filhos, mas nos excessos que chegam a matar ou comprometer a saúde da vítima. E com certeza não são algumas palmadas que fazem esse estrago…

LGBT,  respeitar é o caminho da paz. Livre arbítrio significa decidir o que quer e o que não quer, claro, quando capaz de decidir. O candidato prega o ódio, colheremos o que?

Seu plano de governo é preocupante, pois é meramente superficial, mais especificamente geral, sem propostas claras, específicas, o que pode ser um risco, pois não se sabe na verdade qual de fato será sua postura de governante. O plano foca apenas em Economia, segurança, saúde, educação, infraestrutura… e cita o programa bolsa família. Cadê a Assistência, a cultura, o meio ambiente, etc.? Declara ainda que a Constituição deve ser respeitada, porém, em seus discursos nos leva a entender que ele é quase que contra tudo que ela ordena.

Enfim, talvez seja bom pensar que assuntos complexos, delicados, como redução da maior idade penal, armamento, aborto, etc. não deveriam ser propostas de governo, e por isso, não deveriam ser critério de escolha de candidato, pois é preciso uma análise criteriosa a respeito. Estamos à beira das urnas, mas ainda dá tempo de buscar informações e sair da superficialidade.

Até a próxima!

CONFECÇÃO DE CARTEIRAS DO ARTESÃO EM GOSTOSO

Uma ação da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso através da Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social – SEMTHAS com a parceria da Secretaria Estadual de Trabalho, Habitação e assistência Social – SETHAS/RN.

Por Auxiliadora Ribeiro e Rodrigo Ribeiro – São Miguel do Gostoso/RN

Por meio de uma solicitação de Geovânia Santana – Secretária Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social, a equipe do Programa Estadual de Artesanato – PROART da SETHAS – Natal/RN estará vindo a São Miguel do Gostoso para confeccionar carteiras do artesão. A ação será no próximo dia 09 de novembro, a partir das 9h da manhã, no Centro de Múltiplo Uso. 

artesanato

Para ter direito a carteira, os artesãos gostosenses precisam providenciar: 1 foto 3×4, xérox da identidade, CPF e comprovante de residência. E deverá levar também três peças do seu artesanato prontas para serem avaliadas, bem como uma peça inacabada para terminar no momento do cadastro.

Importância e benefícios de ser ter a carteira: os artesãos que possuírem a carteira poderão participar de feiras locais, nacionais, internacionais; poderão fazer o empréstimo no microcrédito; são isentos de ICMS (IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS E SERVIÇOS); poderão também expor os seus produtos nas lojas do Governo do Estado. E o principal, terá sua arte e seu trabalho reconhecido!

No dia do Cadastro a equipe do PROART fará uma explanação sobre o microcrédito, bem como sobre a Lei Estadual do Artesanato e distribuirá a lei para todos os artesãos no momento do cadastro.

Se você é um artesão não perca essa chance de se regularizar e fortalecer ainda mais sua arte, seu trabalho. Fique ligado na data (09/11/2017) e se programe antecipadamente. Se você conhece algum artesão não deixe-o perder essa oportunidade.

O Contador está de olho em tudo e conta para você!

Fotografia: Ariclenes Silva.

PREFEITURA DE GOSTOSO REALIZA GRANDE AÇÃO DO DIA DAS CRIANÇAS

O último dia 11 de outubro foi diferente para todas as crianças de São Miguel do Gostoso. Com pipoca, algodão doce, picolé, brincadeiras, belas e emocionantes apresentações, distribuição de brinquedos, ação lota quadra da praia da Xepa e atinge também todas as escolas da Zona Rural.

Por Auxiliadora Ribeiro – São Miguel do Gostoso/RN

A Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso, Prefeito Renato de Doquinha, realizou na tarde do dia 11 de outubro uma ação integrada de todas as secretarias municipais em comemoração ao dia das crianças.

WhatsApp Image 2017-10-14 at 08.36.03

Além de ser realizada na sede, a ação alcançou todas as escolas da Zona Rural conforme divulgado no portal da prefeitura, sendo:  Antônio Conselheiro, Baixinha, Morros dos Martins, Morros dos Paulo, Arizona, Frejó, Umburana, Mundo Novo, Tabua, Angico Velho, Novo Horizonte, Cruzamento, Angico de Fora, Reduto, Baixio, Paraízo.

O Secretário Municipal de Educação e Cultura Nivaldo Batista, declarou:

Minha opinião é das melhores possíveis, pois foi uma ação que teve a participação de todos os secretários, todos com um único objetivo, porque não adianta numa gestão uns pensando para um lado e outros para o outro. Então deu certo porque todo mundo se empenhou, correu atrás, pouco dinheiro, mas muito empenho, e isso se deve a integração. 

WhatsApp Image 2017-10-14 at 08.36.55 (1)

Nas escolas da Zona Rural a organização da ação para distribuição dos brinquedos ficou a critério de cada direção escolar, já na sede do município a programação foi planejada em reunião prévia com Prefeito, Vice-prefeito e todos os secretários.

A Secretária Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social Geovânia Santana, relatou:

É uma grande alegria proporcionar um dia das crianças diferente, um dia das crianças feliz para todas as crianças do nosso município. Sabemos que não é todas as crianças que nessa data podem ganhar um brinquedo, e movidos por isso, apesar das dificuldades, fomos em busca de apoiadores e conseguimos arrecadar mais de 2000 mil brinquedos para presentear não só as crianças da sede, mas também de toda a zona rural.  Só tenho a agradecer ao nosso Prefeito Renato de Doquinha por ter confiado a mim e a todos os meus colegas secretários a organização dessa ação. 

WhatsApp Image 2017-10-14 at 18.48.20

A programação contou com a realização de várias brincadeiras planejadas pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer com entrega de presentes e medalhas. O Secretário Leonardo Teixeira comentou:

Foi com muitas dificuldades, mas com o empenho de todos conseguimos fazer um dia de lazer com brincadeiras e brindes pra todas as crianças do nosso município, levando um pouco de alegria, esperança e sonhos.

As apresentações culturais ficaram por parte das crianças da Creche Municipal MUNDO DA CRIANÇA que com as Emílias abriu a tarde festiva. E para fechar com chave de ouro o espetáculo MUNDO DAS PRINCESAS das crianças do SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS da Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social, fez com que os pequenos não desgrudassem os olhos e realmente viajasse pelo “mundo das princesas” – relata a Secretária de Turismo e Comunicação Janielle Linhares.

O Prefeito Renato agradeceu a toda a sua equipe que se dedicou para que a ação pudesse se realizar com êxito, cuidando para que este momento fosse o mais lindo possível e agradeceu também aos apoiadores.

O Contador segue de olho nas novidades!

Fontes consultadas: http://saomigueldogostoso.rn.gov.br/portal/principal

Imagens de Geovânia Santana

 

O BULLYNG NU E CRU NA SÉRIE OS 13 PORQUÊS

Bullyng, assédio, solidão, estupro, suicídio são temáticas retratadas na série produzida pela Netflix para mostrar um pouco do mundo dos adolescentes.

Por Auxiliadora Ribeiro e Leidiane Barboza – São Miguel do Gostoso/RN      

Com os amigos passamos alguns dos melhores momentos da nossa vida, ou melhor, muitos momentos. A série Os 13 porquês (13 Reasons Why) entrou em nossas vidas numa tarde comum. Duas amigas, domingo, nada para fazer, a praia não era uma opção. Leidiane Barboza – a jovem das séries – resolveu então assistir, e eu, que também estou aprendendo a ser uma amante do cinema resolvi entrar no jogo. E assim começamos a ver juntas uma série, que não é qualquer série. Os 13 porquês vêm dando o que falar, e não é exagero, pois suas temáticas pesadas dá margem para várias discussões.

p13762579_b_v8_aaBaseada no best-seller de Jay Asher, a série original Netflix 13 Reasons Why tem com principal tema  o BULLYNG, relatado através da história de Hannah Baker. O Bullying é a prática de atos violentos, intencionais e repetidos, contra uma pessoa indefesa, que podem causar danos físicos e psicológicos às vítimas.

O termo surgiu a partir do inglês bully​, palavra que significa tirano, brigão ou valentão, na tradução para o português. No Brasil, o bullying é traduzido como o ato de bulirtocarbatersocarzombar, tripudiar, ridicularizar, colocar apelidos humilhantes e etc. Essas são as práticas mais comuns do ato de praticar bullying. A violência é praticada por um ou mais indivíduos, com o objetivo de intimidar, humilhar ou agredir fisicamente a vítima.

Hannah é uma adolescente que começa sua trágica trajetória de sucessivas agressões no ambiente escolar, ao ter uma foto embaraçosa divulgada em meio virtual. Desde então, passou a ser julgada como a vadia, a fácil, abrindo espaço para o assédio, e fazendo da sua vida uma imensa solidão, por meio do afastamento dos “amigos”, da falta de atenção dos gestores da escola e até dos seus pais por não compreenderem seus sinais. O mais impressionante dessa série é que os produtores não tiveram medo de relatar a gravidade do problema de uma forma tão chocante. Eles não suavizaram. Mostraram o bullyng nu e cru.

20170316203357621451a

O bullyng virtual pelo qual essa adolescente passou é muito sério, uma vez que esse tipo de bullyng não se restringe apenas a um ambiente. Ele não tem fim. Você é atacado por várias pessoas que muitas vezes não é possível identificar pois ocorre em meios eletrônicos, com  mensagens difamatórias ou ameaçadoras circulando por e-mails, sites, blogs (os diários virtuais), redes sociais e celulares.

Cansada de tudo, Hannah resolve tirar sua própria vida. Contudo, para a surpresa de todos ela deixou gravado os motivos dessa decisão. 7 fitas, contando os 13 porquês que a fizeram desistir da vida. A história é contada em dois tempos (futuro e passado) e acompanha a trajetória de Clay Jensen – colega de classe e de trabalho e paixão secreta – de Hannah Baker.

A série gerou e vem gerando bastante repercussão, dividindo opiniões e com interpretações, de certa forma equivocadas, pois a mensagem que a obra quer transmitir, não é de que problemas serão solucionados com o suicídio, mas sim, mostrar as consequências de atos inconsequentes de desrespeito, preconceito, julgamentos para com o outro, e através disso, alertar as pessoas, seja adolescentes, jovens, adultos para a gravidade do problema.  Não é só isso. A mensagem também é de que a vida continua, e que existem outras maneiras de se enfrentar os problemas. O personagem Clay diz ao final do último episódio que de alguma forma precisamos mudar o jeito como tratamos as pessoas.

A série é super bem produzida, comovente, e instigante. Vale a pena assistir. E o melhor de tudo é que não é  uma série destinada apenas a um público, ou ao mero entretenimento, mas uma série para a vida.

E uma dica: ao final da série há um documentário (13 Reasons Why: Tentando entender os porquês) com elenco, equipe de produção, e profissionais da área da saúde discutindo as cenas que abordam questões difíceis como bullyng, depressão e abuso sexual.

Fontes utilizadas:

https://novaescola.org.br/conteudo/1424/20-o-que-e-bullying-virtual-ou-cyberbullying

https://www.significados.com.br/bullying/

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/viver/2017/03/16/internas_viver,694416/conheca-os-13-porques-nova-serie-da-netflix.shtml

https://filmow.com/os-13-porques-1a-temporada-t195139/